Volta da frente fria! Temperaturas podem cair de 32ºC para 9ºC em 24h em São Paulo

A chegada de uma nova massa de ar polar nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país garantirão o retorno dos dias gelados a partir do próximo dia 18

Resumo da Notícia

  • Uma nova massa de ar polar deve garantir o retorno dos dias gelados em São Paulo
  • Os termômetros podem ir de 32ºC para 9ºC na região paulistana
  • Previsões ainda prometem tempos nublados

A volta da frente fria! Previsões afirmam que temperaturas em São Paulo podem ir de 32ºC para 9ºC em um mesmo dia a partir da próxima semana. Isso porque uma nova massa de ar polar atinge as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país.

-Publicidade-

De acordo com Climatempo, além do frio, a chegada dessa massa também promete tempos nublados e secos em São Paulo. A grande amplitude térmica está prevista para a próxima semana, a partir do dia 18 de agosto.

A saúde deve ser tratada como prioridade sempre. O último ano, com o surgimento da pandemia, deixou isso ainda mais claro. E com a queda de temperaturas, comum nessa época do ano, esse cuidado precisa de uma atenção redobrada, isso porque as doenças respiratórias costumam ser mais frequentes durante o inverno. Resfriado, gripe, sinusite e otite são alguns exemplos.

É importante reforçar os cuidados com a saúde nessa data (Foto: Getty Images)

Segundo o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), essas doenças estão entre as principais causas de internação no Brasil e afetam mais de 1 milhão de pessoas, todo ano. A Dra. Paula C. Borelli Barros, pediatra, com título de especialista em pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria, speaker da Boiron, mãe de Isabella, aponta: “As pessoas que mais sofrem com estas doenças são as crianças e idosos, por terem o sistema imune fragilizado“.

Saúde deve ser prioridade (Foto: Getty Images)

Esse aumento dos casos ocorre, principalmente, por ficarmos em ambientes fechados devido ao frio somado à multiplicação dos vírus nesse período, por isso, a especialista reforça: “É importante tentar manter o máximo de ventilação possível e sempre manter o ambiente e roupas de camas limpos e bem secos”. Muitas vezes subestimadas, as doenças de inverno merecem todo o cuidado, pois além dos sintomas já conhecidos de febre, coriza, cansaço, dores no corpo também podem ser agravadas se não forem bem tratadas.