Vitória! Bebê de 1 ano diagnosticado com câncer raro ainda no útero se cura da doença

Ele precisou passar por cirurgias e tratamentos mas conseguiu se recuperar e hoje a família toda comemora junto!

Resumo da Notícia

  • Bebê de 1 ano diagnosticado com câncer raro ainda no útero se cura da doença
  • Ele precisou passar por cirgurgias e tratamentos
  • Veja a história completa

Um garoto que descobriu um câncer enquanto ainda estava no útero da mãe virou notícia no mundo todo depois que finalmente conseguiu vencer a doença. Quando estava grávida de 36 semanas, a mãe, Natalie, de 27 anos, recebeu a notícia de que os médicos haviam encontrado uma massa de tecido no abdômen do bebê, Daniel Rider. Duas semanas depois, então, os doutores decidiram induzir o parto do garoto.

-Publicidade-
O câncer foi diagnosticado ainda no útero (Foto: reprodução Mirror)

Foi tudo muito assustador e temi o pior. Poucos dias depois de nascer, Daniel foi levado para uma ressonância magnética”, conta. “Quando o médico disse que ele tinha câncer, fiquei absolutamente arrasada. Era o meu pior medo. Ele era tão pequeno e vulnerável”, lembra a mãe, como apontado pelo jornal britânico Mirror. Tudo aconteceu em Stoke-on-Trent, na Inglaterra.

Daniel foi diagnosticado com neuroblastoma, um câncer raro das células nervosas que afeta cerca de 100 crianças a cada ano no Reino Unido, principalmente crianças menores de cinco anos, de acordo com informações da revista especializada Neuroblastoma UK.

-Publicidade-

Assim que recebeu o diagnóstico, o bebê foi transferido para o Hospital Infantil de Birmingham. Lá, Natalie foi informada de que o filho precisava de uma grande cirurgia. “Foi uma decisão terrível de se tomar, especialmente como mãe solteira, mas não havia escolha. Daniel tinha cinco semanas quando o carreguei para a cirurgia e permiti que a equipe médica o colocasse para dormir, sem saber se ele sobreviveria. Agarrei-me ao cobertor dele para me confortar durante as cinco horas que ele esteve no bloco cirúrgico. Foi o pior dia da minha vida. Ele ficou tanto tempo na cirurgia que eu realmente pensei que o tinha perdido. Quando o vi na UTI, ele estava coberto de fios e tubos, com monitores por toda parte. Parecia um milagre ele ter sobrevivido”, contou.

Os dois já podem comemorar a vitória (Foto: reprodução Mirror)

Depois de longos meses de tratamento, Daniel, que agora tem 14 meses, está livre da doença. Ele recebeu o Star Award para crianças e jovens do Cancer Research UK após sua batalha contra o tumor. A mãe, atualmente, espera poder passar por um Natal tranquilo e feliz, ao lado do bebê e da putra filha, Reena-Rose, 7 anos. “Daniel é o menino mais incrível. Ele é um verdadeiro soldado e herói, com sua cicatriz de batalha na barriga. Ele já passou por tanta coisa e, ainda assim, conheceu todos os marcos e simplesmente salta de um lado para o outro, cheio de diversão como qualquer outra criança normal. Assim que ouvi falar do Prêmio Estrela do Cancer Research UK para Crianças e Jovens, apresentei Daniel. É tão lindo ter sua coragem celebrada desta forma, e Reena-Rose ficou encantada em receber um certificado também, por ser uma irmã fabulosa”, se orgulhou. O garoto ainda precisa ser monitorado pelos próximos cinco anos, para garantir que a saúde fique em dia.