Vídeo mostra cadela grávida procurando ajuda de veterinários para dar à luz filhotes

Cachorra grávida ficou parada em frente à uma clínica veterinária, como se esperasse ser atendida para ganhar os filhotes, em Campo Grande, Cariacica, no Espírito Santo

Resumo da Notícia

  • Cachorra grávida ficou parada em frente à uma clínica veterinária, como se esperasse ser atendida para ganhar os filhotes
  • A fêmea gestante foi atendida pelos funcionários da clínica e estão recebendo cuidados especiais
  • O suposto pai dos filhotes também permaneceu ao lado de fora da clínica esperando

Na última quinta-feira (9), uma cachorra de rua, que estava prestes a ter filhotes, ficou parada em frente a uma clínica veterinária, como se estivesse aguardando um atendimento para realizar o parto. “Amiga”, nome dado pelos funcionários, teve muito apoio e conseguiu ganhar 7 filhotes, sendo um, nascido sem vida. O caso aconteceu em Campo Grande, Cariacica, no Espírito Santo.

-Publicidade-
Cadela espera em frente à clínica veterinária para ganhar filhotes
A cadela, “Amiga”, espera em frente à clínica veterinária para ganhar filhotes, no Espírito Santo (Foto: Reprodução / TV Gazeta)

“Desci pra verificar e constatei que realmente era uma fêmea gestante. Ela estava bem deitada olhando na direção da clínica como se aguardasse atendimento”, contou João Áureo Rodrigues de Oliveira, primeiro médico veterinário a atender a cadela. “Ela é uma boa cadela. Está super bem e com bastante leite” relatou também Rosimere Pereira dos Santos, médica veterinária responsável pelo parto.

Cadela deitada em frente à clínica veterinária, como se esperasse ser atendida
Cadela deitada em frente à clínica veterinária, como se esperasse ser atendida para ganhar os filhotes (Foto: Reprodução / TV Gazeta)

Os filhotes nasceram na segunda-feira (13). A fêmea gestante estava com sete no total, entretanto, um deles não sobreviveu porque estava fora da posição para o parto. Após 45 dias de tratamento médico, eles serão colocados para adoção. “Só colocamos os filhotes para adoção, após a vermifugação e a primeira dose da vacina” afirmou o Dr. João Áureo. Segundo o Jornal TV Gazeta, já existe até uma fila para adotá-los.

Outro fato curioso, é que enquanto “Amiga” recebia os cuidados necessários com os filhotes, o pai permaneceu ao lado de fora da clínica, na última terça-feira (14). “Por enquanto, o pai está lá fora esperando e a gente está preocupado com ele também.”, acrescentou o médico veterinário. “Mas há todo um acompanhamento e a gente espera que tudo aconteça da melhor forma possível” finalizou.

Assista às imagens: