Vitória! Volvo amplia licença-paternidade para seis meses no Brasil

A empresa, inspirada na legislação suíça, deu um passo importante para a luta contra a desigualdade de gênero ao estabelecer uma licença de 24 semanas para mães e pais

Resumo da Notícia

  • A Volvo Cars ampliou a licença-paternidade para 6 meses meses
  • A empresa deu um passo importante para a luta contra a desigualdade de gênero
  • Antes, apenas a licença-maternidade tinha a duração de 24 semanas

A empresa Volvo Car, inspirada na legislação nacional da Suíça, deu um passo muito importante para a igualdade de gênero e estabeleceu uma licença-paternidade de 24 semanas – assim como a licença-maternidade, que também dura o período de seis meses.

-Publicidade-

A marca de carros está adotando essa política de licença em todas as fábricas e escritórios que tem ao redor do mundo. Dessa maneira, cerca de 40 mil funcionários serão impactados e poderão passar os seis primeiros meses de vida dos filhos com eles em casa.

“Estamos muito felizes em conseguirmos implementar essa nova licença aqui no Brasil. Sabemos que isso não é comum em nosso país e podemos até ser exemplo para outras empresas, indo além do que a legislação exige e, de alguma forma, contribuir ativamente para o início da vida das crianças que terão pais por perto”, comentou Luiz Rezende, presidente da subsidiária da empresa no país.

-Publicidade-
A Volvo Cars ampliou a licença-paternidade para 24 semanas (Foto: iStock)

Eliane Trinca, diretora da People Experience e Responsabilidade Social Volvo Car Latam Hub, completou a fala de Rezende: “Vale lembrar que aqui no Brasil a Volvo, por ser uma empresa do Programa Empresa Cidadã, tinha até o momento 20 dias de licença-paternidade e 24 semanas de licença-maternidade. São 160 dias a mais para deixarmos os pais mais perto dos seus filhos”.

Ampliar o tempo de licença-paternidade ajuda a diminuir a lacuna da desigualdade de gênero e equilibra as demandas de trabalho e da família. “Isso permite que todos se destaquem em suas carreiras”, conta Hakan Samuelsson, presidente-executivo da Volvo Cars.