Varíola dos macacos tem possibilidade de ser transmitida sexualmente, afirmam cientistas

O vírus causador da doença é disseminado pelo contato próximo com uma pessoa infectada, por meio de lesões características na pele ou por gotículas que entram no sistema respiratório

Resumo da Notícia

  • Pesquisadores encontraram DNA do vírus da varíola dos macacos no sêmen de seis pacientes, na Itália
  • A descoberta acende um alerta mundial, pela a hipótese de transmissão sexual da doença
  • Mas, para a confirmação os casos continuam sendo investigados

Segundo informações divulgados pelo jornal Folha de São Paulo, pesquisadores do Instituto Spallanzani, um hospital e centro de pesquisa em doenças infecciosas em Roma, encontraram DNA do vírus da varíola dos macacos no sêmen de seis pacientes na Itália. Em um deles, uma amostra testada no laboratório de um dos pacientes sugere que o vírus encontrado em seu sêmen era capaz de infectar outra pessoa e de se replicar.

-Publicidade-
Uma das formas de transmissão da doença é por meio de gotículas que entram no sistema respiratório (Foto: Getty Images)

Essa descoberta acende um alerta mundial, pela a hipótese de transmissão sexual da doença. Mas, os casos ainda precisam ser investigados e os pesquisadores pedem cautela. “Esses dados, que estão sendo apresentados para publicação, não representam evidências suficientes para provar que as características biológicas do vírus tenham se alterado a ponto de seu modo de transmissão ter evoluído. No entanto, ter um vírus infeccioso no sêmen é um fator que faz a balança pender fortemente para o lado da hipótese de que a transmissão sexual pode ser uma das maneiras nas quais o vírus é transmitido””, afirmou à Reuters Francesco Vaia, diretor-geral do instituto.

Até o momento, o que se sabe é que o vírus causador da varíola do macaco é disseminado pelo contato próximo com uma pessoa infectada, que pode passar o vírus pelas lesões características na pele ou por gotículas grandes espalhadas pelo sistema respiratório. Entretanto, muitos dos casos de varíola dos macacos no atual surto estão entre parceiros sexuais que tiveram contatos do tipo.