Volta às aulas: anos letivos de 2020 e 2021 serão trabalhados como um só em São Paulo

O secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, explicou um pouco sobre como funcionará essa mudança na prática

Resumo da Notícia

  • Governo de SP transforma os anos letivos de 2020 e 2021 em um ciclo único de ensino
  • O secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, explicou um pouco sobre como funcionará essa mudança na prática
  • Veja como será

O secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, disse nesta terça-feira, 6 de outubro, em entrevista à GloboNews, que a rede estadual irá trabalhar o ano letivo de 2020 e 2021 como um ciclo único de ensino. “Vamos trabalhar o ano de 2020 e 2021 como um ciclo, como se fosse um ano só, especialmente para esses alunos que já entregaram as atividades e estão entregando”, disse.

-Publicidade-
Os anos letivos de 2020 e 2021 serão um ciclo único de ensino (Foto: Getty Images)

Ele explicou que a ideia é  fazer a unificação em oito bimestres para diluir o ensino e ter a possibilidade de quem não aprendeu conseguir recuperar o tempo perdido. “Ao invés de fazer a média com quatro bimestres de 2020, faremos a média bimestral de oito bimestres contando 2020 e 2021. Então, o aluno que está no quarto ano, se ele entregou o mínimo de atividades, ele progride para o quinto ano, e a média dele para aprovação lá no quinto ano será considerada, por exemplo, aquilo que ele fez em 2020 e 2021″, explicou.

A recomendação do Conselho Nacional de Educação (CNE), feita em julho, é de que as redes escolares evitassem reprovar os estudantes neste ano. Apesar disso, cabe às redes municipais, estaduais e particulares decidirem como será feita a aprovação. Rossieli afirmou que o governador deve definir nos próximos dias como será feita a aprovação escolar dos alunos da rede estadual.

-Publicidade-

“Vamos ter uma cobrança de um mínimo a ser entregue, como se fosse proporcional à presença. Daqui a uma semana a gente já vai ter promulgado pelo nosso conselho, e homologado por mim, regras específicas sobre que tipo de retenção.”, explicou.

-Publicidade-