Volta às aulas: o papel da educação integral para o desenvolvimento da criança em tempos de pandemia

Como uma alternativa de trazer um maior acolhimento para os estudantes e famílias durante um momento tão delicado, a Escola Vereda pensou em cada detalhe para o retorno

Resumo da Notícia

  • Saiba como o retorno escolar pode beneficiar o desenvolvimento
  • Veja como a educação integral pode trazer um acolhimento para os estudantes e para as famílias

Mudança de rotina, o contato com outras crianças e a necessidade de sair de casa após o isolamento social. Esses são alguns dos principais fatores que geram preocupação na cabeça dos pais neste período de retorno escolar. É comum que os medos e incertezas ainda façam parte da rotina da família. Afinal, com a chegada da pandemia, vieram também os desafios e a necessidade de se reinventar quando o assunto é educação. Mas é essencial lembrar que depois de tanto tempo longe dos amigos e professores, a escola tem um papel superimportante para a reintegração e socialização dos estudantes em uma realidade diferente.

-Publicidade-
A parceria entre a família e a escola é superimportante (Foto: Divulgação)

Um levantamento feito pela Associação Brasileira de Educação a Distância, entre agosto e setembro de 2020, mostra que para 82,6% dos estudantes, a falta do contato presencial com amigos afeta os estudos e a aprendizagem. A socialização entre os alunos na escola é fundamental para o desenvolvimento e aprendizado da criança. O retorno às aulas traz um senso de pertencimento e de proximidade de grupo para as crianças, além de desenvolver habilidades socioemocionais que só a escola proporciona. “É fundamental que depois de tanto tempo longe da escola e dos colegas de classe, os estudantes desenvolvam suas habilidades sociais e emocionais. As escolas precisam formar estudantes para o mundo que irão enfrentar. O ambiente escolar precisa ter momentos e espaços para desenvolver o sentimento coletivo de vida em grupo, assim como de cooperação e solidariedade” defende Jefferson Mello, diretor pedagógico da Escola Vereda na Unidade de São Bernardo do Campo.

Parceria e diálogo

Em momentos desafiadores como a pandemia, o diálogo, respeito e parceria são indispensáveis, pois a comunicação precisa ser clara, compreensível e constante para que a construção de um ambiente educacional de qualidade possa ser construído. “Nossa parceria começa quando tratamos cada estudante individualmente, entendemos e respeitamos suas necessidades. Nosso foco é 100% no aluno e na construção de seu projeto pessoal de vida. Isso só é possível quando família e escola estão em sintonia”, indica Jefferson.

Para educar uma criança de forma completa e com autonomia, precisamos de tempo. Como uma maneira de trazer tranquilidade para as famílias, o ensino integral pode oferecer conforto e acolhimento para os alunos que irão passar mais tempo na escola, mesmo em tempos de pandemia. Dessa maneira, a Escola Vereda se adaptou a todas as medidas, garantindo o desenvolvimento completo das habilidades e ainda o cumprimento de uma matriz curricular completa e com atividades diversificadas.

O ensino integral pode trazer um maior acolhimento para os estudantes que passarão mais tempo na escola (Foto: Divulgação)

A família tem um papel fundamental na escolha da educação dos filhos, ao mesmo tempo em que a escola precisa acolher as inseguranças dos pais. “Para passar essa tranquilidade aos pais e famílias, compartilharemos nossas cartilhas de protocolos, promoveremos lives e reuniões com grupos reduzidos ou individuais para esclarecer todas as dúvidas. Ainda assim, para esse ano daremos duas opções de ensino integral: Ensino híbrido e o Ensino não presencial. No ensino híbrido, teremos um revezamento de estudantes no modelo presencial e no modelo virtual e assim controlaremos o fluxo de pessoas evitando aglomerações. A capacidade das salas foi reduzida a fim de garantir o distanciamento. No ensino 100% não presencial teremos as mesmas disciplinas e habilidades sendo desenvolvidas no nosso ambiente virtual de aprendizagem. As famílias poderão optar pelo modelo de ensino que se sentirem mais confortáveis e tranquilo”.

Não existe uma receita pronta para lidar com a situação atual em meio a esse retorno, mas é importante respeitar o contexto, realidade e bagagem de cada família. “Uns foram mais afetados, outros menos e queremos acolhê-los e mais do que nunca ter a escola como um local de afeto, amor, alegria, construção e formação humana. Nosso ensino está sempre conectado com a vida. A Vereda é uma escola acolhedora em sua natureza e sabemos das inseguranças e dinâmicas de cada família. Nada mais justo que eles escolham nesse momento o modelo de ensino que se encaixa em suas realidades”, explica o especialista.

Cada cuidado importa

Em um momento que exige a colaboração de todos, é preciso conscientizar sobre os pequenos detalhes que fazem toda a diferença no dia a dia. Pensando nisso, a Vereda está seguindo à risca todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), além sempre orientar os colaboradores, responsáveis e estudantes sobre como se proteger em um momento tão delicado.

Para um retorno seguro, todas as medidas de segurança estão sendo seguidas e explicadas para as famílias e colaboradores (Foto: Divulgação)

“São inúmeras diretrizes e cuidados disponibilizados em cartilhas para colaboradores e famílias. Desde a obrigatoriedade de máscaras durante todo o período de permanência no espaço, cuidados com o estudante na rotina escolar, atendimentos, medidas em casos de sintomas ou confirmação de teste positivo, distanciamento físico, sanitização das escolas, ambientes de aprendizagem adaptados, até uma nova configuração do refeitório e modelo de disposição dos alimentos. Estamos vivendo um momento que exige todo nosso cuidado para lidar com a pandemia. Todos são importantes nessa missão”, conclui.