Viagem na pandemia: saiba o que as companhias aéreas estão fazendo para garantir a segurança

No chão ou no ar, prezar pela saúde deve ser prioridade sempre, e para tornar as viagens das famílias mais agradáveis, essas empresas têm realizado várias manobras desde o check-in até o desembarque

Resumo da Notícia

  • Viajar é bom demais, mas exige alguns cuidados extras nesse período de pandemia
  • Saiba o que as companhias aéreas estão fazendo para garantir a segurança dos passageiros e tripulação
  • A parte de entretenimento não fica de fora, é claro

Viajar é tudo de bom, mas com a pandemia é ainda mais necessário ficar atenta a alguns cuidados fundamentais para que, de fato, a viagem seja uma experiência incrível. Assim como as famílias precisam seguir as recomendações dos órgãos de saúde como por exemplo, lavar as mãos com frequência e manter o distanciamento social, também é importante que os espaços por onde elas transitam estejam com a mesma mentalidade e cuidados para evitar ao máximo a contaminação pelo vírus. As companhias aéreas, por exemplo, já estão adotando algumas medidas para garantir um processo seguro e agradável para pais e filhos.

-Publicidade-
As companhias aéreas estão adotando cuidados extras para a segurança das famílias durante as viagens (Foto: Getty Images)

Segurança em primeiro lugar

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) compartilhou um documento em 2020 com os cuidados necessários em todas as fases do percurso. A entidade reforça a necessidade do uso de máscara em toda a viagem, em concordância com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), assim como a utilização de álcool em gel (lembrando que na bagagem de mão os produtos são limitados em 500 ml para viagens nacionais e 100 ml para viagens internacionais – que necessitam que os frascos sejam de plástico transparente).

Nas recomendações, a ANAC também sugere, se possível, o check-in online. Algo que a GOL vem adotando. “Desde o início, incentivamos os clientes a usar os canais digitais para o check-in (site e aplicativo para celular). A Companhia lançou ano passado o check-in diretamente no WhatsApp, também por um fluxo simplificado, orientado pela GAL, assistente virtual, com comunicações personalizadas para clientes selecionados com viagens próximas, que ainda não realizaram a confirmação, colaborando para evitar aglomerações nos aeroportos”, explica Danilo Andrade, Comandante e Diretor de Segurança Operacional da GOL, pai de Lorenzo e Stella.

Outra medida para manter o distanciamento seguro está nas marcações no piso próximo aos portões de embarque. Além disso, eles também oferecem o check-in presencial com os funcionários seguindo os protocolos de máscaras e luvas, assim como a implementação de escudos de acrílico nos balcões dos principais aeroportos e avançadas medidas adicionais de limpeza e higienização dos aviões, com atenção redobrada nos assentos, braços das poltronas, cintos de segurança, bandejas, piso e paredes.

Esses cuidados se mantêm dentro da aeronave, incluindo outros, de acordo com Danilo: “As aeronaves da GOL são equipadas com um sistema de filtro de ar HEPA, que captura 99,99% de partículas microscópicas, como bactérias e vírus, e promove a renovação do ar do avião a cada 3 minutos, permitindo a circulação de um ar sempre mais puro”.

Do início ao fim

O cuidado reforçado com a adoção de protocolos rígidos de higiene desde a chegada no aeroporto até o desembarque se tornou prioridade para a Azul nesse período com o intuito de garantir o bem-estar de todos. Uma das inovações, segundo Marco Barbosa, diretor de Experiência do Cliente da Azul, pai de Matheus, Junior, Beatriz e José, é o Tapete Azul: “Que otimizou o tempo de embarque e nos ajudou na manutenção de segurança e do distanciamento social necessário, organizando os clientes a dois metros de distância entre si”. Isso unido ao aprimoramento do aplicativo, possibilitou menos exposição ao longo da viagem. “A Azul tem como missão proporcionar a melhor  experiência de voo para os nossos clientes”, justifica.

Diogo Elias, Diretor de Vendas e Marketing da LATAM, pai de Rafael e Eduardo, afirma que a pandemia mudou a forma de trabalho e acelerou alguns projetos, como a transformação digital: “Em 2020, lançamos nossa unidade de E-business e renovamos a plataforma digital no Chile, Equador, Colômbia e, em fevereiro, expandimos esse projeto para o Brasil, com foco na redução do tempo de compra de passagens, em armazenar as preferências dos clientes e oferecer recursos de check-in automático, LATAM Wallet, entre outros”. Além dos cuidados de higiene estipulados pelos órgãos de saúde e frotas equipadas com filtros HEPA, também inovaram na limpeza. “Fomos a primeira aérea da América Latina a desenvolver ‘in company’ um robô autônomo para a limpeza das aeronaves com raios ultravioleta (UV), método que elimina até 99,9% dos vírus e bactérias a bordo”, diz.

Pensando em todos

Marco Barbosa pontua: “A Azul pratica o que chamamos de ‘OPA’ (Observe, Perceba e Atenda), um lema da companhia que revolucionou o modo como atendemos os nossos clientes. O conceito resume a relação da nossa tripulação com o cliente. Os nossos tripulantes observam as necessidades e desejos do cliente e prestam atenção para realizar um atendimento pessoal, com empatia e objetividade”. Isso também se reflete no tratamento de crianças com transtorno do espectro autista, com intensificação do treinamento da equipe para o atendimento e primeiros socorros caso necessário.

Conheça as medidas de segurança e entretenimento que as companhias aéreas estão oferecendo na pandemia (Foto: Getty Images)

Esse cuidado também é prioridade na LATAM, em que pessoas com autismo têm preferência na fila, assim como acesso a um balcão especial no aeroporto e, se possível, local no voo com menor densidade de passageiros. “Nossos tripulantes são treinados em primeiros socorros, e darão atenção especial para a criança, seus familiares e demais passageiros”, completa Diogo Elias. O mesmo vale na GOL, como explica Danilo Andrade: “Os que se identificam como autistas, ou pelo MEDIF ou pela apresentação da carteira de autismo fornecida pelas diversas associações, e que tenham dificuldade de usar máscaras a bordo das nossas aeronaves, entram no hall de clientes com atendimento especial de acordo com a lei federal 14019/2020 e são desobrigados de utilizar máscaras nos nossos voos. Demais cuidados seguem os procedimentos normais de um cliente dentro da aeronave”.

Juntos nessa

As companhias aéreas precisam fazer a parte delas. Mas é importante reforçar que o passageiro também precisa contribuir nesse processo, seguindo os direcionamentos das entidades e tomando as medidas individuais cabíveis. A divisão de responsabilidades e o trabalho em equipe farão a diferença. E os cuidados não acabam ao desembarcar. Além de aguardar o aviso sonoro para ser liberado para descer do avião, deve-se manter o distanciamento e evitar a pressa. Afinal, a viagem está apenas começando e você terá muito tempo para aproveitar.

As medidas de proteção à saúde são imprescindíveis para garantir a segurança e reduzir os riscos, mas também é importante que as famílias possam aproveitar as viagens com descontração e, para isso, as opções de lazer a bordo fazem toda a diferença. As companhias aéreas citadas, por exemplo, disponibilizam filmes, séries e canais sobre diversos assuntos para entreter desde as crianças até os adultos. E quem não gosta de aproveitar um lançamento nas alturas?

A LATAM faz isso focando no acolhimento ao cliente para uma viagem mais rápida e fácil. A GOL oferece também podcasts e internet a bordo em 100% das rotas. Já a Azul conta com o “Sky Sofá” em voos internacionais, em que quatro poltronas viram uma cama e garantem uma experiência diferenciada para as famílias. Seja maratonando o seriado preferido, ouvindo um podcast sobre mindfulness ou até mesmo dormindo, é promessa de um excelente voo para todos.