Vídeo: cachorro cego faz recepções animadas após ser resgatado das ruas

Depois de ser resgatado das ruas do Egito, o cachorro Arafa demonstra toda sua gratidão ao ativista Ahmed, e todos os dias, ao reconhecer a voz de seu salvador, faz a maior recepção, com lambidas e carinho

Resumo da Notícia

  • Cachorro é resgatado por ativista egípcio
  • Demonstração de amizade e amor
  • A dupla demostra um exemplo de solidariedade

Sabe aquelas cenas dignas de filmes em que o cachorro reconhece a voz do dono? Pois é, essa cena é real e tem uma história linda por trás. Após ser salvo por um ativista egípcio, o cachorro cego, chamado de Arafa, demonstra toda a sua gratidão com a melhor recepção de todas. Assim que seu resgatador chega, o cachorro reconhece a sua voz e parte para as lambidas de boas-vindas.

-Publicidade-

A atual casa de Arafa é em um abrigo de animais, onde o ativista Ahmed mantém outros cães seguros e com muito carinho. Em entrevista ao portal The Dodo, Ahmed conta que Arafa chegou até eles com a visão prejudicada, mas ele é “uma das centenas de cães que resgatamos”, afirma.

Cachorro Arafa, regatado pelo ativista Ahmed
Cachorro Arafa, regatado pelo ativista Ahmed (FOTO: Reprodução / The dodo)

Não é novidade que os cachorros são melhores amigos do homem, e que com cuidado e amor, essa relação só aumenta. Arafa mostra que apesar das dificuldades, a troca de sentimentos é real, e toda dia que Ahmed chega no abrigo e chama pelo seu fiel amigo, o cachorro corre para seus braços, com uma recepção de muito amor e alegria.

O abrigo segue com a missão de achar um lar para cada cachorro resgatado, incentivando a adoção dos animais, que prometem levar felicidade por onde passam. A mensagem principal que a instituição passa é que independente da condição física, o amor sempre prevalece.

Abrir sua casa para um amigo de 4 patas pode ser uma grande mudança! Ele trará caos, mas também muita felicidade. Estudos mostram que crescer ao lado de um animal trará muitos benefícios para a vida de sua família! Em um estudo feito na Universidade da Flórida, crianças realizaram tanto atividades de falar em público, quando resolvendo questões aritméticas (atividades que aumentam o nível de cortisol). Primeiro elas estavam ao lado de um parente, depois do próprio cachorro e depois sozinhos. As crianças que estavam com seus cães disseram que se sentiam menos estressadas em comparação as crianças que tiveram apoio de um parente ou de ninguém.

Um estudo sul-africano fez uma pesquisa com crianças em idade escolar que não eram grandes leitoras. Eles leram por 20 minutos durante 10 semanas para um cachorro, um brinquedo de pelúcia, um adulto ou ninguém e aqueles que leram para o cão tiveram maior taxa de leitura, precisão e compreensão.

Mas lembre-se, antes de adotar um animal, converse com sua família, veja se todos concordam com isso, além de ensinar as crianças a tratar bem o pet! Cheque seu orçamento, seu tempo disponível para cuidado, o espaço que você tem para comportar um animal, sua paciência para lidar com ele e suas alergias!