Virgínia Fonseca aparece pela 1ª vez após morte do pai e anuncia viagem por motivo emocionante

A mãe de Maria Alice, fruto do relacionamento com o cantor Zé Felipe, reapareceu nos stories neste domingo, 26 de setembro, pela primeira vez após o falecimento do pai. A influencer contou que vai viajar para Portugal

Resumo da Notícia

  • Virginia Fonseca, mãe de Maria Alice, fruto do relacionamento com o cantor Zé Felipe, reapareceu nos stories pela primeira vez após o falecimento do pai
  • A influencer contou que vai viajar para Portugal para jogar as cinzas do pai no Rio Tejo, em Lisboa
  • Esse sempre foi um desejo do pai da influenciadora, que faleceu aos 72 anos
   

Virginia Fonseca, mãe de Maria Alice, fruto do relacionamento com o cantor Zé Felipe, reapareceu nos stories neste domingo, 26 de setembro, pela primeira vez após o falecimento de seu pai. “A gente vai indo, até porque a vida continua. Se alguma coisa pudesse trazer meu pai de volta eu faria. Então, o negócio é viver mesmo”, disse.

-Publicidade-

A influencer contou que vai viajar para Portugal. “O desejo do meu pai, quando ele falecesse, ele queria ser cremado e que as cinzas fossem jogadas no Rio Tejo em Lisboa. Ele não queria ser enterrado, então assim vamos fazer. Ele foi cremado e estamos levando as cinzas para lá. Meus irmãos por parte de pai, que moram nos Estados Unidos, também vão para Portugal porque eles sabiam que era um desejo do meu pai”.

Virgínia Fonseca volta às redes após a morte do pai e conta que está indo para Portugal (Foto: Reprodução/Instagram)

Virginia chegou a mostrar nos stories as inúmeras malas que estavam levando para Portugal. “Não estão cabendo as malas no carro. Minha nossa senhora… Ainda faltam mais duas da Maria Alice”.

Missa de sétimo dia

No sábado, 25 de setembro, ela prestou uma homenagem emocionante ao pai após missa de sétimo dia, compartilhando uma foto da lembrança de luto e falou sobre a saudade. “7 dias sem você… hoje foi a missa de sétimo dia e sinto que você está em paz ao lado de Deus! O que fica é a saudade dos seus beijos, abraços, conselhos, mas as memórias estarão guardadas pra sempre em meu coração”, escreveu ela, que passou a usar o anel que o pai não tirava do dedo.

Virgínia Fonseca ela prestou uma homenagem emocionante ao pai após missa de sétimo dia
Virgínia Fonseca ela prestou uma homenagem emocionante ao pai após missa de sétimo dia (Foto: Reprodução/Instagram)

Notícia sobre o falecimento

Mário Serrão faleceu no dia 19 de setembro, aos 72 anos de idade. Ele estava internado na UTI de um hospital de Goiânia com pneumonia aguda. Ele ficou internado de julho a agosto e chegou a receber alta no final do mês passado, mas voltou a ser hospitalizado.

Ao anunciar a triste notícia, a jovem usou os stories do Instagram, para informar os milhões de fãs sobre a perda. Em uma tela com fundo preto, Virginia escreveu: “É com muito pesar e dor, que venho comunicar a vocês o falecimento do meu pai. Vou amá-lo para sempre e sei que ele estará presente em meu coração para sempre!”, disse.

A influenciadora ainda terminou o depoimento dizendo: “Que ele descanse em paz e que Deus o tenha”. Depois, em uma publicação no feed, a jovem escreveu: “Eu vou te amar pra sempre pai! Pra sempre! Descanse em paz, eu sei que você está ao lado de Deus olhando por nós ❤️”. Em seguida ela agradeceu: “Obrigada por tudo que fez por mim, você vai estar presente pra sempre em meu coração! Minha ficha ainda não caiu que nunca mais irei conversar com você, nunca mais irei brincar com você, nunca mais irei te beijar, te abraçar e ir correndo te contar tudo de maravilhoso que vem acontecendo na minha vida, mas eu sei que vc está aí de cima cuidando de tudo, obrigada pelos nossos 22 anos juntos”, concluiu.

Recentemente, a jovem contou que Mario tem uma série de fatores que prejudicaram seu quadro. “Meu pai nunca deixou de beber, é fumante, não se alimentava, então estava com anemia. O rim também não está funcionando muito bem. Foi uma junção de tudo que acabou prejudicando e chegando nesse estado que tá. Mas eu sei que vai ficar bem, se Deus quiser”, falou otimista na época.