WhatsApp libera transferência de dinheiro no App a partir de hoje: veja como fazer

A função será disponibilizada aos poucos para os usuários. Para realizá-la é preciso ter conta nos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi ou Woop Sicredi

Resumo da Notícia

  • WhatsApp libera transferência de dinheiro no App a partir de hoje
  • A função será disponibilizada aos poucos para os usuários
  • Para realizá-la é preciso ter conta nos seguintes bancos: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi ou Woop Sicredi
  • O aplicativo estabeleceu uma série de limites para a nova função

O WhatsApp começou a liberar nesta terça-feira, 4 de maio, a opção de fazer transferências de dinheiro pelo próprio aplicativo de conversas. De acordo com o que o porta-voz do app disse ao G1, o recurso vai aparecer “gradualmente” para todos os usuários nas próximas semanas. Para que o recurso apareça para você, é importante deixar o aplicativo sempre atualizado. Para atualizá-lo, basta ir até a loja de apps do seu celular, seja Android ou iPhone, procurar pelo WhatsApp, e verificar se há alguma atualização disponível.

-Publicidade-

“Vamos começar devagar, uma pequena porcentagem das pessoas vão ver o recurso e quem enviar dinheiro automaticamente vai convidar amigos e familiares para usá-lo também”, disse Matt Idema, chefe de operações do aplicativo, ao portal. Mesmo que a função apareça para você, o aplicativo ressaltou que ela só é possível entre pessoas físicas.

WhatsApp libera transferência de dinheiro no App a partir de hoje: veja como fazer (Foto: Istock)

As transferências não serão cobradas, porém existem alguns limites, entre eles: as pessoas só poderão enviar R$1.000 por transação. Caso necessário, você pode enviar mais de uma transação com esse valor por dia, mas a quantia não pode ser ultrapassada em uma única ação. Além disso, cada pessoa poderá receber um limite de 20 transações por dia. Existe também um limite mensal: R$5.000 por mês por operação, ou seja, você poderá receber R$5.000 por mês e transferir R$ 5.000 por mês, desde que obedeça a regra de mandar R$1.000 por vez.

Para usar o recurso, é preciso ter uma conta bancária com cartões de débito, pré-pago ou combo com as bandeiras Visa ou Mastercard de um dos bancos: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi ou Woop Sicredi. Até o momento, o app não aceita fazer as transferências com cartões de créditos.

Os bancos vão poder estabelecer um limite ainda menor que o anunciado pelo WhatsApp. Algumas instituições vão, ainda, enviar links com convites para os clientes acessarem o recurso. Quem ultrapassar os valores permitidos receberá um aviso e precisará esperar até o 1º dia do mês seguinte para começar a receber ou enviar pagamentos novamente.

Como fazer as transferências

Quando a nova ferramenta estiver disponível, uma função nova aparecerá no menu onde ficam as conversas, nele vai estar escrito “pagamento”. Os pagamentos serão realizados diretamente via chat. Para isso,  o usuário terá que cadastrar o número do cartão de débito ou pré-pago de bandeiras Visa ou MasterCard no aplicativo.

Para que isso seja possível, o Banco Central autorizou  a Visa e a Mastercard para “arranjos de pagamento” abertos, como transferência, depósito, pré-pago e doméstico. O WhatsApp também fará parte deste arranjo, possibilitando que isso aconteça pelo App.

De acordo com o Banco Central, as operações vão poder começar a funcionar assim que o WhatsApp disponibilizar o serviço para o cliente no aplicativo. Em junho de 2020, a empresa chegou a anunciar o recurso, mas, na época, o Banco Central e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) suspenderam o serviço. As autoridades disseram que ainda precisavam avaliar os riscos da possibilidade. O recurso já está disponível na Índia desde novembro de 2020.