“Vovó corredora”: idosa de 94 anos corre de 7 a 12 km toda semana e prova que nunca é tarde demais

Ela começou a praticar o esporte depois que o marido faleceu e se transformou em uma verdadeira atleta!

Resumo da Notícia

  • Idosa de 94 anos corre de 7 a 12 km toda semana
  • Ela corre ao menos 3 vezes na semana
  • Ela começou com a atividade física depois de perder o marido
  • Hoje, ela conquistou os internautas e ganhou o apelido de "vovó corredora"

Adelmira Adão é a prova que é possível continuar se exercitando, mesmo depois de mais velha! A mulher de 93 anos tem uma rotina de dar inveja: três vezes por semana, antes das 5h da manhã, ela acorda para fazer a corrida diária. Toda manhã ela corre uma média de 7 a 12 km!

-Publicidade-

Antes da corrida, Aldemira tem o próprio ritual: ela faz uma oração, coloca o tênis, arruma o cabelo, e parte para o longo trajeto pelas ruas de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo. “Tem gente que me olha correndo e comenta ‘Que velha maluca! Não vai aguentar’, mas eu faço como quem não está escutando e continuo”, brincou ela, em entrevista ao portal Voz da Bahia. Tanta motivação fez com que a atleta ganhasse  até mesmo um apelido nas redes sociais: “vovó corredora”.

Idosa de 94 anos corre de 7 a 12 km toda semana três vezes por semana (Foto: reprodução A Voz da Bahia)

Apesar de adquirir fama pela atividade física, Aldemira nem sempre seguiu os exercícios com afinco. A prática começou depois que ela perdeu o marido, que faleceu quando ela tinha 74 anos. Hoje ela mora com o neto, David, de 40 anos, mas, na época, eles ainda não moravam juntos e ela se sentia muito sozinha. Para fazer novas amizades, ela decidiu entrar em um grupo de atividade física para a terceira idade e, um ano depois, aos 76 anos, realizou a primeira corrida.

“Esse primeiro evento reuniu dois grupos: um de caminhada da terceira idade, que minha avó fazia parte, e corredores. Quando tocou o primeiro sinal era para os corredores saírem na frente, mas vovó foi junto. Tinha um pessoal falando ‘não é para você ir agora, não’, mas ela ignorou, correu e completou 10 km de primeira”, contou o neto dela.

O neto orgulhoso faz questão de acompanhar a avó nas corridas, para garantir que ela permaneça hidratada e apta a continuar o percurso. Nos treinos, no entanto, ela prefere ir sozinha. “Vou eu e Deus. Não gosto de falação no meu ouvido, não”, brincou ela.

Desde que começou, Aldemira estima já ter completado mais de 30 corridas entre os estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. “Eu gosto de correr. Refresca a minha mente e eu me sinto bem”,  finalizou ela, que tem conquistado o coração dos internautas.