Varíola dos macacos: a maioria os infectados são homens com menos de 40 anos e OMS analisa cenário

O secretário geral da Organização das Nações Unidas convocou uma reunião de emergência para analisar o cenário atual com a crescente de casos de infectados pela doença

Resumo da Notícia

  • A varíola dos macacos está se disseminando mundo à fora
  • Segundo a OMS, mais da metade dos casos são em homens com menos de 40 anos
  • O secretário geral da OMS decretou reunião de emergência para discutir o cenário

A varíola dos macacos vem preocupando cada vez mais a sociedade dos médicos mundo à fora. Com uma crescente nos casos do país, já está sendo traçado o primeiro perfil das pessoas infectadas pelo vírus.

-Publicidade-

Segundo as informações dadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os casos da doença tem sido mais frequentes em homens com menos de 40 anos, residentes na Europa e que tem relações sexuais com pessoas do mesmo sexo.

Esse é o perfil de uma parte dos pacientes. O surto ainda está se concentrando na Europa, com 81,6% dos 6.027 casos registrados no mundo. Os países do continente europeu que estão mais afetados, são Alemanha, Reino Unido e Espanha.

Conforme outros dados divulgados também pela OMS, 99,5% são homens com idade numa faixa etária média de 37 anos. Desse percentual, 60% dos pacientes contaram a orientação sexual, sendo gays, bissexuais ou que tiveram relação com outro homem.

Um dos principais sintomas do vírus é a erupção cutânea
A doença tem se disseminado rápido (Foto: Reprodução/ Domínio público via Wikipedia)

Na última quarta-feira, 6 de junho, o secretário geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que está preocupado com a crescente rápida de contaminados e irá convocar o comitê de emergência para saber qual é o tamanho da crise.