Whindersson Nunes conta sobre perda prematura do filho em novo livro

O humorista compartilhou em detalhes a alegria de ter se tornado pai e a tristeza de ter perdido o filho tão cedo em seu novo livro

Resumo da Notícia

  • Whindersson Nunes contou sobre perda do filho prematuro em relato emocionante;
  • O ator e humorista explicou em detalhes como foi o momento do parto até a notícia que seu filho havia partido em seu novo livro;
  • No capítulo "Meu filho, João", ele também compartilhou um pouco de sua história com Maria Lina Deggan.

Em seu novo livro “Vivendo como um Guerreiro”, publicado pela editora Serena, o ator e humorista Whindersson Nunes contou em detalhes a expectativa para a realização do sonho de ser pai e a dor da perda prematura de João Miguel no capítulo “Meu filho, João”. O capítulo também trás aborda a história do humorista com Maria Lina Deggan, mãe de João Miguel e sua ex-noiva.

-Publicidade-

O relacionamento do casal começou em 2020, durante a pandemia, e surgiu de uma mensagem direta que a garota enviou para ele no Instagram. “Dizia que havia assistido aos meus vídeos, todos, e não havia mais nada para assistir. […] Gostei da abordagem. Da cobrança bonita e da moça bonita. E me interessei por ela.”

O casal já havia comprado roupinhas antes mesmo de ter a confirmação de que ela estava grávida. O quartinho do bebê, que nasceu com 22 semanas de gestação, também já estava sendo montado. Whindersson explicou que a gestação não foi fácil, e que sua então parceira teria tido muitos episódios de enjôo.

“Foi quando, na 22ª semana, ela foi ao banheiro e sentiu que algo estava errado. Ela sempre sentia as coisas antes e sabia das coisas. E, então, um barulho começou a sujar nossa paz. Corremos para o hospital.” O próprio Whindersson foi dirigindo enquanto a mãe de João Miguel se contorcia de dor no banco do passageiro.

Nascimento de João Miguel

Ele explica que Maria já estava com dilatação para realizar o parto e nem a medicação para inibir as contrações funcionou. “Tivemos todo o cuidado, todos os recursos necessários. Sou grato a todos eles. E o João, então, nasceu, para ficar um dia comigo”.

Whindersson Nunes e Maria Lina Deggan
Whindersson Nunes e Maria Lina Deggan (Foto: Reprodução/Instagram)

No momento do nascimento, ainda que não planejado e repleto de dúvidas, Whindersson se lembrou de colocar para tocar “Anunciação”, a música que Maria Lima havia escolhido para acolher seu bebê para o mundo, que partiu 24 horas depois. “Eu pude vê-lo por um dia apenas, mas o amei e amo pela vida inteira”, acrescentou.

O ator compartilhou como foi a despedida dos ‘pais de primeira viagem’, que aconteceu na madrugada do dia 31 de maio deste ano. “O telefone tocou no quarto e pediram para que eu fosse lá. A voz ao telefone dizia que ele não estava bem, que ele havia tido uma parada cardiorrespiratória e estava com alguma coisa no pulmão. Pegamos João no colo, sem vida. Foi o momento em que eu mais chorei em toda a minha vida, e esse momento dura até hoje.”

Whindersson finaliza o relato contando que o bebê foi cremado. “Uma dor muito grande. Antes de ser pai, eu conheci a dor de perder um filho. Um pedaço de mim. Um alguém igual a mim. Meu filho será meu filho para sempre. Enquanto eu viver, ele viverá. Se eu tiver outros filhos, ele terá sido sempre o primogênito”.