Pais&Filhos https://paisefilhos.uol.com.br Saiba como cuidar melhor da sua casa e família no site da revista Pais&Filhos. Aprenda tudo sobre gravidez, crianças, amamentação e muito mais Sun, 22 Jul 2018 13:35:50 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.5.2 Parabéns, George! Veja 10 situações em que a internet se rendeu ao príncipe https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/parabens-george-veja-10-situacoes-em-que-a-internet-se-rendeu-ao-principe/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/parabens-george-veja-10-situacoes-em-que-a-internet-se-rendeu-ao-principe/#respond Sun, 22 Jul 2018 13:04:34 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100520 (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Príncipe George faz aniversário hoje! O terceiro na linha de sucessão ao trono britânico e primogênito do duque e duquesa de Cambridge William e Kate Middleton, completa cinco anos de vida neste domingo (22).

Com seu carisma e espontaneidade, George sempre foi uma celebridade da internet. As caretas e atitudes do príncipe fizeram com que George se tornasse o queridinho das redes, marcando presença em memes. Antes mesmo de completar um ano, ele ganhou o divertido tumblr Baby George te DesprezaPara homenagear a data, reunimos dez situações que mostram por que a internet ama o príncipe George.

1. Desde os primeiros dias de vida, George é importante para seu país (e o mundo). O nascimento  do príncipe movimentou US$ 380 milhões na economia britânica.

2. No seu primeiro dia de escola, George encantou a todos com mochila nas costas e vestindo jaqueta com as mangas dobradas. O Palácio de Kensington divulgou duas imagens do pequeno chegando à escola montessoriana em Norfolk, tiradas por Kate Middleton.

Príncipe George em seu primeiro dia na escola (Foto: Divulgação)

Príncipe George em seu primeiro dia na escola (Foto: Divulgação)

Príncipe George indo para seu primeiro dia na escola (Foto: Divulgação)

Príncipe George indo para seu primeiro dia na escola (Foto: Divulgação)

3. Quando ele roubou a cena no batizado da irmã, Charlotte, e vestiu roupas muito parecidas com as que seu pai usou quando tinha a mesma idade, dois anos.

Príncipe George batizado Charlotte

Príncipe William Príncipe George

4. No seu aniversário de 3 anos, ele protagonizou fotos lindas no jardim da casa do fotógrafo  Matt Porteous, em Norfolk.

ABRE

EDIT 4EDIT 3EDIT

5. Segundo a mãe, George é bem gente como a gente! A Duquesa de Cambridge contou à revista norte-americana “People” que o filho é todo desorganizado na cozinha. “Quando eu tento cozinhar com George em casa, chocolate e melado de cana voam para todos os lados. Ele faz tanta bagunça. É um caos”, revelou. Além de fofo, é bagunceiro! Como não amar?

6. Quando ele visitou o Canadá ao lado da família e deu um show de fofura. Olha só a cartela de cores das roupas de Charlotte, Kate e George. Tanto ela quanto os filhos usaram tons de azul!

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

7. Com o passar dos anos, George foi ficando ainda mais carismático, encantando a todos. Olha só essa foto oficial publicada pela família real para comemorar o quarto aniversário do príncipe!

 

captura-de-tela-2017-07-22-as-11

8. Depois do nascimento do príncipe Louis, George posou para as fotos oficiais da família real com o bebê. Tem como não se apaixonar por esse beijinho?

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

9. Quando ele foi pajem ao lado da irmã Charlotte, que estava vestida de daminha, para o casamento da tia Pippa Middleton, em maio de 2017. Os irmãos entraram na igreja com um arranjo de flores em forma de coração e depois acompanharam a noiva junto com outras crianças. Muito lindos!

george-3 george-1

10. Quando ele exagerou nas brincadeiras e levou bronca da babá da família real, Maria Borrallo, afinal criança é criança, né? Tudo aconteceu George e Charlotte, brincavam na janela em um evento oficial. A cena está em um vídeo que caiu nas redes sociais e está bombando. Vem ver:

Leia também:

Por que o Príncipe George está sempre de shorts?

21 situações que mostram por que a internet ama o príncipe George

Só para príncipes: veja qual é o presente que a Inglaterra preparou para o aniversário do George

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/parabens-george-veja-10-situacoes-em-que-a-internet-se-rendeu-ao-principe/feed/ 0
Esse menino fez um pedido à ONU que qualquer brasileiro gostaria de ter feito https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/esse-menino-fez-um-pedido-a-onu-que-qualquer-brasileiro-gostaria-de-ter-feito/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/esse-menino-fez-um-pedido-a-onu-que-qualquer-brasileiro-gostaria-de-ter-feito/#respond Sat, 21 Jul 2018 16:30:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100440 joaopaulo1

(Foto: Divulgação)

Olha que história: um menino brasileiro, de apenas 8 anos, foi até Nova York para pedir que o português se torne uma língua oficial para a ONU. João Paulo Guerra Barrera já tem dois livros publicados e dá palestras por todo o Brasil (detalhe) em inglês e português. Além disso, ele também já ganhou um prêmio da Nasa por ter escrito uma história que se passava em uma estação espacial.

Este mês, João entregou à secretária geral da ONU para a Juventude uma carta pedindo a inclusão do português entre as línguas oficiais das Nações Unidas. “Falei sobre ciências, tecnologia, inovação, sobre proteger o planeta, reciclar as coisas e ensinar o que sabemos, ter respeito pelas pessoas e ser feliz”, ele explicou depois da visita.

joaopaulo2

(Foto: Diuvlgação)

Atualmente, a ONU possui 6 línguas oficiais: árabe, chinês, espanhol, francês, inglês e russo. A proposta de João é que o português entre para essa lista, como ele explica na carta.

“A Agenda 2030 tem 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que são claramente evidenciados pelas ideais e atitudes do João Paulo”, afirmou Jayathma, segundo comunicado da equipe de João. A secretária prometeu encaminhar a carta a Guterres. “Mesmo com 8 anos João Paulo consegue transmitir de maneira simples e lúdica que esses objetivos são possíveis para os jovens do Brasil e do mundo”, continuou ela. Neste ano João Paulo participa mais uma vez da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece em agosto.

Leia também

EUA vão contra medida da ONU que apoia a amamentação. Entenda porque isso é um absurdo

Boa Notícia: ONU nomeia Malala como mensageira da paz

Proibido ficar parado! ONU premia iniciativas ligadas à prática de exercícios

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/esse-menino-fez-um-pedido-a-onu-que-qualquer-brasileiro-gostaria-de-ter-feito/feed/ 0
Para se inspirar: 4 mães blogueiras gringas que você precisa seguir https://paisefilhos.uol.com.br/pais/para-se-inspirar-4-maes-blogueiras-gringas-que-voce-precisa-seguir/ https://paisefilhos.uol.com.br/pais/para-se-inspirar-4-maes-blogueiras-gringas-que-voce-precisa-seguir/#respond Sat, 21 Jul 2018 16:30:16 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100393 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Nos dias de hoje, as mães estão superconectadas nas redes sociais, todo mundo sabe. Compartilhar suas experiências com a maternidade pode ser uma mega ajuda para as mães de primeira viagem. Além disso, é ótimo para dar uma descontraída e dar algumas risadas. Separamos o Instagram de quatro gringas que você PRECISA seguir!

@mommyshorts  

Por que seguir: é ótimo para se libertar e se identificar com vários posts. Ilana Wiles, de Nova Iorque, autora do guia “The Mommy Shorts Guide” – em português “O Pequeno Guia das Mães” – publica listas hilárias em seu site, como “24 crianças que odeiam o coelho da páscoa”.

@whoasusannahblog  

Por que seguir: são muuuitos vídeos. Neles, Susannah Lewis reclama de tudo, desde compras no mercado e até mesmo de um suco. São todos bem engraçados, geralmente gravados no assento do carro e o sotaque dá um ar ainda mais legal.

@bunmiladitan  

Por que seguir: para obter informações sobre você. Bunmi Laditan ganhou pela primeira vez um destaque como a voz anônima por trás de um feed no Twitter. Agora, ela publica com sua assinatura, com fotos de frases de sabedoria escritas por ela mesma em um papel de caderno.

@babysideburns 

Por que seguir: para ver bagunça, o dia a dia de uma mãe. Karen Alpert posta fotos mega legais e coloridas, além de dar dicas, coisa que toda mãe gosta.

Leia também:

“Tem um bebê bem grande por aqui”, brincou Andressa Suita ao mostrar a barriga em post no Instagram. Vem ver!

Direto da Rússia: filha do goleiro Alisson arrasa em fotos no Instagram da mãe

Aguenta coração! Ivete posta mensagem emocionante sobre as gêmeas no Instagram

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/pais/para-se-inspirar-4-maes-blogueiras-gringas-que-voce-precisa-seguir/feed/ 0
Alerta! Criança quase se afoga e relato de mãe viraliza na internet https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/alerta-crianca-quase-se-afoga-e-relato-de-mae-viraliza-na-internet/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/alerta-crianca-quase-se-afoga-e-relato-de-mae-viraliza-na-internet/#respond Sat, 21 Jul 2018 16:29:57 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100482 44-1

(Foto: Reprodução Instagram)

Desiree Fortin, uma mãe da Califórnia, sabe da importância de ser vigilante e observar os filhos quando estão perto de uma piscina. Mas, infelizmente, para ela, uma fração de segundo de distração é tudo que pode ser necessário para o desastre. Ela compartilhou o que aconteceu quando sua filha, Charlize, quase se afogou na piscina de um amigo, provando que, sim, isso pode acontecer até com os pais mais cuidadosos.

“Eu nunca imaginei, como mãe, que iria me encontrar na emergência segurando minha filha em meus braços, com lágrimas escorrendo pelo meu rosto, proferindo as palavras: ‘Minha filha quase se afogou’”, escreveu ela no post. Ela explicou que, como mãe de trigêmeos, se acostumou a ter olhos na parte de trás de sua cabeça 99% do tempo. No entanto, no dia em questão, estava lutando para ter seus filhos vestidos e prontos para a piscina – e foi quando Charlize caiu.

“Eu levei Charlize e Sawyer para o banheiro, então voltamos para nadar”, explicou ela. “As duas estavam nuas, então eu precisava vesti-las. As outras crianças e adultos também estavam brincando na piscina. Eu peguei Charlize e disse: ‘Não entre na água até eu colocar suas bóias’. Foram as últimas palavras que eu disse a ela enquanto vestia Sawyer”, acrescentou.

Mal sabia Desiree que bastou um segundo para que seu mundo fosse virado de cabeça para baixo: “Em um momento, em questão de segundos, minha vida mudou. Ela estava na água! Minha amiga estava gritando do outro lado da piscina quando viu Charlize lutando submersa na piscina”. Os instintos maternais de Desiree imediatamente surgiram e ela entrou em ação:

“Os próximos momentos foram os mais lentos da minha vida. Levantei-me e vi com meus próprios olhos minha garota debaixo d’água lutando por sua vida. Eu não conseguia chegar a ela rápido o suficiente, não importava o quão rápido eu corria. Eu podia ver seus pequenos pés chutando tentando sair, mas ela simplesmente não conseguia. Eu finalmente cheguei à piscina e a puxei o mais rápido que pude. Seus lábios azuis estão gravados para sempre na minha memória”

Mas tirar Charlize da piscina era apenas metade da batalha. Levou quase 30 minutos para ela voltar ao seu estado normal

“Assim que eu a tirei da água, ela instantaneamente começou a cuspir a água e em segundos ela vomitou muito. Ela estava chorando. Eu estava em estado de choque”

Desiree quer enfatizar que não desviou o olhar por muito tempo

Levou meros momentos para sua filha escorregar na piscina sem sequer um som

“Parece que Charlize estava brincando no degrau maior da piscina e chegou muito perto da borda. Silenciosamente e rapidamente, minha filha caiu na água. Ninguém viu acontecer, mas aconteceu”. Em pânico, Desiree não queria se arriscar, embora parecesse que sua filha não tinha sintomas persistentes. Ela levou Charlize para o pronto-socorro só para ficar segura depois de contar ao marido sobre a experiência. Felizmente, a menina fez uma recuperação completa, mas Desiree quer que os pais saibam que ela evitou uma tragédia por uma margem estreita e manda um alerta para os outros pais assistir seus filhos como falcões.

I never once imagined, as a Mother, I would ever find myself at the ER holding my sweet girl in my arms, tears streaming down my cheeks, uttering the words “My daughter almost drowned.” Two days ago we went swimming with friends at their pool. The triplets love the water, especially Charlize. She is fearless and a little fish. We were having a wonderful time with our friends. It felt like the perfect summer day. I took Charlize and Sawyer to the bathroom then we went back outside to swim. They were both naked so I needed to dress them. The other kids and adults were in the pool playing, as well. I got Charlize in her suit. “Don’t get in the water until I get your floaties on” were the last words I said to her as I proceeded to dress Sawyer. In a moment, an instance, a matter of seconds, my life changed. “She’s in the water! She’s in the water!!” My friend was screaming from the other side of the pool as she saw Charlize struggling submerged under the water. The next few moments were the slowest of my life. I stood up and saw with my own eyes my girl underwater fighting for her life. I couldn’t get to her fast enough no matter how fast I ran. I could see her tiny feet kicking trying so hard to get out, but she simply couldn’t. I finally got to the pool and pulled her out as fast as I could. Her blue lips are forever engraved in my memory. As soon as I took her out she instantly started spitting up water and in seconds, she vomited up a lot the water, and the watermelon and strawberries she had just eaten. She was sobbing. I was in shock. Her color came back and she coughed a little bit, but thank God she was okay. After about 30 minutes she was back to her normal self and eating a full dinner meal. It looked like Charlize was playing on the larger pool step and got too close to the edge and quietly, silently, and quickly my daughter got into the water and went under. No one saw it happen, but it happened. I had to call my husband and tell him our daughter almost drowned. I was horrified to even say the words out loud. After talking to him, we agreed we should take her to the ER. (Continued in my stories and highlights)

Uma publicação compartilhada por Desiree Fortin (@thefortintrio) em

Leia também:

Sempre alerta: escorpiões passam a matar mais que cobras no Brasil

Sempre alerta: bebê consegue escalar a escada da piscina e dá susto nos pais

Sempre alerta: mangueira de jardim causa queimaduras de segundo grau em bebê

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/alerta-crianca-quase-se-afoga-e-relato-de-mae-viraliza-na-internet/feed/ 0
Vem descobrir qual foi a escolha de Andressa Suita para novo quarto de Gabriel https://paisefilhos.uol.com.br/familia/vem-descobrir-qual-foi-a-escolha-de-andressa-suita-para-novo-quarto-de-gabriel/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/vem-descobrir-qual-foi-a-escolha-de-andressa-suita-para-novo-quarto-de-gabriel/#respond Fri, 20 Jul 2018 23:35:28 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100485 (Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

Grávida de Samuel, fruto do casamento com o cantor Gusttavo Lima, a modelo Andressa Suita sempre compartilha vários registros lindos em seu perfil no InstagramEnquanto o bebê não chega, ela decidiu dar um novo quarto para o filho Gabriel, que completou um ano recentemente, e mostrou todos os detalhes nesta sexta-feira (20) para seus seguidores. “Será que ele curtiu a sua caminha nova?”, escreveu na legenda.

Será que ele curtiu a sua caminha nova ?!👶🏻😍

Uma publicação compartilhada por Andressa Suita (@andressasuita) em

Fabricada com madeira maciça de jequitibá e acabamento natural, a cama é da marca Sleeper Móveis Infantis e custa a partir de 1700 reais. Outros famosos, como a apresentadora Ana Hickmann, já escolherem móveis parecidos, seguindo o estilo montessoriano de decoração, que tem como base trabalhar a exploração da criança pelo ambiente.

Meu dengo 👶🏻

Uma publicação compartilhada por Andressa Suita (@andressasuita) em

“Os quartos desse estilo possuem mobílias adaptadas, que são pequenas para se ajustar à altura da criança” explica Luciana Brites, psicopedagoga do Instituto NeuroSaber e mãe de Helô, Gustavo e Maurício. Essa metodologia estimula a autonomia, pois deixa tudo ao alcance das mãos. “Ela pode subir e descer da cama sozinha, pegar brinquedos e guardá-los depois. Nessa relação, o adulto é apenas o mediador do que pode ser perigoso para ela e o que ela pode entrar em contato”, completou.

Vem ver mais opções da nova cama de Gabriel e inspire-se para montar o quarto do seu filho:

Quando a criança fica grandinha demais para o berço, mas ainda parece ser pequena para ocupar uma cama de solteiro, as mamães e os papais ficam em dúvida sobre como decorar o quartinho. 🤔🌟 Uma das melhores opções para essa fase repleta de descobrimentos é a Cama Casinha da Sleeper! Ao mesmo tempo que é super estilosa, ela também leva muita praticidade aos ambientes. A Cama Casinha pertence à linha Kids e atende ao método Montessori (por ser rente ao chão). Quem prefere uma base no móvel também tem vez: é possível adquirir ela com gavetões de organização ou com uma segunda opção de cama. 👏🏻😊 Os lindos registros de hoje foram feitos em parceria com o @atelierdaliarosa. A produção é da @meumini.mundo e as fotos são de @redalmeida. Além da Cama Casinha, o ambiente conta nossas estantes 3 Porquinhos da linha LZ Mini. Práticas e charmosas, elas estão disponíveis em três tamanhos! 🤩🖤 #sleepermoveis #moveisinfantis #feitoamão #linhakids #camacasinha #estantes3porquinhos #quartodebebe #quartodecriança #babyroom #kidsroom #decor #decoração #design #designdeinteriores #babydecor #kidsdecor #instakids #instababy

Uma publicação compartilhada por Sleeper Móveis Infantis (@sleeper_moveis) em

Quando o assunto é praticidade e diversão, poucos móveis são tão bem recebidos pela criançada quanto a Cama Casinha da linha Kids! 🍭🎲 No adorável registro da @lzstudiomini, revendedora Sleeper do Rio de Janeiro, é possível ter uma boa ideia do charme e da alegria desse móvel. A Cama Casinha conta com a versão montessoriana (rente ao chão), como a da foto, e outras duas possibilidades: ela pode contemplar uma cama auxiliar em sua base ou ainda abranger gavetões que auxiliam na organização. 🌟😍 Produzida com madeira de reflorestamento, a Cama Casinha está disponível em acabamento natural e também em 11 cores da cartela da Sleeper. Sensacional, não é?! #sleepermoveis #moveisinfantis #feitoamão #linhakids #camacasinha #quartodecriança #kidsroom #montessori #decor #decoração #homedecor #kidsdecor #designdeinteriores #design #instakids

Uma publicação compartilhada por Sleeper Móveis Infantis (@sleeper_moveis) em

A fase em que a criança é grande demais para ocupar um bercinho, mas pequena para uma cama de solteiro costuma gerar algumas dúvidas nos papais e nas mamães. Afinal, qual é o móvel ideal para essa etapa repleta de descobrimentos? 🤔🌟 Unindo praticidade e fofura, a Cama Casinha da Sleeper certamente é uma boa opção para esse momento! Produzida com madeira de reflorestamento, ela está disponível em acabamento natural e também em 11 cores da cartela da Sleeper. 👏🏻😍 A Cama Casinha atende ao método Montessori (por ser rente ao chão). Quem prefere uma base no móvel, porém, também tem vez: é possível adquirir ela com gavetões de organização ou com uma segunda opção de cama (como mostra o lindo registro de @betefernandessaid). . ▶️ Gostou? Então aproveita que TODAS as linhas da Sleeper estão com desconto de 10% até dia 31/03! 🙌🏻🎉 #sleepermoveis #feitoamão #moveisinfantis #camacasinha #linhakids #quartodecriança #kidsroom #decor #decoração #homedecor #kidsdecor #instakids #designdeinteriores

Uma publicação compartilhada por Sleeper Móveis Infantis (@sleeper_moveis) em

Conforme os babys vão crescendo, as mamães e os papais passam a perceber duas necessidades novas no quartinho dos filhos: um lugar maior para a criança dormir e um espaço para as brincadeiras. ☁️🎯 Com esses dois desafios em mente, a Sleeper desenvolveu a Cama Casinha da linha Kids! Reunindo em um só lugar segurança e praticidade, esse móvel é um charme para qualquer ambiente. A Cama Casinha conta com três possibilidades em sua base. Ela pode ser rente ao chão (atendendo ao método Montessori), pode contar com uma segunda opção de cama ou pode ainda abranger módulos com rodízios que auxiliam na organização (como mostra a foto da @iskisitababy, revendedora Sleeper de Natal/RN). 🤩👏🏻 Na composição dessa foto é possível conferir também a nossa cômoda Wave com rodízios de silicone! Super estilosa, ela está disponível em uma vasta cartela de cores. #sleepermoveis #moveisinfantis #feitoamão #linhakids #camacasinha #quartodecriança #kidsroom #decor #decoração #homedecor #kidsdecor #designdeinteriores #instakids

Uma publicação compartilhada por Sleeper Móveis Infantis (@sleeper_moveis) em

Aliar praticidade e diversão no quarto das crianças é super possível! Para isso, basta escolher um móvel charmoso e ao mesmo tempo funcional como a Cama Casinha da Sleeper. 🎲🎯 Vejam que graça que ficou o ambiente projetado pela @ninhoobjetosunicosebaby, nosso revendedor de Patos de Minas/MG. Planejado com o tema Galáxias, esse quartinho certamente vai agradar a criançada. A Cama Casinha, vale ressaltar, atende ao método Montessori (por ser rente ao chão) e pode ainda acompanhar uma base para quem prefere contar com uma segunda opção de cama. 🚀🌟 #sleepermoveis #moveisinfantis #feitoamão #linhakids #quartodecriança #kidsroom #decoração #decor #decoraçãodeinteriores #designdeinteriores #decoraçãoinfantil #homedecor #instakids #kidsdecor

Uma publicação compartilhada por Sleeper Móveis Infantis (@sleeper_moveis) em

Hoje é a vez de mostrar mais um ambiente da encantadora II Mostra Baby Dreams! ☁️😍 Todo delicado, o espaço projetado pela Juliana Cascaes (@julianacascaes.arquitetura) conta com a Cama Casinha da Sleeper. Com aproximadamente 10 m² (realidade encontrada atualmente em boa parte dos cômodos dos novos imóveis), o quartinho esbanja charme e praticidade. A Mostra Baby Dreams é organizada pela @babydreamscuiaba e ocorre na sede da loja (Rua Sirio Libanesa , 91, Cuiabá/MT). Parabéns a todos envolvidos! 👏🏻😊 #sleepermoveis #moveisinfantis #feitoamão #mundodesonhos #linhakids #camacasinha #quartodecriança #quartodemenina #kidsroom #decor #decoração #decoraçãoinfantil #designdeinteriores #mostrababydreamscuiaba #mostrababydreams #instakids

Uma publicação compartilhada por Sleeper Móveis Infantis (@sleeper_moveis) em

Leia também:

Veja como fugir do óbvio na hora de montar o quarto do seu filho

4 dicas para aplicar o Método Montessori nas tarefas em casa com o seu filho

Ana Hickmann optou pela decoração montessoriano para o quarto do seu filho. Você já ouviu falar?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/vem-descobrir-qual-foi-a-escolha-de-andressa-suita-para-novo-quarto-de-gabriel/feed/ 0
Pequena heroína: menina de três anos salva a vida do pai https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/pequena-heroina-menina-de-tres-anos-salva-a-vida-do-pai/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/pequena-heroina-menina-de-tres-anos-salva-a-vida-do-pai/#respond Fri, 20 Jul 2018 22:47:26 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100427 (Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

Se seu filho está naquela fase de ficar pegando seu celular toda hora, a gente sabe que talvez isso te irrite um pouco. Isso porque você não quer que ele brinquem online, vejam coisas inadequadas ou apertem sem querer algum botão que desconfigure o seu celular. Mas após ler esse caso, você pode mudar de ideia.

No dia 4 de julho, Devon McCabe, mãe de dois filhos, estava no trabalho enquanto sua família estava em casa aproveitando as férias. Mas quando seu marido, Trevor, caiu de repente no chão e não respondeu, foi Molly, de três anos de idade, que socorreu o pai.

De acordo com a família, Molly rapidamente pegou o celular do pai e usou o FaceTime para ligar para a mãe no trabalho. Devon não atendeu a primeira ligação, mas felizmente conseguiu a segunda – e foi isso que salvou a vida de Trevor.

Depois que Devon recebeu a aterrorizante ligação de FaceTime de sua filha, ela disse que ligou imediatamente para a vizinha e sua amiga Janelle e pediu para que elas corressem para a casa dela. Enquanto isso, a mãe saiu do trabalho e correu para casa. Assim que ela chegou, encontrou os paramédicos cuidando de seu marido. “Eu corri para o quintal para ver meus filhos. Comecei a chorar quando vi minha amiga e desabei em seus braços. Molly veio até mim e me disse: ‘Não se preocupe, mãe, meu pai vai ficar bem agora’”, contou Devon ao Babble.

Pouco depois, Trevor foi levado às pressas para o hospital. Não demorou muito até que a família soubesse que ele sofreu um derrame. Ele avançou e já não está mais na UTI, mas ainda precisa se alimentar por um tubo de alimentação e começou a terapia para que possa voltar a andar.

“Nem sabíamos que Molly conseguiria usar o FaceTime sozinha, até porque nós nunca havíamos ensinado isso, mas depois disso estamos crentes e firmes em ensinar nossos filhos o que eles devem fazer em caso de emergências”, explicou a mãe. Ela diz que espera que outros pais que ouvirem sua história usem como exemplo para conversar com seus próprios filhos sobre o que fazer em uma emergência. “Eu quero que os pais lhes ensinem o que fazer quando estão com medo e que é importante ser corajoso nessas horas”, acrescenta.

Leia também:

Para acalmar uma criança que sofreu acidente, bombeiro coloca filme infantil no seu celular

Criança desabafa: “Odeio o celular da minha mãe porque ela nunca sai dele”

Sem desespero! Dicas de primeiros socorros para pequenos acidentes comuns

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/pequena-heroina-menina-de-tres-anos-salva-a-vida-do-pai/feed/ 0
Problema de autocontrole nas crianças pode ter origem na infância dos pais https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/problema-de-autocontrole-nas-criancas-pode-ter-origem-na-infancia-dos-pais/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/problema-de-autocontrole-nas-criancas-pode-ter-origem-na-infancia-dos-pais/#respond Fri, 20 Jul 2018 22:31:32 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100392 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A infância é uma fase que determina muitas coisas ao longo da vida, como, por exemplo, o nosso comportamento e maneiras de lidar com frustrações. Um estudo conduzido por profissionais do núcleo de medicina pediátrica da Universidade da Califórnia (UCLA) mostrou que traumas sofridos na infância podem, sim, acarretar em danos que podem se estender por gerações.

A pesquisa foi feita da seguinte forma: Primeiramente, os pais responderam se tinham passado por eventos traumáticos como, por exemplo: abuso físico, emocional ou sexual; negligência; ter testemunhado violência ou uso de drogas em casa; ter tido pai ou mãe com doença psicológica; ter um dos pais ausentes, por divórcio, abandono ou morte.

Já a análise comportamental das crianças se baseou em um Índice de Problemas Comportamentais (BPI, na sigla em inglês). Mas o que é isso? Um questionário com 30 perguntas respondido pelos pais na pesquisa de 2014 sobre seus filhos, que avalia a existência e nível dos problemas de uma criança ou adolescente. Ele avalia algumas características, como: autocontrole, persistência, autoestima, capacidade de interação social e conformismo.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores usaram dados do Panel Study of Income Dynamics (PSID) de 2013, um censo que reúne dados socioeconômicos, demográficos e de saúde dos moradores dos Estados Unidos – parecido com a PNAD contínua do IBGE – e de um complemento feito no ano seguinte, a Child Development Supplement (CDS). Foram 2.903 crianças analisadas, de 0 a 17 anos, todas cujo pai ou mãe haviam respondido a PSID.

Ufa! Depois que todos esses dados foram coletados, os pesquisadores viram os resultados e descobriram que os pais que tiveram algum trauma na infância costumam ter filhos com mais problemas psicológicos. Para chegar a essa conclusão, foram consideradas algumas diferenças, como situação econômica, etnia e nível de escolaridade.

O estudo mostrou que as crianças tendem a ser mais afetadas negativamente quando foram suas mãe que passaram por traumas, e não os pais. Os pesquisadores acreditam que isso acontece porque, na maioria das vezes, a mãe é a principal responsável pelo cuidado dos filhos. Esse estudo foi o primeiro a analisar a relação entre eventos traumáticos na infância dos pais e a saúde mental de seus filhos, e os autores querem aprofundar esse estudo.

Leia mais:

5 feridas da infância que continuam a nos machucar na fase adulta

Saiba como sua gravidez influencia na personalidade do bebê

Rejeição de pai dói mais que de mãe, diz pesquisa

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/problema-de-autocontrole-nas-criancas-pode-ter-origem-na-infancia-dos-pais/feed/ 0
Boa ação! Menina que perdeu brinquedo em aeroporto é surpreendida https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/boa-acao-menina-que-perdeu-brinquedo-em-aeroporto-e-surpreendida/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/boa-acao-menina-que-perdeu-brinquedo-em-aeroporto-e-surpreendida/#respond Fri, 20 Jul 2018 20:02:00 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100386 cookie

(Foto: Divulgação Facebook)

Quando August Bridges, mais conhecida como Gussie, perdeu seu cachorro de pelúcia no Aeroporto Internacional de Nortfolk, ela esperava que alguém o encontrasse e devolvesse para o conforto de casa. Mas o que aconteceu foi muito melhor!

A menina de 8 anos tinha acabado de ganhar o mascote, que nomeou de Cookie Dough, de uma máquina em uma pizzaria e estava muito apegada a ele. É claro que, quando ele sumiu, Gussie ficou arrasada. A mãe dela, Kelly, contou ao segurança, que ligou para o setor de achados e perdidos do aeroporto e disse que o brinquedo havia sumido. Um tempo depois, a Polícia do Aeroporto retornou dizendo que o bichinho havia sido encontrado. Ufa!

Kelly e Gussie foram buscá-lo e tiveram uma ótima surpresa ao descobrirem como ele havia se divertido por lá. “Ela foi pegá-lo hoje e os funcionários lhe deram esse livro e eu quase chorei. Aeroporto Internacional de Norfolk, vocês são incríveis”, contou Kelly em publicação no Facebook. O brinquedo ganhou um livro de aventuras, registrando tudo o que fez, como: deslizar em um corrimão de uma escada do aeroporto, ‘dirigir’ um carro da polícia, passar um tempo com aos bombeiros, visitar a área de check-in, entre muitas outras coisas legais.

A ideia veio após saber como Cookie era especial para Guessie. “Nós sabíamos que os pais da menina tinham dito que ela estava triste com a perda do brinquedo, então os agentes policiais e os funcionários queriam dar um toque especial no retorno do brinquedo”, disse Steve Sterling, diretor executivo de administração e operações do Aeroporto de Norfolk.

Leia também

Pedido de casamento inusitado para aeroporto!

Menino faz birra no aeroporto e mãe recebe ajuda inesperada

Aeroporto dos Estados Unidos ganha cabine para amamentação

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/boa-acao-menina-que-perdeu-brinquedo-em-aeroporto-e-surpreendida/feed/ 0
Conheça a história emocionante do garoto com leucemia que teve seu sonho realizado https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/conheca-a-historia-emocionante-do-garoto-com-leucemia-que-teve-seu-sonho-realizado/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/conheca-a-historia-emocionante-do-garoto-com-leucemia-que-teve-seu-sonho-realizado/#respond Fri, 20 Jul 2018 18:51:34 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100164 (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Já falamos várias vezes do projeto da ONG Make-A-Wish por aqui. Eles são uma das 41 filiadas da Make-A-Wish International e realizam sonhos de crianças de todo o país. Tudo isso só é possível graças à ajuda de voluntários e parceiros que conseguem colaborar nos recursos financeiros.

“Meu sonho é ser médico pra poder retribuir tudo o que recebi, mas sei que isso só depende de mim”, essas foram algumas das informações na carta escrita por Oziel, de 18 anos, que sofre de leucemia. Para conseguir realizar esse grande sonho, ele precisava de um computador, então a Make-A-Wish resolveu ajudar.

Além de dar o computador, a ONG o motivou ainda mais a seguir esse sonho e o presenteou com um jaleco, um estetoscópio e com a experiência de conhecer médicos. Após toda a realização, Oziel escreveu outra carta para a Make-A-Wish agradecendo por toda a experiência. Vem ler:

“Poderia usar palavras rebuscadas para descrever esse dia, mas prefiro usar palavras simples, que possuem um efeito muito maior.

Alguns sonhos nascem da emoção, outros da razão e da busca pelo conhecimento, outros nascem da luta pela vida e outros nascem como uma forma de realização pessoal, mas também existem aqueles sonhos que nascem unindo a razão, a luta e a defesa da vida e que ao mesmo tempo mistura emoção e a busca pelo conhecimento como uma forma de realização pessoal, uma busca de meios para a transformação que tanto queremos ver no mundo e no nosso país.

Sonho este que motiva-me todos os dias a levantar, arrumar algumas coisas e ir estudar, não apenas para cumprir com minhas obrigações, mas como uma maneira de realizar meu maior sonho, que é ver uma transformação radical positiva na nossa sociedade e em todo o mundo. Juntando o gosto pela Biologia e afeição por Matemática surgiu a vontade de estudar medicina, de ser um médico.

Percebi que esta seria (e é) uma das maneiras pelas quais posso contribuir para a mudança que tanto almejo desde minha infância.

Escrevi para a Make-A-Wish esperando que eu ganharia o computador que pedi e estaria tudo certo, mas não foi bem isso que ocorreu. Realmente ganhei o computador, melhor até do que aquele que eu pedi, mas esse dia não parou por aí: Deram-me mais que um meio para a concretização desse sonho (ou melhor dizendo, destes sonhos), motivaram-me mais a seguir no caminho que estou e contribuíram muito para que eu reconhecesse que é isso que eu realmente quero.

Esse dia foi marcante porque passou desde minhas origens, minhas mineirices, meus valores, até aquilo que eu quero exercer. Pude perceber que coisas simples são importantes, que os valores inerentes à vida estão acima dos demais e que é preciso responsabilidade para com aquilo que queremos realizar e exercer. Antes de todas as decisões e ações temos de medir o impacto e ver se o que será realizado é positivo ou não, agindo dessa forma de maneira segura, positiva e responsável para usarmos daquilo que fazemos para promover a mudança que queremos.

Usando um pouco de subjetividade, amei ter conhecido pessoas que estão dispostas dar de si mesmas, do seu tempo para contribuir com causas que possuem o poder de transformar. Isso me inspirou muitíssimo para seguir em frente e lutar pelo que almejo ver. A sensação de ver, perceber e sentir tais atitudes foi algo incrível, e que realmente fez com que eu me identificasse verdadeiramente com essas ações”

Leia também:

Make-A-Wish transforma garoto com carcinoma de alto grau em policial por um dia

E chegou o dia! Make-A-Wish realiza sonho de menino com leucemia

Você pode ajudar uma criança muito doente a realizar um sonho

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/conheca-a-historia-emocionante-do-garoto-com-leucemia-que-teve-seu-sonho-realizado/feed/ 0
Lembra das bebês vestidas de princesas da Disney? Veja como elas cresceram! https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/lembra-das-bebes-vestidas-de-princesas-da-disney-veja-como-elas-cresceram/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/lembra-das-bebes-vestidas-de-princesas-da-disney-veja-como-elas-cresceram/#respond Fri, 20 Jul 2018 17:32:04 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100229 (Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

Karen Marie é fotógrafa, mãe de três filhos, e mora na Califórnia. Há um ano, a americana teve a ideia de fazer um ensaio fotográfico com seis bebês vestidas como princesas da Disney. Ariel, Branca de Neve, Aurora, Cinderela, Bela e Jasmine foram retratadas pelas recém-nascidas. Desta vez, Karen juntou novamente as meninas para refazer os cliques e o resultado não poderia ser melhor! 

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

Além da foto com todas juntas, Karen Marie fez retratos individuais das bebês. A fotógrafa está nesse ramo há 12 anos. Em entrevista ao E+, ela contou que no primeiro ensaio, as bebês tinham apenas duas semanas de vida. Karen também comentou que as histórias da Disney sempre foram uma parte importante da sua vida. “Os maravilhosos contos de amor e heroísmo são uma grande inspiração para mim, agora vejo isso inspirando minhas filhas”. 

Assim como da primeira vez, cada bebê foi fotografada em um cenário que lembra sua personagem, usando roupas criadas especialmente pela Sew Trendy Accessories. Olha só como os fotos ficaram lindas:

 

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

(Foto: Karen Marie/Reprodução)

Leia também:

Estamos ansiosos! Filme reunirá todas as princesas da Disney

E se as princesas da Disney estivessem em Star Wars?

16 segredos da Disney que vão te surpreender

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/lembra-das-bebes-vestidas-de-princesas-da-disney-veja-como-elas-cresceram/feed/ 0
Vem desafio por aí! Você está pronto para a volta às aulas do seu filho? https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/vem-desafio-por-ai-voce-esta-pronto-para-a-volta-as-aulas-do-seu-filho/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/vem-desafio-por-ai-voce-esta-pronto-para-a-volta-as-aulas-do-seu-filho/#respond Fri, 20 Jul 2018 14:31:51 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100262 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A volta às aulas pode ser um grande desafio para as crianças. Isso porque elas podem encontrar várias situações surpreendentes e novas com seus professores, colegas de classe e as famosas panelinhas. “Este é um momento de separação, quando as crianças estão construindo sua própria identidade de forma mais consciente e se engajando no mundo”, explica Michelle Anthony, coautora de “Little girls can be mean: four steps to bully-proof girls in the early grades” – em português, “Garotinhas podem ser malvadas: quatro passos para meninas à prova de preconceito nas primeiras séries”.

Além disso, eles começam a ficar cientes da existência de estratos sociais: quem é o melhor em leitura ou futebol? Qual criança é a mais popular? Mas, apesar disso, eles ainda não têm as ferramentas necessárias para navegar em todas essas situações. Confira três desafios que seu filho pode enfrentar e aprenda como você pode ajudá-lo a superar isso.

Incentive novas amizades 

Muitas crianças se sentem deslocadas da turma – especialmente se seus melhores amigos não estiverem por lá. Algumas terão a sorte de encontrar um novo companheiro facilmente. Mas a maioria acha a transição mais difícil e se preocupa em como manter suas antigas amizades, mesmo que seja natural que essas conexões desapareçam. Resista ao impulso de dizer: “não se preocupe. Você fará novos amigos”, pois seu filho sabe que não será tão fácil assim. Além disso, lembre-se: é importante manter velhos amigos, mas você também pode incentivar seu filho a expandir um pouco seus horizontes.

Interesses em comum 

“Crianças de sete e oito anos têm opiniões definidas sobre de quem gostam e do que não gostam”, diz Michael Thompson, conselheiro da revista Parents. Expressar opiniões é uma parte importante do desenvolvimento da identidade de uma criança, mas pode levar a problemas se o seu filho acabar se sentindo excluído.

Tente incluí-lo em atividades extracurriculares que ele goste, como esportes, por exemplo. Interesses em comum é um ponto crucial para começar uma amizade e, acima de tudo, seu filho irá se divertir e se entrosar com pessoas que estão interessadas pela mesma coisa que ele, então eles terão muuuito assunto.

Deixe ele lidar com os problemas

Naturalmente, a parte mais difícil sobre as mudanças nas relações sociais das crianças nesse estágio é descobrir como lidar com problemas que às vezes surgem. Os especialistas aconselham que, na maioria das vezes, as crianças resolvam suas divergências por conta própria. “Esses tipos de situações realmente ajudam as crianças a aprender sobre a resolução de conflitos”, diz o Dr. Thompson.

Ao mesmo tempo, também é uma boa ideia ficar atenta a qualquer problema que se desenrole, para que seu filho saiba que você está sempre à disposição para oferecer ajuda quando ele precisar. Deixe seu filho falar sobre como ele se sente sobre a briga que ele teve com seus colegas, por exemplo. Uma vez que ele se acalmar, você pode falar com ele sobre a perspectiva das outras crianças, então ele saberá que há sempre os dois lados da moeda.

Leia também:

5 dicas para um volta às aulas de sucesso

Prepare-se para rir com as 13 melhores reações na volta às aulas

Selecionamos 13 mochilas estilosas para a volta às aulas

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/vem-desafio-por-ai-voce-esta-pronto-para-a-volta-as-aulas-do-seu-filho/feed/ 0
Madonna publica foto com filho durante visita ao orfanato onde se conheceram há 12 anos https://paisefilhos.uol.com.br/familia/madonna-e-seu-filho-david-visitam-orfanato-onde-se-conheceram-ha-12-anos/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/madonna-e-seu-filho-david-visitam-orfanato-onde-se-conheceram-ha-12-anos/#respond Fri, 20 Jul 2018 12:57:50 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100334 (Reprodução / DailyMail)

(Reprodução / DailyMail)

Recordar é viver, não é mesmo? Madonna adotou David Banda, que é do Malaui, em 2006, quando ele ainda era um bebê. Atualmente com 12 anos, o menino e a mãe resolveram visitar o lugar onde tudo começou: o orfanato em que se conheceram, o Lilongwe, Home of Hope.

Para registrar o momento, a cantora publicou uma foto de olhos fechados e abraçando seu filho – que está quase da sua altura – e escreveu na legenda “berço onde nos conhecemos” e usou “#HomeOfHopeOrphanage”. Madonna conheceu David enquanto trabalhava com a organização Raising Malawi e se apaixonou instantaneamente.

(Reprodução Instagram / @madonna)

(Reprodução Instagram / @madonna)

Na época, a adoção gerou controvérsias, já que o menino ainda tinha um pai biológico vivo. “Na minha cabeça eu estava pensando ‘espere um minuto. Eu estou tentando salvar a vida de alguém. Por que vocês estão me enchendo o saco agora?’. Eu fiz tudo pela lei. Esse foi um verdadeiro ponto baixo para mim”, a cantora declarou ao DailyMail.

Por conta de seu divórcio com Guy Ritchie, seu segundo marido, Madonna foi inicialmente considerada incapaz de criar um filho durante o processo de adoção e enfrentou com unhas e dentes a Suprema Corte de Malaui. “A maneira como eu fui tratada – esse comportamento machista – foi ridículo”, ela comentou.

A cantora também adotou Mercy James em 2009, e as gêmeas Esther e Stella Mwale em 2017 todos de Malaui. Além disso, ela é mãe de Lourdes Leon e Rocco Ritche.

Família completa (Reprodução Instagram / @madonna)

Família completa (Reprodução Instagram / @madonna)

 

Leia também:

Madonna sobe o morro no Rio e mãe de Luciana Gimenez a chama de “cretina”

Filhas de Madonna cantam em português e quebram a internet

Em um gesto de carinho, Madonna publica foto de seus filhos e causa polêmica

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/madonna-e-seu-filho-david-visitam-orfanato-onde-se-conheceram-ha-12-anos/feed/ 0
Entenda porquê a principal causa de morte entre as crianças são os acidentes de trânsito https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/acidentes-de-transito-e-a-principal-causa-de-morte-entre-as-criancas/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/acidentes-de-transito-e-a-principal-causa-de-morte-entre-as-criancas/#respond Fri, 20 Jul 2018 12:33:07 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100277 teenage-boy-sitting-with-teddy-bear-in-the-car-picture-id824815606

(Foto: iStock)

De cara, vamos te dar uma notícia forte: no Brasil, acidente de trânsito ainda é a principal causa de morte entre as crianças. De acordo com a ONG Criança Segura, 34% dos óbitos ocorrem quando elas estão dentro do carro. Todo cuidado é pouco!

O cinto de segurança é obrigatório. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) recomenda que crianças até sete anos de idade devem ser transportadas, obrigatoriamente, no banco traseiro e em dispositivos de retenção (cadeirinhas). A regra é base e não tem negociações; se alguém da fiscalização pegar seu filho no carro, fora das recomendações, é multa na certa e com razão!

E mais: crianças de até um ano devem utilizar o bebê conforto; de um ano a quatro, a cadeirinha; de quatro a sete, o assento de elevação e as maiores já podem usar o cinto como os adultos. A segurança do seu filho sempre em primeiro lugar; não deixe nuuunca de seguir essas regras, combinado?!

 

Viagem de carro com bebê conforto tem limite de tempo

Kirsti Clark de Falkirk, Escócia, compartilhou um alerta para os pais no site Mirror de um episódio que aconteceu com sua bebê recém-nascida no carro. Após uma viagem de duas horas na cadeirinha, a criança começou a espumar pela boca e ficou sem respirar. Assustador, né?

Os pais de Harper, de apenas três semanas de vida, resolveram passar um dia do fim de semana visitando os amigos e no percurso de volta para casa pegaram muito trânsito. Após duas horas de trafego intenso, eles olharam para a filha, que estava no bebê conforto, e perceberam que os lábios da criança estavam roxo e o queixo para baixo, impedindo a respiração, e uma espuma branca saia de sua boca e nariz.

Imagina o desespero? O casal correu para o hospital e felizmente os médicos conseguiram ressuscitar a bebê que tinha sofrido uma convulsão. Então, veio o alerta dos especialistas: você não pode deixar seu filho no bebê conforto dentro do carro por mais de uma hora, porque isso pode causar falta de oxigênio nos pulmões.

Leia também

Segurança sempre! Risco de morte de criança sem cadeirinha é de 75% em acidentes

Lei que diminui 40% das mortes infantis no trânsito completa 5 anos!

Seu filho chora na cadeirinha do carro? Saiba o que fazer

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/acidentes-de-transito-e-a-principal-causa-de-morte-entre-as-criancas/feed/ 0
Essa foto vai provar que ninguém, além do médico, está pronto para ver o parto de perto https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/essa-foto-vai-provar-que-ninguem-alem-do-medico-esta-pronto-para-ver-o-parto-de-perto/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/essa-foto-vai-provar-que-ninguem-alem-do-medico-esta-pronto-para-ver-o-parto-de-perto/#respond Thu, 19 Jul 2018 22:12:28 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100023 Há uma razão pela qual muitos homens optam por não ver o bebê sair do corpo de sua parceira. A expressão facial desse pai de primeira viagem ao ver a mãe de seu filho empurrando um novo ser humano para o mundo diz tudo.

Quando Tiarra Kemp estava em trabalho de parto, seu parceiro Steven Mason era um participante ativo em todo o processo. Quando chegou a hora dela empurrar, Steven agarrou uma perna para ajudar a sustentá-la. Ele também conseguiu um lugar na primeira fila para a ação e, milagrosamente, alguém tirou uma foto de sua expressão no momento em que viu a cabeça do bebê aparecer.

“Isso é o que acontece quando você vê a cabeça do seu bebê estourar”, escreveu ele em um post no Facebook, ao lado da imagem única de sua reação. A foto, que foi compartilhada mais de 32 mil vezes, é hilária e provavelmente servirá como uma advertência para outros homens na sala de parto. Olha só:

pai

(Foto: Reprodução Facebook)

Leia também:

10 fotos que provam que esse cachorro foi o melhor parceiro na hora do parto

Sem desculpas! Exercitar-se na gravidez ajuda nas dores durante o parto

Foto polêmica de mãe após o parto choca a internet

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/essa-foto-vai-provar-que-ninguem-alem-do-medico-esta-pronto-para-ver-o-parto-de-perto/feed/ 0
Rindo da própria desgraça: rodeado de crianças, Neymar lança desafio https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/rindo-da-propria-desgraca-rodeado-de-criancas-neymar-lanca-desafio/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/rindo-da-propria-desgraca-rodeado-de-criancas-neymar-lanca-desafio/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:56:23 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100275 (Foto: Reprodução Instagram)

(Foto: Reprodução Instagram)

O atacante da seleção brasileira, Neymar Jr, teve que ouvir muitas críticas devido ao seu desempenho na Copa do Mundo. Tudo isso por conta das inúmeras faltas que o jogador sofreu durante o mundial, que faziam com que ele rodasse e caísse muito no chão.

Ele virou meme nas redes sociais e aproveitou suas férias para fazer piada com a própria desgraça, clássico do jeitinho brasileiro, né? Em seus stories do Instagram, Neymar postou um vídeo rodeado de crianças que, com o seu comando, caem no chão.

Além de ter ficado mega engraçado, o post serviu para lançar um novo desafio da falta. A hashtag #challengedafalta já está bombando no Instagram e promete render muitos vídeos engraçados. Vem ver:

Leia também:

Melhor torcedor! Filho do Neymar pinta cabelo de verde e manda recado para o pai

Vídeo: Davi Lucca tem melhor reação após gol do Neymar

Já é Copa: Neymar posta fotos do filho pronto para torcer

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/rindo-da-propria-desgraca-rodeado-de-criancas-neymar-lanca-desafio/feed/ 0
Só para príncipes: veja qual é o presente que a Inglaterra preparou para o aniversário do George https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/so-para-principes-veja-qual-e-o-presente-que-a-inglaterra-preparou-para-o-aniversario-do-george/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/so-para-principes-veja-qual-e-o-presente-que-a-inglaterra-preparou-para-o-aniversario-do-george/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:51:11 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100263 (Foto: reprodução instagram/kensingtonroyal)

(Foto: reprodução instagram/kensingtonroyal)

O terceiro na linha de sucessão ao trono britânico príncipe George, primogênito do duque e duquesa de Cambridge William e Kate Middleton, vai completar cinco anos de vida no próximo domingo (22). Para homenagear o futuro rei, a casa da moeda britânica, Royal Mint, criou duas versões, em moedas de prata e ouro, com as imagens de um homem em cima de cavalo enfrentando um dragão – uma releitura de São Jorge, santo católico.

Essas moedas não vão entrar em circulação, mas podem ser compradas pelos admiradores da família real da Inglaterra no site oficial da casa da moeda britânica. As 7 mil unidades que estão disponíveis da moeda de £ 5 (equivalente a R$ 25,20), feita de prata, foram desenhadas pelo designer Jody Clark, e custam £ 82,50, aproximadamente R$ 416. Que presente, não é?

Quem comprar a moeda também irá receber um livreto sobre a vida de George com informações especiais. Já aquelas na versão em ouro 22 quilates são vendidas online por £ 500, cerca de R$ 2.520, vem acompanhada de um livreto sobre a família real e um certificado de autenticação assinado à mão.

Leia também:

Por que o Príncipe Willian sempre se agacha para falar com George?

21 situações que mostram por que a internet ama o príncipe George

Estado Islâmico ameaça matar o príncipe George

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/so-para-principes-veja-qual-e-o-presente-que-a-inglaterra-preparou-para-o-aniversario-do-george/feed/ 0
Criança fica presa na máquina de lavar e vira um alerta para você https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/crianca-fica-presa-na-maquina-de-lavar-e-vira-um-alerta-para-voce/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/crianca-fica-presa-na-maquina-de-lavar-e-vira-um-alerta-para-voce/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:44:01 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100247 (Foto: Reprodução do Facebook)

(Foto: Reprodução Facebook)

A máquina de lavar roupa da casa de Lindsey McIver, em Conifer, Colorado, havia quebrado. Até aí ok. Quem nunca? Ela e seu marido resolveram que deveriam atualizar a lavanderia com um novo aparelho. O entusiasmo foi real, mas durou pouco tempo. Isso porque sua filha de três anos ficou presa dentro da máquina. Sim, pode acreditar.

Na manhã seguinte ao dia que eles haviam comprado a máquina, o casal foi acordado pelo choro de desespero de seu filho de quatro anos. Com muita calma, eles conseguiram entender que o menino estava lhes dizendo que sua irmã Kloe estava presa dentro da nova máquina de lavar. Por curiosidade, a pequena se trancou na máquina, que começou a funcionar. Felizmente, ela está bem, mas Lindsey não queria deixar passar este momento sem alertar os outros sobre esse perigo de ter uma máquina com abertura frontal em casa. Essas coisas devem, sim, ser compartilhadas.

Vem ler o desabafo dela:

“Eu tenho hesitado em escrever este post. Primeiro, por causa da inevitável vergonha como mãe que estou prestes a passar, segundo, porque é muito difícil reviver. No domingo, nossa máquina de lavar quebrou. Na segunda-feira, meu marido foi para a Lowe’s e comprou essa nova máquina de lavar roupa com abertura frontal. Nós pensamos que era o tipo ‘novo e legal’ e não pensamos em nada mais. Nós passamos aquela noite instalando-a com as crianças por perto. Nós lhes dissemos várias vezes que não deviam tocá-la. Eles responderam com um ‘Ok”.”

E ela continua…

“Na manhã seguinte, fomos acordados pelo nosso filho de quatro anos que chorava tanto que mal conseguia falar. Enquanto tentava entender o que ele estava dizendo, meu marido voou da cama e desceu as escadas. Foi então que a realização chegou. Ele havia dito: Kloe. Dentro. Máquina de lavar. Quando chegamos à lavanderia no porão, minha filha Kloe, de três anos, estava trancada dentro da máquina de lavar roupa. Estava enchendo de água. Ela estava gritando, mas a gente não podia ouvi-la. Fomos capazes de parar a máquina rapidamente e destrancar a porta. Além de alguns pequenos inchaços na cabeça e roupas molhadas, ela estava bem.”

O susto foi grande

“Depois de passar por todos os ‘e se’ e ‘poderia ter’, sabemos que somos muito abençoados e que Deus teve misericórdia de nossa filha. Eu posto isto porque posso dizer honestamente que não percebemos o perigo desta máquina. Nós estamos continuamente surpresos com as novas e inventivas maneiras com as quais nossos filhos podem morrer. Eu tirei essa foto depois de fecharmos a porta com uma trava de segurança infantil. Também encontramos um recurso de bloqueio para crianças nas configurações que, desde que ativado, não permitirá que a máquina seja iniciada. Descobrimos tudo isso só depois já que nós nem tínhamos usado a máquina ainda, então não tínhamos olhado para nenhuma das configurações.”

E ela passa a mensagem para você

“Eu quero encorajar qualquer um que tenha esse tipo de máquina de lavar roupa e crianças pequenas, a trancar a porta com uma trava de segurança e sempre manter a configuração de bloqueio infantil! Julgar uma mãe por esse acontecimento não é bom para ninguém. Precisamos ser abertos e honestos sobre nossos erros para ajudar uns aos outros a manter nossos filhos seguros. E acredite em mim, essa mãe já está se sentindo mal o suficiente”.

Leia também:

Sempre alerta: escorpiões passam a matar mais que cobras no Brasil

Sempre alerta: bebê consegue escalar a escada da piscina e dá susto nos pais

Sempre alerta: mangueira de jardim causa queimaduras de segundo grau em bebê

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/crianca-fica-presa-na-maquina-de-lavar-e-vira-um-alerta-para-voce/feed/ 0
10 sapatos que a gente pirou (e amou) na Feira Francal https://paisefilhos.uol.com.br/mais/10-sapatos-que-a-gente-pirou-e-amou-na-feira-francal/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/10-sapatos-que-a-gente-pirou-e-amou-na-feira-francal/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:34:37 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100166 kids-with-colorful-shoes-children-footwear-picture-id859156946

(Foto: iStock)

Estivemos na Feira Francal, em São Paulo, no Expo Center Norte, que aconteceu entre os dias 16 a 19 de julho. É um encontro anual (gigante!) que anuncia todas as novidades do mercado de calçados e acessórios. E tem para todos os gostos: sapatilha, botas, rasteirinha, boneca, enfim! E as cores? Não preciso nem falar, já dá para imaginar todas as versões possíveis.

Veja agora as apostas que elegemos como as melhores das coleções infantis verão 2019.  O que podemos contar de cara para você é o bendito tênis com LED ainda está em alta. Ou seja, seu filho vai te pedir de novo. E claro, o fofo unicórnio  não deixou a gente. Parece que essa febre não vai passar tão rápido assim.

Depois de rodar a Francal, a gente encontrou vários modelos legais que merecem destaque no site. Por isso, montamos essa lista com 10 itens que podem ganhar o coração (e o pé) do seu filho. Vem conferir!

1. Tênis Bibi rosa e com glitter

TENIS GLITTER BIBI

(Foto: Cecília Malavolta)

2. Sandália CleanUp Baby de bichinhos

SANDÁLIA CLEANUP BABY

(Foto: Cecília Malavolta)

SANDALIA TIGRE CLEANUP BABY

(Foto: Cecília Malavolta)

3. Tênis Sonho de Criança 

TENIS SONHO DE CRIANÇA

(Foto: Cecília Malavolta)

4. Sandália Masculina Bibi com cactos 

SANDALIA MASC CACTO BIBI

(Foto: Cecília Malavolta)

5. Tênis Starzinho 

TENIS STARZINHO

(Foto: Cecília Malavolta)

6. Tênis Kidy com glitter e estampa de animais 

TENIS KIDY LHAMA

(Foto: Cecília Malavolta)

Untitled design

(Foto: Cecília Malavolta)

7. Tênis Bibi do Projeto Crias 

TENIS CRIAS BIBI

(Foto: Cecília Malavolta)

8. Tênis com LED Bibi

TENIS LED BIBI ESSE

(Foto: Cecília Malavolta)

Leia também

Feira Bubble: o que a gente mais amou nesta edição

De moda a decoração: confira o que a gente amou da Feira Ópera

Feira Mamis terá oficina de cupcakes para as crianças e produtos para a família toda

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/10-sapatos-que-a-gente-pirou-e-amou-na-feira-francal/feed/ 0
Pós-parto: mãe é confundida com grávida por conta de sua barriga e desabafa https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/pos-parto-mae-e-confundida-com-gravida-por-conta-de-sua-barriga-e-desabafa/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/pos-parto-mae-e-confundida-com-gravida-por-conta-de-sua-barriga-e-desabafa/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:22:15 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100158 (Foto: Reprodução Facebook)

(Foto: Reprodução Facebook)

O pós-parto é um momento muito difícil para as mães, já que o corpo precisa se adaptar a essa nova fase. A australiana Laura Mazza, uma mãe de três filhos, do blog Mum on the run, ainda está nesse momento do pós-parto, o que fez com que ela sofresse uma situação constrangedora: uma mulher desconhecida a perguntou quando o bebê nascia, sendo que ele já está com um mês.

Por conta do ocorrido, Laura fez um post desabafando e contou que ao invés de explicar para a moça que já havia dado à luz, ela apenas disse qualquer data aleatória. “Eu não fiquei chateada. Eu tenho filhos e gerei cada um com muito carinho”, explicou na publicação. Na foto, ela aparece segurando uma placa escrita: “Cinco semanas de pós-parto. Grávida de um hambúrguer”.

“Se parece que você está grávida, se confundiram você com uma grávida, se você tem essa barriguinha sensacional que eu tenho, aceite o que tem”, escreveu no final to texto, dando uma lição de autoestima para todas as mulheres.

Veja a publicação original:

7 mitos e verdades sobre o pós parto que você precisa saber

Posso engravida durante a quarentena? 
Verdade!

A chance é pequena, por causa da amamentação e também porque a fertilidade retoma normalmente 45 dias após o parto. Mas não é impossível! Por isso, o indicado nesta fase é a utilização de um método contraceptivo eficaz de uso permitido durante a lactação, como os preservativos ou o diafragma.

Devo evitar ter relações sexuais durante este período? 
Também verdade!

Se você teve um parto normal, a penetração pode doer, machucar e até causar uma infecção. Já no caso de cesária, além do risco de infecção, pode haver ferimentos na incisão abdominal que está sensível e em processo de cicatrização. Por isso, o mais indicado é aguardar o prazo de 40 dias. Contudo, é importante lembrar que sexo não é só penetração e pode ser feito pelo casal de outras formas menos arriscadas.

Não posso lavar a cabeça durante o resguardo? 
Mito!

Acredite se quiser: antigamente havia uma crença de que o sangramento poderia reverter da vagina para a cabeça, deixando a mulher louca. É claro que isso não passa de um mito popular. No resguardo, não há problema nenhum em lavar os cabelos.

Amamentar contribui para a queda das mamas?
Mito!

Muita gente acredita nisso, mas o que contribui ou não para a queda das mamas é a predisposição genética.

É normal sofrer de prisão de ventre no pós-parto? 
Verdade! 

Mas o problema pode ser evitado se você adotar uma alimentação rica em fibras, mamão, laranja, aveia, alimentos integrais e muito líquido.

No resguardo eu não posso praticar atividade física? 
Mito!

Desde que a prática de exercícios seja leve, como caminhada, yoga e atividades de alongamento, elas estão liberadas após 15 dias para os partos normais e 30 para as cesárias.

Após o parto é normal eu não sentir desejo sexual? 
Verdade!

Após a retirada da placenta, há uma queda dos hormônios que reduzem a libido e afetam a lubrificação vaginal. Além disso, a nova rotina, muito mais cansativa, pode fazer com que a mulher queira deixar o sexo em último plano. Porém, com o tempo, tudo tende a se normalizar.

Amamentar queima calorias e ajuda emagrecer? 
Verdade! 

Isso acontece porque seu metabolismo fica mais acelerado devido a produção de leite. Para produzir a substância, as mulheres gastam aproximadamente 400 calorias por dia, o equivalente a 30 minutos de corrida.
Consultoria: Dr. Maurício Sobral, pai de Luiza e Beatriz, especialista em Mastologia, Ginecologia e Obstetrícia. É médico preceptor dos residentes do Hospital Vila Nova Cachoeirinha.

Leia também:

Relato de mãe: “Eu não tinha ideia de que me sentiria assim no pós-parto”

Entenda a diferença entre Baby Blues e depressão pós-parto?

Muito stress durante a gravidez? Cuidado com a ansiedade pós-parto

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/pos-parto-mae-e-confundida-com-gravida-por-conta-de-sua-barriga-e-desabafa/feed/ 0
Novo estudo diz que cachorros podem transmitir doenças a mulheres grávidas https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/novo-estudo-diz-que-cachorros-podem-transmitir-doencas-a-mulheres-gravidas/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/novo-estudo-diz-que-cachorros-podem-transmitir-doencas-a-mulheres-gravidas/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:05:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100111 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Não tem nada melhor do que ficar abraçado com seu amigo felpudo depois de um longo e exaustivo dia. Mas atenção! Mulheres grávidas devem ter cuidado, de acordo com um estudo publicado sobre doenças infecciosas emergentes da Universidade A&M do Texas. Depois de analisarem diversos casos, pesquisadores descobriram que a Brucelose – uma doença bacteriana que geralmente é contraída por porcos, ovelhas, cabras e gado – também pode estar presente em cachorros que não foram castrados.

A bactéria específica transmitida pelos cachorros contaminados é chamada Brucella Canis e as pessoas geralmente tem sintomas parecidos com os de gripe. Algumas outras manifestações podem ser a longo prazo, como artrite, sintomas neurológicos, fadiga crônica, inchaço do coração e dos testículos, de acordo com o Centro Americano para Controle e Prevenção de Doenças.

Mas calma! De acordo com os pesquisadores é difícil ser contaminado por essa doença. Uma mulher grávida teria que entrar em contato com a urina de um cachorro ou seus órgão reprodutores (ambos infectados com a bactéria) para se infectar. O risco é maior apenas para veterinários e pessoas que trabalham em abrigos de animais, ainda mais se a pessoa estiver com o sistema imunológico comprometido.

“Um adulto padrão e saudável provavelmente não contrairia essa doença a não ser que fossem expostos a uma concentração alta da bactéria”, explicou Martha Hensel, pesquisadora líder do estudo e veterinária na Universidade A&M do Texas, para o jornal HealthDay News.

Em matéria para a Popsugar, o Dr. Amesh Adalja, veterano do Centro para Segurança na Saúde Johns Hopkins, concordou que a bactéria de Brucelose pode causa problemas de saúde também em mulheres grávidas. “Essa doença é uma causa comum de abortos em animais e também está ligada a problemas fetais em mulheres que estão grávidas quando contraem a Brucelose – apesar de ser de uma forma bem mais fraca do que em outras espécies de animais”, explicou o doutor.

Mulheres grávidas que suspeitem ter sido expostas à Brucelose devem marcar uma consulta com seu médico para fazerem os exames necessários. Caso os resultados sejam positivos, o melhor tratamento indicado é, geralmente, o uso dos antibióticos – lembrando que eles devem ser indicados pelo médico.

 

Leia mais:

E agora? Temos um cachorro e o bebê está chegando!

Vídeo: cachorro ouve bebê chorar pela primeira vez e tem reação incrível!

10 fotos que provam que esse cachorro foi o melhor parceiro na hora do parto

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/novo-estudo-diz-que-cachorros-podem-transmitir-doencas-a-mulheres-gravidas/feed/ 0
De partir o coração: mãe precisa monitorar a filha o dia todo para evitar suicídio https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/de-partir-o-coracao-mae-precisa-monitorar-a-filha-o-dia-todo-para-evitar-suicidio/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/de-partir-o-coracao-mae-precisa-monitorar-a-filha-o-dia-todo-para-evitar-suicidio/#respond Thu, 19 Jul 2018 21:00:12 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100016 (Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

Em entrevista ao Daily Mail, Corrinia Bennet, uma mãe inglesa, desabafou a dor de ter que monitorar 24 horas por dia sua filha Mia Lili, de dez anos. Tudo isso porque a menina sofreu um episódio de cyberbullying e corre esse risco.

Uma conta com o nome de usuário puggirl123456 no Instagram usava o nome de Mia indevidamente e ainda fez uma enquete sem noção com uma foto dela. No post, questionavam: “quem acha ela feia?” e as opções de respostas eram “com certeza!” ou “de jeito nenhum”. O resultado dos votos foi de 53% das pessoas dizendo que achavam a menina feia.

Os pais denunciaram a conta, que teve o post retirado do ar em algumas horas, mas Mia já havia visto tudo e estava inconsolável. “Eu e o pai dela não a deixamos sozinha nem por um minuto porque ela fica falando sobre acabar com tudo”, contou a mãe. O caso está sendo investigado, mas nenhum suspeito ainda foi encontrado.

Veja a enquete realizada:

(Foto: Reprodução Instagram)

(Foto: Reprodução Instagram)

Leia também:

Perigo na rede: 6 formas de lidar com a realidade do cyberbullying

Bullying e cyberbullying são formas de agressão que levam ao suicídio, principalmente na infância

14 regras para ensinar seu filho na hora de usar a internet

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/de-partir-o-coracao-mae-precisa-monitorar-a-filha-o-dia-todo-para-evitar-suicidio/feed/ 0
Laboratório lança vacina líquida de meningite bacteriana que protege contra 4 tipos da doença https://paisefilhos.uol.com.br/familia/laboratorio-lanca-vacina-de-meningite-bacteriana-que-protege-contra-4-tipos-da-doenca/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/laboratorio-lanca-vacina-de-meningite-bacteriana-que-protege-contra-4-tipos-da-doenca/#respond Thu, 19 Jul 2018 14:52:17 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100194 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Em meio ao reaparecimento de doenças erradicadas como sarampo, poliomielite e tétano, é preciso ficar ainda mais atento à caderneta de vacinação do seu filho. Casos recentes de meningite bacteriana, ou meningocócica, em bebês e crianças, causaram um alerta sobre a importância da vacina.

Considerada um problema de saúde pública em todo o mundo, a doença é uma inflamação nas membranas que recobrem o cérebro e a medula espinhal. A bacteriana é de fácil contaminação, rápida evolução e, geralmente, atinge crianças e jovens adultos, mas pode contaminar pessoas de todas as idades.

A boa notícia é que a empresa francesa Sanofi Pasteur traz ao Brasil a vacina quadrivalente totalmente líquida contra meningite meningocócica. Prevenível contra quatro tipos da doença – A, C, W e Y – ela é indicada para pessoas de nove meses a 55 anos e estará disponível em clínicas particulares de vacinação, hospitais, laboratórios e farmácias.

As vacinas estimulam a produção de anticorpos específicos contra determinadas doenças, ensinando nosso organismo a se defender. No caso da meningite, a vacinação na infância com todas as doses necessárias, assim como em outras faixas etárias, são necessárias para maior proteção. Além da prevenção contra o meningococo C, que já existe no calendário público, essa vacina protege ainda contra outros três grupos, o A,W e Y, por isso chama de quadrivalente.

Mas o que faz a meningite bacteriana ser tão perigosa? Em alguns casos, ela mata em menos de 24 horas, pois os sintomas são típicos de outras doenças comuns como intoxicação alimentar e gripe. As pessoas que sobrevivem podem carregar sequelas como perda da audição, danos cerebrais e renais, amputações, problemas do sistema nervoso ou cicatrizes profundas.

No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica: são mais de dois mil casos por ano desde 2010 e 243 óbitos somente em 2016, de acordo com dados epidemiológicos de abril de 2017 do Ministério da Saúde. A ocorrência das meningites bacterianas é mais comum no inverno, então é preciso ficar ainda mais atento e vacinar a família toda.

Leia também:

Fique atento: conheça 10 mitos e verdades sobre a meningite bacteriana

Vacinação infantil tem menor índice dos últimos 16 anos. Mas você sabe o porquê?

A melhor opção é vacinar seu filho, sempre!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/laboratorio-lanca-vacina-de-meningite-bacteriana-que-protege-contra-4-tipos-da-doenca/feed/ 0
Oftalmologista: a primeira consulta deve ser aos 6 meses https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/oftalmologista-a-primeira-consulta-deve-ser-aos-6-meses/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/oftalmologista-a-primeira-consulta-deve-ser-aos-6-meses/#respond Thu, 19 Jul 2018 14:30:54 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100160 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Estamos em período de férias escolares, ótimo momento para fazer todos os check ups que seu filho precisa, inclusive da visão. Além disso, de acordo com Dr. Fabio Pimenta de Moraes, especialista em oftalmopediatria e estrabismo do H.Olhos – Hospital de Olhos, o desenvolvimento visual acontece com maior intensidade até os 3 anos e se completa por volta dos 7. Assim, é muito importante que a criança vá periodicamente às consultas com o oftalmo.

É preciso que você e professores fiquem de olho para perceber se seu filho não tem problemas para enxergar. Algumas atitudes muito comuns da miopia ou astigmatismo, por exemplo, são: se aproximar muito para ver algo, levantar do lugar na sala de aula e ir próximo à lousa para enxergar, perder o interesse por coisas que goste muito ou girar a cabeça.

Já o estrabismo é facilmente reconhecido, já que o olhar da pessoa fica desviado pelo desalinhamento dos eixos visuais. Até os 6 meses de idade, às vezes acontecem alguns estrabismos oscilantes, esses são considerados normais. Porém, um estrabismo constante, que está sempre ali, deve ser tratado.

Doenças oftalmológicas sazonais

Existem também problemas na visão que acontecem em apenas algumas épocas no ano. A primavera e inverno, por exemplo, são períodos do ano muito secos e isso pode deixar o olho sensível. “A gente costuma se fechar mais, em ambientes restritos com vírus, e somos contaminados com conjuntivites e as alergias pioram”, explica Fábio.

As alergias têm sintomas muito claros. Os olhos ficam vermelhos, inchados, com secreção e coçam. Para melhorá-las, é necessário manter os ambientes sempre limpos, colocar peças de roupa no sol, evitar excesso de tecidos que acumulem poeira, como cortinas, carpetes e bichos de pelúcia e deixar os olhos sempre hidratados com colírio. Já as conjuntivites deixam os olhos vermelhos, lacrimejando, com coceira e para preveni-las, é preciso ficar de olho na higiene pessoal e lavar muito bem as mãos do seu filho.

Qualquer que seja o caso, o oftalmologista deve ser procurado. “Não havendo nenhuma suspeita, recomenda-se uma consulta aos 6 meses e, depois, anualmente. O importante é saber que a prevenção e o tratamento precoce garantem o desenvolvimento visual  mais adequado”, completa o especialista.

Leia mais:

Teste do olhinho: entenda como funciona o primeiro exame oftalmológico do bebê

É normal o bebê ficar vesgo às vezes? Descubra quando se trata de estrabismo

Chega de óculos? Cientistas desenvolvem colírio que pode curar a miopia

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/oftalmologista-a-primeira-consulta-deve-ser-aos-6-meses/feed/ 0
Super-heróis: cientistas da USP desenvolvem prótese para menino deficiente https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/super-herois-cientistas-da-usp-desenvolvem-protese-para-menino-deficiente/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/super-herois-cientistas-da-usp-desenvolvem-protese-para-menino-deficiente/#respond Thu, 19 Jul 2018 14:00:04 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100153 (Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

Miguel Ângelo, de apenas seis anos, nasceu com um problema congênito nas mãos, por conta de complicações na hora do parto. Ele perdeu uma parte do seu braço esquerdo. Essa história inspirou alguns cientistas da USP a criarem uma prótese de um dos personagens favoritos do menino: o Homem de Ferro.

Willians, pai de Miguel, compartilhou a trajetória de seu filho com Júlio Cesar Lautert, um estudante de engenharia elétrica, que contou tudo para uma pós-doutoranda e um doutor em bioengenharia da USP, Adriana Del Monaco e Evandro Drigo. Após muitas pesquisas e testes, esse pequeno time resolveu adaptar um modelo de prótese disponível na internet em um braço de super-herói. Todo o gasto foi por conta deles.

Além de permitir que o menino consiga segurar coisas, a prótese fez com que a autoestima de Miguel se elevasse já que ele se tornou superpopular no seu bairro. “Para ele, é um divertido brinquedo que o auxilia a encarar a deficiência de uma forma mais leve”, contou a mãe, Viviane Costa.

Esse impacto positivo que uma simples ação teve na vida de Miguel fez com que os pesquisadores se interessassem em estender o projeto para outras pessoas. “Não pretendemos comercializar, vender, nem tornar isso uma empresa. Queremos ajudar quem precisa”, explica Adriana.

Leia também:

Que amor! Garotinha mostra aos amigos sua nova prótese para a perna

Menina ganha boneca com prótese na perna igual a sua e se emociona

Xô, Alzheimer! Prótese consegue restaurar a memória de humanos com sucesso

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/super-herois-cientistas-da-usp-desenvolvem-protese-para-menino-deficiente/feed/ 0
Boa! Starbucks promete eliminar canudos plásticos da loja até 2020 https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/boa-starbucks-promete-eliminar-canudos-plasticos-da-loja-ate-2020/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/boa-starbucks-promete-eliminar-canudos-plasticos-da-loja-ate-2020/#respond Thu, 19 Jul 2018 13:08:56 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100094 colorful-paper-straws-on-white-wooden-background-picture-id841229404

(Foto: iStock)

A gente já sabe que o plástico leva 200 anos para se decompor. Pensando nisso e em todos os problemas que objetos feitos desse material podem causar para o meio ambiente, a iniciativa de eliminar o uso de canudos em estabelecimentos já está rolando por todo o mundo, como no Rio de Janeiro e em algumas unidades do Mc Donalds.

Agora é a vez da Starbucks. A rede norte-americana de cafeterias prometeu eliminar o uso de canudos plásticos de suas lojas até o ano de 2020. Quem anunciou a novidade foi a própria empresa, que dará opções alternativas como canudos feitos de papel. Essa ação poupará por ano cerca de 1 bilhão de canudos plásticos em cada estabelecimento da empresa.

A decisão não poderia ter vindo em momento melhor! “A gente viu isso como uma maneira de sair da discussão sobre que tipo de plástico é bom, conseguindo diminuir o uso de canudo”, afirmou Colleen Chapman, vice-presidente da área de Impacto Social Global da Starbucks.

Além disso, a Starbucks também está cobrando cinco centavos de libra esterlina por cada copo descartável utilizado em suas lojas do Reino Unido. A medida vale até o dia 26 deste mês e tem como objetivo incentivar os clientes a usarem copos reutilizáveis.

Leia também

O planeta agradece! Canudos de plástico são proibidos no Rio de Janeiro

Chega de plástico: empresa cria sacola de mandioca que se dissolve em água morna

Ponto pra eles: McDonald’s vai eliminar os canudinhos plásticos de suas lojas

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/boa-starbucks-promete-eliminar-canudos-plasticos-da-loja-ate-2020/feed/ 0
Chega de birras! 4 dicas simples para te ajudar nessa fase https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/chega-de-birras-4-dicas-simples-para-te-ajudar-nessa-fase/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/chega-de-birras-4-dicas-simples-para-te-ajudar-nessa-fase/#respond Wed, 18 Jul 2018 22:26:58 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100010 angry-child-picture-id155327675

(Foto: iStock)

Você provavelmente já teve que tirar seu filho de um lugar ou coisa que ele ama – seja o parque, uma festa de aniversário ou o tablet – e isso causou indignação ou mesmo uma birra completa, não é? Isso é totalmente normal, já que as crianças têm problemas com transições. Mas é fácil para o seu filho filtrar suas ordens verbais, por isso separamos algumas dicas:

Ofereça avisos claros e simples 

Para ter certeza de que ele está prestando atenção às suas sugestões, avise-o várias vezes. Anuncie quando ele tiver dez, cinco, dois minutos e também na hora que acabar. Em vez de gritar do seu quarto, caminhe até ele, desça na sua altura, toque-o no ombro e olhe nos olhos dele para explicar a situação.

Se você está no parquinho, você pode dizer: “Você pode descer o escorregador mais três vezes e depois temos que ir”. Se for em casa, tente colocar uma música que seu filho goste e diga a ele que ele precisa ir ao carro até o final da música.

Faça um jogo 

Incorpore um pouco de diversão para ajudar o seu filho a esquecer de que ele está sendo interrompido do que ele está fazendo no momento. Um exemplo clássico dessa estratégia: “Vamos correr para a porta!”. Além disso, outra opção é começar um jogo bobo de perseguição.

Compartilhe qual será a próxima coisa que ele irá fazer  

Mude o foco da criança do fato de que uma atividade favorita está terminando e o que ele fará em seguida. Em vez de “é hora de desligar a TV”, você pode dizer: “você está pronto para ler esse novo livro?”. Se você está fora de casa, em algum shopping, por exemplo, você pode aliviar a angústia do fim do passeio com um consolo: “é hora de comermos um lanche. Vamos?”.

Mantenha a calma e seja simpática  

Se, apesar de seus melhores esforços, seu filho se recusa a ceder, basta dizer: “nós estamos indo agora” e envolvê-lo em seus braços e levá-lo embora. Mesmo que ele se contorça ou grite, fique calma. Perder sua boa vontade pode prolongar a birra. Reconheça os sentimentos dele dizendo algo como: “eu sei que você está triste por termos que dizer tchau para seu amigo, mas vamos nos divertir muito na casa da sua avó”. Em algum momento, o seu filho vai aprender a lidar com estas difíceis emoções e se acalmar.

Leia também:

Vai uma mãozinha aí? 6 dicas para te ajudar na hora da birra em público

13 birras inusitadas para você morrer de rir

A birra também tem um lado bom, acredita?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/chega-de-birras-4-dicas-simples-para-te-ajudar-nessa-fase/feed/ 0
Alex Escobar encontra seu filho depois de 40 dias na Rússia e nós amamos o vídeo https://paisefilhos.uol.com.br/familia/alex-escobar-encontra-seu-filho-depois-de-40-dias-na-russia-e-nos-amamos-o-video/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/alex-escobar-encontra-seu-filho-depois-de-40-dias-na-russia-e-nos-amamos-o-video/#respond Wed, 18 Jul 2018 22:20:27 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100148 (Foto: Reprodução Instagram)

(Foto: Reprodução Instagram)

Depois de um mês intenso de Copa do Mundo, toda essa adrenalina chegou ao fim no último domingo (15). Por conta do trabalho, muitos jornalistas tiveram que se afastar por mais de 30 dias de seus familiares para cobrir um dos maiores eventos esportivos do mundo. Alex Escobar foi um desses.

Foram 40 dias na Rússia e, embora seja incrível viajar e presenciar um evento desse porte, não tem nada melhor do que voltar para casa e estar cercado por pessoas que te amam. Por isso, em sua conta no Instagram, Escobar postou o momento do reencontro com seu filho, Francisco, que comemorou seu aniversário de dois anos longe do pai. “Chicão, o reencontro!!”, ele escreveu na legenda.

O vídeo, que já ultrapassa 550 mil visualizações, também recebeu diversos comentários dos amigos de trabalho de Alex, que se emocionaram com o momento. “Mais uma chorona por aqui. Aproveite muito, amigo”, disse Fátima Bernardes.

Vem ver esse momento lindo:

Chicão, o reencontro!! 40 dias depois…💚

Uma publicação compartilhada por Alex Escobar (@alexescobar74) em

Leia também:

Não falta torcida! A cada jogo, mãe veste gêmeas com roupas de time que competem pela Copa do Mundo

Direto da Rússia: filha do goleiro Alisson arrasa em fotos no Instagram da mãe

Vídeo: Gêmeos têm reencontro emocionante após um ter alta da UTI

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/alex-escobar-encontra-seu-filho-depois-de-40-dias-na-russia-e-nos-amamos-o-video/feed/ 0
Isso é sério: pais que não vacinam seus filhos podem até perder a guarda https://paisefilhos.uol.com.br/saude/isso-e-serio-pais-que-nao-vacinam-seus-filhos-podem-ate-perder-a-guarda/ https://paisefilhos.uol.com.br/saude/isso-e-serio-pais-que-nao-vacinam-seus-filhos-podem-ate-perder-a-guarda/#respond Wed, 18 Jul 2018 22:11:43 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100087 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Parece brincadeira, mas é bem sério. Pais que não mantém a cartela de vacinação das crianças em dia podem ser multados e até mesmo perder a guarda dos filhos, no caso do Rio Grande do Sul. Um vídeo divulgado pelo Ministério Público RS em combate a repercussão de fake news a respeito do risco da vacina, relembrou a importância da imunização e levantou o tema como um alerta.

“A vacinação é importante não só pela saúde individual da criança, mas também pela saúde coletiva das demais com quem a não vacinada pode conviver”, explicou Inglacir Delavedova, promotora de Justiça da Infância e Juventude, em entrevista ao G1.

Por isso, será estabelecido um prazo para que toda a família tome a vacina. Caso isso não aconteça, medidas judiciais de busca e apreensão da criança serão realizadas. Os pais também serão avaliados por negligência. Ou seja, se seu filho ainda não tomou as vacinas, fique atento às datas.

Confira o vídeo abaixo:

Como acompanhar o calendário de vacinas

Sabemos o quanto é difícil para uma mãe de primeira viagem acompanhar o calendário de vacinas do seu bebê.  Por isso, fizemos um calendário das vacinas que seu filho precisa tomar nos primeiros meses de vida. Isso vai te ajudar a não perder os prazos – são muitas vacinas e doses em idades distintas -, a ficar atenta às campanhas de vacinação que o Ministério da Saúde realiza periodicamente, e acompanhar o calendário vacinal, que vez ou outra, inclui novas formas de imunização.

Baixe aqui o calendário de vacinas da Pais&Filhos.

calendario vacinas

Leia também:

Vacinação infantil tem menor índice dos últimos 16 anos. Mas você sabe o porquê?

Entenda porque a vacina é a maior arma contra a gripe

Não sabe como acompanhar o calendário de vacinas?  A gente te ajuda

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/saude/isso-e-serio-pais-que-nao-vacinam-seus-filhos-podem-ate-perder-a-guarda/feed/ 0
Divórcio na gravidez: “decidi, quando dei à luz ao meu filho, que não seria uma vítima” https://paisefilhos.uol.com.br/familia/divorcio-na-gravidez-decidi-quando-dei-a-luz-ao-meu-filho-que-nao-seria-uma-vitima/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/divorcio-na-gravidez-decidi-quando-dei-a-luz-ao-meu-filho-que-nao-seria-uma-vitima/#respond Wed, 18 Jul 2018 17:12:30 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100072 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Ser mãe solteira ainda é um tabu, mesmo nos dias de hoje. Se criar um filho a dois já é difícil, imagina o trabalho que deve ser cuidar de uma criança sozinha. Agora, imagina três? Pois é, essa é a vida da Alyssa Shultis, uma mãe que recebeu o pedido do divórcio enquanto estava a espera do seu terceiro filho. Leia a história dela e, assim como a gente, emocione-se:

“Meu ex-marido pediu o divórcio quando eu estava grávida de seis meses do meu terceiro filho. Ele me contou que deu entrada na papelada via mensagem enquanto estávamos em férias com a família no Havaí. Segundo ele, eu estava louca e precisava de ajuda.

Ele limpou nossa conta corrente, mudou meu limite de gastos em nosso cartão de crédito para 200 dólares e me disse que ele iria pegar a guarda dos nossos filhos. Ele e sua mãe difamaram meu nome entre nossos amigos e bairro. Felizmente eles não acreditaram, já que me conheciam bem o suficiente para ver que minhas ações se alinhavam com minhas palavras.

Eu poderia entrar em detalhes sobre quais táticas ele usou durante nossa separação para me intimidar e me controlar. Eu poderia compartilhar uma lista de incidentes que ocorreram entre o momento em que ele pediu o divórcio e o momento em que dei à luz ao nosso filho e sei que muitos deles fariam seus olhos se arregalarem, seu queixo cair e você iria querer me dar um abraço virtual por pena. Mas eu não vou fazer isso.

Mesmo que fosse uma narrativa mais fácil para mudar minha mágoa e raiva e culpar esse homem, decidi, quando dei à luz meu filho há dois anos, que não seria uma vítima. Ser deixada enquanto eu estava grávida não é o auge da minha vida. Criar três meninos para serem homens fortes que vão amar, respeitar e ser carinhosos com as mulheres – e todos e qualquer outra pessoa com quem se relacionem ou tenham um relacionamento – é o meu propósito.

Quando descobri que teria meu filho sozinha, tornei-me reativa e frenética. Eu agredi verbalmente este homem que uma vez se levantou na frente dos outros e declarou seu compromisso vitalício comigo e com o nosso casamento. Explodi. Passei muitas noites pesquisando termos como “ter um bebê sozinho” e “criar um recém-nascido sozinho”. Eu senti uma onda tão intensa de pânico que minhas emoções acabaram fechando e eu me desconectei delas e entrei no modo robô, porque é mais fácil não sentir nada do que sentir tudo de uma vez, certo?

Foi assustador dirigir ao hospital quando tive falsas contrações às 36 semanas. Eu sou filha única. Minha mãe morreu de câncer pancreático quando eu tinha 22 anos. Naquela noite, meu pai veio para cuidar dos meus dois meninos e eu nunca me senti tão sozinha. Chorei naquele quarto do hospital enquanto esperava que a enfermeira encontrasse o batimento cardíaco do meu filho e me assegurasse de que ele estava bem.

Fui capaz de parir meu filho com minhas duas melhores amigas no quarto do hospital em vez do pai do meu filho? Claro que sim. Elas eram hilárias. A imagem das duas sentadas no sofá e bombeando o leite materno para seus bebês que estavam em casa enquanto todas nós contávamos piadas sobre o quão absurdo tudo isso era, é uma das memórias mais queridas da minha vida.

Foi doloroso receber uma mensagem de texto na tarde que eu dei à luz que dizia: “você é uma merda”, porque eu não estava respondendo às mensagens do meu ex-marido, já que estava muito ocupada cuidando do novo bebê. Mesmo que eu estivesse em com o nível de endorfina alto e abraçando um doce pacote de amor, aquela mensagem foi horrível.

Eu queria desistir muitas vezes. Eu achava que meus filhos estariam melhor se eu morresse. Eu realmente acreditava no que meu ex-marido havia me dito: de que eu era louca, um problema na vida de todos e que se eu fosse embora ou morresse, todo mundo ficaria feliz. Mas, agora? Eu sou uma mulher segura, forte e inteligente. Eu tenho um diploma universitário. Eu viajei ao redor do mundo. Meus pais eram CEOs e deram fortes exemplos de liderança. Eu não sei como eu permiti que alguém entrasse daquela maneira na minha cabeça.

Eu frequentava a terapia uma vez por semana. Às vezes duas. Eu encontrei um grupo de apoio semanal. Adormecia com meditações do YouTube todas as noites. Eu encontrei um advogado muito bom, que assumiu o estresse associado ao divórcio. Eu me reunia com amigos pelo menos duas vezes por semana e deixei que eles me ajudassem mesmo quando tudo que eu queria era sumir. Eu me forcei a notar coisas, a me sentir conectada.

O processo do divórcio acabou há um ano e meio. Era caro e desagradável e eu ainda tenho raiva do meu ex-marido quando somos obrigados a trocar mensagens sobre nossos filhos. Mas agora me concentro no que posso controlar, porque certamente não posso controlá-lo.

Então eu faço pequenas coisas. Eu pergunto ao meu mais velho três coisas todas as noites: “como você foi gentil hoje? Como você foi corajoso hoje? Por que você é grato?”. Espero que eu esteja influenciando meus filhos para o bem, mostrando atos de compaixão e consideração. Quando meu caçula de dois anos tira a fralda e orgulhosamente faz xixi no chão e olha para mim e ri, eu o pego, o levo para o banheiro e rio também. Quando meu filho do meio, de três anos, pergunta ao meu “porquê” pela enésima vez, eu sorrio e tento explicar as respostas para suas importantes perguntas em termos de bebês. E quando meu filho de oito anos tem seus sentimentos feridos na escola por palavras indelicadas, eu digo a ele que tudo o que ele pode controlar é sua reação e seu comportamento e lembro-lhe que ele é incrível e amado.

Se você, em algum momento da vida, se encontrar em uma situação semelhante ou algo pior, por favor, entre em contato com outras pessoas. Encontre suporte. Entre na terapia. Fale sobre seus medos abertamente e sem hesitação ou medo de julgamento. Peça por ajuda. Medite. Faça caminhadas e saia. Chore quando você precisar, porque isso significa que você é humano e deveria se orgulhar disso.

Eu realmente acredito que é nossa reação natural ajudar os outros e uma vez que eu compartilhei meus medos e minha dor, algumas pessoas se reuniram em torno de mim e me levantaram quando eu não podia fazer isso sozinha.

Ser mãe solteira é o trabalho mais difícil que já fiz. Mas quando eu vejo meu filho mais velho segurando a porta aberta para os outros, meu filho do meio dando um abraço em seu amigo ou meu filho mais novo sorrindo de orelha a orelha, meu coração fica cheio e me orgulho de estar criando esses três meninos. Hoje eu tento viver minha vida com franqueza, graça e encontrar humor em meus erros cômicos ao longo do caminho. Em vez de focar na dor, desloco minha atenção para as coisas boas”.

Leia também:

14 sinais de que você está pronta para namorar após o divórcio

Mãe escreve carta à filha pequena para contar sobre divórcio

Número de divórcios cai pela primeira vez depois de lei facilitadora

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/divorcio-na-gravidez-decidi-quando-dei-a-luz-ao-meu-filho-que-nao-seria-uma-vitima/feed/ 0
Ufa! Bebê de 2 meses sobrevive à queda de quatro metros de altura https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/ufa-bebe-de-2-meses-sobrevive-a-queda-de-quatro-metros-de-altura/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/ufa-bebe-de-2-meses-sobrevive-a-queda-de-quatro-metros-de-altura/#respond Wed, 18 Jul 2018 15:24:25 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100131 (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

(Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

Um bebê de dois meses de idade sobreviveu após cair do segundo andar de uma casa, em Vitória, no Espírito Santo. Murilo caiu no quintal da residência da vizinha de uma altura de aproximadamente quatro metros e, felizmente, ficou sem nenhum ferimento.

Segundo os familiares, Murilo estava no colo da prima, de 9 anos, quando caiu pela janela do quarto. Minutos antes, o bebê estava no berço dormindo, mas acordou chorando. Foi quando a prima o pegou nos braços com a intenção de acalmá-lo, mas ele deu um impulso forte no colo da menina e caiu. O acidente só não acabou em tragédia graças a uma planta, que amorteceu a queda do menino — o bebê deslizou pela árvore e caiu no chão, sem quebrar nenhuma parte do corpo.

“A gente ficou procurando, pois ouvimos o choro dele de longe. Quando eu fui procurar, ele não estava em nenhum lugar. Da janela eu gritei pela mãe dele, que acompanhou o choro e descobriu que ele estava do outro lado”, contou a avó da criança à reportagem do site Metrópoles.

O bebê foi socorrido na hora e levado para o pronto socorro. O estado de saúde de Murilo, que permanece em observação no hospital, é considerado estável. Ficamos na torcida para que tudo fique bem!

Leia também:

Bebê sobrevive depois de nascer sem sangue

Menino de 9 anos salva irmão da queda do trocador

Veja como estão os primeiros sétuplos sobreviventes do mundo

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/ufa-bebe-de-2-meses-sobrevive-a-queda-de-quatro-metros-de-altura/feed/ 0
Tava na hora! Agora vamos ter emoji de cabelos cacheados https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/tava-na-hora-agora-vamos-ter-emoji-de-cabelos-cacheados/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/tava-na-hora-agora-vamos-ter-emoji-de-cabelos-cacheados/#respond Wed, 18 Jul 2018 14:25:23 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100112 (Foto: divulgação)

(Foto: divulgação)

Nosso radar fica ligado em todas as novidades quando o assunto é representatividade. Na última segunda-feira (16), a Apple anunciou o lançamento de mais de 70 novos emojis para você e seu filho conversarem através dos aplicativos de smartphone. O que chamou nossa atenção foi o ícone dos personagens de cabelos cacheados e nossa primeira reação foi: “Finalmente!”. Aproveita para ver outras novidades que estarão disponíveis em breve.

Papagaio, lagosta, canguru e pavão: por que não? Serão bastante úteis nas conversa do whatsapp entre as famílias.

EMOJI 2

(Foto: divulgação)

Couve, manga, cupcake e mooncake (tradicional doce chinês): a gente só reparou agora que esses itens ainda não constavam no grupo de emojis.

EMOJI 3

(Foto: divulgação)

As novas carinhas também vão arrasar, principalmente aquela com a cara congelada para quem estiver em férias em um país que neva, por exemplo (ou só dentro de um lugar com o ar-condicionado muito forte).

EMOJI 4

(Foto: divulgação)

Super-herói, super-heroína, símbolo do infinito e olho grego. Só novidade boa!

EMOJI 5

(Foto: divulgação)

Leia também:

Novos emojis: agora teremos uma mãe amamentando!

Aplicativo de Emojis reproduz os momentos mais embaraçosos da maternidade

Garotinha escolhe “cocô” como tema de festa de aniversário

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/tava-na-hora-agora-vamos-ter-emoji-de-cabelos-cacheados/feed/ 0
Boa notícia: meninos tailandeses deixam hospital antes do previsto https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/boa-noticia-meninos-tailandeses-deixam-hospital-antes-do-previsto/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/boa-noticia-meninos-tailandeses-deixam-hospital-antes-do-previsto/#respond Wed, 18 Jul 2018 13:47:21 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100101 (Reprodução BBC)

(Reprodução BBC)

Que boa notícia! Os doze meninos e o treinador que sobreviveram em uma caverna na Tailândia receberam alta do hospital na última quarta-feira (18), um dia antes da data prevista pelos médicos anteriormente. Durante os dias de internação o grupo do time de futebol “Javalis Selvagens” se recuperou dos vários dias de jejum forçado e algumas infecções. O quadro de saúde deles é considerado bom e logo após a alta deram uma entrevista coletiva, onde falaram pela primeira vez com a imprensa.

“O motivo de se realizar uma entrevista coletiva é que os meios de comunicação têm muitas perguntas e depois (os meninos) poderão voltar para sua vida normal, sem o assédio dos jornalistas”, declarou o porta-voz do governo Sunsern Kaewkumnerd à AFP. Levando isso em consideração, essa não foi uma coletiva de imprensa tradicional, pois teve a presença de especialistas e o monitoramento das perguntas, que foram enviadas ao departamento de relações públicas da província de Chiang Rai antecipadamente para uma análise feita por psiquiatras. Por recomendação médica, os meninos deverão evitar o contato com a imprensa por pelo menos um mês após o retorno para casa.

Entrevista

Sorridentes, os meninos se apresentaram um a um, falando seus nomes e posições em campo. Adul, o único menino do time que fala inglês e que tem 14 anos, disse aos repórteres que tudo o que ele conseguia dizer quando o grupo foi encontrado pelos mergulhadores britânicos foi “hello”, em português, “olá”. “Tentava não pensar em comida, me dava mais fome”, um deles disse. Em sua maioria, segundo a BBC, os meninos disseram que aprenderam muito com a experiência. Um deles prometeu ser “mais cuidadoso e viver a minha vida ao máximo”, enquanto outro disse “essa experiência me ensinou a ser mais paciente e forte”.

O treinador da equipe, Ekapol Chantawong, prestou homenagem a Samuan Kunan, mergulhador voluntário que acabou morrendo durante o resgate. “Estamos impressionados que ele sacrificou sua vida para nos salvar para que pudéssemos viver nossas vidas. Quando ouvimos as notícias, ficamos chocados”, disse. “Ficamos muito tristes. Sentimos que causamos tristeza à sua família”, finalizou.

Entenda o caso

No dia 23 de junho, doze adolescentes de um time de futebol, entre 11 e 16 anos de idade, e seu treinador desapareceram na Tailândia. Mas como? Bom, eles saíram para uma excursão pelo complexo de cavernas de Tham Luang, no parque florestal Khun Nam Nang Non, no norte da província de Chiang Rai e ficaram presos depois de uma forte chuva que inundou o local.

Depois de 9 dias de busca e da mobilização de uma equipe com mil socorristas de diversos países – sendo 17 deles experientes em resgate e sobrevivência da Força Aérea dos Estados Unidos e três especialistas de mergulho em cavernas da Grã-Bretanha – os 13 foram encontrados em bom estado de saúde, apesar de terem ficado todo esse tempo sem comer. Ufa!

(Foto: Reprodução do Facebook)

(Foto: Reprodução do Facebook)

Vídeo de agradecimento

Em um vídeo divulgado pelo Hospital Chiangrai Prachanukroh, os meninos falam pela primeira vez ao público.”Obrigado a todos pelo seu apoio, e aqueles que vêm de todo o mundo para me ajudar”, diz Sompong Jaiwong, de 13 anos.

O garoto que se comunicou com os mergulhadores em inglês, identificado como Adul Sam-on, usou a língua novamente para agradecer. “Olá. Eu sou Adul. Agora estou muito bem. Eu sou muito grato com cuidado e torcida de todo mundo. Muito obrigado”, ele fala.

Chanin, mais um dos meninos que fala na gravação, aproveita o momento para fazer um pedido especial: “eu queria sushi!”. Nas imagens, os garotos são identificados por números nas cabeceiras das camas e todos usam máscaras hospitalares.

(Foto: Reprodução Youtube)

(Foto: Reprodução Youtube)

Leia também:

É de partir o coração: meninos tailandeses choram ao saber da morte de mergulhador

Vem ver já a reação dos meninos que foram encontrados em caverna tailandesa. Tá preparada?

Menina de 5 anos salva mãe e irmão mais novo após acidente de carro

Muito emocionante: Mãe arrisca a vida e salva os três filhos de incêndio

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/boa-noticia-meninos-tailandeses-deixam-hospital-antes-do-previsto/feed/ 0
Sabia que você pode ser processado por ser administrador de grupo do WhatsApp? https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/sabia-que-voce-pode-ser-processado-por-ser-administrador-de-grupo-do-whatsapp/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/sabia-que-voce-pode-ser-processado-por-ser-administrador-de-grupo-do-whatsapp/#respond Tue, 17 Jul 2018 22:29:22 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100055 appcelular

(iStock)

Dizem que a internet é terra sem lei mas, aparentemente, as coisas estão mudando. A justiça vem tentando educar os usuários de plataformas digitais e evitar que o bullying corra solto. Mas não são apenas os ofensores que podem ser responsabilizados. Os administradores também terão que redobrar a atenção.

No mês de maio, uma garota que gerenciava um grupo do WhatsApp foi condenada pela Justiça de São Paulo a pagar R$3.000 a participantes de um grupo gerenciado por ela chamado “Jogo na cada da Gigi”, que havia sido criado em 2014 quando ela tinha 15 anos e reunia seus colegas de escola.

O que aconteceu? Alguns garotos começaram a disparar ofensas homofóbicas contra três dos integrantes. Em meio a discussão, a jovem até havia decidido acabar com o grupo, no entanto, voltou atrás e criou outro, no qual as ofensas continuaram. Ela, em nenhum momento, ofendeu os meninos. “Não há demonstração alguma de que a apelada tenha, ela própria, ofendido diretamente os apelantes”, escreveu o desembargador Soares Levada escreveu em sua sentença.

No entanto, de acordo com o desembargador, a menina cometeu um ato ilícito ao não excluir quem praticava o bullying do grupo e nem tentar diminuir as provocações – inclusive, enviou um emoji de risada em resposta a uma mensagem. Assim, o desembargador entendeu que a atitude se enquadra no artigo 186 do código civil.

E o que diz esse artigo? “Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito”, ou seja, que é ilegal ela não ter se pronunciado vendo que o direito dos usuários estava sendo violado com o bullying – que pode ser considerado um ato de violência psicológica. O administrador é a pessoa próxima a cada postagem e capaz de acabar com essas condutas.

Bullying

O psiquiatra especialista em comportamento humano, drogas e sexualidade Daniel Sócrates explica que o termo tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. “Refere-se a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder”, diz o médico.

As vítimas de bullying sofrem grande pressão e em decorrência disso, tornam-se frágeis. É comum que passem a apresentar alguns sinais físicos e psicológicos. Observar esses sinais pode ajudar pais e professores a identificar a ocorrência do problema.

É importante ensinar aos seus filhos a importância de eles não participarem desse tipo de intimidação caso seus amigos estejam praticando. Fale que eles não devem se envolver, responder ou encaminhar esse tipo de mensagem. Que eles devem informar a você toda vez que isso acontecer ou que ele for vítima de bullying. Se o bullying for online, imprima as mensagens ofensivas, incluindo as datas e horários de quando elas foram recebidas. Relate o cyberbullying à escola e entre em contato com a polícia local se sentir que necessário.

Leia mais:

Conheça 4 tipos de bullying e saiba como lidar em cada caso

Grupos de mães e pais no whatsapp: amar ou odiar?

Bullying virtual – Dez dicas para identificar e agir

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/sabia-que-voce-pode-ser-processado-por-ser-administrador-de-grupo-do-whatsapp/feed/ 0
Pessoas que estavam na boia relatam o pânico que passaram no Beach Park https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/pessoas-que-estavam-na-boia-relatam-o-panico-que-passaram-no-beach-park/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/pessoas-que-estavam-na-boia-relatam-o-panico-que-passaram-no-beach-park/#respond Tue, 17 Jul 2018 21:55:42 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100073 (Reprodução/Facebook)

(Reprodução/Facebook)

O Beach Park deu mais detalhes sobre o acidente do radialista Ricardo Hill, que morreu ontem no parque aquático. Em nota divulgada nesta terça-feira (17), a empresa informou que a boia em que estava Ricardo e outras três pessoas virou dentro do toboágua, mas não chegou a ultrapassar a barreira de contenção do brinquedo “Vainkará”. A boia só teria virado no final do percurso, perto da piscina.

Ricardo passava as férias no Ceará com a mulher, Silvia, e a filha de 8 anos, Luciane, e teve um traumatismo craniano após o acidente. Segundo o boletim de ocorrência, outras três pessoas estavam ao lado da vítima: os turistas Mateus Sena e Tarcisio Pontes, que saíram ilesos, e Michele Laverde que teve ferimentos nos braços e no peito. Mateus ainda relatou para a polícia que Ricardo teria caído de cabeça e sofrido sangramentos, enquanto a família da vítima ficou meia hora sem informações após o ocorrido.

As testemunhas disseram que foram arremessados da boia quando faziam uma curva na descida do brinquedo. Mateus disse que Hill teria pedido para ir na boia com ele, a namorada e um amigo. No brinquedo, há um alerta para o peso máximo de até 320 quilos e até quatro pessoas na boia, mas não houve fiscalização na hora para checar se eles ultrapassavam esse peso. Prova disso é que, segundo o G1, as testemunhas Mateus, Tarcisio e Michele pesam juntos 305 quilos. Então, com o peso de Ricardo, o grupo deve somar bem mais do que o peso máximo recomendado para descer no toboágua.

Caso em investigação

O Beach Park informou que a perícia está sendo realizada pelas autoridades e que as causas do acidente só serão confirmadas depois do fim dos trabalhos de investigação. O parque aquático também afirmou que possui alvará de funcionamento e fez testes em todas as atrações do parque, inclusive no Vainkará, onde aconteceu o acidente. O toboágua foi inaugurado no último sábado (14) e tem 150 metros de percurso, o equivalente a uma altura de um prédio de 18 andares.

O acidente de Ricardo não foi o primeiro que aconteceu nos brinquedos do parque neste ano. Em janeiro, um grupo de turistas chegou a furar boias para escapar de uma possível tragédia no brinquedo Arrepio. A ocasião foi relatada no site Tripadvisor pelos turistas: “O salva-vidas não sabia o que fazer, a água foi subindo, as pessoas gritando e bebendo água… tivemos que furar as boias com os dentes para não ficar sem ar. Por pouco não morremos afogados dentro do tubo. Foi a pior experiência da minha vida. Meu filho está em choque”, relatou um homem chamado Maurício, que afirmou ser um dos envolvidos no acidente.

Leia também:

Estamos em choque! Visitante morre em novo brinquedo do Beach Park

Seu comportamento pode evitar acidentes: 5 passos para ser um bom passageiro no carro

Segurança sempre! Risco de morte de criança sem cadeirinha é de 75% em acidentes

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/pessoas-que-estavam-na-boia-relatam-o-panico-que-passaram-no-beach-park/feed/ 0
O buraco é mais embaixo: OMS classifica a alienação parental como doença https://paisefilhos.uol.com.br/familia/o-buraco-e-mais-embaixo-oms-classifica-a-alienacao-parental-como-doenca/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/o-buraco-e-mais-embaixo-oms-classifica-a-alienacao-parental-como-doenca/#respond Tue, 17 Jul 2018 21:05:43 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100056 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

É muito comum ver filhos de pais separados ou divorciados sofrerem alienação parental por parte de um dos pais, ou seja, quando um dos genitores, ou ainda quem tem a guarda ou da tutela da criança, faz pressão para que ela tome partido de um lado, destruindo a imagem do outro e causando angústia e insegurança.

O assunto é tão sério que a Organização Mundial da Saúde reconheceu a síndrome da alienação parental como uma doença. Desde o mês de junho, ela está inserida na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, mais conhecida como CID.

De acordo com um levantamento do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, as ações envolvendo esse ato subiram 5,5% de 2016 para 2017. Além do aumento no volume dos processos, a forma como acontecem essas agressões também é alarmante. Os casos vão desde desqualificar o outro [pai ou mãe] e dificultar a convivência, até falsas denúncias de abuso sexual, o que inclui implantação de memórias falsas nas crianças.

Para Hannetie Sato, especialista em Direito de Família do Peixoto & Cury Advogados, essa alienação pode ocorrer de formas diferentes. “Um dos exemplos mais comuns é quando um genitor fala mal do outro para o seus filhos. Também há o caso em que um dos pais decide de forma deliberada, sem qualquer consentimento ou até mesmo discussão com o outro, o que considera ser o melhor para o filho. Obviamente, não se trata apenas de uma discordância entre os adultos, mas de condutas que prejudicam o filho”, explica.

Assunto sério

No Brasil, um grande marco para combater a alienação parental foi a Lei nº 12.318, de 26 de agosto de 2010, que regulamenta quais são as ações ou omissões correspondentes a esse tipo de ato, além de consequências e penalidades que os alienadores podem sofrer. Em abril de 2017, também passou a vigorar a Lei nº 13.431/17, que reconheceu a prática como forma de violência psicológica ao menor.

Segundo a advogada especializada em Direito da Família, Gardennia Mauri Bonatto, entre os mecanismos de punição previstos pela lei de alienação parental, há a advertência, a ampliação do regime de convivência familiar em favor do genitor alienado, multa ao alienador e até a alteração para guarda compartilhada. Também pode acontecer um acompanhamento psicológico e a suspensão da autoridade parental.

De acordo com Luiz Kignel, especialista em Direito de Família e sócio do PLKC Advogados, os pais não devem misturar suas frustrações conjugais com o direito dos filhos de conviver em família. “Os casais têm a obrigação de respeitar seus próprios filhos durante o processo de divórcio. Eles já terão sua parte de prejuízo no rompimento da vida conjugal dos pais, não é justo aumentar ainda mais esse sofrimento”.

Para o especialista, a alienação parental pode causar ainda consequências futuras nas crianças, já que elas não construíram relações com ambos os pais na infância. E isso pode refletir em suas vidas pessoais, especialmente quando esses filhos forem procurar parceiros e formar suas famílias.

Leia também:

Alienação parental: Será que você pratica e nem percebe?

Alienação parental: o que é?

Cadê o pai dessa criança?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/o-buraco-e-mais-embaixo-oms-classifica-a-alienacao-parental-como-doenca/feed/ 0
Menina com paralisia cerebral percebe que o irmão está em perigo e reage para salvá-lo https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-com-paralisia-cerebral-percebe-que-o-irmao-esta-em-perigo-e-reage-para-salva-lo/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-com-paralisia-cerebral-percebe-que-o-irmao-esta-em-perigo-e-reage-para-salva-lo/#respond Tue, 17 Jul 2018 15:22:01 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99987 paralisia (1)

(Foto: Divulgação CNN)

Uma menina com paralisia cerebral salvou seu irmão de se afogar, em Dartmouth, na Escócia. Lexie Comeau-Drisdelle viu seu Leeland, de apenas 1 ano, pulando na piscina de casa sozinho e logo percebeu que ele estava se afogando.

Para chamar atenção da família, a menina gritou muito alto até que sua avó, Nancy Comeau-Drisdelle, foi ver o que estava acontecendo. Lexie continuou gritando e apontando em direção à piscina até que a avó percebeu que o menino não estava por perto.

“Quando minha mãe me contou o que estava acontecendo, na hora olhei pela janela e lá, bem na borda da piscina, vi a cabecinha dele”, disse a mãe, Kelly Jackson, à CNN. “Entrei em pânico e minha mãe rapidamente correu na direção dele e o puxou para fora”. Kelly ainda contou que, por um momento, pensou que as coisas não acabariam bem. “Nós o abraçamos um milhão de vezes. Em dois segundos uma vida pode mudar e estamos agradecidos por Lexie ter sido tão rápida em nos alertar”.

O Conselho Regional de Halifax e o departamento de polícia da cidade homenagearam a menina. “Você não precisa andar, falar e ter todos os seus sentidos. Você pode se fazer ouvir e consegue pode ajudar. E sim, ela salvou a vida dele”, completou a avó.

 

Leia também

Esse menino é um verdadeiro herói!

Herói até na certidão: veja 9 nomes de crianças inspirados na Marvel

Herói da vida real! Ex-soldado do exército chinês escala prédio e salva criança de 2 anos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-com-paralisia-cerebral-percebe-que-o-irmao-esta-em-perigo-e-reage-para-salva-lo/feed/ 0
Casal pode se divorciar para ter condições de cuidar da saúde da filha https://paisefilhos.uol.com.br/familia/casal-pode-se-divorciar-para-ter-condicoes-de-cuidar-da-saude-da-filha/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/casal-pode-se-divorciar-para-ter-condicoes-de-cuidar-da-saude-da-filha/#respond Tue, 17 Jul 2018 13:31:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99983 casaldivorcio

(Foto: Divulgação WFAA)

Esses dois estão dispostos a fazer tudo o que for possível – e impossível – para que seus filhos estejam bem e tenham qualidade de vida. Esse casal do Texas está encarando problemas de saúde de sua filha e para passar por isso da melhor maneira possível, estão considerando se divorciar. Leia a história deles para entender o que está acontecendo.

Quando Maria e Jake Grey, um casal da cidade de Sanger, no Texas, fizeram seus votos de casamento nove anos atrás eles realmente disseram que apenas a morte iria separar eles. Mas seus problemas começaram quando sua filha de seis anos, Brighton, foi diagnosticada desde o nascimento com uma rara síndrome cromossômica, a Síndrome de Wolf-Hirschhorn. Apesar de terem plano de sáude, os Grey pagam em média 15 mil dólares por ano com os custos de saúde de sua filha – e é por isso que eles estão pensando em se divorciar.

Jake, um veterano do exército e pai de duas crianças, contou à afiliada de ABC News, a WFAA, que ele não pode mais gastar mais de 30% de seu salário de 40 mil dólares com as despesas médicas de sua filha. Por enquanto, o divórcio é a opção mais plausível para o casal.

“Nós lutamos e lutamos contra isso, e eu não sei, acho que agora chegamos em um ponto em que sentimos que essa é uma possibilidade real”, ele disse.

Por causa do diagnóstico de Brighton, ela provavelmente precisará de cuidados por tempo integral para o resto de sua vida. De acordo com a WFAA, ela tem “deficiência auditiva e visual, convulsões, problemas cardíacos e renais e mais coisas”. Por causa do salário de Jake, a família não pode se qualificar para participar do Medicaid, um programa de saúde social dos EUA para famílias e indivíduos de baixa renda, o que os deixa com poucas opções. Como uma mãe solteira, desempregada e com dois filhos, Maria seria capaz de dar à Brighton os cuidados para se qualificar para o Medicaid – embora Jake não se sinta bem com essa escolha.

“Eu sinto que isso é moralmente errado e acho também que é algo muito conflitante para mim, porque eu acho que o que está acontecendo com a gente é moralmente errado”, disse Jake.

Mas quando as necessidades aparecem, os Grey farão qualquer coisa para que sua filha tenha uma qualidade de vida decente. “Nós prometemos para nós mesmo e para ela que faríamos qualquer coisa para tornar a vida dela, pelo tempo que ela estiver conosco, a melhor possível”, Maria contou.

Os Grey não desejam para ninguém o que eles estão passando e ainda esperam por outra solução. “Ter que escolher entre seu casamento e sua filha é algo muito estranho de lidar” disse Jake, que ainda completou que não conseguiria imaginar passar por tudo isso com outra pessoa ao lado dele.

Leia também 

Mãe escreve carta à filha pequena para contar sobre divórcio

8 fronteiras que padastros NÃO devem cruzar

É seu direito! Custeio de fertilizações é obrigatório pelo SUS e planos de saúde

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/casal-pode-se-divorciar-para-ter-condicoes-de-cuidar-da-saude-da-filha/feed/ 0
Estamos em choque! Visitante morre em novo brinquedo do Beach Park https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/estamos-em-choque-visitante-morre-em-novo-brinquedo-do-beach-park/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/estamos-em-choque-visitante-morre-em-novo-brinquedo-do-beach-park/#respond Mon, 16 Jul 2018 23:05:43 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=100031 (Reprodução/Facebook)

(Reprodução/Facebook)

Um turista de Sorocaba morreu nesta segunda-feira (16) depois de um acidente em um brinquedo do parque aquático Beach Park, no Ceará. Segundo a empresa, “a equipe de segurança aquática realizou o atendimento à vítima de forma imediata, mas infelizmente o visitante foi a óbito.” O visitante era Ricardo José Hilário Silva, 43, radialista e conhecido como Ricardo Hill.

Ricardo caiu da boia do brinquedo Vainkará, que foi inaugurado no último sábado (14). De acordo com um relato de dois turistas que estavam com a vítima no momento do acidente, a boia teria passado da altura da parede lateral do toboágua na última curva. A atração tem 150 metros de percurso, equivalente a uma altura de um prédio de 18 andares, promete sensação de gravidade zero e teve um custo de 15 milhões de reais.

Segundo o Beach Park, o Vainkará foi fechado logo após a ocorrência e só será reaberto ao público após análise pericial. O parque não funcionará nesta terça-feira (17) em respeito à família da vítima. E não é a primeira vez que acontece uma tragédia nas dependências do Beach Park: em 2002, um menino de 7 anos foi vítima de afogamento no brinquedo Correnteza Encantada, um riacho com uma correnteza artificial, e morreu.

Veja a nota da empresa sobre o caso na íntegra:

“O Beach Park Entretenimento confirma que foi registrado um acidente em uma das atrações do parque aquático na tarde desta segunda-feira, 16 de julho. A equipe de segurança aquática realizou o atendimento à vítima de forma imediata, mas infelizmente o visitante foi a óbito. O Beach Park lamenta profundamente o ocorrido e está dando todo o apoio, suporte e atenção para a família.

Após o acidente, o parque encerrou as atividades da atração, que só voltará a abrir após a apuração pericial que será realizada pelas autoridades competentes na investigação das causas do acidente. Em respeito à família, o parque não funcionará amanhã, dia 17 de julho.

O Beach Park reforça seu compromisso prioritário com a segurança e a integridade de seus visitantes e por isso realiza treinamentos com a equipe de segurança e de primeiros socorros diariamente”.

Estamos aguardando a apuração desse caso para entender melhor o que aconteceu. E que isso não se repita com outras famílias!

Leia também:

É de partir o coração: meninos tailandeses choram ao saber da morte de mergulhador

Cuidado! Chupeta causa ferimento grave no rosto de bebê

Sarampo: porque você precisa se preocupar

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/estamos-em-choque-visitante-morre-em-novo-brinquedo-do-beach-park/feed/ 0
A gente amou! Veja fotos de algumas das nossas leitoras grávidas https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/a-gente-amou-veja-fotos-de-algumas-das-nossas-leitoras-gravidas/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/a-gente-amou-veja-fotos-de-algumas-das-nossas-leitoras-gravidas/#respond Mon, 16 Jul 2018 22:52:01 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99986 A gravidez é um momento único na vida de uma mulher e, por isso, registrar cada mês é muito especial para essas futuras mães, aliás, a ansiedade está a mil. Compartilhamos no nosso Instagram uma foto da Andressa Suita, esposa do cantor Gusttavo Lima, mostrando sua barriga de oito meses de gestação e pedimos para que nossas leitoras nos mandassem suas fotos grávidas também. O resultado foi maravilhoso! Vem ver:

A Thayná Pinheiro com a sua barriga linda!

1

(Foto: Arquivo Pessoal)

A Fernanda Lima tem dois meninos e está a espera de uma menina, a Isabella.

2

(Foto: Arquivo Pessoal)

Assim como a Andressa Suita, a Adriana Pansieri também está de oito meses.

3

(Foto: Arquivo Pessoal)

E a barriga junina da nossa seguidora Ohanna Rossi? Amamos!

4

(Foto: Arquivo Pessoal)

Já a Ana Barella optou por um ensaio para registrar esse momento. Ficou lindo!

5

(Foto: Arquivo Pessoal)

A Melissa Machado vai ser mãe novamente após 13 anos. Sua pequena, Helena, chega logo.

6

(Foto: Arquivo Pessoal)

Bruna Vieira está de sete meses e muito ansiosa. A gente acha que o cachorro lá atrás também, não é?!

7

(Foto: Arquivo Pessoal)

Mãe de gêmeos de primeira viagem. Sim! Essa é a Luana Furtado, de 22 semanas.

8

(Foto: Arquivo Pessoal)

E essa foto linda da Thiara Giovana Rieper? Que sonho!

(Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

A Fran Fischer Justus fez uma daquelas montagens que a gente ama: a evolução da barriga até o bebê nascer.

9

(Foto: Arquivo Pessoal)

Barrigão grande é com a Andressa Borges. Dá uma olhada:

10

(Foto: Arquivo Pessoal)

E para finalizar, a gente amou essa foto da silhueta da Isadora Cedrola.

11

(Foto: Arquivo Pessoal)

Leia também:

A primeira amamentação das nossas leitoras

7 relatos de nossas leitoras que comprovam a confusão do cérebro da grávida

A melhor parte da cerimônia: Veja as fotos dos pajens e damas de honra que nossos leitores nos enviaram

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/a-gente-amou-veja-fotos-de-algumas-das-nossas-leitoras-gravidas/feed/ 0
Os hormônios vão tirar você do eixo na gravidez. Mas relaxa, passa! https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/os-hormonios-vao-tirar-voce-do-eixo-na-gravidez-mas-relaxa-passa/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/os-hormonios-vao-tirar-voce-do-eixo-na-gravidez-mas-relaxa-passa/#respond Mon, 16 Jul 2018 21:09:42 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99441 pretty-caucasian-girl-covers-her-face-with-her-hands-picture-id844360924

(Foto: iStock)

Deu positivo! Depois desse resultado começa a jornada dos pais até o dia do nascimento do bebê. A mulher passa por mudanças na casa, na rotina, na família e nos hormônios! Sendo que este último item pesa mais. “Desde o diagnóstico da gestação até o parto, a ação desses hormônios pode ser notada, seja promovendo modificações no corpo e/ou permitindo que o embrião e o feto tenham asseguradas as melhores condições para sua formação completa”, diz Vander Guimarães Silva, ginecologista e obstetra, professor titular de Saúde da Mulher da Faculdade de Medicina de Petrópolis, filho de Maria das Graças e José.

A maior parte dessas mudanças é estimulada por alterações hormonais que aparecem especificamente durante a gestação. “Os hormônios mais importantes são o estrogênio, a progesterona, o hormônio liberador de corticotrofi – na, o lactogênio placentário, a somatomamotropina humana, a prolactina e a ocitocina, além do gonadotrófico coriônico”, completa o especialista.

E o que esses nomes estranhos têm a ver com o que você está sentindo? Vamos explicar. Um dos primeiros hormônios, o Beta HCG (hormônio gonadotrófico coriônico), traz a certeza para os médicos e pais de que há mesmo um bebê a caminho. E ele também é responsável pelas incômodas náuseas.

“A função desse hormônio é assegurar que a fixação do ovo (zigoto) no interior do útero esteja garantida, permitindo assim o desenvolvimento do embrião”, explica Vander. A partir de 14 semanas de gravidez, aproximadamente no terceiro mês, a placenta passa a ser quem comanda boa parte dos hormônios que irão influenciar no resto da gestação. E então a tendência é diminuírem os enjoos.

No caso das alterações de humor a culpada é a ocitocina. Seu humor se transformou numa enorme montanha-russa? Pois bem, melhor se preparar, porque isso fará companhia para você (e para a sua família) até durante o pós-parto. Mas a notícia boa é que passa! “A melhor forma para tirar essa fase de letra é com o apoio e compreensão da família. A presença dos familiares por meio de incentivos, cuidados e suporte é essencial para a recuperação do bem-estar da mãe e do recém-nascido”, afirma Vander.

Atividade física também ajuda! “O exercício físico é um ótimo colaborador para as mães, trabalhando para amenizar a ansiedade. E, se tiver um suporte psicológico com um especialista, melhor!”, aconselha Alberto Guimarães, ginecologista e obstetra na Clínica Parto Sem Medo, pai de Beatriz e João Victor.

“No final do período gestacional, por volta das 40 semanas, há uma queda desses níveis hormonais e entram em ação a ocitocina e prolactina, que estimulam as contrações uterinas e a ejeção do leite materno”, completa o obstetra.

Fique alerta

Essas alterações de hormônio também podem desencadear problemas psicológicos. “A depressão pós-parto e a psicose puerperal são os principais transtornos que podem aparecer no puerpério”, afirma o dr. Alberto. Puerpério é o período no qual os órgãos genitais e o estado geral da mulher retornarão às condições anteriores à gestação. Essas mudanças não são somente físicas, mas também psíquicas e hormonais.

Nesse período algumas mulheres sentem uma tristeza profunda, mas isso é normal se permanecer apenas por alguns dias. “É uma condição encontrada com muita frequência, porém com sintomatologia branda, que não requer medicação”, afirma Vander. Esse descontentamento, mais conhecido como baby blues, costuma durar de 10 a 15 dias. Já a depressão pós-parto é um sentimento que persiste e pode levar até à rejeição do bebê por parte da mãe. “Normalmente está relacionado a uma história familiar ou pessoal prévia de patologia psiquiátrica. A gravidez, o parto e os primeiros dias após o nascimento do bebê funcionam como fatores que desencadeiam tais condições”, explica o ginecologista.

Não deixe de conversar com o seu médico. O especialista irá avaliar se as condições de cada etapa estão normais e orientar a melhor forma de transição de acordo com cada caso.

Leia também

Sem desespero! A gente te dá dicas para lidar com a segunda gravidez

Sem desculpas! Exercitar-se na gravidez ajuda nas dores durante o parto

Entenda a diferença entre Baby Blues e depressão pós-parto?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/os-hormonios-vao-tirar-voce-do-eixo-na-gravidez-mas-relaxa-passa/feed/ 0
Saiba os riscos de medicar seu filho com doutor Google https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/saiba-os-riscos-de-medicar-seu-filho-com-doutor-google/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/saiba-os-riscos-de-medicar-seu-filho-com-doutor-google/#respond Mon, 16 Jul 2018 20:19:41 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99976 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Você provavelmente é daquelas mães que nunca acham que as coisas vão acontecer com o seu filho, não é? Mas aqui está um motivo para você ficar sempre alerta. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), todos os dias cerca de 37 crianças e adolescentes entre 0 a 19 anos sofrem efeitos da intoxicação ou envenenamento pelo uso inadequado de medicamentos.

Os números são de cair o queixo e mostram como é importante ter atenção redobrada, já que ao longo de 18 anos foram 245 mil casos de intoxicação em pessoas com esse intervalo de idade e 240 mortes. “Mais da metade dos casos registrados referem-se a acidentes com crianças de um a quatro anos. Elas são naturalmente muito curiosas e querem colocar tudo na boca, o que faz parte do desenvolvimento”, esclarece Luciana Rodrigues da Silva, presidente da SBP.

E olha só: a intoxicação não acontece somente com a criança que ingere algo tóxico, mas também quando os pais resolvem medicá-la sem uma prescrição médica. Fica aí o alerta! Conselhos de amigos podem não servir para o seu filho e isso pode ser muito perigoso. E vale lembrar que mesmo com a receita médica, é necessário ter cuidado.

Além do cuidado dos pais, a SBP enviou aos médicos um Guia Prático de Atualização sobre “Intoxicações agudas por medicamentos de uso comum em pediatria”. Nele, dicas mostram os riscos de alguns medicamentos.

Leia também:

Sempre alerta: escorpiões passam a matar mais que cobras no Brasil

Sempre alerta: bebê consegue escalar a escada da piscina e dá susto nos pais

Sempre alerta: mangueira de jardim causa queimaduras de segundo grau em bebê

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/saiba-os-riscos-de-medicar-seu-filho-com-doutor-google/feed/ 0
A gente amou as fotos oficiais do batismo do príncipe Louis, terceiro filho de William e Kate https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/a-gente-amou-as-fotos-oficiais-do-batismo-do-principe-louis-terceiro-filho-de-william-e-kate/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/a-gente-amou-as-fotos-oficiais-do-batismo-do-principe-louis-terceiro-filho-de-william-e-kate/#respond Mon, 16 Jul 2018 13:55:39 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99950

As fotos oficiais do batizado do príncipe Louis, filho caçula do duque e duquesa de Cambridge William e Kate Middleton, com toda a família real, inclusive os tios duque e duquesa de Sussex Harry e Megan Markle, foram divulgadas no último domingo (15) no Instagram do Palácio de Kensington (@kensingtonroyal). O bebê foi batizado na segunda-feira (9) em Londres, Inglaterra.

O que chamou nossa atenção é que a Rainha Elizabeth não aparece nas fotos, a bisavó também não tava na cerimônia do batismo. Louis, de 11 semanas de vida, foi batizado pelo arcebispo de Canterbury, Justin Welby, da Igreja Anglicana, o mesmo que batizou os seus irmãos Charlotte e George

O vestido usado pelo bebê no dia, tradição da família real britânica, foi o mesmo que os outros filhos de Kate usaram – para quem acha que os príncipes e princesas não repetem roupa, se enganou! Adoramos, a duquesa até parece gente como a gente. Veja as fotos:

Leia também:

Gente como a gente: Kate Middleton veste Louis com roupas dos irmãos mais velhos

Príncipe William e Kate têm jeito especial para falar com os filhos

William e Kate anunciam nome do novo bebê real! Veja qual é!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/a-gente-amou-as-fotos-oficiais-do-batismo-do-principe-louis-terceiro-filho-de-william-e-kate/feed/ 0
Sarampo: porque você precisa se preocupar https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/sarampo-porque-voce-precisa-se-preocupar/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/sarampo-porque-voce-precisa-se-preocupar/#respond Mon, 16 Jul 2018 02:00:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99935 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Essa é uma notícia muito triste para a gente, porque desde 2016 o sarampo era considerado erradicado no Brasil. Mas entre 1˚ de janeiro e 23 de maio deste ano, foram registrados 995 casos da doença no país, com um surto nos estados de Amazonas e Roraima, os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com Isabela Garrido, assessora médica em imunização do Fleury Medicina e Saúde, filha de Maria e Sérgio, a explicação que os pesquisadores estão dando para a volta do sarampo no Brasil é pelo fluxo de pessoas que estão imigrando da Venezuela para o Brasil, trazendo o vírus com eles. “Sarampo é uma doença altamente contagiosa, transmitida por gotículas de saliva”, explica Isabela.

A especialista comentou com a gente que principal maneira de prevenção é através da vacina. Alguns movimentos de mães que decidem não vacinar as crianças são preocupantes para os médicos que entendem que a vacinação é a maneira mais eficaz de proteger as crianças de vírus como o do sarampo. “Qualquer não cumprimento rigoroso do calendário vacinal favorece a proliferação da doença”, alerta.

Quais os sintomas?

Af ase inicial lembra um resfriado. A criança pode apresentar febre, coriza, tosse e até conjuntivite. “É característico que a partir do quarto dia o corpo mancha de vermelho, começando pela cabeça”, exemplifica Isabela. 30% das pessoas infectadas evolui para outras doenças mais sérias como a pneumonia. Não há uma medicação específica para tratar o vírus, o que dificulta a recuperação.

A Campanha do Ministério da Saúde começa no próximo mês, agosto, contra poliomelite e sarampo. Fique de olho no site portalms.saude.gov.br para mais informações. Confie nas vacinas, elas irão proteger seu filho. Uma vez com as duas doses ele estará imune ao sarampo.

Leia também:

Brasil é a primeira região do mundo a eliminar o sarampo

7 respostas sobre a vacinação contra polio e sarampo

Vacinação infantil tem menor índice dos últimos 16 anos. Mas você sabe o porquê?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/sarampo-porque-voce-precisa-se-preocupar/feed/ 0
Mãe relata como conseguiu resgatar a relação com a filha depois de se distanciarem https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-relata-como-conseguiu-resgatar-a-relacao-com-a-filha-depois-de-se-distanciarem/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-relata-como-conseguiu-resgatar-a-relacao-com-a-filha-depois-de-se-distanciarem/#respond Mon, 16 Jul 2018 00:53:46 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99936 (Foto: Arquivo pessoal)

(Foto: Arquivo pessoal)

A Ana Paula Santos participou do Lá em Casa é Assim, projeto da Pais&Filhos em parceria com a Natura Mamãe e Bebê, e nos contou sobre o eterno sentimento de culpa que as mães carregam. Em um momento da vida de sua filha, Paula, elas se afastaram e perderam o laço que as unia. Mas Ana conseguiu resgatar a relação da melhor forma: com muito amor. Vem conhecer essa história:

“Comecei a trabalhar logo aos 15 anos de idade e tinha objetivos profissionais muito claros em minha vida. Casei aos 18 anos com o Raul, pai da Paula e meu atual marido. Me formei aos 22 anos e já atuava na minha área de trabalho. Aos 24 anos terminei a pós-graduação e um ano depois descobri que estava grávida da nossa tão sonhada Paulinha. Tão sonhada Paulinha, sim, apesar de sempre termos tido consciência de que antes não era o ‘momento’, imaginávamos cada pedacinho dela, a cor do cabelo, dos olhos, da pele, da sua personalidade. Há mais entre o céu e a terra do que podemos imaginar!

Durante a gestação eu imaginei que seria tranquilo pra mim (psicologicamente) colocar ela em uma creche em período integral, já que não tínhamos a possibilidade de deixá-la com as nossas famílias, e que ela se adaptaria tranquilamente, o que de fato ocorreu, pois fomos extremamente criteriosos na escolha do berçário, e, nas questões de integridade física, eles eram realmente excelentes.

Os quatro meses pós-nascimento foram muito intensos entre mim e a Paula, éramos apenas nós duas e a paz de nossa casa. No primeiro mês, meu marido tirou férias, mas eu estava ali para tudo, tudo mesmo, nem parecia que eu tinha passado por uma cesárea. Banhos com muitas cantorias, muitas conversinhas (um monólogo da minha parte, mas aqueles olhinhos me olhando são inesquecíveis), beijinhos e ‘pororocas’ por todo corpinho, balanços, massagens, músicas, amamentação de quarenta minutos a cada três horas…ela era muito tranquila e eu estava brincando de boneca de verdade!

Não consigo descrever o sofrimento que foi deixar ela no berçário, mas com o tempo tudo torna-se aceitável, menos aquele eterno sentimento de culpa que nós mães carregamos. Ao longo dos anos a minha vida profissional foi ficando cada vez melhor, oportunidades surgiam me colocando em posições mais estratégicas, consequentemente diminuindo meu tempo em família. Não demorou muito para eu perceber também que a Paula, mesmo bebê, não se importava com a minha presença, na verdade ignorava a minha existência. Na época, em conversa com uma especialista, ela me disse que era uma defesa, já que ela não me tinha por perto quando precisava, então, me isolava da “vida dela”.

Ao longo dos anos o nosso relacionamento foi só piorando, ela me rejeitava e, entre eu e o pai, preferia sempre ficar com o pai. Meu coração sangrava e me senti perdida por diversas vezes, quase tudo ia mal, menos meu trabalho. Recebi uma promoção. Vibrei! Logo depois, chorei! Eu trabalhava com Tecnologia da Informação, nada podia parar. Nem eu! Eu devia estar disponível sempre, o que consequentemente me fazia indisponível em minha casa. Num determinado momento, bem conversado em casa, eu resolvi parar. No meu caso, estava difícil conciliar a razão, a emoção, a vontade e o querer.

Aos 4 anos de idade da Paula, começava um novo desafio em nossas vidas, a história de como resgatamos o nosso relacionamento, a confiança, o interesse, a cumplicidade e a amizade. Construir é um processo longo e que requer muito cuidado, atenção e paciência, porém reconstruir é um processo que requer o dobro de tudo isso, pois existe uma memória de desgaste que se não for conduzida de forma cuidadosa pode interferir negativamente neste processo.

Passamos do monólogo a longas conversas, dos choros irritados a boas gargalhadas, do evitar a intensas brincadeiras, dividimos nossos medos, anseios, histórias, dúvidas, certezas, vontades, dores, raiva e o melhor de tudo, fazemos tudo isso porque queremos fazer, porque queremos dividir uma com a outra, não é obrigatório e não há regras. É natural e involuntário, é puro. Ela me salvou e eu salvei ela. Salvamos nossa relação! Lá em casa hoje é assim!”

Leia também:

Mãe faz relato emocionante sobre parto normal da filha, depois de passar por cesárea

Após enfrentar luto da filha, casal transforma dor em felicidade com nova gravidez

Relato de mãe: “Eu não tinha ideia de que me sentiria assim no pós-parto”

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-relata-como-conseguiu-resgatar-a-relacao-com-a-filha-depois-de-se-distanciarem/feed/ 0
Portillo é opção para a sua família esquiar nas férias https://paisefilhos.uol.com.br/familia/portillo-e-opcao-para-a-sua-familia-esquiar-nas-ferias/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/portillo-e-opcao-para-a-sua-familia-esquiar-nas-ferias/#respond Sun, 15 Jul 2018 23:32:10 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99920 (Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

Procurando destino para as férias com as crianças? Você com certeza já ouviu falar sobre o Chile, se não já visitou Santiago e outras cidades próximas a capital. Neste país, tão próximo do nosso, existe uma estação de Ski chamada Portillo. Fica na famosa Cordilheira dos Andes a duas horas de Santiago. Só pela foto acima dá para ver que é um paraíso privado, exclusivo para as pessoas que se hospedam no hotel Portillo.

Ao todo, contando com Hotel e outros tipos de acomodação que eles oferecem, o lugar comporta 450 pessoas. O que dá uma sensação de exclusividade com a quantidade de montanhas imensas ao redor prontas para a galera se aventurar esquiando. Mas o esporte não é só coisa de adulto, lá na estação, instrutores dão aula para crianças a partir dos quatro anos de idade. Então dá para a família inteira se divertir com Ski ou Snowboard, fica a seu critério!

Como dissemos anteriormente não existem apenas quartos dentro do Hotel, em Portillo você também pode optar por ficar hospedado em chalés ou outros tipos de acomodações que segundo a equipe, podem até sair mais em conta. Tem o chalé A1, que comporta até 7 pessoas, o B2, que comporta até 12 pessoas, e o Inca, no melhor estilo hostel, tem quartos para até 4 pessoas e a única diferente, entre ele e os outros tipos de alojamentos, é que o banheiro é compartilhado. Mas é bem mais barato e todos podem utilizar os serviços de Portillo como qualquer outro hospede. 

Além do Ski, há muitas atividades para as crianças. Portillo dispõe do Kids Club gratuito, para crianças de 4 a 11 anos, com monitores o dia inteiro para se divertir com as crianças. Sala de recreação, cinema, quadra de basquete e vôlei, esquibunda, pula-pula inflável e muito mais para o seu filho fazer a festa dentro e fora da neve.

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

E, sim, o que você vê abaixo são piscinas ao ar livre. Mesmo nevando dá para entrar, porque as águas são superaquecidas. De dia a vista é inacreditável, dá para rolar várias fotos para postar no Instagram da família. Parece um contraste enorme estar de biquini na neve, mas é possível encarar o desafio! Acredite em nós.

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

Portillo tem várias pistas para Ski e Snowboard e eles classificam cada uma por cor. As verdes são para os iniciantes; as azuis, para os intermediários e as pretas, para quem é fera. A temporada de neve começa em junho e contaram para a gente que durante este mês, julho, a maioria do público é brasileira (deu para notar). Mas a neva até outubro, na chamada alta temporada.

screen-shot-2017-04-11-at-2-42-53-pm

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

Os preços variam conforte a temporada começa, aumentando quanto mais próximo da alta. As hospedagem podem ser de 3 a 4 noites, chamadas de mini weeks, nas duas primeiras semanas da temporada, a partir deste período as estadias são de 7 noites, são as ski weeks. Na baixa temporada, o valor chega a ser de aproximadamente mil dólares por pessoa a diária. Os preços também variam pela escolha da vista do quarto, lago ou montanha. E crianças até 3 anos não pagam! Você consegue ver todos os preços clicando aqui. Outras informações no site www.skiportillo.com.

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

(Foto: Liam Doran)

Leia também:

Você quer brincar na neve? Aprenda a fazer biscoitos que parecem o Olaf 

6 receitas para fazer com chocolate derretido

Dentro da lei: qual o primeiro passo para se mudar com a família para os Estados Unidos?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/portillo-e-opcao-para-a-sua-familia-esquiar-nas-ferias/feed/ 0
Que alegria! Philippe Coutinho anuncia chegada de segundo bebê https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/que-alegria-philippe-coutinho-anuncia-chegada-de-segundo-bebe/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/que-alegria-philippe-coutinho-anuncia-chegada-de-segundo-bebe/#respond Sun, 15 Jul 2018 18:41:08 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99918 (Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

Durante a Copa do Mundo conhecemos um pouco mais da vida e das famílias dos jogadores da nossa seleção. Foi no mundial também onde Maria, de dois anos, filha de Philippe Coutinho bombou na internet. A boa notícia é que a família vai aumentar! “Nosso sonho se tornando real”, disse Aine, esposa do jogador.

Em uma publicação no Instagram, o jogador não só anunciou a chegada de mais um bebê, como também já revelou o sexo – vem aí mais uma menina! Apesar de não falarem de quantos meses Aine está grávida, o casal já contou aos fãs o nome escolhido. “Esmeralda, te amamos! Pai de menina, gratidão”, ele escreveu.”Que momento especial estamos vivendo… mais uma princesinha para a nossa família! Nossa Esmeralda!”, Aine colocou na legenda.

Entre as fotos lindas do chá revelação, uma, em particular, chama a atenção: Maria, ao lado dos pais, segura uma plaquinha escrito “promovida a irmã mais velha”. Nós amamos!!

Nosso mundo Rosa 💗

Uma publicação compartilhada por Aine Coutinho (@ainee.c) em

Que momento especial estamos vivendo.. mais uma princesinha pra nossa família! Nossa Esmeralda! ❤️

Uma publicação compartilhada por Aine Coutinho (@ainee.c) em

Amando cada detalhe ❤️ @lorenaduquefestas

Uma publicação compartilhada por Aine Coutinho (@ainee.c) em

Nosso sonho se tornando real! 👨👩👧👧💗

Uma publicação compartilhada por Aine Coutinho (@ainee.c) em

 

Leia também

Nós amamos! Filha de Phillippe Coutinho bomba na internet com camiseta personalizada da seleção

Demais! Menino que fez à mão a própria camisa do Philippe Coutinho recebe mensagem do jogador

Em clima de Copa! Vem ver os filhos de famosos que torceram pela seleção

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/que-alegria-philippe-coutinho-anuncia-chegada-de-segundo-bebe/feed/ 0
Boa ação: atriz de Mulher-Maravilha visita hospital infantil fantasiada da personagem https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/boa-acao-atriz-de-mulher-maravilha-visita-hospital-infantil-fantasiada-da-personagem/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/boa-acao-atriz-de-mulher-maravilha-visita-hospital-infantil-fantasiada-da-personagem/#respond Sun, 15 Jul 2018 15:24:43 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99900 (Foto: Reprodução Instagram / @WonderWomanHQ)

(Foto: Reprodução Instagram / @WonderWomanHQ)

Quem já precisou ficar internado sabe como os dias parecem ser mais longos dentro de um hospital. Agora, imagina sendo pai ou mãe de uma criança nessas condições? Por isso, qualquer atividade ou visita diferenciada, torna-se muito especial e faz a alegria de todo mundo.

E foi pensando nisso que a atriz que interpreta a heroína Mulher-Maravilha, Gal Gadot, resolveu dar um passeio no hospital infantil Inova Children’s, em Falls Church, Vigínia, nos Estado Unidos, vestida da personagem. Entre uma gravação e outra, ela aproveitou o look para fazer a alegria das crianças e famílias.

Apesar de a atriz não ter feito nenhuma publicação sobre o assunto, o hospital compartilhou em sua página oficial do Twitter fotos do momento e um agradecimento. “Obrigado, Gal Gadot, por nos visitar no hospital. Você é realmente uma Mulher-Maravilha. As crianças adoraram… e nós da equipe também”, escreveu um dos médicos – que, cá entre nós, também adoraram a visita.

Leia também

Heróis na vida real: Intérpretes de Groot e Mulher Maravilha aparecem juntos com filhos

MOM POWER! Atriz de Mulher-Maravilha gravou cenas do filme grávida

Menina de 3 anos vira Mulher Maravilha em ensaio fotográfico digno de Hollywood

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/boa-acao-atriz-de-mulher-maravilha-visita-hospital-infantil-fantasiada-da-personagem/feed/ 0
4 brincadeiras para desacelerar o seu filho https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-brincadeiras-para-desacelerar-o-seu-filho/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-brincadeiras-para-desacelerar-o-seu-filho/#respond Sun, 15 Jul 2018 15:04:15 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99812 cute-pug-dog-sleep-on-pillow-in-bed-and-wrap-with-blanket-feel-happy-picture-id868098474

(Foto: iStock)

Na sua casa é um corre daqui e dali e seu filho não gosta de brincadeiras que não envolvam agitação e correria? Tá tudo bem, você não é a única e criança tem que gastar energia mesmo. Mas momentos mais calmos também são importantes. Pensando nisso, separamos 4 sugestões para desacelerar os pequenos que são ligados no 220 volts. Dá uma olhada:

1. Incentive seu filho a mudar a maneira como ele anda em alguns momentos. Quando começamos a fazer algo que não estamos acostumados, nossa tendência é diminuir o ritmo. Então, quando ele estiver, por exemplo, brincando no quintal ou na sala, peça para ele andar de costas, de lado, sobre uma linha só, equilibrando uma almofada na cabeça…  

2. Alterne velocidades com uma brincadeira bem simples. Peça para seu filho andar devagar quando você disser tartaruga, andar rápido quando você disser tigre e ficar parado e bem esticado quando você diz árvore. Depois que ele se acostumar com o ritmo, alterne as palavras como numa brincadeira de morto-vivo.

3. Selecione algumas atividades que peçam movimentos mais delicados e cuidadosos, como por exemplo engatinhar por um túnel (desses de tecido) sem tocar nas paredes ou levar uma colher com uma bolinha de pingue pongue de um lado para outro na sala.

4. Quanto maior o passo, mais devagar tem que andar, certo? A graça de brincar de Passos de Gigante é essa: tentar dar o maior passo possível. Peça para seu filho medir quantos passos existem de um lado para outro da sala e depois o desafie a diminuir esse número.

Leia também 

Essas 4 palavras podem mudar a vida do seu filho

4 brincadeiras para estimular o espírito de equipe no seu filho

4 dicas para você ensinar seu filho a andar de bicicleta

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-brincadeiras-para-desacelerar-o-seu-filho/feed/ 0
É de partir o coração: meninos tailandeses choram ao saber da morte de mergulhador https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/e-de-partir-o-coracao-meninos-tailandeses-choram-ao-saber-da-morte-de-mergulhador/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/e-de-partir-o-coracao-meninos-tailandeses-choram-ao-saber-da-morte-de-mergulhador/#respond Sun, 15 Jul 2018 14:21:05 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99885 (Foto: Reprodução / Chiang Rai Prachanukroh Hospital AND Ministry of Public Health / Handout via REUTERS)

(Foto: Reprodução / Chiang Rai Prachanukroh Hospital AND Ministry of Public Health / Handout via REUTERS)

Os doze meninos e o treinador que sobreviveram em uma caverna na Tailândia durante 9 dias e foram resgatados na última terça-feira (10), ficaram sabendo sobre a morte do mergulhador durante a operação e choraram ao receber a notícia.

“Todos choraram e expressaram seus pêsames escrevendo mensagens em um desenho do capitão de corveta Saman e fizeram um minuto de silêncio por ele”, o secretário permanente do Ministério da Saúde, Jedsada Chokdamrongsuk, disse em um comunicado.

Saman Kunan, que era um navegador aposentado da marinha tailandesa, trabalhava como voluntário no resgate dos meninos. No dia 6 de julho, ao tentar ajudar no fornecimento de oxigênio dentro da caverna, Saman acabou morrendo.

(Foto: Reprodução / Chiang Rai Prachanukroh Hospital AND Ministry of Public Health / Handout via REUTERS)

(Foto: Reprodução / Chiang Rai Prachanukroh Hospital AND Ministry of Public Health / Handout via REUTERS)

Vídeo de agradecimento e alta do hospital

Os meninos finalmente terão alta do hospital. A previsão é de que todos sejam liberados na próxima quinta-feira (19), de acordo com comunicado do Ministro da Saúde Piyasakol Sakolsatayadorn para Reuters. “Precisamos preparar as crianças e suas famílias para a atenção que receberão quando saírem”, ele disse.

O garoto que se comunicou com os mergulhadores em inglês, identificado como Adul Sam-on, usou a língua novamente para agradecer. “Olá. Eu sou Adul. Agora estou muito bem. Eu sou muito grato com cuidado e torcida de todo mundo. Muito obrigado”, ele fala.

Leia também:

Vem ver já a reação dos meninos que foram encontrados em caverna tailandesa. Tá preparada?

Menina de 5 anos salva mãe e irmão mais novo após acidente de carro

Muito emocionante: Mãe arrisca a vida e salva os três filhos de incêndio

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/e-de-partir-o-coracao-meninos-tailandeses-choram-ao-saber-da-morte-de-mergulhador/feed/ 0
Chega de estresse: A hora da lição de casa pode ser divertida, sim! https://paisefilhos.uol.com.br/familia/chega-de-estresse-a-hora-da-licao-de-casa-pode-ser-divertida-sim/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/chega-de-estresse-a-hora-da-licao-de-casa-pode-ser-divertida-sim/#respond Sun, 15 Jul 2018 13:44:31 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99842 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Lição de casa é um assunto delicado. Afinal de contas, como tornar esse momento leve e divertido? Entre algumas famílias, essa hora significa estresse e brigas. De acordo com a pedagoga e coordenadora da pós-graduação em Educação Inclusiva do IBFE (Instituto Brasileiro de Formação de Educadores) e mãe da Valentina, Maibí Mascarenhas, alguns dos motivos mais comuns desses problemas são as dificuldades com conteúdos, falta de concentração, tempo apertado, cansaço e falta de vontade. Como driblar tudo isso?

A pedagoga nos passou algumas dicas para tornar o momento da tarefa algo prazeroso, que contribua ainda mais para a aprendizagem da criança. O primeiro passo é o convencimento. É preciso uma argumentação concreta para que seu filho faça o dever de casa. Lembre-o de que, quanto mais rápido ele acabar, mais rápido poderá brincar. Porém, apenas dizer isso não basta. Bloqueie qualquer acesso a outros estímulos que possam atrapalhar. É importante conversar e lembrar também que a lição é uma responsabilidade dele e que existem consequências se ele não cumpri-la, mas que, ao fazer a escolha certa, também terá retornos positivos.
Aproveite pessoas que são referência para ele, como por exemplo artistas, familiares ou outros, e use como exemplos motivadores. Mostre pessoas que atingiram o sucesso por meio de um bom desempenho nos estudos. É preciso falar o quando o aprendizado acadêmico fez e faz parte da carreira escolhida por essas referências.
O segundo passo está relacionado às práticas. É preciso ser o exemplo. Se é hora de estudo e lição, evite interagir com eletrônicos ou outros estímulos. Se dedique a esse momento junto com o seu filho, caso ele precise de uma atenção mais próxima, e mostre seu interesse no aprendizado e nas tarefas. Por mais que a colagem de palavras seja um pouco tedioso, não critique e jamais faça por ele. Dialogue sobre a lição, levante as ideias sobre a percepção do seu filho e deixe que ele exponha o que compreendeu ou não. Este acolhimento será um grande motivador e o fará compreender melhor as próprias estruturas de raciocínio, além de render altas risadas sobre as interpretações infantis.
Ainda sobre as práticas, é importante que você coloque a mão na massa! Vai ter maquete? Fantoche? Elaboração de histórias? Se jogue! Há tarefas a serem feitas junto com a família, então, capriche e se divirta junto. Você vai lembrar que mexer com guache é uma delícia, por exemplo. Faça também brincadeiras de adivinhação para motivar seu filho a fazer a tarefa e combinem que, após colocar as respostas, ele poderá fazer as perguntas da tarefa para você. Suas respostas serão dadas sem olhar e seu filho dirá se você fez pontos ou não.
E nós sabemos que algumas tarefas são cansativas, mas tenha paciência, é assim mesmo. Alguns conteúdos nos deixam em dúvida também. Converse abertamente e, se não houver a solução correta, escreva um bilhete ao professor pedindo ajuda. Isso mostrará que você também tentou dar o seu melhor.
Por fim, seu filho terminou a lição de casa? Então chegou a hora da diversão! Nada mais compensador do que uns minutos juntos, brincando à vontade. Ambas as mentes irão relaxar e esse hábito após a tarefa de casa será uma grande motivação para que as obrigações sejam feitas primeiro.
Leia mais: 
]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/chega-de-estresse-a-hora-da-licao-de-casa-pode-ser-divertida-sim/feed/ 0
Veja o vídeo: meninos tailandeses agradecem por ajuda e têm previsão de alta para a próxima semana https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/veja-o-video-meninos-tailandeses-agradecem-por-ajuda-e-tem-previsao-de-alta-para-a-proxima-semana/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/veja-o-video-meninos-tailandeses-agradecem-por-ajuda-e-tem-previsao-de-alta-para-a-proxima-semana/#respond Sat, 14 Jul 2018 17:25:52 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99870 meninos-tailandeses-terão-alta-video

Que ótima notícia! Os doze meninos e o treinador que sobreviveram em uma caverna na Tailândia durante 9 dias e foram resgatados na última terça-feira (10), finalmente terão alta do hospital. A previsão é de que todos sejam liberados na próxima quinta-feira (19), de acordo com comunicado do Ministro da Saúde Piyasakol Sakolsatayadorn para Reuters. “Precisamos preparar as crianças e suas famílias para a atenção que receberão quando saírem”, ele disse.

Em um vídeo divulgado pelo Hospital Chiangrai Prachanukroh, os meninos falam pela primeira vez ao público.”Obrigado a todos pelo seu apoio, e aqueles que vêm de todo o mundo para me ajudar”, diz Sompong Jaiwong, de 13 anos.

O garoto que se comunicou com os mergulhadores em inglês, identificado como Adul Sam-on, usou a língua novamente para agradecer. “Olá. Eu sou Adul. Agora estou muito bem. Eu sou muito grato com cuidado e torcida de todo mundo. Muito obrigado”, ele fala.

Chanin, mais um dos meninos que fala na gravação, aproveita o momento para fazer um pedido especial: “eu queria sushi!”. Nas imagens, os garotos são identificados por números nas cabeceiras das camas e todos usam máscaras hospitalares.

Confira o vídeo abaixo:

Entenda o caso

No dia 23 de junho, doze adolescentes de um time de futebol, entre 11 e 16 anos de idade, e seu treinador desapareceram na Tailândia. Tudo isso aconteceu por causa de uma excursão pelo complexo de cavernas de Tham Luang, no parque florestal Khun Nam Nang Non, no norte da província de Chiang Rai. Eles ficaram presos depois de uma forte chuva que inundou o local.

Depois de 9 dias de busca e da mobilização de uma equipe com mil socorristas de diversos países – sendo 17 deles experientes em resgate e sobrevivência da Força Aérea dos Estados Unidos e três especialistas de mergulho em cavernas da Grã-Bretanha – os 13 foram encontrados em bom estado de saúde, apesar de terem ficado todo esse tempo sem comer. Ufa!

Na última terça-feira (10), o mundo comemorou o resgate de todos os meninos e o treinador. Após o resgate o grupo foi direto para o hospital e só vão sair quando estiverem recuperados. O jornalista James Massola compartilhou em seu Twitter, recentemente, um vídeo dos meninos no hospital. A publicação já chegou a mais de 5 mil visualizações. A gente torceu bastante pra que todos saíssem da caverna em segurança e agora podemos comemorar!

Leia também:

Vem ver já a reação dos meninos que foram encontrados em caverna tailandesa. Tá preparada?

Menina de 5 anos salva mãe e irmão mais novo após acidente de carro

Muito emocionante: Mãe arrisca a vida e salva os três filhos de incêndio

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/veja-o-video-meninos-tailandeses-agradecem-por-ajuda-e-tem-previsao-de-alta-para-a-proxima-semana/feed/ 0
Mãe também é gente e erra sim! Não se culpe tanto pelas falhas https://paisefilhos.uol.com.br/pais/mae-tambem-e-gente-e-erra-sim-nao-se-culpe-tanto-pelas-falhas/ https://paisefilhos.uol.com.br/pais/mae-tambem-e-gente-e-erra-sim-nao-se-culpe-tanto-pelas-falhas/#respond Sat, 14 Jul 2018 16:03:43 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99866 ajuda

Somos humanas, e, como humanas, nem sempre acertamos. Contudo, vivemos em busca de uma perfeição que não existe, perfeição essa que, inclusive, queremos mostrar para os nossos filhos. Isso pode ser um grande problema.

“O que me ajuda a contornar as coisas é o entendimento de que é humanamente impossível dar conta de absolutamente tudo com perfeição, como nos comerciais de margarina, pois o ser humano por natureza é imperfeito. Saber pedir ajuda e delegar, quando se confia numa outra pessoa, confere paz de espírito”, comenta Marrie Ometto, do blog Mamãe Plugada e mãe da Clara.

A mãe que não comete erros se torna inalcançável para os filhos, que quando erram se sentem culpados. Não tenha medo de mostrar que é vulnerável: assim vai criar uma conexão mais verdadeira com eles. Assumir e superar os medos traz crescimento para a família.

Quando seus filhos forem adultos, eles saberão que errar faz parte e não sofrerão por isso, pois não somos perfeitos. Podemos sempre tentar de novo. “O filho que tem uma mãe que se ama, se respeita, que compreende seu papel social, que não permite ser diminuída em relacionamentos abusivos, certamente terá um referencial para quando pensar na definição da palavra mulher. É preciso mostrar que ser mãe também é ser uma mulher que compreende que pode muito e, por isso, dá conta de tudo o que dispõe a fazer e ainda é linda do jeito que é e, acima de tudo, feliz!”, diz Mayara Cardoso, socióloga e mãe do Isaac.

Ou seja, não se culpe tanto pelas falhas. Afinal, como a gente sempre diz aqui, mãe também é gente!

*Por Carolina Porne, filha de Sandra e Rubens

Leia também

Você precisa de um tempo para você mesma. E sem culpa!

Toque mágico! Você sabia que dar as mãos ao parceiro alivia dores?

O que aconteceria se seu filho escolhesse seu look durante uma semana?

Relato de mãe: “O coração de uma mãe foi feito para quebrar e curar várias vezes. Não desista”

Mãe também é gente: 5 motivos para você sair com suas amigas

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/pais/mae-tambem-e-gente-e-erra-sim-nao-se-culpe-tanto-pelas-falhas/feed/ 0
Criança é tudo igual! Príncipe George faz caras e bocas e leva bronca da babá https://paisefilhos.uol.com.br/mais/crianca-e-tudo-igual-principe-george-faz-caras-e-bocas-e-leva-bronca-da-baba/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/crianca-e-tudo-igual-principe-george-faz-caras-e-bocas-e-leva-bronca-da-baba/#respond Sat, 14 Jul 2018 15:23:03 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99861 (Foto: reprodução instagram/ kensingtonroyal)

(Foto: reprodução instagram/ kensingtonroyal)

Criança é tudo igual, não tem jeito! Até mesmo príncipe George, filho mais velho de príncipe Willian e duquesa Kate Middleton, apronta e leva bronca. Parece que o menino exagerou nas brincadeiras e a babá da família, Maria Borrallo, teve que chamar a atenção dele.

Tudo aconteceu enquanto o evento de comemoração ao centenário da Força Aérea Britânica acontecia do lado de fora do Palácio de Buckinggham e as crianças, George e Charlotte, brincavam na janela. A cena em que as crianças fazem caras e bocas e o menino leva bronca e ainda é tirado da janela está em um vídeo que caiu nas redes sociais e está bombando.

Ficou curioso? Então confira abaixo:

Leia também:

Kate Middleton desabafa: “Nada pode te preparar para a experiência de ser mãe”

Rapidinha, ela! Kate Middleton estaria grávida do quarto filho

Kate Middleton conta o que ela mais gosta de fazer em família

Gente como a gente: Kate Middleton veste Louis com roupas dos irmãos mais velhos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/crianca-e-tudo-igual-principe-george-faz-caras-e-bocas-e-leva-bronca-da-baba/feed/ 0
Cuidado! Chupeta causa ferimento grave no rosto de bebê https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/cuidado-chupeta-causa-ferimento-grave-no-rosto-de-bebe/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/cuidado-chupeta-causa-ferimento-grave-no-rosto-de-bebe/#respond Sat, 14 Jul 2018 14:37:20 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99784 baby-pacifier-picture-id578265000

(Foto: iStock)

Mãe não mede esforços quando o assunto é a segurança do filho. Mas o que você faria se descobrisse que um item tão comum e tão usado por bebês como a chupeta poderia causar um machucado (sério) nele? Kristen Millhone passou por essa experiência, deu tudo certo e o bebê está bem, mas ela resolveu compartilhar sua histórias nas redes sociais como um aviso de cuidado para todos os pais.

Kristen é mãe e mora em Lowell, cidade de Michigan. Ela procura alertar os pais sobre o perigo de colocar seus bebês na cama com chupetas de um modelo específico depois que seu filho de 7 meses, Jack, foi queimado pela sua enquanto dormia. Ela soube que havia algo de errado quando Jack acordou chorando. Ao pegar o bebê no colo, ela reparou que ele tinha uma queimadura séria na lateral do rosto, causada pela sua chupeta – que é daquele modelo que não tem a parte de trás tampada. Em um post do Facebook, ela explicou exatamente o que aconteceu.

“Esta manhã eu acordei com o barulho do meu bebê, como de costume, mas algo estava diferente”, ela escreveu. “Meu filho tinha uma grande, vermelha e inchada bolha do lado esquerdo de seu rosto (lado em que estava deitado). Imediatamente eu imaginei que era uma queimadura química”

chupeta

(Foto: Reprodução Facebook Kristen Milhone)

Kristen sabia que ela não queria perder tempo e levou a criança rapidamente para o hospital. No caminho para lá, ela ficou tentando imaginar como aquilo poderia ter acontecido.

“Enquanto eu juntava suas coisas para levá-lo ao Hospital Infantil Helen DeVos, eu pensei ‘bem, pode ter sido algo que estava no berço’ mas esse pesamento foi embora rapidamente porque não havia nada além de Jack e o berço. Quer dizer, nada que comerciais, livros e médicos não digam que não seja seguro.”

Apesar de os médicos no início não saberem ao certo o que causou a queimadura, mais tarde eles confirmaram que a chupeta era a responsável pelo machucado. A conclusão veio depois que mediram a parte de trás do objeto e comparar com o tamanho da bolha no rosto de Jack.

“Após os exames dos médicos, eles determinaram que foi uma queimadura de sucção feita pela chupeta”, ela escreveu. “Enquanto Jack se mexia na cama durante a noite, ele por acaso criou uma sucção entre sua têmpora esquerda e a parte de trás da chupeta. O diâmetro da ferida e do buraco do objeto eram exatamente iguais!”

Embora Jack esteja se recuperando de seu machucado e a queimadura esteja desaparecendo, Kristen ainda quer que pais sejam mais cuidadosos quando colocarem seus filhos para dormir com suas chupetas. “Nunca mais usarei esses produtos uma vez que podemos usar outros substitutos. Até isso acontecer, seu uso será monitorado com mais cautela.”

chupeta2

(Foto: Reprodução Facebook Kristen Milhone)

Leia também

Sempre alerta: mangueira de jardim causa queimaduras de segundo grau em bebê

Você não pode descer o escorregador com seu filho no colo. Veja o que aconteceu com essa mãe

Mãe faz desabafo sobre doença da filha de 2 anos e bomba na internet

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/cuidado-chupeta-causa-ferimento-grave-no-rosto-de-bebe/feed/ 0
De partir o coração: Serena Williams perde os primeiros passos de sua filha e faz desabafo https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/de-partir-o-coracao-serena-williams-perde-os-primeiros-passos-de-sua-filha-e-faz-desabafo/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/de-partir-o-coracao-serena-williams-perde-os-primeiros-passos-de-sua-filha-e-faz-desabafo/#respond Sat, 14 Jul 2018 14:21:01 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99820 (Foto: Reprodução Instagram)

(Foto: Reprodução Instagram)

A tenista Serena Williams avançou para as oitavas de final do torneio de Wimbledon na edição do Grand Slam britânico e essa foi a 17ª vitória consecutiva da jogadora, mas ela não estava tão feliz assim. Em sua conta no Twitter, ela lamentou ter perdido os primeiros passos de sua filha de dez meses, Alexis Olympia:

“Ela deu seus primeiros passos… Eu estava treinando e perdi. Eu chorei”

De partir o coração, não é? Além disso, essa não é a primeira vez que a atleta demonstra ter dificuldade em conciliar o trabalho com a maternidade. “Eu não sei se quero jogar se tiver outro bebê. Tenho que falar com meu marido. Precisamos de um plano”, disse em entrevista à revista InStyle.

Conciliação

Mulheres são especialistas em fazer mil coisas ao mesmo tempo. Conciliar a carreira e a vida com os filhos é uma dessas especialidades: levar na escolar, chegar na reunião, entregar o relatório e ir ao pediatra no mesmo horário, organizar a equipe e gerenciar uma briga das crianças à distância. A gente sabe que é difícil e, no fim do dia, estamos exaustas. Mas existem algumas decisões simples e eficazes que vão ajudar você. Fizemos uma lista com 8 dicas de como equilibrar trabalho e família. Confira aqui.

Leia também:

Serena Williams mostra a primeira foto da sua bebê!

Poderosa! Serena Williams quer jogar tênis antes e depois do parto

Como minimizar a volta ao trabalho depois da licença maternidade

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/de-partir-o-coracao-serena-williams-perde-os-primeiros-passos-de-sua-filha-e-faz-desabafo/feed/ 0
Fralda feita de mandioca é a nova invenção para burlar a poluição ambiental https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/fralda-feita-de-mandioca-e-a-nova-invencao-para-burlar-a-poluicao-ambiental/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/fralda-feita-de-mandioca-e-a-nova-invencao-para-burlar-a-poluicao-ambiental/#respond Fri, 13 Jul 2018 20:17:50 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99571 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Você sabia que UMA fralda descartável demora 600 anos para se decompor? Agora imagina todos esses anos com a quantidade absurda de fraldas que as crianças usam por dia. Dá uma agonia só de pensar. Mas, felizmente, a tecnologia tem ajudado bastante.

Alguns estudantes do IFMT (Instituto Federal do Mato Grosso) conseguiram desenvolver uma fralda biodegradável feita a partir do amido da mandioca. Não dá nem para acreditar, né? Toda invenção foi inspirada em Aloizio Farias, professor e orientador dos alunos, que sofre de Alzheimer e precisa usar fraldas.

O amido da mandioca consegue substituir o plástico, que é feito de petróleo. O projeto foi apresentado em Recife para possíveis investidores. Para dar conta de produzir as fraldas biodegradáveis em grande quantidade, uma da alunas envolvidas no projeto, Mariana Sacht Nunes, explicou que precisa da ajuda da internet e que pode dar certo, já que ainda não existe nenhum produto parecido sendo comercializado.

(Foto: 24 Horas News)

(Foto: 24 Horas News)

Leia também:

Chega de plástico: empresa cria sacola de mandioca que se dissolve em água morna

Já pensou em dar uma chance? 6 motivos para usar fralda de pano

Quantas fraldas o seu filho vai precisar até chegar ao penico?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/fralda-feita-de-mandioca-e-a-nova-invencao-para-burlar-a-poluicao-ambiental/feed/ 0
Sem ciúmes! 3 maneiras inteligentes de lidar com o melhor amigo do seu filho https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/sem-ciumes-3-maneiras-inteligentes-de-lidar-com-o-melhor-amigo-do-seu-filho/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/sem-ciumes-3-maneiras-inteligentes-de-lidar-com-o-melhor-amigo-do-seu-filho/#respond Fri, 13 Jul 2018 20:05:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99702 two-boy-kid-lay-down-on-floor-and-reading-tale-book-in-preschool-picture-id832178230

(Foto: iStock)

Pare um pouquinho o que estiver fazendo e tente se lembrar dos seus melhores amigos da escola. Que momentos vêm a sua mente? Sem dúvida dois extremos: momentos de muita diversão ou de grandes sufocos e que enfrentaram juntos! Agora pense em quem são os amigos da escola de que seu filho mais gosta, sobre os quais vive falando, contando histórias, aventuras e desventuras. Se você consegue lembrar dos seus amigos, mas não identifica quem são eles na vida escolar de seu filho, é hora de acender um alerta.

Com a correria da vida moderna, o grande número de atividades extras e longos períodos conectados, nossas crianças e adolescentes acabam por não ter a chance de criar laços fortes com seus colegas de classe ou da escola. As consequências disso são muito maiores e mais imediatas do que você pode imaginar.

Ter pouco ou quase nada que dê prazer em lembrar daqui a alguns anos, quando recordar os momentos da escola, já seria ruim. Enfrentar desafios maiores na vida adulta por não ter desenvolvido habilidades como empatia, paciência, respeito à diferença, pior ainda. Mas as consequências de não ter fortes laços durante a vida escolar são maiores e de impacto mais imediato do que imaginávamos até pouco tempo.

Pesquisas recentes confirmam que alunos que formam laços de amizade no ambiente escolar aprendem melhor.  Estudantes que têm o sentimento de estarem socialmente incluídos são mais seguros e enfrentam com maior tranquilidade os desafios da aprendizagem.

Nos casos de crianças tímidas ou que mudaram recentemente de escola, especialmente nesta fase do ano letivo, em que a classe já tem suas panelinhas de amigos, é preciso ajudar para que a integração aconteça o quanto antes. Em situações assim, vale sua ajuda, sem forçar a barra ou interferir diretamente.

Algumas sugestões são:

✓ Aproximar-se das mães que moram na mesma região e combinar passeios depois do horário da aula ou nos finais de semana. Dessa forma os filhos terão oportunidade para se conhecer em ambientes livres das panelinhas já formadas.

✓ No final de semana, fazer passeios combinados com outras famílias de alunos da escola.

✓ Incentivar seu filho a oferecer sua casa para algum trabalho escolar, de preferência em horários que você possa estar presente para servir um lanche e observar, de longe, a interação entre as crianças/adolescentes.

Seu filho está indo mal na escola? Vale investigar o quanto ele está envolvido com os colegas de classe e não focar somente em reforço de conteúdo. Reservar tempo para diversão com amigos também é uma forma de aprender – não somente o conteúdo acadêmico, mas aprender a aproveitar bem o tempo e ser feliz!

Leia também

Ombro amigo: crianças que têm irmãos sofrem menos com brigas dos pais

Mais que melhor amigo: vídeo mostra cachorro pulando na piscina para salvar o colega

Irmãos, nossos primeiros amigos!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/sem-ciumes-3-maneiras-inteligentes-de-lidar-com-o-melhor-amigo-do-seu-filho/feed/ 0
Antes tarde do que nunca: homem recorre a fertilização in vitro e vira pai aos 45 anos https://paisefilhos.uol.com.br/pais/antes-tarde-do-que-nunca-homem-recorre-a-fertilizacao-in-vitro-e-vira-pai-aos-45-anos/ https://paisefilhos.uol.com.br/pais/antes-tarde-do-que-nunca-homem-recorre-a-fertilizacao-in-vitro-e-vira-pai-aos-45-anos/#respond Fri, 13 Jul 2018 19:29:14 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99817 (Foto: Arquivo Pessoal Tom Garden/Reprodução Today Parents)

(Foto: Arquivo Pessoal Tom Garden/Reprodução Today Parents)

Aos seus 48 anos, Tom Garden ocupou muitos cargos, de CEO de sua empresa familiar a soldado no exército israelense, mas ele diz que de todos os trabalhos, o mais desafiador e recompensador foi o seu papel mais recente: pai solteiro de um filho de dois anos e uma filha de três meses. Mas a paternidade quase não aconteceu para ele. “Eu estava preso com a minha empresa há 10 anos, então eu realmente nunca pensava em crianças e não tinha tempo para namorar ou fazer qualquer outra coisa”, explicou Tom ao TODAY Parents.

Depois que um primo apontou que o nome da família terminaria com Tom, ele decidiu ter uma discussão sobre fertilização in vitro (FIV) com sua mãe, que se ofereceu para ajudá-lo a encontrar uma clínica. Esse processo foi demorado – Garden é judeu e queria um doador de óvulos israelense, mas em junho de 2016, ele deu as boas-vindas ao primeiro filho, Joseph. “Eu fiquei petrificado no começo, acho que eu nunca tinha segurado uma criança antes”, disse o pai, que pediu a ajuda de uma doula durante os primeiros meses. Já o segundo filho de Garden, a Tayla, nasceu em março de 2018.

“A maioria dos homens solteiros têm uma mentalidade semelhante à de Garden, acreditando que é tarde demais para se tornarem pais ou pensando que sem uma parceira, a paternidade é impossível”, contou Thomas Molinaro, endocrinologista reprodutivo responsável pela FIV de Tom.

A cada ano, o Reproductive Medicine Associates of New Jersey, laboratório onde o Dr. Thomas trabalha, realiza entre 75 a 100 procedimentos de fertilizações in vitro. Desses, apenas cerca de 15% envolvem pacientes do sexo masculino sem parceiro do sexo feminino. “É importante divulgar que isso é algo que é possível para homens solteiros. Você não precisa ter um parceiro”, explica.

Ao ser questionado sobre como ele explicará para seus filhos sobre a maneira única que eles foram concebidos, a resposta de Tom é linda: “Eu vou ser honesto e dizer que eles foram trazidos para cá por amor. Talvez não tenha sido do jeito tradicional, mas eles estão aqui porque eu os amo e os queria”.

Leia também:

Fertilização in vitro cresceu 149% nos últimos cinco anos no Brasil

Fertilização in vitro com estimulação mínima

Pai solteiro abandonado pela esposa faz depoimento emocionante sobre sua experiência

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/pais/antes-tarde-do-que-nunca-homem-recorre-a-fertilizacao-in-vitro-e-vira-pai-aos-45-anos/feed/ 0
A internet achou esse menino a cara do Zezé do filme “Os Incríveis” e a gente amou https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/a-internet-achou-esse-menino-a-cara-do-zeze-do-filme-os-incriveis-e-a-gente-amou/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/a-internet-achou-esse-menino-a-cara-do-zeze-do-filme-os-incriveis-e-a-gente-amou/#respond Fri, 13 Jul 2018 19:10:41 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99808 zeze2

(Foto: Reprodução Twitter)

Mesmo com a saída do Brasil da Copa do Mundo, esse assunto ainda está dando o que falar. No último jogo, entre Croácia e Inglaterra, o que chamou a atenção não foi o resultado do jogo, e sim o bebê de um dos jogadores da Croácia.

O menino é filho do croata Domagoj Vida e fez sucesso após aparecer em campo, mas não só pela sua fofura. De cara, a Internet reconheceu semelhanças entre o menino e o personagem Zezé do filme Os Incríveis. E não é que eles se parecem mesmo? Na hora já surgiram vários tweets sobre o assunto e a gente amou a comparação.

Vidinha, como foi chamado pelos internautas, correu para abraçar o pai em comemoração a vitória de 2×1 sobre a Inglaterra. O momento rendeu uma foto mais linda que a outra e foi postada no Instagram do pai com a legenda “meu tudo”. É ou não é o bebê mais fofo da Copa do Mundo?

My everything! 👶🏼🇭🇷 #Croatia #Russia2018 #WorldCup #Finals #Family

Uma publicação compartilhada por Domagoj Vida (@domagojvida.official) em

Leia também

11 motivos para assistir “Os Incríveis 2”

Não falta torcida! A cada jogo, mãe veste gêmeas com roupas de time que competem pela Copa do Mundo

Menina de 5 anos se recusa a comer carne e vídeo bomba na internet

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/a-internet-achou-esse-menino-a-cara-do-zeze-do-filme-os-incriveis-e-a-gente-amou/feed/ 0
Mãe também é gente: não se deixe embarangar! https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-tambem-e-gente-nao-se-deixe-embarangar/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-tambem-e-gente-nao-se-deixe-embarangar/#respond Fri, 13 Jul 2018 14:58:55 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99775 female-legs-in-cute-pink-monster-foot-slippers-picture-id917191810

(Foto: iStock)

Isso mesmo que você leu. A tendência da gente largar mão de nós mesmas, quando temos um filho, é imensa! E antes de você achar que estamos aqui falando de qualquer valor estético, de padrão de beleza e essas coisas, entenda o ponto: na verdade, é uma grande sacanagem com “desistir”. Sim, bebê recém-nascido é barra pesada, ficamos exaustas e todo aquele “etc” que compreendemos tão bem. (Aliás, só nós sabemos: tomar um banho longo é tipo sonho impossível, estamos ligadas!).

Porém, tudo fica pior quando a gente se entrega, quando abrimos mão da gente. Pense nisso. Na boa. Sem exageros, sem maluquice, mas com amor-próprio. Seu filho é lindo demais e você também! Se cuida!

5 motivos para você sair com suas amigas

1. Eles ajudam a desestressar

Enquanto os homens lutam ou fogem diante de situações difíceis, as mulheres são programadas para buscar contato social com outras mulheres. “Nossa saúde física e mental depende de ter um relacionamento próximo com pessoas a quem podemos recorrer, especialmente em tempos de crise ou estresse”, diz Dana Crowley Jack, especialista em saúde da mulher na Western Washington University, em Bellingham. A qualidade dos relacionamentos íntimos de uma mãe também atua fortemente no desenvolvimento saudável de seu filho nos primeiros anos, diz ela.

2. Eles não são sua mãe  

Isso significa que seus amigos podem te dar conselhos sobre assuntos que sua mãe nunca teve que se preocupar. Além disso, você pode querer dormir com seu bebê, enquanto sua mãe pode argumentar constantemente que o bebê deve ficar no berço. Já seus amigos não te julgarão por estar fazendo isso “do seu jeito” e vão te lembrar que você não é a única que não consegue atingir esse ideal de mãe.

3. Eles são sempre honestos

Você precisa mesmo convidar 100 pessoas para a festa de aniversário de 1 ano do seu filho? Você estava errado em dizer à sua sogra que ela não pode alimentar seus filhos com cachorros-quentes? Quanto você deve gastar em um presente para o professor de pré-escola? Você pode usar esse vestido preto sem alças, mesmo que você não tenha derramado os últimos 15 quilos de gravidez? Seus amigos lhe darão as respostas mais sinceras sobre tudo isso.

4. Eles não são seu marido  

Talvez seja impossível para o seu marido entender algumas coisas de mulher. Por isso pode ser aliviante conversar com uma amiga e ela entender completamente o que você está sentindo. Além disso, seu marido também pode estar sensível com alguma coisa e não vai conseguir te ajudar da forma como uma amiga faria.

5. Eles também podem te ajudar com o bebê  

Se sua amiga já é mãe, ela pode te dar ótimas dicas que vão te ajudar MUITO. Agora se ela ainda não for mãe, ela pode se interessar e ajudar na hora de cuidar do seu filho. Também existe a possibilidade de você começar amizades por conta do bebê e, acredite, essas também podem ser bem duradouras.

 

Leia também

Mãe também é gente: durma até acordar!

Mãe também é gente! Veja dicas para não esquecer do casamento depois da chegada dos filhos

Mãe também é gente: 5 motivos para você sair com suas amigas

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-tambem-e-gente-nao-se-deixe-embarangar/feed/ 0
Como ela cresceu! Grazi Massafera e Sofia são vistas em aeroporto https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/como-ela-cresceu-grazi-massafera-e-sofia-sao-vistas-em-aeroporto/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/como-ela-cresceu-grazi-massafera-e-sofia-sao-vistas-em-aeroporto/#respond Fri, 13 Jul 2018 14:49:10 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99776 graziaa

(Foto: Reprodução Instagram @massafera)

Grazi Massafera e sua filha Sofia, de 6 anos, foram vistas no aeroporto Santos Dumont. Vem passeio por aí! Quanto mais o tempo passa, mais Sofia se parece com a mãe – a semelhança é tanta que até mesmo no estilo as duas combinam. Quando foram flagradas, as duas estavam usando looks bem parecidos. Super estilosas! A menina é filha do relacionamento de Grazi com o ator Cauã Reymond. A beleza dos dois ela puxou com certeza!

Leia também

Grazi vai ao cinema com a filha Sofia e fotos do passeio fazem sucesso!

Cara de um, focinho do outro! 7 filhos de famosos que são a cara dos pais

Veja quais são as mães famosas mais procuradas na web!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/como-ela-cresceu-grazi-massafera-e-sofia-sao-vistas-em-aeroporto/feed/ 0
Surgiu dúvida? Veja 56 nomes com um significado poderoso para o seu bebê https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/surgiu-duvida-veja-56-nomes-com-um-significado-poderoso-para-o-seu-bebe/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/surgiu-duvida-veja-56-nomes-com-um-significado-poderoso-para-o-seu-bebe/#respond Fri, 13 Jul 2018 14:37:13 +0000 http://paisefilhos.com.br/?p=85873 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Depois que o exame deu positivo e cai a ficha de que você está esperando um bebê, o nome da criança entra no topo da lista de prioridades nas decisões sobre o novo membro da família. O site PopSugar escolheu alguns nomes com significados poderosos que podem ajudar na sua decisão, caso você esteja em dúvida. Anota aí!

Para meninos

Arão: Hebreu — Iluminado.

Alexandre: Grego — Defensor do homem.

André: Grego — poderoso; corajoso.

Antônio: Latin — Príncipe.

Austin: Latin — Digno.

Charlie: Inglês — Livre.

David: Hebreu — Amado.

Eduardo: Inglês — Guardião poderoso.

Elliot: Hebreu — Senhor é meu Deus.

Esdras: Hebreu — Ajuda.

Felix: Latin — feliz; afortunado.

Gabriel: Hebreu — Devoto a Deus; um herói de Deus; Deus é a minha força.

Henry: Alemão — Regente do lar.

Ian: Escossês — Deus é gracioso.

Isaque: Hebreu — Ele vai rir.

Isaías: Hebreu — Salvação de Deus.

Jonathan: Hebreu — Deus dá.

José: Hebreu — Fogo de Deus; Curandeiro.

Juliano: Latin — Deus dos céus.

Levi: Hebreu — Harmonioso.

Lucas: Latin — Iluminado; Quem traz luz.

Magnus: Latin — Grandioso.

Matheus: Hebreu — Presente de Deus.

Nathan: Hebreu — Ele dá.

Noah: Hebreu — Descanso; Conforto.

Oswald: Inglês — Poder divino.

Roberto: Alemão— Famoso.

Ryan: Irlândes— Descendente do rei; pequeno rei.

William: Alemão— Guerreiro obstinado; proteção.

Zacarias: Hebreu — Quem se lembra de Deus.

Para meninas

Abigail: Hebreu — Alegria do pai.

Alexandra: Grego — Aquela que ajuda; defensora do reino.

Alice: Inglês— Nobre; bondosa.

Amelia: Alemão— esforçada.

Anne: Hebreu — Que tem graça.

Arianna: Grego — Santa.

Avery: Francês— Sensata.

Charlotte: Francês— Feminina.

Claire: Latin — Iluminada; Clara; brilhante.

Cora: Grego — Coração grande.

Darlene: Inglês— Querida, amada.

Della: Alemão— Nobre; brilhante.

Diana: Latin — Deusa da lua.

Eleanor: Grego — Raio de sol.

Ella: Inglês— Fada.

Eva: Hebreu — Vida.

Gabriella: Hebreu — Devota a Deus.

Grace: Latin: Bondade; generosidade.

Hannah: Hebreu — Favor; Graça de Deus.

Isabelle: Hebreu — Deus é a minha força.

Kaitlyn: Grego — Pura.

Layla: Egípcio— Beleza negra.

Malia: Havaiano— Amada.

Mia: Latin — Criança desejada.

Mila: Russo— Trabalhadora.

Millie: Latin — Nascida livra; força; determinação.

Naila: Árabe— Bem sucedida.

Nora: Grego — Luz que brilha.

Samantha: Hebreu — Ouvinte.

Sarah: Hebreu — Princesa.

Sophia: Grego — Sábia.

Estela: Grego — Uma estrela.

Vivian: Latin — Cheia de vida.

Zara: Árabe — Flor.

Zoe: Grego — Vida.

Leia também:

Os nomes mais usados no Brasil e pelo mundo em 2017

Acabou a curiosidade! Thais Fersoza explica a origem do nome dos filhos

100 nomes de príncipe e princesa para se inspirar

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/surgiu-duvida-veja-56-nomes-com-um-significado-poderoso-para-o-seu-bebe/feed/ 0
Menina de 5 anos se recusa a comer carne e vídeo bomba na internet https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-de-5-anos-se-recusa-a-comer-carne-e-video-bomba-na-internet/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-de-5-anos-se-recusa-a-comer-carne-e-video-bomba-na-internet/#respond Thu, 12 Jul 2018 23:18:18 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99641 vegetariana

(Foto: Reprodução Facebook)

Com o passar dos anos, o número de vegetarianos no mundo só cresce. Em 2012, o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) divulgou uma pesquisa na qual 8% da população brasileira se dizia vegetariana. Agora, em 2018, com a pesquisa refeita, 14% dos brasileiros se declaram vegetarianos. Isso mostra um crescimento e tanto para quem apoia a causa.

E parece que essa onda chegou nas crianças também! Atualmente, muuuitas têm o hábito de não comer carne por vontade própria ou de questionar o motivo de comermos os animais. Interessante, né? Um vídeo publicado no Facebook de uma menina de apenas 5 anos superdecidida, Zada, dizendo que não vai mais comer animais, fez nossos corações transbordarem de tanto amor. Vem ver:

Leia também:

Está comprovado: Vegetarianismo faz bem à saúde, sim!

Boa notícia! Danone aposta em iogurte sem leite de vaca em versão vegana

Novidades saudáveis: SP vai sediar feiras internacionais de produtos orgânicos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-de-5-anos-se-recusa-a-comer-carne-e-video-bomba-na-internet/feed/ 0
PROTESTE avalia modelos de tablets infantis e dá dicas de segurança para a família toda https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/proteste-avalia-modelos-de-tablets-infantis-e-da-dicas-de-seguranca-para-a-familia-toda/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/proteste-avalia-modelos-de-tablets-infantis-e-da-dicas-de-seguranca-para-a-familia-toda/#respond Thu, 12 Jul 2018 23:09:01 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99631 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

As crianças estão cada vez mais conectadas e não é raro se deparar com a cena de uma delas segurando dispositivos eletrônicos. Os tablets, por exemplo, são vistos nas mãos dos filhos ao redor do mundo seja em parques, restaurantes ou shoppings. Existem aplicativos interessantes para todas as faixas etárias e o uso desses aparelhos pode ser muito proveitoso. No entanto, temos sempre que estar atentos à questão de segurança.

Por esse motivo, a PROTESTE, associação de consumidores, testou os equipamentos e deu dicas de monitoramento para ajudar o consumidor a proteger as crianças de conteúdos impróprios na rede. Para isso, foram avaliados dois grupos de usuários: o de crianças de 2 a 5 anos e o de 5 a 10 anos de idade.

As crianças mais novas – entre 2 e 5 anos – não precisam de tablets com sistemas muito complexos e cheio de funcionalidades, até porque, sempre buscam por jogos simples que podem ser baixados em aparelhos básicos. Por isso, a PROTESTE, analisou dois aparelhos da Samsung e um da Apple. O Ipad Mini 4, por exemplo, é excelente, mas os pais de filhos com essa faixa etária não precisam desembolsar um valor tão alto – entre R$ 1.899 a R$ 2.999 – já que não fará muita diferença para as crianças.

O Galaxy Tab A 7″, por exemplo, pode ser encontrado por um valor entre R$431 e R$599 mas possui pouco armazenamento (8GB), tendo espaço para expansão, por meio de um micro SD. O mesmo pode ser feito com o Samsung Galaxy Tab E, um outro modelo bem básico de tablet que também tem 8GB de espaço interno e pode ser encontrado pelo consumidor de R$ 650 a R$ 868. Ele consegue rodar games simples e foi avaliado como de excelente conveniência durante o uso.

Já para crianças mais velhas – com faixa etária entre 5 e 10 anos – os aparelhos precisam ter melhor processamento, telas maiores para jogos e streaming – como Netflix Kids. Para este público, a PROTESTE, também analisou dois aparelhos da Samsung. O Samsung Galaxy Tab S3, de 9,7″, é simples de manusear e conta com 4G. Já o Galaxy Tab S2 2016 8.0 32GB, possui espaço para expansão de memória com um micro SD e o New iPad 9,7″, com 128 GB de memória, ótima tela e a segurança do back-up. Diferente dos outros, ele é o único a oferecer somente conexão Wi-Fi.

Tempo de uso e monitoramento

Muitas pessoas não sabem mas, é possível – e também preciso – configurar os dispositivos para que as crianças possam usá-los de maneira controlada, evitando conteúdos impróprios ou hackers. Aplicativos de controle parental são uma alternativa muito importante para que os pais possam entregar o tablet na mão de seus filhos sem maiores preocupações. Isso porque eles limitam o uso e, até mesmo, bloqueiam os aparelhos quando são aconselhados. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pedriatria, é aconselhável que os pais estipulem uma quantidade de tempo para os filhos usarem esses dispositivos que não ultrapasse uma hora por dia se eles tem entre 2 e 5 anos e que chegue no máximo a três horas se elas têm de 5 a 10 anos. Mas por quê? Para que não esqueçam de praticar exercícios.

Uma pesquisa conduzida em Toronto (Canadá) examinou 894 crianças, com idade variando entre seis meses e dois anos, por um período de cinco anos. Ela revelou que 20% das crianças gastavam, em média, 28 minutos por dia junto aos eletrônicos e cada aumento de 30 minutos nesse tempo diário foi associado a um acréscimo de 49% no risco de atraso no desenvolvimento da fala. O estudo, no entanto, não encontrou qualquer ligação entre o uso de um dispositivo portátil com outras áreas de comunicação, como gestos, linguagem corporal e interação social das crianças com o entorno.

“Nós pais precisamos dar o sinal de que é a hora de parar”, alerta Alessandra Borelli, advogada atuante em direito digital da Nethics, empresa voltada a educação de crianças, juvenis e adolescentes sobre o uso ético e seguro da Internet. Isso significa que cabe aos adultos administrar o tempo da garotada. Também é essencial conversar com as crianças sobre os perigos da internet. Para conseguir fazer tudo isso também precisamos estar por dentro das novidades e do funcionamento dos aplicativos e ferramentas tecnológicas. “Só com informação podemos ajudar nossos filhos. Não podemos cansar nunca de conversar e orientar”, recomenda advogada atuante em direito digital da Nethics.

O Kids Place e o Kids Zone, mudam as configurações do tablet com temas infantis, travam a maioria dos aplicativos e restringem os conteúdos de acordo com a idade da criança. Para os maiores, os aplicativos Kaspersky Safe e Controle Parental Safe Family passam informações de localização, conversa e acesso à Internet. Alguns serviços de streaming de vídeo fornecem a opção kids, como, por exemplo, o YouTube. Os consumidores podem optar por tapar microfones e câmera dos dispositivos, além de restringir o tempo em que o aparelho fica ligado à Internet para evitar ataques virtuais, outra dica é inserir senhas nas lojas de apps para evitar compras acidentais.

Leia mais:

7 dicas de segurança na internet

Como lidar com a segurança das crianças na internet?

Conexão e segurança: o Google ajuda você a ensinar seu filho como usar a internet

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/proteste-avalia-modelos-de-tablets-infantis-e-da-dicas-de-seguranca-para-a-familia-toda/feed/ 0
Nota de esclarecimento https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/nota-de-esclarecimento/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/nota-de-esclarecimento/#respond Thu, 12 Jul 2018 22:29:07 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99682 Tendo em vista notícias de fechamento da editora Motorpress Lisboa, que detém títulos como a Revista Autohoje e a Revista Pais&Filhos Portugal, informamos não existir nenhuma relação comercial ou societária entre a publicação portuguesa e a edição brasileira.

Esclarecemos que a edição portuguesa tem outra vinculação comercial e em nada comunica com nossa tradicional Revista Pais&Filhos no Brasil, que neste ano completa 50 anos de circulação ininterrupta.

São Paulo, 12 de Julho de 2018.

Marcos Dvoskin, presidente e editor da Pais&Filhos.

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/nota-de-esclarecimento/feed/ 0
10 fotos que provam que esse cachorro foi o melhor parceiro na hora do parto https://paisefilhos.uol.com.br/familia/10-fotos-que-provam-que-esse-cachorro-foi-o-melhor-parceiro-na-hora-do-parto/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/10-fotos-que-provam-que-esse-cachorro-foi-o-melhor-parceiro-na-hora-do-parto/#respond Thu, 12 Jul 2018 22:21:15 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99695 (Foto: Kristin Ann Photography)

(Foto: Kristin Ann Photography)

Kristin Waner foi chamada para registrar o momento do parto de Brooke, mas ela não contava que o cachorro da família, Ranger, fosse estar tão presente nesse momento. “Ranger sabia que algo estava acontecendo. Ele rapidamente veio me cumprimentar, em seguida voltou para o quarto para ficar com Brooke enquanto ela estava em trabalho de parto. Ele estava muito curioso para saber o que estava acontecendo”, contou a fotógrafa.

Embora o nascimento em si seja lindo, Kristin não resistiu a tirar algumas fotos extras do vínculo entre mãe, bebê e melhor amigo do homem. O mais interessante é que quando as fotos foram enviadas para Brooke, ela não fazia ideia de que Ranger não tinha saído do lado dela. “Foi tão legal que pude capturar isso e agora ela pode olhar para trás e ver coisas que, de outra forma, talvez não notassem”, disse Kristin.

O que também tornou essas fotos comoventes foi que Kristin também fotografou os dois nascimentos anteriores de Brooke e lembrou que, com o primeiro parto, ela tinha um cachorro chamado Ryder, que também nunca saiu do lado dela. “Ryder não conseguiu ver o nascimento dessa vez, mas seu irmão Ranger estava lá”, finalizou.

Vem ver as fotos e se emocionar com a gente:

(Foto: Kristin Ann Photography)

(Foto: Kristin Ann Photography)

(Foto: Kristin Ann Photography)

(Foto: Kristin Ann Photography)

2

(Foto: Kristin Ann Photography)

3

(Foto: Kristin Ann Photography)

6

(Foto: Kristin Ann Photography)

7

(Foto: Kristin Ann Photography)

9

(Foto: Kristin Ann Photography)

10

(Foto: Kristin Ann Photography)

4

(Foto: Kristin Ann Photography)

5

(Foto: Kristin Ann Photography)

Leia também:

Vídeo: cachorro ouve bebê chorar pela primeira vez e tem reação incrível!

Ter um cachorro faz bem para seu filho!

Você vai morrer de rir com as caretas desse cachorro

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/10-fotos-que-provam-que-esse-cachorro-foi-o-melhor-parceiro-na-hora-do-parto/feed/ 0
“Me sinto culpada por trair minha própria filha”, desabafa mãe https://paisefilhos.uol.com.br/mais/me-sinto-culpada-por-trair-minha-propria-filha-desabafa-mae/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/me-sinto-culpada-por-trair-minha-propria-filha-desabafa-mae/#respond Thu, 12 Jul 2018 22:11:17 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99675 Untitled-1

(Foto: iStock)

Linda McFadden, de 53 anos, de Richmond, Londres, compartilhou sua história de como o uso de álcool durante sua gravidez prejudicou a filha Claire, que nasceu pesando apenas 900 gramas e tinha apenas 50% de chance de sobreviver por ter sido diagnosticada com Síndrome Alcoólica Fetal (SAF). A história traz um alerta para muitas mães. Leia:

“Quando eu olho para minha filha Claire, há tantas coisas que eu quero dizer a ela, como o quanto a admiro e estou orgulhosa. Mas às vezes eu só quero dizer que sinto muito. Com apenas 23 anos, Claire superou muitos obstáculos em sua vida e a culpa é toda minha.

Eu tinha 15 anos quando experimentei minha primeira cerveja em uma festa. Eu costumava ser tímida, mas a bebida fazia com que eu me sentisse feliz e confiante. Não demorou muito para que eu fosse ao bar todo final de semana. Aos 22 anos, o álcool consumia todos meus pensamentos e, por viver com os meus pais, eu escondia latas na borda da janela externa para que eles não soubessem.

Em junho de 1988, eu estava no bar quando David entrou. Ele era gentil e tinha um grande senso de humor, então não demorou muito para que nos tornássemos um casal. Ele gostava de beber nos fins de semana e, nos primeiros dias, achava que eu era apenas uma bebedora social, como ele. Apenas dois meses depois de nos conhecermos, eu fiquei grávida.

Eu sabia que o álcool não era bom para o bebê, então eu tentei diminuir, mas não consegui. “Você tem certeza que não quer uma limonada?”, David me perguntava enquanto eu pedia outra cerveja quando estava grávida de cinco meses.

Nossa filha Sarah nasceu pesando apenas dois quilos e foi levada para o hospital para ser alimentada por tubos. “Estamos preocupados que Sarah tenha Síndrome Alcoólica Fetal”, disse-me o médico. Me informaram que as crianças com essa síndrome geralmente têm dificuldades de aprendizado, mas, felizmente, quando ela tinha seis meses, os médicos estavam confiantes de que ela não tinha nenhum problema.

Fiquei aliviada, mas enquanto Sarah estava crescendo, eu estava tomando cerca de oito litros de cerveja por dia. Eu escondia as latas, mas não conseguia esconder as ressacas. “O que há de errado, mãe?”, me perguntou Sarah, com cinco anos, quando me pegou vomitando no banheiro.

Em março de 1994, descobri que estava grávida de novo e nem pensei em parar de beber. Mas em outubro do mesmo ano, dois meses antes do nascimento, eu não senti o bebê se mexer. Recebi uma cesariana de emergência e minha filha foi levada para um cuidado especial. Quando a vi pela primeira vez, me senti culpada. Claire pesava 900 gramas e tinha apenas 50% de chance de sobreviver. “Podemos dizer pelas características que ela tem SAF”, disse o médico.

(Foto: Matthew Barbour)

(Foto: Matthew Barbour)

Quando trouxemos Claire para casa um mês depois, ela estava atrasada no desenvolvimento, mas eu não queria admitir que minha bebida tinha a afetado, então eu continuei. Minha pele estava pálida, meu cabelo estava ficando ralo sentia como se estivesse em uma neblina constante. Então, em maio de 2001, quando David estava no trabalho, deixei o fogão e adormeci, bêbada. “Mãe!”, ouvi Sarah gritar. O corpo de bombeiros apagou o incêndio, mas eles devem ter sentido o cheiro do álcool em mim porque logo depois os serviços sociais chegaram e ameaçaram levar as meninas para morar com um parente. A família se reuniu e minha irmã Margaret sugeriu que eu me mudasse para sua casa enquanto David cuidava das crianças.

Em junho de 2001, me registrei em uma clínica de abuso de substâncias. Percebi como era importante para mim ficar sóbria. Desistir foi difícil. Eu sofria com suores, vômitos e meu corpo tremia, mas toda vez que sentia vontade de beber, eu pensava nas minhas duas filhas. Três meses depois voltei para casa. As garotas estavam tão empolgadas para me receber de volta, que vieram correndo para me ver e eu gostei de ser uma mãe sóbria. Mas na minha sobriedade, pude ver o quanto Claire foi afetada pela minha bebida. Ela sofria de ansiedade e seu progresso estava muito atrás das outras crianças na escola. Contar a ela que foi o resultado da minha bebida foi a coisa mais difícil que eu já tive que fazer. Quando ela começou a escola secundária, as crianças a intimidaram por ela “ser diferente” e muitas vezes ela voltava para casa chorando.

Já faz 17 anos desde a última vez que bebi álcool, mas Claire, agora com 23 anos, vive com os efeitos da minha bebida todos os dias. Ela vive de forma independente e tem um namorado, mas luta socialmente. Felizmente somos muito próximas.

Claro, nunca vou me perdoar. Eu me sinto culpada por trair minha própria filha”

Álcool na gravidez

Um estudo feito nos Estados Unidos, com cerca de 14 mil crianças filhas de mães que beberam durante a gravidez, aponta que recém-nascidos que não apresentaram a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), podem apresentar depois de alguns anos de vida.

Na pesquisa, apenas duas crianças haviam sido diagnosticadas inicialmente com a SAF. Mas, as famílias foram acompanhadas durante anos e, depois de um tempo, o total de crianças confirmadas com a síndrome foi de 222.

Os médicos já são treinados a orientar as grávidas a não ingerir nem uma gota de álcool, de qualquer bebida, desde o momento em que elas decidem engravidar. “A tolerância deve ser zero, tanto para as gestantes, quanto para as que estão pensando em engravidar. Já as mães que descobriram a gravidez com alguns meses e bebiam, devem parar imediatamente. Não dá para saber se o bebê já foi afetado ou não, só depois que nascer”, explica Dr. Conceição Segre, coordenadora de campanhas da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e coordenadora do grupo de Prevenção da Síndrome Alcoólica Fetal de São Paulo e mãe de Mônica e Fábio e neonatologista.

O que o álcool faz?

Os efeitos que pode ser causados com o consumo de álcool é chamado de “espectro de distúrbios fetais relacionados ao álcool”, que inclui a SAF. “A vida média de uma pessoa atingida pelos efeitos do álcool é de 34 anos”, afirma Dr. Conceição.

Bebês com SAF podem ter transtornos irreversíveis, dos mais graves a situações como atrasos de desenvolvimento, de aprendizado, entre outros. Isso acontece porque o álcool entra na corrente sanguínea e atravessa a placenta. A Dr. Conceição conta que “A SAF pode causar más formações faciais, cardíacas, podendo afetar qualquer órgão, principalmente o sistema nervoso central”.

Para as crianças maiores, os traços faciais ficam mais difíceis de perceber, mas o retardo mental causado pelo álcool permanece. Segundo a pesquisa, problemas motores, de aprendizagem (principalmente matemática), memória, fala, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Nem todos os bebês são afetados, mas a probabilidade é alta, e melhor não arriscar, não acha?

Campanha #gravidezsemalcool

A Sociedade de Pediatria de São Paulo, junto com a Sociedade Brasileira de Pediatria, têm uma campanha permanente que chama #gravidezsemalcool, que procura conscientizar futuras mães sobre o risco da ingestão de qualquer quantidade de álcool durante a gestação.

Leia também:

Álcool na gravidez também pode trazer consequências a longo prazo para o seu filho

44,8% das mulheres consomem álcool na gravidez e não dizem aos médicos. Você é uma delas?

São Paulo cria lei para alertar sobre a ingestão de álcool na gravidez

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/me-sinto-culpada-por-trair-minha-propria-filha-desabafa-mae/feed/ 0
Sempre alerta: escorpiões passam a matar mais que cobras no Brasil https://paisefilhos.uol.com.br/mais/sempre-alerta-escorpioes-passam-a-matar-mais-que-cobras-no-brasil/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/sempre-alerta-escorpioes-passam-a-matar-mais-que-cobras-no-brasil/#respond Thu, 12 Jul 2018 21:30:21 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99658 small-scorpions-sitting-on-the-palm-of-person-picture-id862592868

(Foto: iStock)

De cara a gente vai dar uma notícia forte: segundo o Ministério da Saúde, escorpiões estão matando mais que cobras no Brasil por causa de demora no atendimento e falta de antídoto. Em 2017, ele foi responsável por 184 mortes e desde 2013, o número de óbitos aumentou 163%.

Há um mês, o filho mais novo do motorista Valdomiro Vieira dos Santos Neto foi picado por um escorpião que estava dentro do caminhão de brinquedo dele. Por causa da falta de soro antiescorpiônico no pronto-socorro de seu município, Miguelópolis, ele teve que ser transferido para outra cidade para poder receber o antídoto.

Apesar de ter melhorado após receber o soro, durante a noite ele passou mal e faleceu. A mãe de Felipe, Camila, desconfia que o escorpião veio de um armário que o marido arrastou para arrumar uma das portas. “Está cheio deles por aqui”, contou Valdomiro. “Se eu posso dizer algo para os pais é que façam uma busca efetiva pela casa, dia sim, dia não, atrás dessa criatura”.

Para prevenir possíveis casos de picada, é preciso prestar atenção em espaços úmidos e escuros, locais de preferência desses artrópodes. Além disso, fique atento a locais que têm baratas, que são o alimento favorito dos escorpiões. Crianças com menos de 7 anos e idosos com saúde debilitada são os que mais exigem cuidado, pois são mais suscetíveis ao veneno.

Leia também

Alerta de mãe: “Leve as picadas de carrapato a sério”

Fique alerta com as picadas de abelha

Saiba o que fazer se alguém da sua família for picado por um escorpião

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/sempre-alerta-escorpioes-passam-a-matar-mais-que-cobras-no-brasil/feed/ 0
Menina inova e decide fazer aniversário com o tema “Ney Matogrosso” https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-inova-e-decide-fazer-aniversario-com-o-tema-ney-matogrosso/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-inova-e-decide-fazer-aniversario-com-o-tema-ney-matogrosso/#respond Thu, 12 Jul 2018 20:25:53 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99558 ney

(Foto: Arquivo Pessoal)

Quem pensa que aniversário de criança sempre tem o mesmo tema, está muito enganado! Essa menina resolveu inovar na sua festa de 5 anos e escolheu fazer sobre o cantor Ney Matogrosso.

Não é a primeira vez que Maria Helena deixa os temas clichês de lado: desde os 3 anos ela escolhe temas diferentes do convencional. Aos 3 anos, quis fazer uma festa do Hulk e em seu aniversário de 4 anos, ela pediu um aniversário da banda Kiss. “Este ano, ela resolveu que seria Ney Matogrosso. Ela gosta de cantar as músicas, de ver os clipes. E a gente falou: ‘meu Deus, e agora, como a gente vai fazer uma festa do Ney Matogrosso?’”, contou Sônia, mãe da menina, ao blog Família Plural.

Como a menina adora os personagens de O Vira, dos tempos de Secos e Molhados, seu padrinho teve a ideia de fazer a decoração baseado em pirilampos, corujas, gatos pretos e sacis. Neto Robatto é irmão do pai de Maria Helena e artista plástico, e produziu todos os itens da festa. “Desde cedo, a gente colocava muito clipe para ela ver, o pai dela, Robatto Félix, é músico, e uma vez, em meio a esses clipes, a gente mostrou Secos e Molhados. Ela adorou. Gosta da performance, da maquiagem e da música”, ele contou.

Quando questionada Maria Helena respondeu rápido: “Eu gosto das músicas dele, aí resolvi ter o aniversário dele”. Nada mais justo!

ney2

(Foto: Arquivo Pessoal)

O próprio cantor Ney Matogrosso republicou uma foto da criança em seu Instagram, que rendeu mais de 15 mil curtidas:

Maria Helena fez 5 aninhos

Uma publicação compartilhada por Ney Matogrosso (@neymatogrosso) em

Leia também

Vem ver tudo o que rolou no aniversário de 5 anos da Titi

Parabéns, Veveta! Ivete Sangalo posta foto com as gêmeas para comemorar aniversário

David Beckham se emociona com surpresa do filho mais velho para seu aniversário

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/menina-inova-e-decide-fazer-aniversario-com-o-tema-ney-matogrosso/feed/ 0
WOW! Mulher vai ao banheiro e, sem saber que está grávida, dá à luz a gêmeas https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/wow-mulher-vai-ao-banheiro-e-sem-saber-que-esta-gravida-da-a-luz-a-gemeas/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/wow-mulher-vai-ao-banheiro-e-sem-saber-que-esta-gravida-da-a-luz-a-gemeas/#respond Thu, 12 Jul 2018 20:25:47 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99646 gemes

(Foto: Divulgaçao)

Imagina ir ao banheiro no meio da noite com algumas dores e dar à luz a gêmeos? Isso aconteceu com a inglesa Beth Bamford, de 21 anos, que não desconfiava que estava grávida! Apesar de estar ganhando peso e de o apetite ter aumentado, ela namorava e sua menstruação vinha normalmente todos os meses. Apesar do susto, felizmente as meninas nasceram saudáveis e fortes, pesando 2kg.

Uma noite, ela acordou para beber água e começou a sentir dores. Sem saber que grávida de 37 semanas e estava entrando em trabalho de parto, ela foi ao banheiro e deu à luz a uma menina! Sem entender direito a situação, ela ligou para a ambulância, que a aconselhou a ficar calma e esperar a placenta sair. Mas para a surpresa de Beth, uma outra bebê veio ao mundo. Em relato ao site The Sun, ela contou que apesar dos gritos seu namorado não acordou e ela não podia se levantar por causa das crianças.

“Quando Andy finalmente acordou, ele me viu no chão com os bebês.Os paramédicos chegaram e me perguntaram sobre quantos meses eu estava e onde estavam as minhas anotações de pré-natal. Eu respondi que não sabia que estava grávida, ou que tinha gêmeos, mas ninguém acreditou em mim . Até meu parceiro achou que eu escondi isso dele”, contou Beth ao site. “Nós fomos todos para o hospital e os médicos acreditam que eu estava de 37 semanas. Eu e as meninas ficamos em monitoramente no hospital durante uma semana. Depois fomos liberadas para casa porque eleas nasceram bem.”

Ela desabafou que não teve tempo de fazer um enxoval ou mudar seus hábitos para tomar cuidado com a gravidez: “Eu não mostrei sinais de gravidez. Eu menstruei durante a gestação. Eu estava levando a vida normalmente, levantava coisas pesadas, saia para dançar. Os médicos achavam que eu tinha uma infecção viral e eu tomei medicamentos. Nunca passou pela minha cabeça que eu estava grávida, pois eu não faria nada disso. Hoje, eu vejo que tive muita sorte de ter duas bebês saudáveis. Mas, sofri bastante pelas pessoas me acusando de eu não saber que estava grávida. É um pouco difícil, mas eu tenho que seguir em frente”, disse.

gemessw

(Foto: Divulgaçao)

Leia também:

Mãe dá à luz no trem e companhia férrea tem reação inesperada!

Que desespero! Mãe dá à luz ao 6º filho no corredor do hospital

Coisa boa! A Biba do ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ dá à luz seu primeiro filho

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/wow-mulher-vai-ao-banheiro-e-sem-saber-que-esta-gravida-da-a-luz-a-gemeas/feed/ 0
4 dicas para você ensinar seu filho a andar de bicicleta https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-dicas-para-voce-ensinar-seu-filho-a-andar-de-bicicleta/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-dicas-para-voce-ensinar-seu-filho-a-andar-de-bicicleta/#respond Thu, 12 Jul 2018 20:19:29 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99455 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Seu filho está crescendo, indo atrás de novas aventuras e agora quer aprender a andar de bicicleta? Normal! A gente sabe que você está morrendo de medo dele se machucar, mas calma, a gente te ajuda! Separamos 4 dicas para preparar seu filho para esse novo aprendizado:

1 Tenha certeza de que ele está pronto

Mesmo que seu filho peça para levá-lo sem as rodinhas, é importante avaliar se ele pode se virar com duas rodas. Preste atenção em como ele realiza outras atividades, como ginástica ou skate, para ter uma noção de seu equilíbrio e força. Seu filho também deve ser maduro o suficiente para entender as regras do tráfego.

2 Escolha um bom espaço

Encontre uma área aberta e tranquila para seu filho praticar. Se você está nervoso em deixar a criança andar na calçada, procure por um parque longe dos carros e outras coisas que podem bloquear o caminho.

3 Siga o passo a passo 

Seu filho deve ser capaz de colocar os pés no chão quando estiver sentado no banco da bicicleta e certifique-se de que ele sabe como usar os freios. Para incentivá-lo a andar, fique ao lado dele e coloque uma mão em suas costas e a outra no guidão para ajudá-lo a dirigir.  Tente resistir e não segure a parte de trás do assento da bicicleta – isso pode dificultar o equilíbrio do seu filho e até mesmo ferir você no processo.  À medida que ele desenvolve habilidade de equilíbrio e controle, solte-o, mas fique perto caso ele precise da sua ajuda novamente.

4 Mantenha aulas curtas 

A sessão de aprendizagem inicial do seu filho não deve ultrapassar uma hora. Além disso, se seu filho tiver um dia frustrante mas ainda parece ansioso para aprender, tente novamente. Se ele não progredir, faça uma pausa por algumas semanas ou por um mês e depois tente.

Leia também:

Vai andar de bicicleta com seu filho? Confira lista de equipamentos que a gente amou!

Vídeo de garoto caindo da bicicleta dá uma lição de amor

Bicicleta sem rodinha: saiba qual é a hora de aprender e como ajudar

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-dicas-para-voce-ensinar-seu-filho-a-andar-de-bicicleta/feed/ 0
Terrible two: se você ainda não passou por isso prepare-se https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/terrible-two-se-voce-ainda-nao-passou-por-isso-prepare-se/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/terrible-two-se-voce-ainda-nao-passou-por-isso-prepare-se/#respond Thu, 12 Jul 2018 20:07:13 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=95073 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Seu filho aos 2 anos ou menos começou a se comportar de maneira diferente e a birra se tornou mais frequente? Então, com quase 3 anos… Isso pode piorar. Oi? Essa fase é conhecida como a adolescência na infância e pode se estender dos 18 meses de idade até os 4 anos.  O problema é que ela pode ficar ainda mais longa dependendo do jeito que você lida com a situação.

Nessa idade, a criança aprende a andar e falar, ganha autonomia. Começa a se perceber como uma pessoa diferente dos pais e precisa mostrar isso, a sua maneira.  “A criança sente que tem de batalhar para que seus desejos sejam atendidos e faz isso a qualquer custo, por isso aparecem as birras. Nosso importante papel como educadores é ensinar o ‘não’, a espera, o outro. Nós somos os primeiros ‘outros’ na vida dos filhos”, diz Daniella Freixo de Faria, mãe de Maria Eduarda e Maria Luisa.

Em cada fase, os mesmos problemas são encarados de maneiras diferentes:

Aos 2 anos:

– Aprende a falar NÃO e gosta de se opor aos pais

– Chora quando não tem atenção ou quando seus desejos não são atendidos

– Consegue escolher entre duas opções simples, como: “Você pega o brinquedo para o banho ou a mãe pega?”

– Aceita ser conduzido para outra brincadeira quando está fazendo algo que não pode

Aos 3 anos:

– Já consegue construir frases e tem mais facilidade em expressar suas vontades

– Faz birra e grita quando não consegue o que quer

– Consegue escolher entre opções mais elaboradas, como “Você prefere tomar banho agora, jantar e depois ter tempo para brincar; ou brincar por mais 10 minutos, depois ir para o banho, jantar e dormir?”

– Entende por que não pode fazer determinada coisa, se o adulto explicar. Também aceita ser conduzido para brincadeira permitida

Em ambas as fases, a solução é a mesma: falar de maneira empática, considerar o desejo do seu filho e entender sua vontade é muito importante, mesmo que seja para negá-la depois. E tudo passa, mas depende da maneira que você lida com as atitudes da criança.

Leia também

13 birras inusitadas para você morrer de rir

5 frases para você lidar com a birra do seu filho já!

Saiba o que fazer para acabar rapidamente com um ataque de birra

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/terrible-two-se-voce-ainda-nao-passou-por-isso-prepare-se/feed/ 0
Absurdo! Indignação! Bebê fica enterrado vivo por 9 horas https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/absurdo-indignacao-bebe-fica-enterrado-vivo-por-9-horas/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/absurdo-indignacao-bebe-fica-enterrado-vivo-por-9-horas/#respond Thu, 12 Jul 2018 19:49:06 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99650 (Foto: Missoula County Sheriff's Office/Associated Press)

(Foto: Missoula County Sheriff’s Office/Associated Press)

Sim, a gente sabe que dá um nervoso só de ler o título da matéria, mas calma,  já avisamos que no final tudo ficou bem e que o bebê está sendo cuidado, mas isso não ameniza o absurdo que é essa história.

No estado de Montana, nos Estados Unidos, um bebê de apenas cinco meses foi enterrado vivo em uma floresta. O suspeito do crime, Francis Carlton Crowley, de 32 anos, já tem ficha criminal e sofreu um acidente de carro junto com o bebê na mesma noite. Ele disse para as autoridades que saiu do carro e tentou caminhar com o menino, mas o abandonou porque “ele estava muito pesado”. Porém Francis parecia estar sob efeito de drogas e era incapaz de ajudar na busca.

Após passar aproximadamente nove horas enterrado, o bebê foi encontrado no domingo (8) apenas com um macacão sujo e molhado. “Depois de mais de seis horas de buscas a pé, um policial ouviu o leve choro de um bebê”, disseram autoridades. Então, ele seguiu o som e encontrou o bebê vivo, de bruços, enterrado sob uma pilha de gravetos e detritos.

Felizmente, depois de todo o susto, o bebê foi levado para o hospital e estava em boas condições. “Isso é o que chamamos de milagre”, disse o gabinete do xerife.

Leia também:

Absurdo! Bebê é barrado em casamento e desabafo de mãe viraliza

Mãe é expulsa da primeira classe durante voo com seu bebê por um motivo absurdo!

Absurdo! Mãe é proibida de assistir à aula em faculdade por estar acompanhada da filha

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/absurdo-indignacao-bebe-fica-enterrado-vivo-por-9-horas/feed/ 0
Saíram as fotos do chá de bebê do segundo filho do Gusttavo Lima https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sairam-as-fotos-do-cha-de-bebe-do-segundo-filho-do-gusttavo-lima/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sairam-as-fotos-do-cha-de-bebe-do-segundo-filho-do-gusttavo-lima/#respond Thu, 12 Jul 2018 16:57:47 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99604 (Foto: Reprodução do Instagram)

(Foto: Reprodução do Instagram/@andressasuita)

Chá de bebê é sempre um momento muito especial! E não poderia ser diferente para Andressa Suita. A modelo está grávida de 8 meses de Samuel, segundo filho do seu casamento com o cantor Gusttavo Lima, e reuniu familiares e amigos em Goiânia na última quarta-feira (11) para a celebração, onde mora com o marido.

(Foto: Reprodução dos Stories do Instagram)

(Foto: Reprodução dos Stories do Instagram/@andressasuita)

A decoração foi feita com predominância de azul e vermelho com ursinhos aviadores de diferentes tamanos. No aniversário de 1 ano de seu primeiro filho, Gabriel, os pais escolheram o tema de festa junina. Andressa caprichou no look, todo trabalhado em Rosa Millenial e aproveitou para tirar fotos com a mãe Suely e avó Elza, além de amigas.

#chádosamuel 🤰🏼🐻💙

A post shared by Andressa Suita (@andressasuita) on

Falta pouco pra gente curtir o Samuel.💙

A post shared by Suely Suita (@suelysuita) on

Chá de bebê do Samuel 💙

A post shared by Andressa Suita (@andressasuita) on

Leia também:

Gustavo Lima posta foto com o filho e ilumina o nosso instagram

“Tem um bebê bem grande por aqui”, brincou Andressa Suita ao mostrar a barriga em post no Instagram. Vem ver!

Mãe também é gente! Andressa Suita faz dia de beleza

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sairam-as-fotos-do-cha-de-bebe-do-segundo-filho-do-gusttavo-lima/feed/ 0
Veja o vídeo: Charlotte mostra sua personalidade forte e dá bronca nos fotógrafos https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/veja-o-video-charlotte-mostra-sua-personalidade-forte-e-da-bronca-nos-fotografos/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/veja-o-video-charlotte-mostra-sua-personalidade-forte-e-da-bronca-nos-fotografos/#respond Thu, 12 Jul 2018 14:21:51 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99606 (Foto: reprodução Instagram)

(Foto: reprodução do Instagram/@kensingtonroyal)

Não dá para negar que a gente adora a princesa Charlotte. A cada dia surge uma notícia sobre a personalidade forte da garotinha, quarta na linha de sucessão ao trono britânico, que tem apenas 3 anos de idade. Recentemente até a bisavó de Charlotte comentou sobre o seu jeitinho mandona e a menina provou para a gente que isso tudo é verdade.

Na última segunda-feira (9), o irmão mais novo da princesa, príncipe Louis, foi batizado. Na hora em que a família estava saindo da capela de batismo, Charlotte olhou séria para os fotógrafos avisando que a partir daquele momento eles não poderiam mais acompanhar a família. “Você não vem”, disse a menina. Repare bem na expressão do príncipe William, parece que ele segura uma risada! A publicação já alcançou mais de 59 mil visualizações:

Leia também:

Olha o poder! Vestido da princesa Charlotte esgota na internet em menos de 24 horas

Príncipe William fala da personalidade da princesa Charlotte

Príncipe William conta qual é a atividade preferida da princesa Charlotte

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/veja-o-video-charlotte-mostra-sua-personalidade-forte-e-da-bronca-nos-fotografos/feed/ 0
A gente ama essa família! Michel Teló comemora primeira palavra de Teodoro https://paisefilhos.uol.com.br/familia/a-gente-ama-essa-familia-michel-telo-comemora-primeira-palavra-de-teodoro/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/a-gente-ama-essa-familia-michel-telo-comemora-primeira-palavra-de-teodoro/#respond Thu, 12 Jul 2018 14:07:59 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99601 (Foto: Reprodução Instagram / @micheltelo)

(Foto: Reprodução Instagram / @micheltelo)

Ah, a primeira palavra dos nossos filhos a gente nunca esquece, não é mesmo? Michel Teló ficou tão feliz com a conquista de Teodoro, seu caçula que completa um ano de idade no dia 25 deste mês, que fez questão de compartilhar a notícia com seus seguidores do Instagram. Com uma foto de ensaio fotográfico, o cantor escreveu na legenda: “Gurizinho mais amado desse mundo! To crescendo, papai! Graças a Deus, tô tendo a oportunidade de te curtir, filhão. Você aprendeu hoje a falar ‘papai’! Pensa na alegria!”

 

Em uma das imagens, o casal aparece dando um beijão nas bochechas do menino. “Porque a gente agarra mesmo! Beija mesmo! Aperta mesmo! Hoje foi dia de fotos com meu príncipe encantado, o amorzinho da minha vida que faz meu coração transbordar de tanto amor! Meu gatinho charmoso, do sorriso largo! Amo infinito”, declarou a mãe, Thais Fersoza.

Michel e Thais também são pais de Melinda, de um ano e 11 meses, e recentemente, responderam a um seguidor nas redes sociais se pretendem ter mais filhos. “Estamos bem felizes com nosso casal. Não está nos nossos planos ter mais filhos. Nunca diga ‘nunca’, não sabemos o futuro, mas a princípio, não”, afirmou Thais.

Enquanto a família não aumenta, vem ver mais fotos que o casal compartilhou com os filhos nas redes sociais — e se derreter de amores com a gente:

Um chamego no coração…

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Eu amo isso! Excelente semana pra todo mundo!

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Vamo q vamo, Brasil!!!!! 🇧🇷

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Com ele é sorriso o dia inteiro… #7meses @teodorotelo #amorinfinito

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Tava sonhando com esse momento. Que manhã mais gostosa do mundo!

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

A.M.O.R 🙏🏼❤️👩🏻👱🏻‍♂️👶🏼👶🏻❤️🙏🏼

Uma publicação compartilhada por Thais Fersoza (@tatafersoza) em

Leia também:

5 vezes em que o Michel Teló provou ser um paizão. E nós amamos!

Cara de um, focinho do outro! 7 filhos de famosos que são a cara dos pais

Decoração a gente gosta: Thaís Fersoza faz tour pelo quarto do filho

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/a-gente-ama-essa-familia-michel-telo-comemora-primeira-palavra-de-teodoro/feed/ 0
Que indecisão! Sabrina Sato fez uma nova lista de possíveis nomes para sua filha https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/que-indecisao-sabrina-sato-fez-uma-nova-lista-de-possiveis-nomes-para-sua-filha/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/que-indecisao-sabrina-sato-fez-uma-nova-lista-de-possiveis-nomes-para-sua-filha/#respond Thu, 12 Jul 2018 13:22:07 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99578 ss

(Foto: Reprodução / Bebê Mamãe)

Que a apresentadora Sabrina Sato está grávida de uma menina, todo mundo sabe. Mas e o nome da bebê, qual será? Em uma entrevista para o site Bebê Mamãe, participando do quadro “Sabrina responde”, a apresentadora listou 26 possíveis nomes para sua filha. Ela ainda disse que não foi capaz de terminar a lista, porque haviam mais nomes e o tempo da conversa com o site estava acabando. É muita opção! Vem conferir a lista e o vídeo em que ela conta tudo isso:

  1. Charlotte
  2. Serena
  3. Amora
  4. Donna
  5. Estela
  6. Mina
  7. Mia
  8. Olivia
  9. Alicia
  10. Paz
  11. Laila
  12. Matilda
  13. Dalila
  14. Dara
  15. Maria
  16. Lola
  17. Margot
  18. Guilhermina
  19. Maria Antônia
  20. Vênus
  21. Safira
  22. Musa
  23. Cristal
  24. Rubi
  25. Zoe
  26. Kira

Parece que Sabrina está mesmo na dúvida, afinal de contas, em uma entrevista um pouco mais antiga dada à revista Glamour, a apresentadora revelou cinco opções de nome que estariam na sua cabeça: Kiara, Ava, Chiara, Luiza e Amora. Nós te contamos o significado de cada um deles aqui, nessa matéria.

Afinal de contas, qual será o nome da bebê? Estamos ansiosas para a revelação!

Leia também:

Vem ver o vídeo do chá revelação do bebê de Sabrina Sato!

Sabrina Sato revela em entrevista que já pensa no segundo filho

Desejo de grávida, quem nunca? Sabrina Sato revela vontade estranha

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/que-indecisao-sabrina-sato-fez-uma-nova-lista-de-possiveis-nomes-para-sua-filha/feed/ 0
Representatividade na área! Cartoon Network é o primeiro canal infantil a exibir um casamento gay https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/representatividade-na-area-cartoon-network-e-o-primeiro-canal-infantil-a-exibir-um-casamento-gay/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/representatividade-na-area-cartoon-network-e-o-primeiro-canal-infantil-a-exibir-um-casamento-gay/#respond Wed, 11 Jul 2018 21:16:28 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99538 (Foto: Reprodução Facebook)

(Foto: Reprodução Facebook)

Na última sexta-feira (6) foi ao ar o último episódio da quinta temporada do desenho do Cartoon Network, Steven Universo. Com o dobro de tempo a mais que o normal, o capítulo foi focado principalmente no casamento de Ruby e Sapphire, duas personagens femininas. Sim, você leu certo! Apesar de não serem humanas, elas são mulheres e participaram do primeiro casamento lésbico em desenhos animados na televisão.

Esse tipo de conscientização sobre a diversidade é muito importante desde cedo e foi por isso que a criadora da animação, Rebecca Sugar, bissexual assumida, decidiu reforçar sobre a representatividade para o público infantil. Além do casamento entre as duas, elas ainda se beijam e, por o desenho reunir temas futurísticos, elas se transformam em uma só personagem, a Garnet, que reúne características das duas. A gente adorou! Vem ver um trecho do episódio:

Leia também:

Uau! Pai homossexual adota sozinho 4 crianças especiais

Por que o número de crianças para adoção é muito menor do que o dos interessados para adotar?

Vídeo: Criança descobre que irmão é gay e tem reação inesperada

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/representatividade-na-area-cartoon-network-e-o-primeiro-canal-infantil-a-exibir-um-casamento-gay/feed/ 0
Sandy sobre o filho: “enquanto ele for criança, não vou deixá-lo ser artista” https://paisefilhos.uol.com.br/familia/sandy-sobre-o-filho-enquanto-ele-for-crianca-nao-vou-deixa-lo-ser-artista/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/sandy-sobre-o-filho-enquanto-ele-for-crianca-nao-vou-deixa-lo-ser-artista/#respond Wed, 11 Jul 2018 21:04:28 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99556 (Foto: Reprodução/Instagram/Arquivo pessoal)

(Foto: Reprodução/Instagram/Arquivo pessoal)

A cantora Sandy tinha só seis anos quando começou a carreira ao lado de seu irmão Júnior. Aos 35 anos, a mãe de Theo, 4, revelou em entrevista ao programa Conversa com Bial que não pretende deixar seu filho seguir o mesmo caminho.

“Enquanto ele for criança, a gente não vai deixá-lo ser artista”, afirmou a cantora. Apesar de enxergar um lado artístico bem forte no filho, Sandy e o marido, o músico Lucas Lima, ainda têm um pé atrás e não querem que ele entre para esse mundo tão cedo: “Pra gente, essa história deu certo, mas a chance de dar errado é muito grande”.

Durante o papo, Sandy também contou que tinha vontade de seguir uma carreira musical desde pequena e até fez pressão com sua família: “A gente chantageou muito meu pai para que ele deixasse a gente cantar. Como meu avô o apoiou quando ele começou, a gente insistiu, dizendo que nosso avô tinha incentivado os filhos”.

Sua mãe, Noely Lima, também participou do programa e explicou como foi o início da carreira dos filhos Sandy e Júnior: “Não me restou nada a não ser apoiá-los. Sempre foi a nossa prioridade que eles tivessem os deveres e recebessem todos os ‘nãos’; tinham que ser crianças, como qualquer outra. A gente dizia a eles: ‘Vocês não são, vocês estão no sucesso agora'”.

Leia também:

Sandy comemora os 4 anos do filho com festa de super-heróis, vem ver as fotos!

Filho de Sandy aparece pela primeira vez na TV e emociona

Filho da Sandy é fotografado em aeroporto e surpreende pela semelhança com mãe!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/sandy-sobre-o-filho-enquanto-ele-for-crianca-nao-vou-deixa-lo-ser-artista/feed/ 0
Dor do crescimento: sim, ela existe! https://paisefilhos.uol.com.br/saude/sera-que-crescer-doi/ https://paisefilhos.uol.com.br/saude/sera-que-crescer-doi/#respond Wed, 11 Jul 2018 18:48:25 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99456 boy-practicing-capoeira-in-gym-picture-id604383448

(Foto: iStock)

Se o seu filho te acorda no meio da noite falando que está com dor na perna, não se engane. Ele não está só querendo carinho ou faltar na aula do dia seguinte. Pode ser dor do crescimento! O tema é controverso, mas não é exatamente um grande mito.

A controvérsia da existência ou não dessa dor se deve justamente ao período de crescimento versus o período da dor. “O período de crescimento é maior no primeiro ano de vida e na pré-adolescência, momentos que não coincidem com o pico da dor”, explica Francisco Nogueira, diretor da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e pai de Pedro e Maria Paula. Geralmente, a dor do crescimento acontece entre 3 e 12 anos, com um pico de incidência por volta dos 6. Estatisticamente, entre 3% e 37% das crianças sofrem com dor do crescimento. Cerca de 15% da demanda das consultas pediátricas ocorre em razão disso.

De onde vem?

Alguns estudos mostram que crianças com deficiência de Vitamina D, baixa densidade mineral óssea, síndrome das pernas inquietas, baixo limiar de dor e que foram amamentadas com o leite materno por menos de 40 dias são mais propensas a apresentar essas dores, de acordo com o ortopedista Rui Maciel Godoy, pai José Rui, Juliana e Mariana e médico do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

O sofrimento pode atingir também filhos de pais que tiveram o mesmo problema. É o caso de Monica Ferreira, mãe de Vicente e Leonor. Ela conta que sofreu com as dores até os 24 anos. E diz que se não tivesse tido essas dores quando era criança, ficaria assustada ao ver os filhos sofrendo.

Mas ela confessa que às vezes se esquece, e lembra que se preocupou muito quando o filho de 2 anos e meio começou a ter um caminhar estranho, queixando-se de dores nos joelhos e pés. Mas foi consultar um especialista, que disse o que ela já devia saber: eram as dores de crescimento.

Depois de seguir todas as orientações do médico, Monica diz que o que deu jeito mesmo nas dores dos filhos foi o calor! Bolsinha de água quente, banho de imersão e massagem na zona onde está a dor já vai aliviando. Só em ultimo caso deve-se dar remédio.

Entretanto, o médico explica que o diagnóstico é feito por exclusão. Eles consideram dor de crescimento os incômodos que, depois de uma investigação criteriosa, não apresentam uma causa determinada.

Onde dói?

O desconforto existe e pode durar de poucos minutos até horas e atrapalhar a vida da criança. É comum que as dores apareçam no final do dia e durante a noite (concentrada na perna, panturrilha e coxa), e diminuam a intensidade e periodicidade com o passar dos anos.

O crescimento ocorre principalmente no período noturno. Seu filho pode, inclusive, acordar de noite reclamando de dor. Por essa razão, algumas crianças dormem mal. Aí, ninguém descansa direito! Que pai consegue dormir tranquilo com o filho com dor?

Criança cansada fica estressada, não vai bem na escola… “Não é incomum ouvirmos no consultório relatos de ausências na escola e queda do rendimento escolar da criança”, confirma o dr. Rui.

Muitas crianças passam pela dor do crescimento sem atrapalhar seu cotidiano. O pediatra Claudio Len, pai de Fernando, Beatriz e Silvia e nosso colunista, percebe que a criança mesmo com dor de crescimento geralmente está em ótimo estado e desempenha bem suas funções.

Mas uma coisa é certa: o diagnóstico deve ser realizado pelo pediatra e ortopedista. O médico vai fazer um exame físico cuidadoso e, em casos de dúvida, radiografias e exames de sangue. Isso é muito importante, porque outras complicações podem ser confundidas com a dor do crescimento, como a osteomielite, infecção nos ossos, e alguns tipos de câncer, como a leucemia, que pode se manifestar com dor nas pernas ou nos braços.

Segundo dr. Claudio, a boa notícia é que essas doenças são raras, e na maioria das vezes vêm acompanhadas de outros sintomas, como febre, fraqueza, dificuldade para andar ou inchaço nas articulações. E atenção: uma dor localizada em uma única articulação ou nas costas também deve despertar a atenção dos pais.

As dores persistentes, com inchaço local, vermelhidão ou manchas na pele, devem ser investigadas. As do crescimento não apresentam alterações nos locais e passam sem deixar sequelas. O dr. Rui afirma que as dores do crescimento podem aparecer em dias alternados. “E não são acompanhadas de inchaço, calor ou fraqueza e, no dia seguinte, a criança acorda sem qualquer resquício de dor”, esclarece.

Por Isabela Kalil de Lima, filha de Kátia e Fábio

Leia também

Dor do crescimento existe, sim! Não é balela e a gente te explica

Déficit de crescimento: diagnóstico precoce aumenta as chances de recuperação

A dor do crescimento realmente existe?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/saude/sera-que-crescer-doi/feed/ 0
A gente amou as fotos do batizado do príncipe Louis. Vem ver! https://paisefilhos.uol.com.br/mais/a-gente-amou-as-fotos-do-batizado-do-principe-louis-vem-ver/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/a-gente-amou-as-fotos-do-batizado-do-principe-louis-vem-ver/#respond Wed, 11 Jul 2018 18:29:17 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99536 (Foto: Reprodução Twitter / @domlipinski / Dominic Lipinski/Pool Photo via AP)

(Foto: Reprodução Twitter / @domlipinski / Dominic Lipinski/Pool Photo via AP)

A família real batizou o príncipe Louis na última segunda-feira, dia 9, em uma cerimônia discreta, que aconteceu na Capela Real do Palácio St. James, em Londres. O evento foi realizado pelo arcebispo de Canterbury, Justin Welby, que publicou imagens em sua conta do Twitter. “Eu estou encantado e me sinto privilegiado por estar batizando o Príncipe Louis hoje – uma criança preciosa feita à imagem de Deus, assim como todos nós”, ele escreveu.

A duquesa Kate Middleton e o príncipe Willian, que também são pais de George e Charlotte, receberam príncipe Charles, pai de Willian, e sua esposa, Camila. Príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle também estavam por lá. Ao todo, Louis teve seis padrinhos, sendo prima Kate, Lucy Middleton e Guy Pelly, amigo de Willian.

A roupa que o bebê real vestiu faz parte da tradição da família, utilizada em todos os batismos desde 1841, usada pela primeira vez em Vitória, filha mais velha da rainha. Mas o macacão de Louis é, na realidade, uma réplica artesanal que substitui a peça original desde 2008.

(Foto: Reprodução Twitter / @domlipinski / Dominic Lipinski/Pool Photo via AP)

(Foto: Reprodução Twitter / @domlipinski / Dominic Lipinski/Pool Photo via AP)

 

(Foto: Reprodução Twitter / @domlipinski / Dominic Lipinski/Pool Photo via AP)

(Foto: Reprodução Twitter / @domlipinski / Dominic Lipinski/Pool Photo via AP)

 

Família real

Pelo jeito a família real não perde tempo mesmo! Segundo informações da revista norte-americana Life & Style, a duquesa Kate Middleton estaria dando sinais de uma nova gravidez. Kate e príncipe Willian, que já são pais de George, Charlotte e Louis, teriam o desejo de ter quatro filhos. Pelo menos é o que afirma uma fonte da revista. “Eles adorariam ter dois meninos e duas meninas”, disse uma pessoa próxima do casal.

E parece que o bebê número 4 já estaria no forno, prestes a ser anunciado. Além de mostrar todos os sinais de gravidez, ela já teria até adotado um look mais folgado. “Ela está vestindo roupas folgadas de novo, evitando bebidas alcoólicas e desejando curry, que é algo que ela faz quando está grávida”, contou a fonte. Kate ainda estaria comendo bolachas de lavanda, o que ajuda no enjoo matinal.

Leia Mais:

Rapidinha, ela! Kate Middleton estaria grávida do quarto filho

Vem bebê real por aí? Saiba mais sobre os rumores da gravidez de Meghan Markle

Vem ver as fotos oficiais do casamento do Príncipe Harry e Meghan Markle

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/a-gente-amou-as-fotos-do-batizado-do-principe-louis-vem-ver/feed/ 0
EUA vão contra medida da ONU que apoia a amamentação. Entenda porque isso é um absurdo https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/eua-vao-contra-medida-da-onu-que-apoia-a-amamentacao-entenda-porque-isso-e-um-absurdo/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/eua-vao-contra-medida-da-onu-que-apoia-a-amamentacao-entenda-porque-isso-e-um-absurdo/#respond Wed, 11 Jul 2018 14:34:00 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99476 amamentargravida

Amamentar vai além de apenas dar o leite ao bebê. É um ato de amor, proteção e carinho, que faz toda diferença no desenvolvimento da criança ao longo da vida. E nós acreditamos que a experiência de aleitamento precisa ser bom para a mãe e para o filho. Não importa o jeito, desde que seja o seu.

Indo totalmente na contramão desse pensamento, representantes do governo dos EUA se recusaram a apoiar uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) que incentiva a amamentação. A delegação surpreendeu a comunidade internacional em uma reunião na Assembleia Mundial da Saúde, da Organização Mundial da Saúde (OMS) ao condenar uma decisão de incentivo à amamentação. O texto apresentado na Assembleia pela ONU foi baseado em décadas de pesquisa e recomendou que os governos apenas tomassem cuidado com as propagandas enganosas sobre os métodos de substituição do aleitamento.

Além de imprudente, o posicionamento americano não tem fundamentos, já que o leite materno tem comprovação científica como a opção mais saudável para os bebês. Essa decisão dos EUA atende apenas aos interesses dos fabricantes de fórmulas infantis à base de leite. Segundo o jornal The New York Times, a indústria de alimentos para bebês movimenta cerca de US$ 70 bilhões e é dominada por empresas americanas e europeias.

O governo americano chegou até a ameaçar a outros países que apoiassem a medida. O Equador, por exemplo, que foi autor da resolução pró-amamentação, perderia acordos comerciais e ajuda militar dos EUA caso manifestasse apoio à amamentação. Dá pra acreditar? Depois dessa ameaça, a resolução foi negada por 12 países, a maioria da África e da América Latina. Felizmente, as discussões sobre a decisão acabaram sendo conduzidas pela Rússia, que interferiu e fez os americanos desistirem das intimidações e chantagens.

Bom para o filho, bom para a mãe

Vamos sempre defender que o leite materno é o alimento mais completo para o bebê: além de nutrir, ele traz outros inúmeros benefícios. “Existem pesquisas que mostram que amamentar com leite materno faz com que as crianças tenham mais pontos de QI, maior desenvolvimento emocional e imunológico. Além disso, ele beneficia o trato gastrointestinal, a cavidade oral, é capaz de prevenir alergias e outras doenças, como a obesidade e o diabetes”, ressalta a consultora em aleitamento materno pela Universidade da Califórnia, Eneida Souza, mãe de Júlia, Beatriz e Daniel.

Evitar a diarreia e auxiliar no desenvolvimento do sistema nervoso são outras consequências do aleitamento materno. E não pense que somente a criança sai ganhando! As mães também se beneficiam com a amamentação, já que ela ajuda no controle do sangramento após o parto, prevenindo hemorragias. Segundo Eneida, também auxilia na proteção contra o câncer de útero e de mama e ainda pode dar aquela mãozinha para emagrecer.

Um estudo realizado pela Universidade da Carolina do Norte mostra que crianças que foram amamentadas têm menor tendência a ter doenças como leucemia, infecção de ouvido, doença de Crohn’s, úlcera, além de problemas gástricos e respiratórias. Foi comprovado também que amamentar por mais de seis meses diminui o risco de doenças e morte precoce do bebê. Segundo outra pesquisa publicada em 2016 pela revista científica The Lancet, o aumento dos índices de amamentação evitaria 800 mil mortes de crianças por ano no mundo.

Nosso papel é informar as mães sobre os benefícios da amamentação, para que tenham perseverança nesse momento. Mas todo mundo é diferente, e o importante é não se sentir culpada e dar ao seu filho o que for melhor para ele, sempre!

Leia também:

Veja as vantagens da amamentação

Estudo aponta mais benefícios da amamentação

Que exemplo! Mãe precisa ficar internada após o parto e pai ‘amamenta’ filha

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/eua-vao-contra-medida-da-onu-que-apoia-a-amamentacao-entenda-porque-isso-e-um-absurdo/feed/ 0
Vem comemorar com a gente! Assista ao vídeo dos meninos tailandeses se recuperando no hospital https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/vem-comemorar-com-a-gente-assista-ao-video-dos-meninos-tailandeses-se-recuperando-no-hospital/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/vem-comemorar-com-a-gente-assista-ao-video-dos-meninos-tailandeses-se-recuperando-no-hospital/#respond Wed, 11 Jul 2018 14:17:53 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99479 (Foto: reprodução do Twitter/@jamesmassola)

(Foto: reprodução do Twitter/@jamesmassola)

No dia 23 de junho, doze adolescentes de um time de futebol, entre 11 e 16 anos de idade, e seu treinador desapareceram na Tailândia. Tudo isso aconteceu por causa de uma excursão pelo complexo de cavernas de Tham Luang, no parque florestal Khun Nam Nang Non, no norte da província de Chiang Rai. Eles ficaram presos depois de uma forte chuva que inundou o local.

Depois de 9 dias de busca e da mobilização de uma equipe com mil socorristas de diversos países – sendo 17 deles experientes em resgate e sobrevivência da Força Aérea dos Estados Unidos e três especialistas de mergulho em cavernas da Grã-Bretanha – os 13 foram encontrados em bom estado de saúde, apesar de terem ficado todo esse tempo sem comer. Ufa!

Na última terça-feira (10), o mundo comemorou o resgate de todos os meninos e o treinador. Após o resgate o grupo foi direto para o hospital e só vão sair quando estiverem recuperados. O jornalista James Massola compartilhou em seu Twitter, recentemente, um vídeo dos meninos no hospital. A publicação já chegou a mais de 5 mil visualizações. A gente torceu bastante pra que todos saíssem da caverna em segurança e agora podemos comemorar!

Leia também:

Vem ver já a reação dos meninos que foram encontrados em caverna tailandesa. Tá preparada?

Menina de 5 anos salva mãe e irmão mais novo após acidente de carro

Muito emocionante: Mãe arrisca a vida e salva os três filhos de incêndio

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/vem-comemorar-com-a-gente-assista-ao-video-dos-meninos-tailandeses-se-recuperando-no-hospital/feed/ 0
TOP 7: Selecionamos os carrinhos de bebê mais tecnológicos e modernos do mercado https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/top-7-selecionamos-os-carrinhos-de-bebe-mais-tecnologicos-e-modernos-do-mercado/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/top-7-selecionamos-os-carrinhos-de-bebe-mais-tecnologicos-e-modernos-do-mercado/#respond Tue, 10 Jul 2018 21:38:33 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98364 family-taking-a-walk-down-the-street-picture-id901212456

(Foto: iStock)

Escolher o carrinho do bebê nem sempre é fácil. Além da qualidade, existem muitos outros fatores a serem levados em conta como peso, resistência e o modelo. Para facilitar a sua escolha, fizemos um TOP 7 de carrinhos de bebê. Confira:

6;5Pég-Perego e Fiat 5.899 PRECISA PEGAR A OUTRA PARTE DESSE CARRINHO

(Foto: Divulgação)

1. Pég-Perego Book 500 Pop-up: feito em parceria com a Fiat, vem com um bebê conforto com assento reversível e dobrável. (R$5.899 – br.pegperego.com)

2Burigotto Air R$799

(Foto: Divulgação)

2. Burigotto Air: é o carrinho mais leve da marca, pesando apenas 4,9 kg e possui sistema de abrir e fechar apenas com uma mão. (R$799 – burigotto.com.br)

7Mios Autumn Gold completo breathable R$4.999 ciadomovel.com.br

(Foto: Divulgação)

3. Mios Autumn Gold: além de elegante, o carrinho feito pela Cia do Móvel é compacto, flexível, funcional e confortável. (R$4.999 – ciadomovel.com.br)

4carrinho e bebe conforto INFANTI R$1599 alobebe.com.br

(Foto: Divulgação)

4. Infanti Off Road Travel System: o carrinho suporta até 15 kg e vem com um bebê conforto que aguenta até 13 kg e possui cinto de segurança de 5 pontas. (R$1.599 – alobebe.com.br)

1Carrinho de Bebê OHLalà - Chicco R$829 alobebe.com.br

(Foto: Divulgação)

5. Chicco Bebê OhLalà: confortável, leve, compacto e fácil de carregar, acompanha capa de chuva impermeável e protetor solar removível. (R$829 – alobebe.com.br)

1Carrinho de Bebê OHLalà - Chicco R$829 alobebe.com.br

(Foto: Divulgação)

6. Quinny Luxe Sport: visual luxuoso e esportivo para quem gosta de estilo (R$3.199 – quinny.com.br)

lala

(Foto: Divulgação)

7. Voyage Umbrella Monster: visual inovador, lúdico e interativo com apliques 3D.  Ele tem fechamento tipo guarda-chuva, capota retrátil e removível, 4 rodas duplas e estrutura leve e resistente. (R$279 – voyageinfantil.com.br)

lala]

(Foto: Divulgação)

Leia também

O que você precisa saber para escolher um carrinho de bebê

Vídeo de garotinha empurrando um cachorro no carrinho de bebê faz sucesso

Carrinho de bebê com capa protetora é lançado no mercado brasileiro

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/top-7-selecionamos-os-carrinhos-de-bebe-mais-tecnologicos-e-modernos-do-mercado/feed/ 0
Chega de fraldas! 3 dicas simples para treinar seu filho para o penico https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/chega-de-fraldas-3-dicas-simples-para-treinar-seu-filho-para-o-penico/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/chega-de-fraldas-3-dicas-simples-para-treinar-seu-filho-para-o-penico/#respond Tue, 10 Jul 2018 21:29:31 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99159 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A hora do desfralde é um momento muito esperado, mas também preocupante para várias mães. A gente sabe que você fica aliviada porque vai parar de usar aquele monte de fraldas, mas e aquele medo de não saber como vai ser todo o processo? Selecionamos algumas dicas para treinar seu filho para usar o penico:

Seja paciente

É importante lembrar que não existe um cronograma universal para quando a criança deve ser treinada para o banheiro – isso geralmente acontece entre 18 meses a quatro anos – então forçar seu filho a usar o penico antes que ele esteja pronto pode piorar todo o processo para vocês dois. Pressioná-la a realizar algo que ela simplesmente não está preparada, tem o potencial de afetar negativamente sua autoestima.

Pergunte ao seu filho regularmente se ele quer ir ao banheiro. Com o tempo, ele perceberá por conta própria quando ele precisará fazer xixi e, em breve, ele nem precisará dos seus gentis lembretes.

Verifique as regras da escola

Em vez de se preocupar desnecessariamente sobre a questão, ligue para a escola do seu filho diretamente para ver como sua política define o treinamento para o penico e se há alguma flexibilidade. Não hesite em conversar e pergunte aos professores se eles podem trabalhar com você para elaborar um plano para impulsionar essas “habilidades” no seu filho.

Acredite: a escola pode ajudar (e muito) nesse processo. Isso porque seu filho não vai querer parecer infantil para seus colegas que já usam o banheiro, então será um belo incentivo.

Não deixe se abalar por conta dos contratempos

Ir para a pré-escola é uma grande transição, então crianças – até mesmo as que já são treinadas para o banheiro – podem regredir um pouco durante este tempo e alguns acidentes podem acontecer. Mas alguns deslizes certamente não significam que você está de volta ao começo. Mesmo que ele pareça estar regredindo, não recorra ao uso de fraldas, isso pode fazer com que o penico seja ainda mais adiado. Lembre de parabenizá-lo quando ele for ao banheiro e, quando não, incentive-o com frases encorajadoras como: “Não se preocupe, você vai conseguir”. Punir, repreender ou lembrá-lo sobre a exigência pré-escolar poderia deixá-lo ainda mais ansioso.

Leia também:

E a hora do desfralde, quando chega?

6 dicas para ajudar seu filho no momento do desfralde

O que você deve saber antes do seu filho começar a pré-escola

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/chega-de-fraldas-3-dicas-simples-para-treinar-seu-filho-para-o-penico/feed/ 0
Dia da pizza: 3 receitas diferentes para provar com a família toda https://paisefilhos.uol.com.br/familia/dia-da-pizza-3-receitas-diferentes-para-provar-com-a-familia-toda/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/dia-da-pizza-3-receitas-diferentes-para-provar-com-a-familia-toda/#respond Tue, 10 Jul 2018 21:06:20 +0000 http://www.paisefilhos.com.br/?p=62868 Foto: Thinkstock

Foto: Thinkstock

Para comemorar o dia da pizza, que é 10 de julho, pedimos para a Bia Goll, cozinheira e filha de Rubens e Maria Verginia, nos passar algumas receitas fáceis, mas diferentes, para fazermos em casa. As coberturas podem ser finalizadas com azeite extravirgem, sal orgânico e ervas frescas, como alecrim, salsinha, manjerona e sálvia.

Para acompanhar, a indicação da Bia são as folhas frescas picadas com a mão mesmo. Rúcula, alface americana ou crespa dão um toque de frescor ao prato. Castanhas e uva passa também são bem-vindas para dar o toque final ao sabor!

“A ideia é propor texturas e sabores novos ao paladar. Os queijos diferentes são ricos de sabores e desafios na boca”, comenta a cozinheira. Vamos fazer a nossa já!

Pizza Popeye

Pique 15 folhas de espinafre e coloque em cima da massa. Cubra com queijo provolone ralado grosso.

Pizza Maluca

Corte 5 rodelas de abobrinha italiana e distribua sobre a minipizza. Por cima, coloque queijo gorgonzola e 3 colheres de sopa de abacaxi em cubos.

Pizza Desafiadora

Rale 3 colheres de sopa de abóbora moranga e 1 colher de café de gengibre. Cubra com mussarela ralada.

Leia também: 

Pela primeira vez, número de cesárias diminui no Brasil

Pão sem sova para assar na panela de ferro

Como um corte de cabelo virou lição contra o preconceito

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/dia-da-pizza-3-receitas-diferentes-para-provar-com-a-familia-toda/feed/ 0
Estamos ansiosos! Cristiano Ronaldo pode ter seu próprio reality show https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/estamos-ansiosos-cristiano-ronaldo-pode-ter-seu-proprio-reality-show/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/estamos-ansiosos-cristiano-ronaldo-pode-ter-seu-proprio-reality-show/#respond Tue, 10 Jul 2018 20:50:42 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99436 (Foto: Reprodução Instagram)

(Foto: Reprodução Instagram)

Além do Cristiano Ronaldo ser um dos maiores nomes do futebol atualmente, ele também faz diversas propagandas dos mais variados produtos e agora está prestes a ter seu próprio reality show na televisão. Sim, isso mesmo! O dono de cinco bolas de ouro pode dar um passo a mais na sua carreira.

De acordo com a revista Variety, Cristiano estaria se reunindo com executivos do Facebook para criar sua própria série, onde mostraria um pouco do dia a dia do jogador. O intuito desse projeto seria promover seu filho, Cristiano Ronaldo Jr, de apenas oito anos.

Por temporada, o atacante do Real Madrid ganha R$184 milhões e, caso a série fosse fechada, ele poderia receber em torno de R$40 milhões por apenas 13 episódios. E aí, ansiosos para acompanhar de perto a vida do atual melhor jogador do mundo?

Leia também:

Georgina Rodríguez posta primeira foto da filha com Cristiano Ronaldo

Foto do filho de Cristiano Ronaldo sorrindo para Messi toma conta da internet

Copa do Mundo: 9 dicas para fingir que entende de futebol

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/estamos-ansiosos-cristiano-ronaldo-pode-ter-seu-proprio-reality-show/feed/ 0
Ombro amigo: crianças que têm irmãos sofrem menos com brigas dos pais https://paisefilhos.uol.com.br/familia/ombro-amigo-criancas-que-tem-irmaos-sofrem-menos-com-brigas-dos-pais/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/ombro-amigo-criancas-que-tem-irmaos-sofrem-menos-com-brigas-dos-pais/#respond Tue, 10 Jul 2018 20:22:44 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99393 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Não é novidade que crianças que ficam expostas a brigas entre os pais correm maior risco de desenvolver problemas de saúde mental. Mas um novo estudo procurou responder por que algumas delas não sofrem essas consequências negativas, mesmo quando presenciam conflitos constantes na família. Feito por pesquisadores da Universidade de Rochester, da Universidade de Nebraska-Lincoln e da Universidade de Notre Dame, o estudo provou que ter um bom relacionamento com um irmão pode ajudar a amenizar a angústia desses conflitos familiares.

“A maioria das crianças passa mais tempo interagindo com irmãos do que com qualquer outro membro da família”, disse Patrick T. Davies, professor de psicologia da Universidade de Rochester, que liderou o estudo. “Nós mostramos que ter um bom relacionamento com um irmão ou irmã reduziu a vulnerabilidade de jovens expostos a conflitos entre seus pais, diminuindo suas tendências de sentir angústia ou culpa”. Os pesquisadores analisaram 236 famílias – formadas por crianças com pelo menos um irmão, suas mães e seus pais – com filhos entre 12 e 14 anos de idade.

O estudo concluiu que, ao presenciar brigas entre os pais, as crianças ficam mais angustiadas, ansiosas e podem até se tornarem pessoas agressivas, reproduzindo o que acontece dentro de casa, ou ter problemas de saúde mental na adolescência. No entanto, aquelas que têm bons laços com seus irmãos ficam protegidas desses sentimentos e de possíveis problemas maiores no futuro. Esses efeitos positivos foram semelhantes independente das idades e combinações de gêneros.

“Manter bons relacionamentos com os irmãos pode aumentar as habilidades de resolução de problemas e até neutralizar os riscos associados à experiência de vivenciar conflitos não resolvidos entre os pais”, explica Meredith Martin, professora assistente de psicologia da Universidade de Nebraska-Lincoln,  co-autora do estudo.

Apesar de a pesquisa mostrar um lado bom, evitar discussões e brigas perto dos filhos, respeitando a opinião um do outro e deixando para debater problemas longe do alcance da criança é sempre a melhor opção, recomenda a neuropsicóloga e especialista em psicologia do desenvolvimento infantil Deborah Moss, mãe de Ariel, Patrick e Alícia.

Leia também:

Crianças que presenciam brigas dos pais podem se tornar mais agressivas

Você sabia que ter um irmão mais novo torna a gente uma pessoa melhor?

10 razões para dar um irmão ao seu filho

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/ombro-amigo-criancas-que-tem-irmaos-sofrem-menos-com-brigas-dos-pais/feed/ 0
Acabou o tédio! 7 ideias para fazer o melhor acampamento dentro de casa https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/acabou-o-tedio-7-ideias-para-fazer-o-melhor-acampamento-dentro-de-casa/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/acabou-o-tedio-7-ideias-para-fazer-o-melhor-acampamento-dentro-de-casa/#respond Tue, 10 Jul 2018 18:58:12 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99178 (Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Férias de julho é difícil manter a criançada entretida o dia todo em casa, a gente sabe. Provavelmente as suas ideias já se esgotaram e você não sabe mais o que fazer – ainda mais porque o tempo frio não ajuda.

Mas você sabia que o acampamento feito dentro de casa é a maior tendência global para essa estação? O Pinterest fez uma pesquisa com seus usuários e o resultado foi esse. Então, separe os lençóis, junte as cadeiras e inspire-se em algumas ideias que separamos. Olha só:

Festa do pijama

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Não existe coisa mais legal do que reunir os amigos para uma noite do pijama com muita conversa, comida e criatividade! Que tal apostar em uma decoração personalizada? Abuse de almofadas de diferentes formatos, bandeirolas e até luzes de natal.

Use a mesa

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

O ponto principal dessa ideia é a praticidade. O resultado é uma cabana incrível em pouco tempo apenas usando tecidos! Dá pra customizar e decorar aquela toalha antiga do jeito que você e seu filho preferirem. Soltem a criatividade e mão na massa!

Separe brincadeiras

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Para tornar a noite ainda mais divertida, uma boa ideia é separar algumas brincadeiras simples como mímica, teatro de fantoches e trava línguas, e distribuí-las entre as cabanas. Muito legal!

Faça você mesmo

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Se você é daqueles que adora um tutorial, prepare-se! Basta ter ripas de madeiras de diferentes tamanhos e seguir o passo a passo. Chame as crianças para te ajudar, isso estimula a criatividade e é um ótimo trabalho em equipe.

Sofisticado

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Para dar aquele toque especial no seu acampamento, aposte em tecidos estampados e decoração mais exagerada.

Básico

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Se você é do “menos é mais”, opte por branco combinado com tecido estampado e almofadas coloridas. O acampamento fica com ar mias clean.

Acampamento quase de verdade

(Foto: Reprodução Pinterest)

(Foto: Reprodução Pinterest)

Se sua casa tem espaço o suficiente e você por acaso tem uma cabana guardada, faça a alegria das crianças e monte-a bem no meio da sala. Luzes de natal dão um clima e vocês podem até passar a noite dentro da barraca. Incrível, né?

Leia também:

Seu filho curte uma aventura? Então você precisa conhecer esses 5 acampamentos de férias

Oba, férias! Vem ver dicas de passeio para animar os dias de folga da criançada

Festa do pijama: equipamentos que vão fazer a diferença para o seu filho amar ainda mais esse dia

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/acabou-o-tedio-7-ideias-para-fazer-o-melhor-acampamento-dentro-de-casa/feed/ 0
“Esses problemas vão ser uma memória distante, mas a minha realidade agora é essa e isso machuca”, relata mãe sobre amamentação https://paisefilhos.uol.com.br/mais/esses-problemas-vao-ser-uma-memoria-distante-mas-a-minha-realidade-agora-e-essa-e-isso-machuca-relata-mae-sobre-amamentacao/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/esses-problemas-vao-ser-uma-memoria-distante-mas-a-minha-realidade-agora-e-essa-e-isso-machuca-relata-mae-sobre-amamentacao/#respond Tue, 10 Jul 2018 15:30:35 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99065 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Ter filhos nem sempre é um mar de rosas. A australiana Laura Mazza, do Facebook e blog @themumontherun, é mãe de Luca, Sofia e do recém-nascido James, e fez um desabafo sobre as dificuldades da amamentação. Ela decidiu contar sobre seus obstáculos dessa fase em um texto que compartilhou na internet justamente para mostrar que esse momento é muito idealizado, mas que também tem algumas partes difíceis. Confira:

“Quando eu estava grávida do meu primeiro filho, via todas essas fotos de mães satisfeitas amamentando seus recém-nascidos com um vínculo tão incrível e pareciam tão contentes. Eu estava empolgada com aquilo. Nem pensei que talvez não pudesse amamentar, já que as enfermeiras me disseram que todas as mães conseguem. Esperava ser a mesma mãe satisfeita, mas eu não fui.

Meu filho mais velho não conseguia pegar direito, algo que eu não pensava que seria um problema. Eu aprendi sobre língua presa, algo que eu nem sabia que existia –  e meus três bebês tiveram. Eu aprendi sobre a candidíase e as dores que isso causa quando você amamenta. Posições que criam mamilos planos, mamilos que sangram, mamilos rachados. A dor disso é pior do que a do parto. Conchas protetoras de mamilos, suores noturnos.

O tempo entre as mamadas, amamentação em demanda, bombear leite para criar um abastecimento e, às vezes, bombear e não conseguir tirar leite nenhum. Se preocupar com confusão de bicos, sobre perda de peso ou sobre ouvir as palavras “atraso do crescimento”. Usar uma fórmula porque você só quer que seu bebê esteja alimentado, feliz e saudável. A tristeza que tudo isso traz, a ansiedade. A culpa e exaustão.

Não é fácil. Nem um pouco. Na verdade, é bem difícil. Fisicamente e emocionalmente. Não é algo simples como ‘amamentar o seu bebê’. E você quer tanto, mas tanto dar a ele o melhor… Te dizem que todos conseguem fazer isso, que é fácil e um lindo momento de conexão e, quando não é, você se pergunta: onde estou falhando? Por que não pode ser mais fácil? Porque tem que ser tão difícil? Eu pensei que estaria preparada, mas nunca estive. Seu corpo faz o que quer e seu bebê também.

Eu não tenho uma foto boa amamentando nesses primeiros meses. Nunca tive. Mas eu sei que melhora. Eu já passei por isso. Eu sei que todos esses problemas vão ser uma memória distante, mas a minha realidade agora é essa e isso machuca.

Então, se você está passando por esses problemas, saiba que melhora. É uma longa e difícil estrada para percorrer, pode dar certo e pode não dar. Pode nunca ser tranquila, mas a culpa diminui, você percebe que sua felicidade importa, você faz aquilo que funciona melhor e seu bebê te ama mesmo assim”.

Leia mais:

Amamentação cruzada, não!!! Entenda o porquê

Silicone x Amamentação: saiba o que é mito ou verdade e tire suas dúvidas

Como é amamentar ao redor mundo

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/esses-problemas-vao-ser-uma-memoria-distante-mas-a-minha-realidade-agora-e-essa-e-isso-machuca-relata-mae-sobre-amamentacao/feed/ 0
Enrico arrasou no look! Vem ver detalhes do batizado do filho de Karina Bacchi https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/enrico-arrasou-no-look-vem-ver-detalhes-do-batizado-do-filho-de-karina-bacchi/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/enrico-arrasou-no-look-vem-ver-detalhes-do-batizado-do-filho-de-karina-bacchi/#respond Tue, 10 Jul 2018 14:49:24 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99400 (Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

No último domingo (8), pela manhã, aconteceu o batizado do primeiro filho da Karina Bacchi, Enrico. A atriz não economizou fotos e publicou vários registros do momento superespecial em família no Instagram @karinabacchi. Com a apresentadora Ticiane Pinheiro como madrinha, Karina agradeceu a Deus pela oportunidade de ser mãe. “Agradecer, abençoar e batizar meu filho, presente de Deus! Gratidão infinita… Quanta emoção nessa alma que sonhou com esse momento”, escreveu a mãe. Cada publicação conquistou mais de 100 mil curtidas. Todo mundo desejando o melhor para o menino, separamos várias fotos para você:

Karina Bacchi 1

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 2

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 3

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 4

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 5

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 7

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 8

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 9

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 10

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 11

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 12

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 13

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 14

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 15

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 16

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 17

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Karina Bacchi 18

(Foto: reprodução do Instagram/@karinabacchi)

Leia também:

Não estamos sabendo lidar com Enrico, filho de Karina Bacchi, fantasiado de caipira!

Amamos! Karina Bacchi celebra os 9 meses de Enrico

Karina Bacchi compartilha fotos de Enrico, relembra gravidez e derrete corações

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/enrico-arrasou-no-look-vem-ver-detalhes-do-batizado-do-filho-de-karina-bacchi/feed/ 0
As crianças de hoje têm mais força de vontade do que as de antigamente, afirma estudo https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/as-criancas-de-hoje-tem-mais-forca-de-vontade-do-que-as-de-antigamente-afirma-estudo/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/as-criancas-de-hoje-tem-mais-forca-de-vontade-do-que-as-de-antigamente-afirma-estudo/#respond Mon, 09 Jul 2018 16:13:55 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98620 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A tecnologia tem sido culpada por fazer com que as crianças fiquem ansiosas porque não conseguem mais controlar seus impulsos. Mas, de acordo com um novo estudo publicado pela Associação Americana de Psicologia na revista Developmental Psychology, as crianças de hoje têm mais força de vontade do que na década de 1960 e, portanto, têm maior probabilidade de sucesso.

A explicação para isso é devido a um aumento nos números de QI entre as crianças nas últimas décadas. Isso tem sido associado a melhorias em tecnologias que dão às crianças uma visão global do mundo e as ajudam a desenvolver suas habilidades mais rapidamente, afirmam os pesquisadores.

Os resultados foram analisados por psicólogos da Universidade de Minnesota através do Teste Marshmallow, que já foi realizado nos anos 60, 80, 2000 e 2010. Ok, mas o que é esse teste? Ele promete para crianças que elas ganharão dois marshmallows em vez de um se puderem resistir a comer o doce na frente dos adultos, então eles saem do quarto por 20 minutos.

Além disso, a equipe também realizou uma pesquisa online com 358 adultos nos EUA, aos quais foi perguntado quanto tempo eles achavam que as crianças hoje esperariam em comparação com as crianças nos anos 60. Cerca de 72% achavam que as crianças de hoje não esperariam tanto tempo e 75% acreditavam que elas teriam menos autocontrole.

Mas o Teste Marshmallow provou o contrário: as crianças que participaram em 2012 esperaram uma média de dois minutos a mais do que aqueles da década de 1960. Impressionante, não é mesmo?

Se esta tendência continuar com a geração atual, isso sugere que eles estarão preparados para esperar ainda mais. “Embora vivamos em uma era de gratificação instantânea, onde tudo parece estar disponível imediatamente via smartphone ou internet, nosso estudo sugere que as crianças de hoje podem adiar a gratificação por mais tempo que as crianças nos anos 60 e 80”, disse a pesquisadora líder Stephanie Carlson em entrevista para o Daily Mail.

A capacidade de retardar a gratificação na primeira infância tem sido associada a uma série de resultados positivos, como maior competência acadêmica e maiores pontuações de desempenho acadêmico, peso mais saudável, enfrentamento eficaz com estresse e frustração, responsabilidade social e relações positivas com os pares.

Leia também:

10 habilidades que seu filho precisa aprender antes dos 10 anos

Mães contam como ficaram ansiosas durante a gravidez

5 habilidades que toda mãe devia ter

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/as-criancas-de-hoje-tem-mais-forca-de-vontade-do-que-as-de-antigamente-afirma-estudo/feed/ 0
Sem desculpas! Exercitar-se na gravidez ajuda nas dores durante o parto https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sem-desculpas-exercitar-se-na-gravidez-ajuda-nas-dores-durante-o-parto/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sem-desculpas-exercitar-se-na-gravidez-ajuda-nas-dores-durante-o-parto/#respond Mon, 09 Jul 2018 16:07:51 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98866 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Quando o assunto é trabalho de parto, muitas mulheres até se assustam. Claro, o mundo todo sabe que esse momento exige muito esforço da gestante e muita preparação. Assim que iniciado, você nunca sabe quando o trabalho de parto vai acabar e isso pode se tornar exaustante e intenso para a mulher.

Mas o que pouca gente sabe é que durante os nove meses de gravidez você pode se preparar para amenizar as dores antes e durante o procedimento do parto de uma forma muito simples: com exercícios.

Sim! Com uma simples caminhada você pode evitar dores musculares durante e após o parto, pois isso fará com que suas pernas se fortaleçam. É fundamental e funciona independente da posição do nascimento.

Além disso, é um exercício de pouco esforço físico e que não apresenta riscos para gestantes se feito com cautela, mas lembre-se de conversar com seu médico sempre.

Leia também:

Tempo com as amigas é tão bom para a saúde quanto exercícios físicos

Conheça três exercícios para ajudar seu bebê a ficar mais forte

Exercícios hipopressivos ajudam a emagrecer e respeitam seu corpo no pós-parto

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sem-desculpas-exercitar-se-na-gravidez-ajuda-nas-dores-durante-o-parto/feed/ 0
Cuidado em dobro na gestação: mulheres têm mais chance de desenvolver diabetes https://paisefilhos.uol.com.br/saude/cuidado-em-dobro-na-gestacao-mulheres-tem-mais-chance-de-desenvolver-diabetes/ https://paisefilhos.uol.com.br/saude/cuidado-em-dobro-na-gestacao-mulheres-tem-mais-chance-de-desenvolver-diabetes/#respond Mon, 09 Jul 2018 16:03:09 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99198 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Uma coisa que sabemos é: precisamos sempre estar de olho na nossa saúde e de nossos filhos. A diabetes, por exemplo, é uma doença séria que pode ser ocasionada por casos na família, colesterol alto, stress e sedentarismo.

Mas o que ela faz? De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto do Instituto Penido Burnier, causa acúmulo de açúcar no sangue e está separada em: A do tipo I, que responde por 10% dos casos e está relacionada à queda ou ausência de produção da insulina – o hormônio que controla o nível de açúcar no sangue – e a do tipo II, que acontece por resistência do organismo à insulina e resulta em menor penetração da glicose nas células. Se não tratada ela pode causar graves doenças nos olhos, hipertensão arterial, insuficiência renal e doenças cardíacas.

De acordo com a pesquisa VIGITEL 2017 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), que acaba de ser divulgada pelo Ministério da Saúde, o índice de mulheres com diabetes (8,1%) é maior do que o índice de homens (7,1%). Por isso, na gravidez o cuidado das mães deve ser redobrado! Isso porque existe algo chamado diabetes gestacional, mais comum no segundo trimestre de gravidez, que acontece quando a quantidade de açúcar no sangue, durante a gravidez, fica maior do que a considerada normal, pois o pâncreas de algumas mulheres não consegue fabricar insulina suficiente para atender tanto a mãe quanto o bebê.

A diabetes gestacional pode ser diagnosticada em mulheres grávidas e que não possuíam a doença antes. Mas quando desconfiar? Segundo Maurício Sobral, ginecologista e obstetra, pai de Luiza e Beatriz, a gestante deve suspeitar quando começa a engordar e apresentar inchaço nas extremidades acima do normal. A elevação da pressão sanguínea é um sinal indireto. Na ultrassonografia, seu médico pode notar sinais como o bebê aumentar muito de tamanho e peso e o líquido amniótico aumentar de volume. A doença não costuma apresentar sintomas específicos, por isso pode ser confundida com os da própria gravidez, afinal inchaço e ganho de peso, por exemplo, são comuns.

Manter o nível de açúcar no sangue controlado é importante, pois desta forma será oferecida ao bebê uma quantidade de glicose normal. Se estiver descontrolado, o organismo da criança começa a produzir insulina e isso pode acarretar em algumas complicações como até a má formação do feto. Geralmente, após o parto, a taxa de açúcar no organismo da mãe tende a se normalizar. Caso isso não ocorra e a mulher for diagnosticada com diabetes, ela deve manter a alimentação balanceada, suspender o açúcar de sua dieta e consumir mais alimentos integrais e menos carboidratos.

“Além das consultas com o obstetra, é muito importante que a gestante opte por uma mudança de hábitos, incluindo uma dieta saudável e a prática de exercícios, que auxiliam no controle dos níveis de glicose no sangue e no funcionamento da insulina”, comenta o Dr. Maurício. O tratamento depende muito do caso. Pode ser somente com exercícios e dieta até o uso de insulina. “Em casos mais complicados, tem de internar a paciente para controlar o açúcar no sangue e monitorar o bem-estar do bebê”, finaliza o médico.

Se não tratada, pode trazer riscos à saúde do bebê, como parto prematuro, doenças cardíacas, desenvolvimento da síndrome da angústia respiratória – que é a dificuldade para respirar ao nascer, icterícia e obesidade na infância ou adolescência.

Leia mais:

Um cardápio completo para quem tem diabetes gestacional

Fique atenta: Diabetes gestacional pode causar parto prematuro

Você sabia? Diabetes gestacional pode estar ligada ao sexo do bebê

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/saude/cuidado-em-dobro-na-gestacao-mulheres-tem-mais-chance-de-desenvolver-diabetes/feed/ 0
Quem ama a Disney sabe: os fogos de artifício são a melhor parte! https://paisefilhos.uol.com.br/mais/quem-ama-a-disney-sabe-os-fogos-de-artificio-sao-a-melhor-parte/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/quem-ama-a-disney-sabe-os-fogos-de-artificio-sao-a-melhor-parte/#respond Mon, 09 Jul 2018 15:53:55 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99223 di

Quem aqui é fã da Disney levanta a mão! Esse tema é o favorito de muita gente – adulta inclusive! Além dos desenhos, os parques são superfamosos e contam com atrações muito emocionantes, como a queima de fogos no final do dia. E coloca emoção nisso! Tara Block escreveu um relato para o site Pop Sugar sobre o dia que ela viu os fogos com a sua melhor amiga e a gente adorou! Vem ver:

“Veja só, eu assisti a queima de fogos do “Espetáculo Pixar – Juntas para sempre” com a minha melhor amiga depois de 8 horas seguidas passeando pela Disney e tendo dormido só 4 horas, então faça as contas. Nós choramos incontrolavelmente enquanto nos abraçávamos e a magia da Disney acontecia em volta de nós? Sim. Valeu a pena virar uma louca emocionada na frente de uma multidão de estranhos? Com certeza!

Como uma frequentadora assídua do parque e fã enorme da Disney, eu já vi vários shows de fogos, mas realmente acho que esse foi um dos melhores. A qualidade da apresentação, as projeções lindas no castelo da Bela Adormecida, as inúmeras surpresas muito divertidas – como a casa flutuante de Carl, do filme Up e os personagens infláveis de Coco aparecendo pelas construções da Main Street – se juntaram com a técnica inovadora dos próprios fogos (os em forma de anêmona do filme Procurando Nemo foram especialmente impressionantes) nos deixou de boca aberta e sem ar.

Depois, é claro, os próprios temas super nostálgicos da Pixar darão um soco direto nos seus sentimentos, principalmente se você estiver assistindo com a sua melhor amiga – o que eu recomendo, só para lembrar. Agora, confira algumas fotos desse momento incrível e tente ir ver pessoalmente o show de fogos!”

 

disnei

(Foto: Reprodução / Disney)

disneu

(Foto: Reprodução / Disney)

Leia também

Atenção amantes da Disney: o Toy Story Land está oficialmente aberto!

É magia que você quer? Novo aplicativo da Disney promete deixar sua viagem aos parques ainda mais incrível!

8 motivos para assistir Muppet Babies, a nova série do Disney Junior

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/quem-ama-a-disney-sabe-os-fogos-de-artificio-sao-a-melhor-parte/feed/ 0
Foto polêmica de mãe após o parto choca a internet https://paisefilhos.uol.com.br/mais/foto-polemica-de-mae-apos-o-parto-choca-a-internet/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/foto-polemica-de-mae-apos-o-parto-choca-a-internet/#respond Mon, 09 Jul 2018 15:10:15 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99169 1

(Foto: Reprodução / Facebook)

A foto de uma mãe mexendo no celular logo após o nascimento do filho está dando o que falar na internet. Constance Hall, uma blogueira da Austrália, publicou uma foto sua e de seu marido, Denim Cooke, na maternidade, com o seu bebê recém nascido. Acontece que o detalhe que chama atenção não é a importância do momento, e sim que ela estava mexendo no celular na hora que a foto foi tirada.

3

(Foto: Reprodução / Facebook)

Como previsto, Costance recebeu várias críticas. “Esses comentários foram seguidos por alguns julgamentos sobre o que eu estava fazendo no meu telefone, ao invés de gastar cada segundo do meu amor e ser uma mãe eternamente grata”, ela disse em entrevista ao Daily Mail.

Ela também se defendeu em suas redes sociais, deixando claro que o que ela estava fazendo no celular ou deixando de fazer não era da conta de ninguém. “Seus filhos são o seu problema, assim como a maneira que você os cria, que tipo de mãe você é e o que você está fazendo no seu telefone”, ela completou.

O filho de Constance e Denim nasceu no dia 28 de maio e trouxe muita felicidade para o casal. Em sua rede social, ela publicou uma foto amamentando “Rajá. Nascido às 14:46, de 38 semanas e pesando 4.2kg. Nós não poderíamos ter sonhado com um bebê mais perfeito”.

2

(Foto: Reprodução / Facebook)

 

Leia também 

Mãe ensina que filho não precisa dividir brinquedos com outras crianças e gera polêmica

Boneca com pênis gera polêmica nas redes sociais

Foto de um pai confortando seu filho doente causa polêmica nas redes sociais

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/foto-polemica-de-mae-apos-o-parto-choca-a-internet/feed/ 0
Tentando engravidar? Separamos 5 alimentos que podem te ajudar https://paisefilhos.uol.com.br/quero-engravidar/tentando-engravidar-separamos-5-alimentos-que-podem-te-ajudar/ https://paisefilhos.uol.com.br/quero-engravidar/tentando-engravidar-separamos-5-alimentos-que-podem-te-ajudar/#respond Mon, 09 Jul 2018 15:03:35 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99241 two-colorful-tasty-ice-cream-cones-in-hand-picture-id538598356

(Foto: iStock)

Você sabe que há muitas regras sobre o que você pode e não pode comer depois de engravidar, mas e quando você ainda está tentando? Será que alguns alimentos podem melhorar sua capacidade de fazer um bebê? Absolutamente. Se você está apenas começando sua busca para aumentar sua família ou você está tentando engravidar por um tempo, aqui estão cinco alimentos para aumentar a fertilidade e um alimento que você deve evitar.

Feijões

Sim, eles aumentam a fertilidade. Pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard analisaram quase 19 mil enfermeiras que estavam ativamente tentando engravidar e descobriram que a infertilidade era 39% mais provável em mulheres com a maior ingestão de proteína animal. Mas as mulheres que ingeriram muita proteína vegetal tinham uma probabilidade muito menor de ter dificuldade em engravidar. Não gosta de feijão? Lentilhas, tofu e nozes também são boas proteínas vegetais.

Sorvete 

Viva! Você leu certo. Uma ou duas porções diárias de leite integral ou produtos lácteos integrais (como sorvete) protegem contra a infertilidade ovulatória. O leite desnatado e com baixo teor de gordura, surpreendentemente, faz o oposto, diz Jorge Chavarro, professor assistente de nutrição e epidemiologia da Escola de Saúde Pública de Harvard e autor de The Fertility Diet. Os especialistas não sabem por que, embora o Dr. Chavarro teorize que remover a gordura do leite altera seu equilíbrio de hormônios sexuais, o que por sua vez impede a ovulação. Não exagere, no entanto.

Folhas verdes 

Espinafre, alface, rúcula, brócolis e outras verduras de folhas escuras são ricos em folato, uma vitamina B que alguns estudos demonstraram que podem melhorar a ovulação. Certifique-se de compartilhar a salada com o seu parceiro, pois os homens que recebem doses mais altas de folato produzem espermatozoides mais saudáveis, reduzindo potencialmente as chances de aborto espontâneo ou problemas genéticos no bebê.

Sementes de abóbora 

Elas são ricos em um tipo de ferro encontrado em certos alimentos vegetais e alimentos fortificados com ferro. Um estudo descobriu que as mulheres que tomam regularmente um suplemento de ferro foram 40% menos propensas a ter problemas para engravidar do que aquelas que não consomem ferro.

Pão integral 

Os carboidratos complexos levam mais tempo do que os refinados para digerir, ajudando a manter estável o açúcar no sangue (e os níveis de insulina). O que isso tem a ver com engravidar? O aumento dos níveis de insulina pode perturbar os hormônios reprodutivos. Um estudo holandês que analisou 165 casais que tentavam engravidar descobriu que quando as mulheres tinham níveis elevados de açúcar no sangue, tinham apenas metade da probabilidade de engravidar durante o estudo de seis meses.

Azeite 

O azeite de oliva é uma gordura monoinsaturada que ajuda a aumentar a sensibilidade à insulina e a diminuir a inflamação em todo o corpo (a inflamação interfere na ovulação, na concepção e no desenvolvimento inicial do embrião). Use-o em saladas com um pouco de vinagre balsâmico ou para cozinhar, no lugar da manteiga.

Salmão

Ele é rico em ácidos graxos ômega-3, que podem ajudar a regular os hormônios reprodutivos e aumentar o fluxo sanguíneo para os órgãos reprodutivos. O salmão também é mais baixo em mercúrio do que outros peixes gordurosos.

Evite gorduras trans

As gorduras trans, que são encontradas em muitos produtos de panificação, alimentos processados, frituras e muito mais, são alimentos a serem observados quando você está tentando engravidar. Essas gorduras diminuem a capacidade do organismo de reagir à insulina, o que o tornará mais propenso à ovulação irregular.

Leia também:

Gravidez sem dúvida: alimentos que ajudam a engravidar

Suas chances de engravidar em cada fase do ciclo

Você sabia? Quem tem diabetes pode ter dificuldade de engravidar

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/quero-engravidar/tentando-engravidar-separamos-5-alimentos-que-podem-te-ajudar/feed/ 0
Mãe faz relato emocionante sobre parto normal da filha, depois de passar por cesárea https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-faz-relato-emocionante-sobre-parto-normal-da-filha-depois-de-passar-por-cesarea/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-faz-relato-emocionante-sobre-parto-normal-da-filha-depois-de-passar-por-cesarea/#respond Sun, 08 Jul 2018 15:13:24 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99130 (Foto: Arquivo Pessoal)

(Foto: Arquivo Pessoal)

A Nina Brondi, mãe de Elisa e Marina, participou do Lá em Casa é Assim, projeto da Pais&Filhos em parceria com a Natura Mamãe e Bebê, e contou para a gente a história de sua gestação e como conseguiu realizar o sonho de ter um parto normal. “Não foi fácil, nem mágico. Foi marcante e intenso, como são os sonhos que realizamos. Não cai do céu. É preciso correr atrás, se preparar e respeitar a espera, mas nós esperamos e conseguimos”, relata Nina. Vem conhecer essa linda história:

“Minha segunda filha, Elisa, chegou com 4,590 kg e 55 cm às 42 semanas e 3 dias de gestação. Sou mãe de duas meninas. A Marina nasceu de cesárea e eu não fui menos mãe por isso. Era pra ter sido e nossa história é linda. Mas eu sempre tive o sonho de parir, queria conhecer meu corpo neste movimento. Eu queria me sentir ativa, agir, sentir dor. Queria o trabalho de parto.

Quando cheguei à Londrina, fui para a yoga e a conexão com meu corpo fez com que meu desejo só aumentasse. Eu sabia que, para parir, precisaria estar com um médico 100% pró parto normal, caso contrário, na reta final o ” tentar o parto normal” iria por água abaixo (ou tesoura acima). Mas o médico parteiro não tinha agenda. Eu liguei muitas vezes. Insisti. Mas era impossível.

E arianas aceitam um não? Corri atrás na cara de pau e falei pessoalmente com o médico. Com 36 semanas de gravidez, contei a minha história e expus meu desejo: eu quero parir e isso só vai acontecer se você me atender. Pelo tempo, talvez tivéssemos só uma consulta, mas eu já confiava nele sem nem conhecer. Pedi pra Elisa não nascer até nossa consulta na semana seguinte. Era ele. Um ser de luz. Ele falava o que eu sempre sonhei ouvir. Ele defende o corpo. A natureza da mulher.

O Fernando, meu marido, me apoiava em tudo e isso foi determinante para que tudo corresse bem. Em nenhum momento ele questionou ou se mostrou contrário. Segurou as pontas e engoliu a própria ansiedade. Me deu as mãos e pudemos continuar. Conversamos com as doulas. Esse acompanhamento de perto, para pais de segunda viagem depois de uma cesárea com certeza, seria importante. E foi!

Vieram as 40 semanas e nada, nenhum sinal. Só sentia ansiedade mesmo. Depois, chegaram as 41 semanas e nada ainda. Vamos continuar, monitorizar diariamente. Estava tudo normal, tudo ótimo. Em uma crise de ansiedade, com medo de passar da hora e sob influência das lendas urbanas que levam milhares de mulheres para a cesárea, ouvi do meu médico: “Não vou dormir se fizer a cesárea em você, Nina. Vocês estão ótimas. Estamos acompanhando. Está tudo perfeito. Podemos seguir, se acalme”.

Me acalmei. Acreditei na nossa equipe. Sim, uma grande equipe para que tudo desse certo. Foram longas conversas na madrugada: eu, Fernando e Elisa. Nos encorajamos e declaramos nossa confiança uns nos outros. Com 42 semanas de gestação, nós voltamos o calendário para não assustar as pessoas e nos blindarmos. Estávamos cuidando de tudo bem de perto. Fazíamos cardiotocografia todo dia e ultrassom com doppler dia sim e dia não. E de repente veio muito líquido, placenta grau 2. Enfim, chegou o dia. Saiu o tampão. Senti a primeira dor (quanta realização uma dor pode trazer!) às 6 horas da manhã.

Passei o dia com dor até ir pro hospital às 16 horas. E aos poucos tudo foi ficando mais intenso. Dores, sensações, descontrole. Quanto tempo duraria aquilo tudo? Mas o que é o tempo? Elisa já havia me ensinado nas semanas anteriores que o tempo não era o meu. Era o nosso e eu não podia controlar. Foi uma grande lição. Em alguns momentos da vida não há o que se fazer a não ser respeitar a espera. Então vivemos a espera e uma madrugada intensa. Pensei tanta coisa e não pensei nada. Assim como a água do chuveiro que aliviava as dores, os pensamentos iam embora.

Fechar os olhos me ajudou, conectou. Eu chamei Elisa. Pedi pelo amor de Deus pra ela vir. Estava cansada. Tinha ao meu lado companheiros fiéis e a melhor equipe. Quando as dores apertaram, pensei em todas as muitas pessoas que tentaram jogar em mim a impossibilidade de parir. Eu ouvi de tudo nas duas últimas semanas: bebê grande, gestação longa, pelve estreita, útero preguiçoso, atonia uterina, mecônio, cesárea anterior, sofrimento fetal, marido alto, eu pequena… Seria verdade aquilo tudo? Era hora de desistir?

Mas a equipe estava ali. Eles me reergueram, encorajaram e mostraram que a Elisa estava ali ao alcance das minhas mãos. Eu senti minha pequena. Era hora de fazer força. Mas onde? Estava exausta e a dor era grande. Ela está descendo, pensei. Falta muito pouco. Então, fechei os olhos e mergulhei no meu mar de histórias. Pedi às mulheres da minha família que me permitissem parir.

Eu vou conseguir, pensei. De cócoras e no chão. Cercada por pessoas muito especiais, fui para dentro de mim, já que a força estava ali. Então, eu pari. Elisa veio ao mundo com a luz de uma manhã de sábado. Eu vi o céu e ela chegou. Nós conseguimos. Não foi fácil. Não foi um caminho tranquilo. Foi uma longa, intensa e inesquecível história, coroada pelo choro e a realização. Nós fomos fortes, determinados e conseguimos. Eu, Elisa, Fernando, Marina, Tami, Letícia (e a Lua que nos acompanhou à distância) e aquele que me acolheu e acreditou muito que eu seria capaz de parir: o Dr. Vinicius. Um homem de olhar tranquilo, responsável e cuidadoso. Um médico humano que respeita o poder da mulher.

Não foi fácil. Não foi mágico. Foi marcante e intenso, como são os sonhos que realizamos. Não cai do céu. É preciso correr atrás, se preparar e respeitar a espera. Mas nós esperamos e conseguimos!”

Leia também:

Respira, vai dar certo! Saiba como amenizar a dor do parto

“Lá em casa é assim: um por todos e todos por um!”, conta Paloma Santos

Lá em casa é assim: “Morar em uma casa compartilhada é entender que o mundo é muito maior”

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/mae-faz-relato-emocionante-sobre-parto-normal-da-filha-depois-de-passar-por-cesarea/feed/ 0
Menino passa as férias distribuindo lanches para moradores de rua https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/menino-passa-as-ferias-distribuindo-lanches-para-moradores-de-rua/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/menino-passa-as-ferias-distribuindo-lanches-para-moradores-de-rua/#respond Sun, 08 Jul 2018 15:11:32 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99285 (Foto: reprodução CNN)

(Foto: reprodução ABC News)

Liam Hannon, de 10 anos de idade, decidiu passar suas férias da escola distribuindo lanches caseiros para moradores de rua. Durante dois meses, o menino que mora em Cambridge, Massachusetts, Estados Unidos, produziu mais ou menos 300 lanches para as pessoas que não têm onde morar. O pai, Scott Hannon, ajudou a criança a fazer a boa ação todos os dias.

“Isso me deixa orgulhoso como pai”, comentou Scott, em entrevista a ABC News“Além disso, foi uma coisa bacana que fazíamos em família, eu, ele, minha esposa e nosso bebê”. Tudo começou com uma conversa entre os dois, com Liam dizendo ao pai que gostaria de fazer um serviço comunitário nas férias. Então, juntos, tiveram a ideia de produzir os lanches.

(Foto: reprodução ABC News)

(Foto: reprodução ABC News)

Os dois começaram fazendo 20 lanches por semana. Para aumentar a produção, o pai de Liam montou uma página na plataforma GoFundMe para arrecadar fundos e com ajuda começaram a montar 60 lanches por semana.

Além do trabalho com os moradores de rua, Liam e Scott são voluntários no Centro de Ajuda Pessoal e Familiar e arrecadam materiais escolares para mais de 400 crianças que tem não onde morar. Que exemplo de família, não é?

(Foto: reprodução ABC News)

(Foto: reprodução ABC News)

Leia também:

Prepare os lencinhos: menina com paralisia cerebral consegue dar primeiros passos depois de cirurgia

Você precisa ver a reação desse tio ao defender menino que sofreu bullying por usar “lancheira de menina”

Exemplo de gentileza! Entenda por quê menina presenteou policial com boneco Elmo

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/menino-passa-as-ferias-distribuindo-lanches-para-moradores-de-rua/feed/ 0
Atenção, mãe: é preciso dar espaço para o pai também https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atencao-mae-e-preciso-dar-espaco-para-o-pai-tambem/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atencao-mae-e-preciso-dar-espaco-para-o-pai-tambem/#respond Sun, 08 Jul 2018 14:57:45 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99055 young-father-at-home-feeding-his-little-son-with-yoghurt-picture-id698779840

(Foto: iStock)

Quem é cuidadosa sabe que as vezes existe um desconforto quando outra pessoa faz de uma maneira diferente o que você está acostumada a fazer. E muitas vezes, essa outra pessoa é interrompida. Mas e quando essa outra pessoa é o pai tentando cuidar do seu filho e você não aceita os cuidados dele?

Ter um filho recém nascido é um grande aprendizado para os pais, mas agora um estudo feito nos Estados Unidos mostra que pais que são criticados por suas parceiras nos primeiros dias de paternidade terão problemas de confiar em suas habilidades conforme a criança for crescendo.

Pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio observaram o impacto que a “proteção da maternidade” tem sobre as habilidades parentais dos pais e sobre a confiança geral e descobriram que ela é uma barreira significativa.

“O comportamento das mães pode mudar a maneira como os pais interagem com os filhos”, explica Lauren Altenburger, principal autor do estudo que foi publicado no Journal of Child and Family Studies.

Eles examinaram dados de 182 casais que ganhavam dois salários e eram pais pela primeira vez.

Os pais tiveram que responder uma série de perguntas, quando seus filhos tinham 3 e 9 meses de idade, sobre a frequência que suas parceiras assumiam as tarefas (porque não achavam que eles estavam fazendo o certo) e quão frequentemente elas expressavam irritação com a maneira que eles tomavam conta das crianças. Eles também foram precisaram dizer exemplos dessa proteção, incluindo quantas vezes elas encorajavam a cuidar das crianças e quantas vezes elas pediam ajuda.

O resultado mostrou que, para os pais que relataram o comportamento mais “fechado” de suas parceiras durante os três primeiros meses de idade, as habilidades parentais aos nove meses eram piores, mostrando que eles ficavam mais vulneráveis à críticas.

“É sobre dar espaço para os pais cuidares dos filhos também”, disse Altenburger. “Ambos os pais precisam manter a comunicação aberta e não criticar tanto”.

Dina Cooper, autora do livro “Paternidade Inteligente”, disse que começou a trabalhar com pais para ajudar a criar fortes laços e trabalhar em equipe depois que ela percebeu que tinha uma postura muito crítica em relação ao seu marido.

“Eu me lembro de ficar em cima do meu marido enquanto ele trocava o bebê. Era o nosso primeiro filho e ele tinha por volta de 6 meses na época, então ele se contorcia quando o pai tentava trocar a fralda suja”, Cooper disse. “Eu estava preocupada que o cocô se espalhasse por todo lugar se ele não o trocasse rapidamente e que ele faria xixi se não tivesse algo cobrindo seu pênis durante o processo”.

“Eu ficava muito agitada quando isso acontecia e dizia que ele precisava ser rápido. ‘O que você está fazendo?’, eu perguntava, e não era de maneira gentil. Eu queria que ele trocasse a fralda da maneira que eu fazia, ao invés de dar espaço para ele trabalhar a sua maneira e aprender a trocar fralda.”

Rapidamente, ela percebeu que assim como ela, ele também estava aprendendo novas habilidades e precisava dar a ele tempo e espaço para ele cometer seus próprios erros.

“Eu comecei a ficar atenta quando eu queria que as coisas fossem feitas do meu jeito. Passei a me permitir fazer pausas e me perguntar ‘O que é mais importante: meu relacionamento com o meu marido ou a maneira como ele troca fralda/cozinha/limpa os cômodos?'”, ela contou.

Além disso, ela disse que as pessoas precisam lembrar que virar um pai é difícil, e que não se pode colocar toda a  culpa em cima de um parceiro, enquanto a criança é uma responsabilidade de todos.

“De ser solteiro, a virar uma pessoa casada a ter uma família existem transformações significativas na vida – que levam tempo e esforço para prosperar. Neste contexto, o estudo está falando sobre mães e pais, mas é claro que os pais podem ser mães e mães, pais e pais e assim por diante. Estamos todos aprendendo e há muitos desconhecidos se tornando um novo pai. Ter empatia um pelo outro é fundamental”, completa Cooper.

Leia também

Atenção: estudo prova que crianças com pais controladores têm dificuldade de se relacionar

Momento em família! Jogadores da seleção curtem folga com pais e filhos

Sempre alerta: bebê consegue escalar a escada da piscina e dá susto nos pais

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atencao-mae-e-preciso-dar-espaco-para-o-pai-tambem/feed/ 0
Estamos com água na boca! Vem conhecer o donut limitado da Disney https://paisefilhos.uol.com.br/mais/estamos-com-agua-na-boca-vem-conhecer-o-donut-limitado-da-disney/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/estamos-com-agua-na-boca-vem-conhecer-o-donut-limitado-da-disney/#respond Sun, 08 Jul 2018 14:54:05 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99211 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Que a Disney é encantadora, todo mundo já sabe. São tantos itens criativos lançados que a gente mal consegue acompanhar. Além disso, durante alguns festivais como o Pixar Fest, algumas atrações e guloseimas novas são criadas e a gente sempre surta! É o caso desse donut do filme Up! Altas Aventuras.

Ele retrata a famosa casa com balões do filme e a galera que provou disse que o gosto é sensacional. O donut retangular tem com cobertura de baunilha azul e a casa é de chocolate branco. Já os balões são crocantes, pedaços de chocolate semelhantes ao M & M! Você pode encontrar esta delícia no carrinho de donuts perto da frente da entrada do castelo por um tempo limitado.

Dá uma olhada e, assim como a gente, fique com água na boca:

Leia também:

Boa Notícia: garoto quer entregar um donut para cada policial americano

Seu filho está acima do peso? Saiba qual o primeiro passo para sair dessa!

É magia que você quer? Novo aplicativo da Disney promete deixar sua viagem aos parques ainda mais incrível!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/estamos-com-agua-na-boca-vem-conhecer-o-donut-limitado-da-disney/feed/ 0
Boa notícia: viajar em família é tão importante quanto cuidar da saúde! https://paisefilhos.uol.com.br/familia/boa-noticia-viajar-em-familia-e-tao-importante-quanto-cuidar-da-saude/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/boa-noticia-viajar-em-familia-e-tao-importante-quanto-cuidar-da-saude/#respond Sun, 08 Jul 2018 14:47:51 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99215 family-with-three-kids-hiking-in-mountains-picture-id815696060

(Foto: iStock)

Que viajar é uma delícia a gente sabe, mas e que essa atividade é tão importante quanto fazer fazer exercícios? Sim, é verdade! Segundo pesquisas da AlugueTemporada, juntamente com a psicopedagoga Maria Helena Bartholo e o pediatra Daniel Becker, viagens são investimentos de bem estar para 90% das pessoas.

Essa pesquisa foi feita com mais de 2.250 pessoas e a conclusão foi que planejar viagens é tão importante quanto cuidar da saúde. Muito mais que isso, viajar tem o poder de aproximar a família! “Hoje em dia tem um problema sério de convivência com os filhos. Trabalha-se muito, pega-se engarrafamento, chega-se muito tarde do trabalho… Em casa, tem o Whatsapp, o Facebook, o e-mail. Além disso, tem o telefone… A gente acredita que as crianças não devem ficar nos celulares, mas o exemplo quem dá são os adultos. E eles estão no celular até enquanto jantam, ao invés de dar atenção exclusiva aos filhos”, explica o pediatra Daniel Becker. Dentro de toda essa correria, oportunidades como uma viagem em família são ótimas para reunir todo mundo.

Então, que tal aproveitar as férias e colocar essa pesquisa em prática? Bora reunir toda a família, colocar as malas no carro e passar um tempo muito legal juntos!

Leia também

Mais de 60% das mulheres prefere viajar em família

Dá para viajar em família sem stress, sim! 4 dicas para você não ter problema

Viajar em família traz mais felicidade para seu filho do que brinquedos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/boa-noticia-viajar-em-familia-e-tao-importante-quanto-cuidar-da-saude/feed/ 0
Pensando em ter um filho de quatro patas? Vem ver essas estratégias https://paisefilhos.uol.com.br/familia/pensando-em-ter-um-filho-de-quatro-patas-vem-ver-essas-estrategias/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/pensando-em-ter-um-filho-de-quatro-patas-vem-ver-essas-estrategias/#respond Sun, 08 Jul 2018 14:44:50 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99224 portrait-of-cute-baby-playing-with-dog-picture-id838439618

(Foto: iStock)

Trazer para casa seu primeiro cão ou gato é um grande negócio. E enquanto a vida da sua família está prestes a mudar da melhor maneira, os desafios também te aguardam. Use essas estratégias para tornar a transição o mais fácil possível.

Introduzi-lo gradualmente 

Sua casa é totalmente nova para o animal. Ele pode levar vários meses para se sentir completamente confortável em um ambiente. Os animais resgatados podem ser especialmente tímidos. “Dê ao seu animal de estimação bastante tempo para se ajustar”, diz Gail Buchwald, vice-presidente da ASPCA Centro de Adoção.

Ele vai mastigar sua casa  

É inevitável, especialmente para filhotes. Se o seu cão não tiver nada por perto para mastigar, ele vai optar pelos móveis. Compre brinquedos para que ele possa fazer isso e mantenha couros longe.

Resolva o problema 

Pense no seu bebê de quatro patas como outra criança em sua casa. Coloque os portões se você não quer seu cachorro em certo quartos e remova enfeites pendurados ou toalhas de mesa.

Treine-o com comida 

Isso servirá como recompensa para seu cachorro e é uma maneira eficaz de seu filho de quatro patas entender que você quem está no comando. Invista tempo e esforço para que seu cão comece a entender os seus comandos, a recompensa é boa.

Faça-o sentir confortável  

As crianças têm salas de jogos. Os animais precisam de um espaço para relaxar também. Prepare uma cama ou um cobertor para o seu animal de estimação. “Tenha em mente que gatos preferem pontos onde eles podem olhar para uma janela, mas os cães preferem lugares de descanso que eles possam encarar a porta para ver quem vem e vai”, diz Buchwald.

Divida as tarefas 

“Animais de estimação unem toda a família, mas no final são os adultos que cuidam mais”, diz Buchwald. Mas pequenas tarefas devem absolutamente serem entregues aos seus filhos. Ele pode ajudar a colocar a comida na tigela, por exemplo.

Você não vai se arrepender 

“Eu estava tão preocupada com todo o trabalho que um filhote me daria e quanto estresse seria adicionado na minha vida”, disse Tracy Hadel. “Então alguém me disse que eu não me importaria com o que acontece com a minha casa e estilo de vida uma vez tomei a decisão. Ele estava certo. A felicidade que nosso cachorro traz para minha família e meus filhos faz todas as dificuldades valerem a pena”, finalizou.

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/pensando-em-ter-um-filho-de-quatro-patas-vem-ver-essas-estrategias/feed/ 0
Colocar a criança de “castigo para pensar”, NÃO! https://paisefilhos.uol.com.br/familia/colocar-a-crianca-de-castigo-para-pensar-nao/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/colocar-a-crianca-de-castigo-para-pensar-nao/#respond Sun, 08 Jul 2018 14:28:26 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99206 comp

(Foto: iStock)

Segundo o dicionário, “castigo” significa pena ou punição que se inflige a pessoa ou animal. Já “pensar”, significa submeter (algo) ao processo de raciocínio lógico; exercer a capacidade de julgamento, dedução ou concepção; refletir sobre, ponderar, pesar. Ou seja, enquanto o castigo significa repreensão, pensar é uma coisa boa, que indica maturidade. E como exigir maturidade de uma criança de 2 anos, por exemplo?

O “cantinho do castigo” já foi muito repercutido em programas de televisão como forma de fazer a criança pensar no que fez de errado, mas pode ser mal interpretado e mal aproveitado pelas crianças por elas simplesmente não saberem o que está acontecendo. E quem reforça essa ideia é a Lívia Marques, psicóloga organizacional e clínica, com foco em Terapia Cognitiva Comportamental e mãe de Maria e Miguel. “Os adultos precisam ter a consciência sobre o que a criança vai pensar durante o castigo.”

Primeiro de tudo, vamos começar por aqui: será que aqueles minutos de isolamento pensando e refletindo no que fez vai fazer com que a criança volte mais bem-educada? Não. Pronto. As “supernannies” (superbabás), que tanto aparecem nos programas de televisão, acabam realizando um trabalho de treinamento apenas, sem desenvolver o lado cognitivo, psíquico e intelectual da criança. Do ponto de vista emocional, deixar a criança sozinha não deveria ser um castigo, mas um privilégio. Quando você a coloca em um canto sozinha, demonstra que não quer ficar com ela, que, muito provavelmente, não vai ficar pensando sobre o que fez de errado. O que vai acontecer depois? Ela vai sair do cantinho pronta para fazer tudo de novo, porque não houve uma atitude educacional.

Sentir não é fácil

O pensar, que é uma coisa tão boa, uma elaboração, um sinal de inteligência e crítica, não pode virar um castigo. Como a criança só passa a refletir realmente sobre seus atos a partir dos 6 anos, ela acaba criando mecanismos automáticos para se livrar do tal do cantinho e da punição, “já pensei, posso sair agora?”.

Se é difícil para nós, adultos, lidar com os sentimentos, imagina para as crianças. Por isso, antes de pensar em castigo, devemos aproveitar os momentos que elas não agem bem para explicar o que são esses sentimentos e como encará-los da melhor maneira possível.

Lívia explica que “com 3, 4 anos, a criança já tem capacidade de entender nossas expressões como tristeza, raiva e felicidade, mas é difícil ficar quietinha refletindo sobre algo nessa idade”, então o que o cantinho do castigo está ensinando? “Ela não sabe ao certo o que fez e como poderia ter agido.” Além disso, acaba associando um canto da própria casa a algo ruim e chato.

Do contra

A partir dos 4 anos, as crianças entendem o significado do castigo, de pensar e conseguem compreender que fez algo de errado, como explica Ellen Moraes Senra, psicóloga e mãe do Rafael. “É essencial que ela tenha um tempo para entender e pensar no que fez de errado”, e o castigo, para ela, é um método bastante eficaz nesse sentido.

No entanto, funciona desde que tenha uma correspondência direta com o erro. Deve ser educativo e não punitivo. “A partir dos 3 anos, a criança já fica mais solta e tem percepção do que agrada ou não os pais. Antes disso, o “não” é muito importante, porque é o primeiro organizador psíquico. Até os 4, 5 anos de idade, a criança é naturalmente oposicionista. Em outras palavras, é do contra. Acha que é o centro do universo e as pessoas estão ali para servi-la”, explica Betty. Quantas vezes por dia seu filho diz “Mãe, tô com fome”, “Mãe, pega isso pra mim”, “Mãe, vem aqui”?

Mas isso não significa que a criança é egoísta, mas sim egocêntrica. Mesmo que o seu filho não queira dividir o brinquedo com o amigo, cuidado para não rotulá-lo, porque é algo que fica para sempre com ele.

Com que castigo eu vou?

Tem várias coisas que você pode fazer para ajudar o seu filho a entender o que faz de errado. Se ele deixou algo cair no chão, por exemplo, deixe que ele limpe, mesmo que não fique perfeito. Se ele bateu em você, segure as mãos dele, olhe nos seus olhos e diga “Eu não quero que você faça isso, eu não faço isso, estou muito brava com você”. Sem esquecer de dar o exemplo antes, nada de castigo físico. Seja séria e firme para a criança perceber que o comportamento dela te deixa triste.

Por isso, é tão importante sinalizar imediatamente. “Você fez isso, é feio, a mamãe não gosta”. Mas atenção: mostre que não gosta do que ela fez e jamais deixe qualquer dúvida do seu amor por ela. Dizer “a mamãe não gosta de você porque você fez isso”, nunca.

Você já deve ter tirado algo do seu filho como forma de punição. É uma tática que divide a opinião de especialistas. A Ellen fala que “a partir dos 5 anos, você pode aplicar o castigo como reforço negativo, ou seja, tirar algo que seu filho goste muito, como o tablet, ou proibir que ele vá na casa do amigo”. Ela ainda reforça que esse esforço só é eficaz se a criança tem a compreensão da razão por que aquilo está acontecendo.

Já Betty fala que é um grande equívoco punir o filho privando-o de alguma atividade que lhe dá prazer e não tem absolutamente nada a ver com o erro cometido. Vocês foram ao supermercado, ele fez birra porque queria determinado chocolate que você não comprou e então você tira o videogame por dois dias. “Mas qual é a relação da birra com o jogo? Nenhuma. Então, o castigo é dizer que você não vai mais levá-lo porque ele não sabe se comportar naquele lugar”, ensina Betty.

Agora, se a criança está mal na escola por causa do videogame ou da televisão, aí sim é preciso interferir. Você pode dar a opção para o seu filho estudar e depois ver TV ou ficar sem TV. O castigo não deve ser dado sem que a criança tenha condição de reparar o erro, de se responsabilizar por ele, por isso, falou um palavrão, deve conversar com quem ofendeu. E não é isolando a criança em um cantinho que você vai fazê-la entender um erro. O pior é chegar no ponto em que ela se acostuma com aquela punição e espera por ela com a maior naturalidade.

A porta para o diálogo

Você é muito mais importante nesse processo do que qualquer canto. É aí que você e seu parceiro entram na história e fazem a diferença. Se o seu filho se comportar mal, a primeira coisa a fazer é sentar com ele e conversar sobre o que ele estava sentindo no momento, fazer com que ele entenda os próprios sentimentos para que aprenda a nomear as emoções.

Dizer a ele frases do tipo: “Você está triste porque seu brinquedo quebrou”, “Você está irritado porque quer dormir”, “Você está bravo porque eu não deixei você fazer o que queria”. Como ensina Betty, esta é a principal função dos pais até os 5 anos. Muito mais importante do que fazer a criança pensar sobre um erro, é você ajudá-la a entender o que ela está sentindo.

Leia também

“Abolimos o castigo e adotamos a conversa”, conta Alexandre Maia

Escola americana trocou o castigo pela meditação e, adivinha? Deu supercerto!

Castigo sem celular ou tablet funciona mesmo? A gente te ajuda!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/colocar-a-crianca-de-castigo-para-pensar-nao/feed/ 0
Sem desespero! A gente te dá dicas para lidar com a segunda gravidez https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sem-desespero-a-gente-te-da-dicas-para-lidar-com-a-segunda-gravidez/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sem-desespero-a-gente-te-da-dicas-para-lidar-com-a-segunda-gravidez/#respond Sat, 07 Jul 2018 15:53:24 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98875 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Ser mãe de uma criança enquanto você está grávida pode não ser uma tarefa tão simples como parece, se é que ela parece ser simples.  Além de cuidar de você mesma, vai ser necessário cuidar do seu filho mais velho e, acredite, ele vai querer muito a sua atenção.

Ele vai querer brincar. Vai chorar. Fazer birra. Enquanto isso você vai se sentir desconfortável, inchada e cansada. Terão muitas coisas para você se preocupar e a insônia se tornará sua melhor amiga. Arrumar a casa? Você nem vai saber o que é isso já que mal consegue agachar para pegar alguma coisa do chão.

Mas calma, vai ficar tudo bem e logo mais as coisas vão começando a se encaixar. Tente não se desesperar e nós precisamos te lembrar de algo muito importante: você é o máximo e vai conseguir lidar com tudo isso, sim! Para te ajudar, listamos como você sobrevive à gravidez quando já tem uma criança em casa:

Seja gentil consigo mesma 

A casa será limpa, eventualmente. As crianças não morrerão se sentarem no sofá e assistirem a um filme. A saúde não será comprometida se você lhes der cereal para o jantar.

Peça ajuda  

Se você tiver recursos para pagar alguém, pague um faxineiro para te ajudar na casa. Se não, talvez sua mãe ou irmã possa te ajudar a colocar as coisas em ordem. Então você mantém a casa limpa com alguma limpeza minimalista.

Saiba que não é para sempre  

Como todas as coisas da vida, esta é uma fase. Isto também passará. Então relaxa, faça o básico e lembre-se de que, em não muito tempo, haverá um bebê do lado de fora do seu corpo.

Invista em brincadeiras

Que tal sugerir brincar de médico? Diga ao seu filho que ele é o médico e você é o paciente e você tem que se deitar enquanto ele checa seus sinais vitais. Um cochilo de cinco minutos enquanto você está sendo cutucado pode fazer maravilhas.

Leia também:

Está grávida? Selecionamos algumas dicas para ajudar a lidar com desconfortos

Gravidez sem dúvida: alimentos que ajudam a engravidar

13 sinais de que você pode estar grávida

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sem-desespero-a-gente-te-da-dicas-para-lidar-com-a-segunda-gravidez/feed/ 0
Desabafo: “Às vezes eu me culpo por não ser a melhor mãe” https://paisefilhos.uol.com.br/familia/desabafo-as-vezes-eu-me-culpo-por-nao-ser-a-melhor-mae/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/desabafo-as-vezes-eu-me-culpo-por-nao-ser-a-melhor-mae/#respond Sat, 07 Jul 2018 15:52:17 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98952 adult-and-child-hands-holding-paper-house-family-home-and-real-estate-picture-id823095136

(Foto: iStock_

Nem tudo são flores quando se trata de família. Às vezes, não é possível receber a ajuda que se precisa ou espera. Caitlyn Doenges escreveu para o site americano Pop Sugar contando sobre sua experiência como mãe quando seu marido não tem horas de trabalho delimitadas. 

“Às vezes eu me culpo por não ser a melhor mãe. Eu me pergunto como as minhas outras amigas, que também são mães, fazem isso – fazem receitas dignas de Instagram enquanto são responsáveis pelas crianças, suas alimentações, hora do banho e de ir para a cama e viver para contar história. E então eu me lembro que a maioria dessas mães têm um marido que estão em casa ajudando com todos esses itens. O meu marido, contudo, trabalha mais do que o horário tradicional (das 9 da manhã às 5 da tarde).

Quando eu estou ficando irritada com o meu filho ou reclamando em silêncio sobre a agitação do bebê, eu sinto um pouco de pena de mim mesma. Mas então eu me lembro que eu não sou a única que o parceiro trabalha com um horário maluco e que existem outras mães que têm que lidar com mais coisas do que isso. Apesar disso, eu estou falando sobre ser metade de um casal, de uma dupla de pais e ainda me encontrar sozinha… muitas vezes.

O culpado por isso é o trabalho por turnos, e muitas famílias sabem como é difícil fazer uma escala que os horários sejam administráveis. Enfermeiras, médicos, agentes de segurança, socorristas e muitos outros profissionais têm em comum esses horários estranhos. Os turnos podem ser de um dia para o outro, com 17 horas de duração, das 8h às 20h. Se alguém nesse tipo de trabalho é casado e tem filhos, seu parceiro geralmente é uma equipe de uma pessoa só durante essas horas.

Quando meu marido e eu estávamos namorando e morando juntos, a agenda era difícil de se acostumar. Eu trabalhava regularmente e estava em casa para jantar todas as noites. Ele trabalhou das 8:00 às 16:00 em uma semana e depois das 16 horas à meia-noite na próxima semana, e isso sem contar as horas extras (que é como muitos trabalhadores em turnos ganham a maior parte de seu dinheiro). Não parece muito louco? Bem, nós não podíamos nos ver a cada duas semanas porque eu poderia estar dormindo quando ele chegasse em casa e ele não estivesse acordado quando eu saísse pela manhã. E enquanto o meu fim de semana era sábado e domingo, o dele podia ser terça e quarta uma semana e domingo e segunda a próxima.

A cada duas semanas, eu jantava sozinho todas as noites (mas, pensando pelo lado positivo, eu tinha controle total do controle remoto da televisão). Havia noites em que nossos amigos saíam e eu ou ia sozinho ou não ia, porque ele estava no trabalho. Todo mundo se acostumou a me ver sozinha em cerimônias e feriados sozinha, e eu comecei a viver a vida de uma pessoa solteira.

Enquanto eu geralmente não me importava com isso, eu também me perguntava o que isso significaria para os nosso filhos. Ele perderia os jogos de futebol e apresentações de ballet? Ele conseguiria ajudar com as lições de casa e participar das feiras de ciência? Eu me sentiria sozinha durante a maternidade? A resposta para tudo isso é sim e não. Ele muitas vezes não consegue ver nossa filha, as vezes por mais de dois dias, porque ele chega em casa quando ela está na escola e dorme ou volta para o trabalho quando ela chega em casa. Porém, em seus dias de folga, ele a leva para passeios de pai e filha, passa bastante tempo com o bebê e sentamos juntos à mesa para jantar. Ele dá o seu melhor para esta por perto, trocando turnos em dias de aniversário e feriados. Ele faz o melhor que pode, e eu também.”

Leia também

Você precisa ler o relato desse pai: “Ninguém é pai sozinho, nem ninguém é mãe sozinha”

Atenção: estudo prova que crianças com pais controladores têm dificuldade de se relacionar

Inacreditável! Depois de mais de 30 anos, pai termina e presenteia filha com a melhor casa de bonecas!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/desabafo-as-vezes-eu-me-culpo-por-nao-ser-a-melhor-mae/feed/ 0
Vai uma mãozinha aí? 6 dicas para te ajudar na hora da birra em público https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/vai-uma-maozinha-ai-6-dicas-para-te-ajudar-na-hora-da-birra-em-publico/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/vai-uma-maozinha-ai-6-dicas-para-te-ajudar-na-hora-da-birra-em-publico/#respond Sat, 07 Jul 2018 15:51:13 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99313 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Se você é mãe, com certeza já passou por isso: você está em público, quem sabe no shopping, no mercado fazendo as compras do mês ou na fila de algum lugar esperando para ser atendido e seu filho decide dar um show. Então você começa a tentar gentilmente acalmá-lo, orando para que o surto dure pouco. Só que ele não dura, e você tem que dar uma bronca nele entre dentes, com um sorriso no rosto e olhos de “se você não parar vai se ver comigo”.

Só que isso não é o bastante, e você começa a suar e pensar em quais podem ser suas opções naquele momento: sentar e chorar, segurar seu filho e tentar contê-lo fisicamente – o que irá apenas piorar a situação – ou ir embora para dar uma bronca nele em um lugar com menos pessoas – mesmo que você precise muito fazer aquelas compras do mercado. De alguma forma, você sobrevive, descobrindo que talvez seja melhor ir embora e voltar aos correios outro dia ou contando com a ajuda de estranhos que ajudam a controlar seus filhos em um avião, como nessa história que contamos há algum tempo.

Qualquer um também já esteve do outro lado, vendo uma mãe sofrer com o xilique do filho, que decidiu naquele momento que agiria da pior maneira possível e sim, isso seria em público. Você com certeza sentiu a dor daquela mãe e quis ajudá-la. Mas como? Seria apropriado se envolver? Pensando nisso, aqui temos algumas coisas que você pode fazer quando uma mãe estiver passando por maus bocados em público.

– Analise a situação para ver se o envolvimento realmente ajudaria ou só adicionaria stress. Se não tiver certeza, pergunte. Pergunte se você pode ajudar a mãe em algo específico ao invés de perguntar se ela precisa em algo no geral. Mesmo se ela não aceitar sua ajuda, ela vai agradecer a oferta;

– Faça pequenos gestos, como por exemplo, abrir portas;

– Olhe para ela simpaticamente e dê a ela palavras de encorajamento e reafirmação, assim como gostaria que fizessem com você. Compaixão é muito apreciada nesses momentos;

– Sinta-se a vontade para comprar café para ela quando você perceber que ela está cansada e que a situação está difícil, ela pode realmente precisar;

– Se identifique como avó, mãe de três ou tia de uma criança de 7 anos que você está tentando ajudar. Ela quer saber que você tem experiência e não apenas um estranho querendo julgar ela e seu filho,

– INTERVENHA se a criança estiver colocando-os em perigo, como por exemplo, correndo no meio da rua.

Com essas dicas, você pode fazer o dia das mães muito melhor. Espalhe carinho por aí!

Leia mais: 

Menino faz birra no aeroporto e mãe recebe ajuda inesperada

Este professor ajudou a distrair os filhos de aluna para que ela terminasse prova final

História emocionante: mãe de quatro meninas recebe ajuda inesperada

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/vai-uma-maozinha-ai-6-dicas-para-te-ajudar-na-hora-da-birra-em-publico/feed/ 0
Você precisa de um tempo para você mesma. E sem culpa! https://paisefilhos.uol.com.br/pais/voce-precisa-de-um-tempo-para-voce-mesma-e-sem-culpa/ https://paisefilhos.uol.com.br/pais/voce-precisa-de-um-tempo-para-voce-mesma-e-sem-culpa/#respond Sat, 07 Jul 2018 15:48:15 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99330 Untitled-1

Dentro da sua agenda não pode faltar um tempo para você. Separe sempre um momento em que esteja apenas consigo mesma, sozinha e sem celular – afinal, por que nos conectamos com tantas pessoas, mas não separamos um momento para nos conectarmos conosco?

Ana Raia fala muito sobre o conceito de autocuidado – que não deve ser confundido com egoísmo. “A mulher se sente culpada de separar um tempo só para ela, sente que precisa estar o tempo todo disponível. A mulher precisa ter o momento dela com ela mesma, não viver para atender os outros. O autocuidado é o melhor caminho para que ela exerça todos os seus papéis com excelência”, diz a coach.

Marrie Ometto, do blog Mamãe Plugada e mãe da Clara, concorda: “Quando uma mãe nasce, a mulher não pode morrer. Não é fácil, e sei que entre as brechas do combo maternidade-cachorros-casa-organização-lancheira-almoço-trabalho-marido perder-se de si mesma é a coisa mais fácil de acontecer. É preciso não só pensar no quanto é importante amar-se e cuidar-se, mesmo diante dessa rotina insana, mas no quanto você estar bem consigo mesma te dá mais equilíbrio a longo prazo para que tudo flua mais levemente. Premissa básica para amar alguém é – antes de mais nada – se amar”.

Esse autocuidado pode ser tanto interno quanto externo. Uma pesquisa recente da GFK Brasil, importante instituição de pesquisa de mercado e consumo, revelou que as brasileiras dedicam cinco horas por semana em média para cuidar da beleza. É muito pouco, e é um prazer que é só seu – estar bonita para si mesma, e não para os outros, é estar bem consigo mesma.

Portanto, cuide-se!

 

*Por Carolina Porne, filha de Sandra e Rubens

Leia também: 

Mãe também é gente! Arrume um tempo para cuidar do seu cabelo, sim!

Mãe também é gente! Veja dicas para não esquecer do casamento depois da chegada dos filhos

Mãe também é gente: 5 motivos para você sair com suas amigas

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/pais/voce-precisa-de-um-tempo-para-voce-mesma-e-sem-culpa/feed/ 0
Toque mágico! Você sabia que dar as mãos ao parceiro alivia dores? https://paisefilhos.uol.com.br/pais/toque-magico-voce-sabia-que-dar-as-maos-ao-parceiro-alivia-dores/ https://paisefilhos.uol.com.br/pais/toque-magico-voce-sabia-que-dar-as-maos-ao-parceiro-alivia-dores/#respond Sat, 07 Jul 2018 15:45:53 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99217 heterosexual-couple-holding-hands-and-walking-together-outdoors-picture-id641357926

(Foto: iStock)

Se o seu pé já está exausto de pisar nos Legos do seu filho e suas costas doem de tanto carregar  assento do carro para lá e para cá, a gente tem uma solução muito fácil para te ajudar: dê as mãos para o seu parceiro.

Uma pesquisa recente desenvolvida por Pavel Goldstein, da Universidade do Colorado Boulder, descobriu que quando o homem segura a mão de sua parceira enquanto ela está passando por um momento de dor, os batimentos cardíacos e a respiração do casal são sincronizados e a mulher se sente significativamente melhor. Os mesmos resultados não aconteceram quando o casal sentou lado a lado, mas não fez contato físico.

Ou seja, o toque é mágico e o apoio e companhia do seu parceiro são mais do que necessários na sua vida. Não deixe a rotina maluca da maternidade atrapalhar na sua vida e no seu relacionamento.

Leia também:

Precisando dar um up no relacionamento? Siga essas dicas!

Dar as mãos pode sincronizar ondas cerebrais e aliviar a dor

Mãe também é gente! Dicas para usar apps de relacionamento

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/pais/toque-magico-voce-sabia-que-dar-as-maos-ao-parceiro-alivia-dores/feed/ 0
Mãe também é gente: durma até acordar! https://paisefilhos.uol.com.br/mais/mae-tambem-e-gente-durma-ate-acordar/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/mae-tambem-e-gente-durma-ate-acordar/#respond Sat, 07 Jul 2018 15:44:35 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98892 sleeping-at-home-picture-id629961916

(Foto: iStock)

Essa dica para as mães saiu na nossa edição de junho e viemos aqui no site para reforçar: Mãe também é gente – e o tema desse mês não carece de explicação.

É isso, assim mesmo, direto e reto. Pelo direito de poder dormir até acordar, sem hora e sem ninguém te chamando. Até VOCÊ acordar, e não ser acordada. Organize, que rola. A gente garante. Nem que para isso, as crianças precisem dormir um dia na casa da vovó, certo?

Leia também

Mãe também é gente! Veja dicas para não esquecer do casamento depois da chegada dos filhos

Mãe também é gente: 5 motivos para você sair com suas amigas

Mãe também é gente! Dicas para usar apps de relacionamento

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/mae-tambem-e-gente-durma-ate-acordar/feed/ 0
Prova até na pré-escola? MEC passará a avaliar a educação nas creches https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/prova-ate-na-pre-escola-mec-passara-a-avaliar-a-educacao-nas-creches/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/prova-ate-na-pre-escola-mec-passara-a-avaliar-a-educacao-nas-creches/#respond Fri, 06 Jul 2018 22:10:32 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99303 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Apesar das avaliações nacionais serem aplicadas a partir do ensino fundamental, agora o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai passar a avaliar a educação infantil pela primeira vez a partir de 2019.

Mas as crianças não terão que fazer nenhuma prova, pelo contrário, a avaliação será por meio de questionários para os professores, dirigentes e equipe escolarA ideia é avaliar a infraestrutura e formação das pessoas que educam seu filho. “Aumentamos o acesso e não conseguimos o acesso e não conseguimos olhar para os fatores de qualidade de qual educação está sendo entregue nas creches e na educação infantil”, afirmou o ministro da Educação, Rossieli Soares, de acordo com o site Uol.

Segundo o Inep, hoje nosso país tem cerca de 32% das crianças até 3 anos matriculadas em creches e 91,5% daqueles de 4 e 5 anos cursam a pré-escola. A intenção do governo é que você também possa fazer parte dessa avaliação e que isso ocorra a partir de 2021.

E não para por aí, o órgão também quer reformular o sistema de avaliação de toda a educação básica. Essas transformações vêm junto com a reformulação da BNCC (Base Nacional Curricular Comum). Nossas embaixadoras e colunistas Renata e Roberta Bento, comentaram um pouco sobre o assunto na Feira Bett Educar recentemente em entrevista para a nossa editora-chefe Andressa Simonini. Confira:


Leia também:

Você vai pirar com essas ideias sobre educação que encontramos na Bett Educar

A escola quer conversar sobre o comportamento do seu filho? Não se desespere

Gratidão é tudo! Ex-aluno paga viagens para equipe de escola

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/prova-ate-na-pre-escola-mec-passara-a-avaliar-a-educacao-nas-creches/feed/ 0
Atração nas alturas é uma ótima opção para curtir o feriado em família https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atracao-nas-alturas-e-uma-otima-opcao-para-curtir-o-feriado-em-familia/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atracao-nas-alturas-e-uma-otima-opcao-para-curtir-o-feriado-em-familia/#respond Fri, 06 Jul 2018 20:51:10 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99347 (Foto: divulgação)

(Foto: divulgação)

Para os amantes de passeio ao ar livre o Família no Parque, que acontece no Villa Lobos, vai ter uma opção de diversão bem radical: um bar suspenso por guindaste a mais de 25 metros de altura.

A atração, que ficará no parque entre os dias 6 a 9 de julho, tem capacidade para acomodar até 10 pessoas e é livre para todas as idades. A única orientação é que menores de 18 anos deverão estar acompanhados de um adulto responsável.

O passeio custa R$ 25 por pessoa com duração de 15 minutos e inclui um drinque não alcoólico preparado pelo bartender que comanda o espaço. Além do Bar nas Alturas, você e sua família também irão encontrar diversão na Tirolesa de 10 metros de altura e no Bungee Tranpolim, onde as crianças podem abusar as acrobacias com segurança. Também terá o Hippo, um enorme escorregador inflável com mais de 15 metros de altura.

Os tickets variam entre R$ 6 –para alguns brinquedos infláveis- e R$ 24, preço da tirolesa. Mas há outras atrações gratuitas, como a sala de realidade virtual, cabine de fotos, pebolim humano, música ao vivo com bandas de diferentes estilos, aulas de yoga e transmissão ao vivo dos jogos da Copa. Para mais informações e para compra de ingressos acesse o site www.familianoparque.com.br.

(Foto: divulgação)

(Foto: divulgação)

Família no Parque

Local: Parque Villa Lobos

Data: de 29 de junho a 29 de julho de 2018

Bar nas Alturas: de 6 a 9 de julho de 2018

Horários: das 9h às 19h

Preço do ticket – R$ 6

Combo com 6 tickets: R$ 30

Área Kids – 2 tickets – infláveis para crianças de 1 a 5 anos com os pais

Fliperama ou Pinball – 1 ticket

Brinquedos infláveis – 1 ticket

Bungee Trampolim – 3 tickets

Jet Boat – 3 tickets

Carrinho de bate-bate – 3 tickets

Tirolesa – 4 tickets

Realidade Virtual – gratuito

Cabine de Fotos – gratuito

Formas de pagamento: cartões de crédito, de débito e dinheiro

Telefone para informações: 11 3253-7148

Facebook: @familianoparque

Leia também:

Atenção amantes de heróis: o Batman ganhou um parque

Mega novidade: saíram as fotos da nova atração do parque da Disney “Toy Story Land”

Parque de diversões infláveis é uma ótima pedida nas férias

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atracao-nas-alturas-e-uma-otima-opcao-para-curtir-o-feriado-em-familia/feed/ 0
Sabrina Sato revela em entrevista que já pensa no segundo filho https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sabrina-sato-revela-em-entrevista-que-ja-pensa-no-segundo-filho/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sabrina-sato-revela-em-entrevista-que-ja-pensa-no-segundo-filho/#respond Fri, 06 Jul 2018 16:58:00 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99317 (Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

A gente já sabe, e estamos acompanhando as novidades, sobre a gravidez da apresentadora Sabrina Sato. A primeira filha dela com o namorado Duda Nagle. Em entrevista para a BazaarSabrina contou que a sua rotina mudou bastante desde que descobriu sobre a gestação. “Eu não tive enjoo, a única coisa que sinto é fome, então estou comendo muito, engordei 8 kg nos primeiros três meses!”, compartilhou.

Apesar do peso extra, a apresentadora afirmou que não vai fazer regime, na verdade está focada em um plano alimentar saudável para ajudar no crescimento da filha. Além da alimentação regrada, os exercícios físicos também fazem parte do dia a dia, mas tudo na medida certa.

É claro que rolou especulação sobre o nome da criança, ela disse que ainda não decidiram, mas é fã dos nomes fortes como Chiara, Gal, Matilda, Amora, Mia e Nirvana. E tem mais spoiler! Ainda para a Bazaar, a japa confessou que ela já pensa no próximo filho. “Se depender de mim e do Duda, queremos (risos)!”.

Vem relembrar o vídeo da revelação do sexo do bebê, que já chegou a mais de 500 mil visualizações no Youtube:


Leia também:

Sabrina Sato está em dúvida entre cinco nomes, qual você escolheria?

Desejo de grávida, quem nunca? Sabrina Sato revela vontade estranha

Vem ver o vídeo do chá revelação do bebê de Sabrina Sato!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sabrina-sato-revela-em-entrevista-que-ja-pensa-no-segundo-filho/feed/ 0
Você precisa conhecer o menino de 8 anos que acabou de entrar na faculdade https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/voce-precisa-conhecer-o-menino-de-8-anos-que-acabou-de-entrar-na-faculdade/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/voce-precisa-conhecer-o-menino-de-8-anos-que-acabou-de-entrar-na-faculdade/#respond Fri, 06 Jul 2018 16:02:00 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99047 laue

(Foto: Sic Notícias / Primeiro Jornal)

Já imaginou cumprir 6 anos de escola em 1 ano e meio? Parece quase impossível, não é mesmo? Esse menino da Bélgica, de apenas 8 anos, conseguiu fazer isso!

Laurent Simons concluiu o ensino médio (que dura 6 anos na Bélgica) com apenas 8 anos de idade. O menino tem um QI de 145, muito próximo de Albert Einstein e Stephen Hawking. Impressionante, não?

Depois das férias, ele vai para a faculdade, mas ainda não sabe muito bem o que quer fazer. Dentre as opções, ele já pensou em ser cirurgião, astronauta e agora cogita ser engenheiro.

“Ele está ansioso para abrir asas, ir para uma faculdade e poder fazer o que quer”, contou a mãe, Lydia, ao Primeiro Jornal de Portugal. Laurent disse que está orgulhoso de si mesmo e feliz por ter acabado a escola. Que história!

Leia também

Uau! Menino autista tem QI maior do que de Einstein

Toda criança deve fazer teste de QI?

Junk food diminui QI em crianças

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/voce-precisa-conhecer-o-menino-de-8-anos-que-acabou-de-entrar-na-faculdade/feed/ 0
Assunto sério: já explicou para seu filho que roubar é errado? https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/assunto-serio-ja-explicou-para-seu-filho-que-roubar-e-errado/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/assunto-serio-ja-explicou-para-seu-filho-que-roubar-e-errado/#respond Fri, 06 Jul 2018 15:50:20 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99200 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Um dos maiores desafios dos pais é educar os filhos. Nenhuma mãe ou pai quer que o filho seja mal educado ou siga algum caminho errado, isso é óbvio. Então, desde cedo, é importante guiar a criança para ser uma boa pessoa para o mundo e isso inclui falar sobre assuntos como roubar. Está na dúvida de como começar esse papo? A gente te ajuda!

Não assuma o pior

Especialistas dizem que “roubar” é “normal” para as crianças entre cinco a seis anos. Pelo jardim de infância, a maioria das crianças sabe que não é certo pegar coisas que não são delas, mas elas ainda têm pouco controle de seus impulsos. Então esse desejo de ter algo pode ser mais forte que sua consciência dizendo que roubar é errado. Converse e reforce sempre que a atitude não é legal.

Explique o que isso significa

Uma boa ideia é começar essa conversa lendo livros ou assistindo desenhos que envolvam vilões que roubem. Depois você poderá peguntar ao seu filho sobre o comportamento do personagem. Lembre-o que roubar significa pegar algo de outra pessoa sem pedir e explique a razão disso ser errado.

Ensine o que ele deve fazer 

Seu filho pode roubar alguma coisa por ter medo de pedir. Ensine-o como solicitar permissão e pratique junto. Guie ele ao perguntar para um amigo se ele pode pegar emprestado um lápis e faça elogios quando ele fizer a coisa certa. Explique que algumas vezes ele ouvirá alguns “nãos” e que está tudo bem, faz parte.

Dê o exemplo 

Se você comer uvas no supermercado sem comprá-las, você está indiretamente dizendo para o seu filho que está tudo bem levar coisas pelas quais você não pagou. Até atos inocentes podem parecer desonestos para uma criança. Quando você pega uma revista grátis do consultório do médico, ele pode pensar você está roubando!

Lide com ofensas de forma adequada 

Se você suspeitar que seu filho roubou alguma coisa (ou se ele é pego em flagrante), reforce a ideia de que roubar é errado e ajude-o a ver a situação pela perspectiva da outra pessoa. Vá em frente e fale sobre o envolvimento da polícia ou infringir a lei. Peça à criança que peça desculpas e devolva o item ao seu dono.

Leia também:

Você sabia? Jogos de tabuleiros ajudam na educação financeira

14 dicas para ajudar na educação do seu filho

Educadores e educados: Eis a questão!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/assunto-serio-ja-explicou-para-seu-filho-que-roubar-e-errado/feed/ 0
Que tal aproveitar as férias para ensinar seu filho a lidar com dinheiro? https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/que-tal-aproveitar-as-ferias-e-ensinar-seu-filho-a-lidar-com-dinheiro/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/que-tal-aproveitar-as-ferias-e-ensinar-seu-filho-a-lidar-com-dinheiro/#respond Fri, 06 Jul 2018 15:30:13 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99199 piggy-bank-a-container-for-saving-money-picture-id812894620

(Foto: iStock)

Que tal ensinar seu filho desde pequeno o poder que ele pode ter sobre o dinheiro? Além de educá-lo para compreender melhor os limites de gastos da família, você estará ajudando o adulto que ele se tornará por meio de uma relação saudável com sua vida financeira. E ainda tem bônus: habilidades, como paciência, senso de responsabilidade e persistência têm um forte elo com a capacidade de controlar os impulsos nos gastos ao longo da vida. Esse foi o tema da coluna da Taís e Roberta Bento, que são mãe e filha, na nossa edição de julho e, a dica delas é introduzir a mesada aproveitando o momento das férias, quando a família tem momentos sem a pressão de horários e também mais oportunidades de passeios, lanches e diversão em grupo.

O valor precisa ser definido a partir das condições financeiras do responsável, considerando também o número de filhos e de adultos que contribuem com as despesas da casa. Uma base a partir da qual você pode definir o valor que cabe no seu orçamento é R$ 1,00 por ano da idade da criança. Assim, um criança de 8 anos teria oito reais como mesada. E a frequência pode ser determinada conforme a disponibilidade do seu orçamento: o valor pode ser entregue a cada semana, a cada quinzena ou mensalmente.

Você precisa manter em mente seu objetivo principal: ajudar seu filho a desenvolver habilidades para gerenciar seu próprio dinheiro. Então, além de estabelecer a mesada, é preciso participar da decisão sobre o que fazer com o dinheiro. A regra que você não pode flexibilizar é a da poupança. Peça para a criança identificar duas caixinhas com etiquetas de: despesas e poupança.

Combine com ele que a cada dois meses vocês vão contar o dinheiro da caixinha da Poupança. Se ele tiver conseguido economizar 20% do que recebeu até ali, ele ganha um valor extra, que você vai determinar. Pode ser uma porcentagem em cima do valor que ele economizou ou um valor exato combinado. O dinheiro da poupança só poderá ser gasto nas próximas férias ou no aniversário dele.

Quanto ao que ele tem que fazer para merecer o dinheiro, a situação é mais complexa. E caberá a você fazer a opção, de acordo com suas crenças e valores. Pessoalmente, não gostamos da ideia de pagar por atividades que ele faça para ajudar na rotina da família, já que os pais também não são pagos para isso. Uma possibilidade é vincular a mesada à economia de água ou energia elétrica. E nesse caso seu filho precisa ficar responsável por apagar as luzes, desligar eletrônicos e manter torneiras fechadas, sempre que possível.

Preparada para as surpresas positivas que virão ao longo do segundo semestre a partir dessa mudança na vida das crianças? Então, boas férias!

Leia também

Ensinar o filho a administrar a mesada é também prepará-lo para o futuro

Tem que dar mesada, sim!

Sete erros que os pais cometem na hora de implementar a mesada

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/que-tal-aproveitar-as-ferias-e-ensinar-seu-filho-a-lidar-com-dinheiro/feed/ 0
Demais! Menino que fez à mão a própria camisa do Philippe Coutinho recebe mensagem do jogador https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/demais-menino-que-fez-a-mao-a-propria-camisa-do-philippe-coutinho-recebe-mensagem-do-jogador/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/demais-menino-que-fez-a-mao-a-propria-camisa-do-philippe-coutinho-recebe-mensagem-do-jogador/#respond Fri, 06 Jul 2018 15:12:26 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99304 (Foto: Reprodução Instagram / @brunoitan)

(Foto: Reprodução Instagram / @brunoitan)

Quem não ama Copa do Mundo? Independente de sexo ou classe social, o futebol é uma das grandes paixões dos brasileiros. Mas, infelizmente, nem todo mundo consegue comprar uma camisa da seleção. Wallace, de 12 anos, é uma dessas pessoas e para poder torcer pelo seu ídolo, o jogador Phelippe Coutinho, resolveu improvisar. Ele ganhou de uma costureira a camiseta amarela e, com a ajuda de uma amiga, escreveu à mão o nome e o número “11” do jogador.

Morador da Vila Cruzeiro, comunidade do Rio de Janeiro, o menino foi flagrado com sua camiseta personalizada pelo fotógrafo Bruno Itan, que publicou a imagem no Instagram e bombou tanto, que até Coutinho comentou: “A foto chegou aqui! Te mandei mensagem no privado, quando puder, você me responde”.

Segundo o UOL Esporte, o jogador enviou um vídeo ao fotógrafo para que ele mostrasse para Wallace. Nele, Coutinho promete encontrar o garoto depois da Copa do Mundo. “Passando para te mandar um abraço, agradecer a sua torcida. Estou louco para te encontrar”, ele fala.

Nós, que já éramos fãs do jogador, amamos a atitude dele!

 

Leia também:

Nós amamos! Filha de Phillippe Coutinho bomba na internet com camiseta personalizada da seleção

Melhor torcedor! Filho do Neymar pinta cabelo de verde e manda recado para o pai

Em clima de Copa! Vem ver os filhos de famosos que torceram pela seleção

Gêmeas da Ivete causam na internet com camisetas personalizadas do Brasil

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/demais-menino-que-fez-a-mao-a-propria-camisa-do-philippe-coutinho-recebe-mensagem-do-jogador/feed/ 0
Que exemplo! Mãe precisa ficar internada após o parto e pai ‘amamenta’ filha https://paisefilhos.uol.com.br/familia/que-exemplo-mae-precisa-ficar-internada-apos-o-parto-e-pai-amamenta-filha/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/que-exemplo-mae-precisa-ficar-internada-apos-o-parto-e-pai-amamenta-filha/#respond Fri, 06 Jul 2018 14:04:18 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99248 (Foto: Reprodução/Facebook)

(Foto: Reprodução/Facebook)

A amamentação vai além de apenas dar o leite ao bebê. É um ato de amor, proteção e carinho, que faz toda diferença no desenvolvimento da criança ao longo da vida. Por isso, o americano Maxamillian Kendall Neubauer resolveu tomar essa atitude e acabou viralizando nas redes sociais.

Max é casado com April e a primeira filha do casal, Rosalie, nasceu em junho. Mas a mãe teve complicações durante o parto e precisou passar por uma cesárea de emergência, que tornou sua recuperação ainda mais difícil e a impossibilitou de amamentar a bebê imediatamente após seu nascimento.

O pai, então, resolveu ajudar.”Uma enfermeira disse que precisávamos alimentá-la com fórmula até que a mãe se recuperasse. Então ela me perguntou se eu gostaria de tentar amamentar de verdade. Eu, que topo qualquer coisa, respondi: ‘Claro, por que não?'”, disse ao site Love What Matters.

Ele deu a fórmula para a bebê usando um ‘mamilo’ de mentira e uma seringa. Max publicou algumas fotos do momento especial de ‘amamentação’ em seu perfil no Facebook. “Senti uma conexão no primeiro minuto em que vi minha filha. Espero ajudá-la a se acostumar com a amamentação. Eu realmente fiz isso apenas para ser um bom pai e para ser um exemplo para a equipe de enfermagem, porque eles sim são os verdadeiros super-heróis. Não esqueçam das mães, eu fiz isso por elas também”, completou. O post já soma mais de 44 mil reações e 30 mil compartilhamentos. Nós amamos a atitude dele!

Leia também:

Bom para a mãe, bom para o filho: veja as vantagens da amamentação

Você precisa ler o relato desse pai: “Ninguém é pai sozinho, nem ninguém é mãe sozinha”

Isso que é presente! Pai manda fazer boneca personalizada para aumentar a autoestima da filha

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/que-exemplo-mae-precisa-ficar-internada-apos-o-parto-e-pai-amamenta-filha/feed/ 0
5 vezes em que o Michel Teló provou ser um paizão. E nós amamos! https://paisefilhos.uol.com.br/familia/5-vezes-em-que-o-michel-telo-provou-ser-um-paizao-e-nos-amamos/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/5-vezes-em-que-o-michel-telo-provou-ser-um-paizao-e-nos-amamos/#respond Fri, 06 Jul 2018 13:24:34 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99239 micheltelo

(Foto: Reprodução Instagram @micheltelo)

Aqui na Pais&Filhos a gente adora o Michel Teló – e a sua família, claro. Não tem nem o que discutir: a gente sabe que ele é um paizão e adoramos as fotos dele com os filhos, Melinda e Teodoro, e a esposa, Thaís Fersoza.

Para te provar que ele é um superpai, separamos 5 momentos indiscutíveis. Vem ver!

Vamo q vamo, Brasil!!!!! 🇧🇷

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Eles torcem pelo Brasil uniformizados

Ele faz declaração de amor pra esposa nas redes sociais e ainda usa uma foto dessas, pra acabar com a gente mesmo. Repararam nas roupas combinando mais uma vez? Não dá, gente!

Um chamego no coração…

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

E esse olhar para os filhos? É amor demais mesmo

Eu amo isso! Excelente semana pra todo mundo!

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Gente, roupas combinando novamente… Não sabemos lidar!

E pra terminar, vamos te deixar com essa foto de uma soneca em dose dupla. Tem como não amar?

Leia também

Cara de um, focinho do outro! 7 filhos de famosos que são a cara dos pais

Em clima de Copa! Vem ver os filhos de famosos que torceram pela seleção

Veja os filhos dos famosos que vestiram a camisa para torcer pelo nosso país

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/5-vezes-em-que-o-michel-telo-provou-ser-um-paizao-e-nos-amamos/feed/ 0
Kate Middleton desabafa: “Nada pode te preparar para a experiência de ser mãe” https://paisefilhos.uol.com.br/familia/kate-middleton-desabafa-nada-pode-te-preparar-para-a-experiencia-de-ser-mae/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/kate-middleton-desabafa-nada-pode-te-preparar-para-a-experiencia-de-ser-mae/#respond Fri, 06 Jul 2018 13:05:50 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99277 Kate middleton

Apesar de Kate Middleton ter um título de realeza, também precisa lidar com as dificuldades da maternidade como qualquer outra mulher. No documentário “Out of The Blue“, a duquesa de Cambridge abre o coração e conta que a maternidade é uma experiência maravilhosa, mas admite enfrentar diversos desafios diários que trazem certa insegurança, de acordo com a Uol.

“Ninguém te prepara para ser mãe. Existem muitas emoções complexas de alegria, esgotamento, amor e preocupação, tudo misturado”, desabafa a mãe do futuro rei da Inglaterra. Casada com o príncipe desde 2011, Kate e William têm três filhos: George, Charlotte e Louis, que nasceu há três meses.

A duquesa não nasceu na realeza, então imaginamos que seus desafios são duplamente maiores do que o de qualquer monarca. “Tem sido um grande desafio, mesmo para mim, que tenho um apoio em casa que a maioria das mães não têm”, comenta.

Abaixo você consegue assistir o trecho em que Kate fala sobre a maternidade na íntegra. O vídeo tem mais de 34 mil visualizações no Youtube:


Leia também:

Rapidinha, ela! Kate Middleton estaria grávida do quarto filho

Kate Middleton conta o que ela mais gosta de fazer em família

Gente como a gente: Kate Middleton veste Louis com roupas dos irmãos mais velhos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/kate-middleton-desabafa-nada-pode-te-preparar-para-a-experiencia-de-ser-mae/feed/ 0
3 dicas para o seu filho se comportar bem dentro e fora de casa https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/3-dicas-para-o-seu-filho-se-comportar-bem-dentro-e-fora-de-casa/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/3-dicas-para-o-seu-filho-se-comportar-bem-dentro-e-fora-de-casa/#respond Thu, 05 Jul 2018 23:22:27 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99084 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A frase “todo mundo diz que meu filho são bem comportados, mas isso nunca acontece comigo” soa familiar? A enfermeira americana, Chris Minogue, tem alguns conselhos que podem te ajudar a resolver esse problema. As informações são do site Pop Sugar.

Primeiro passo

Ignorar o mau comportamento e elogiar o bom é uma ótima ideia e, se olhar mais detalhadamente, às vezes você pode identificar as razões do comportamento “ruim” de seu filho. O lar é onde está o coração, e é também onde as crianças se sentem seguras o suficiente para se expressarem – e talvez testar alguns limites. “Casa é o espaço onde eles podem liberar, praticar e tentar”, diz Chris. Não há nada de errado nisso.

Escolha suas batalhas

Embora possa ser tentador chamar a atenção do seu filho a qualquer comportamento errado, Chris aconselha você tente abordar as atitudes mais sérias primeiro.

“O que você tem que fazer é escolher suas batalhas”, explica ela. “Escolha as coisas que realmente importam para você e seu parceiro e concentre-se nelas. Se houver talvez um valor familiar ou um comportamento social que seu filho esteja fazendo que seja realmente ruim, discipline esse ponto. ”

Consequências gentis

Embora seja fácil cair na armadilha de lidar com reações cada vez mais nervosas, Chris diz que “consequências delicadas”, como a delimitação de histórias para dormir, podem ser a resposta.

“Uma consequência muito gentil, ou seja, dizer: se você fizer isso, faremos isso. Se você for rude com as pessoas, não haverá história de mãe e do pai hoje à noite. Não é algo que afeta sua vida, mas é eficaz porque é um momento em que ele tem sua atenção. ”

Isso não significa que ela não vai conseguir um abraço antes de ir para a cama. Mas ele não irá receber toda a atenção que deseja. Seu filho vai perceber que se quiser a história, terá que mudar de comportamento.

Leia também:

13 birras inusitadas para você morrer de rir

A birra também tem um lado bom, acredita?

Menino faz birra no aeroporto e mãe recebe ajuda inesperada

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/3-dicas-para-o-seu-filho-se-comportar-bem-dentro-e-fora-de-casa/feed/ 0
Precisamos falar sobre a guarda do seu filho: e se ele quiser morar com o pai? https://paisefilhos.uol.com.br/familia/precisamos-falar-sobre-a-guarda-do-seu-filho-e-se-ele-quiser-morar-com-o-pai/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/precisamos-falar-sobre-a-guarda-do-seu-filho-e-se-ele-quiser-morar-com-o-pai/#respond Thu, 05 Jul 2018 19:37:50 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99127 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Em uma separação, o mais comum é que a criança vá morar com a mãe. Mas e se você ouvisse: “quero morar na casa do meu pai”, o que faria? Como reagiria? Nem sempre essa situação é fácil e, por isso, te ajudamos a lidar da melhor maneira com ela.

De acordo com a pedagoga e coordenadora da pós-graduação em Educação Inclusiva do IBFE (Instituto Brasileiro de Formação de Educadores) e mãe da Valentina, Maibí Mascarenhas, é preciso, em primeiro lugar, agir com naturalidade. Por mais que o pedido te surpreenda, machuque ou gere qualquer outro sentimento negativo, é importante manter a calma. Em segundo lugar, junte as peças do quebra-cabeça para entender quais são as motivações do seu filho para propor a mudança.

“Além de perguntar para a criança os motivos, é importante analisar como está o relacionamento em casa. Ou seja, pensar em questões como: estamos nos dando bem em casa? Eu tenho passado tempo de qualidade com meu filho? Como está a relação dele com o pai? O que ele [a criança] tem mostrado esperar de cada um de nós [dos pais]? Tenho percebido algo a mais em jogo (interferência de outros familiares ou interesse por bens materiais, por exemplo)? A afinidade e o cuidado entre ambos é bastante fortalecida?”, indica a pedagoga. Depois de ter as respostas, é preciso saber lidar com a situação!

O que fazer

Estas respostas podem variar de caso para caso e dependendo da idade ou grau de maturidade de cada criança. A afinidade com os familiares também conta. Mas o que não muda e que é muito importante, é que você ouça seu filho de coração aberto, por mais que, eventualmente, se sinta magoada ou insegura.Tanto o pai, quanto a mãe são importantes na vida da criança e isso é a uma coisa a se ter em mente.

Quando seu filho manifestar esse desejo, respeite, ouça e busque entender o porquê da decisão. Essa conversa é importante para compreender se a vontade da criança tem motivos reais ou fantasiosos. Caso a conclusão seja de que o filho realmente deve morar com o pai, a dica pra mãe é que ela não sinta que sua relação está ameaçada.

Dependendo do caso, essa vontade de morar com o pai é, na verdade, um pedido de atenção, enquanto para outros é uma vontade sincera. Então, uma boa estratégia é, com toda a franqueza, conversar sobre a realidade familiar e esclarecer os pontos que inquietam seu filho.

“Apresente a ele os fatores sobre os quais talvez não tenha refletido, deixe que fale sobre sua visão, ouça tudo com atenção, abra seus sentimentos e esclareça os motivos de sua atitude seguinte: a de dar continuidade ou não ao pedido, caso ele seja real. Se não for, provavelmente um bom diálogo e a mudança de algumas ações no cotidiano resolverão a questão”, completa Maibí Mascarenhas.

Questões legais

Segundo André Giannini, advogado de Direito de Família e especialista em Direito Materno, o Estatuto da Criança e do Adolescente privilegia a manifestação da vontade das crianças, mas isso não significa que ela deva necessariamente ser aceita. Enquanto não atingirem a maioridade, os aspectos mais relevantes sobre o seu desenvolvimento dependem de decisões tomadas por seus pais e, se por acaso não chegarem a um consenso, o Poder Judiciário entra em jogo para tomar a decisão.

“O que se vê com certa frequência nos casos em que há disputa judicial – visando a mudança de residência – é que o interesse do filho adolescente surge, muitas vezes, não em razão de más condições oferecidas pela mãe em casa ou de um prejuízo no vínculo afetivo com ela, mas em razão de um modelo disciplinar mais duro e de uma supervisão mais presente dessa mãe”, esclarece Giannini. “Assim, em busca de maior liberdade ou um estilo de vida mais alinhado com os anseios da sua idade, os filhos acabam apresentando a ideia da mudança”, completa.

Mas se por acaso seja constatado – ao longo do processo judicial – que essa alteração de residência não cumpre e e nem proporciona um melhor desenvolvimento, ela pode, sim, ser vetada e os filhos ficam obrigados a voltar e ficar com a mãe.

Leia mais:

Meu filho quer morar com o pai, e agora?

Separar para ficar junto

Separação, divisão de bens e dos filhos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/precisamos-falar-sobre-a-guarda-do-seu-filho-e-se-ele-quiser-morar-com-o-pai/feed/ 0
Inacreditável! Essa mulher deu à luz em um supermercado nos EUA https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/inacreditavel-essa-mulher-deu-a-luz-em-um-supermercado-nos-eua/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/inacreditavel-essa-mulher-deu-a-luz-em-um-supermercado-nos-eua/#respond Thu, 05 Jul 2018 18:07:50 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98940 tanya

(Foto: Facebook Piedmont Healthcare)

Imagina ir à uma loja para comprar só mais alguns acessórios antes de chegar a hora do seu filho nascer – bem rápido, sem frescura – e então entrar em trabalho de parto? Inacreditável, não é? Isso aconteceu com uma norte-americana, que teve sua história compartilhada pela página do Facebook da Piedmont Healthcare.

Segundo a opinião honesta da maioria das mães – na verdade, da maioria dos humanos – Target é o lugar mais feliz e legal do mundo inteiro. Para quem não sabe, Target é uma rede enorme de varejo dos Estados Unidos e que tem tudo que você possa imaginar (mesmo). Para Tanya St. Preux, a meca do consumo ganhou um novo significado: o lugar que seu filho veio ao mundo. Sim, você leu certo! Tanya deu à luz a um menino saudável na entrada da loja, com a ajuda de uma enfermeira.

Inicialmente, Tanya precisava apenas comprar um sutiã de amamentação, o último item de sua lista para a maternidade. Porém, ela não percebeu que suas contrações, na verdade, não eram de treinamento e sim que estavam anunciando a chegada de seu filho. Vinte minutos depois das dores ficarem mais fortes o bebê veio ao mundo.

Por sorte, Caris Lockwood, uma enfermeira obstetra do Hospital Piedmont de Atlanta, estava fazendo compras na mesma loja e conseguiu ajudar a mãe. “Caris foi enviada por Deus e foi maravilhosa!”, Tanya disse, de acordo com a publicação. “Ela foi gentil, carinhosa e superou as expectativas de todos – ela foi muito além disso”.  Que história!

Leia também

Tire suas dúvidas! Pode alimentação durante o trabalho de parto?

Criança ajuda a mãe no trabalho de parto

21 verdades sobre o trabalho de parto que ninguém te fala com antecedência

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/inacreditavel-essa-mulher-deu-a-luz-em-um-supermercado-nos-eua/feed/ 0
Cara de um, focinho do outro! 7 filhos de famosos que são a cara dos pais https://paisefilhos.uol.com.br/familia/cara-de-um-focinho-do-outro-7-filhos-de-famosos-que-sao-a-cara-dos-pais/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/cara-de-um-focinho-do-outro-7-filhos-de-famosos-que-sao-a-cara-dos-pais/#respond Thu, 05 Jul 2018 17:33:01 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99142 castelli

(Foto: Reprodução Instagram @henricastelli)

Tem gente que é tão parecido com o pai ou a mãe que até assusta! A semelhança faz parecer um é o CTRL C + CTRL V do outro. Selecionamos alguns famosos e seus filhos que fazem jus ao ditado “cara de um, focinho do outro“. Ficamos de queixo caído e precisamos compartilhar isso com vocês. Vem ver!

Henri e Lucas Castelli são tão parecidos que é até chocante! O menino é a cara do pai!

Kaká e Lucca são mais um exemplo de como os filhos podem sair IGUAIS aos pais. A semelhança é de cair o queixo!

Grazi e Sofia Massafera são parecidas em tudo: no olho, no sorriso, na beleza…

Meu amor maior ❤️ minha vida #gratidão

Uma publicação compartilhada por Grazi Massafera (@massafera) em

Michel e Teodoro Teló se parecem muuito, mesmo com idades tão distantes.

10 meses que esse guri abriu uma cratera infinita de amor no meu coração. #10meses @teodorotelo

Uma publicação compartilhada por Michel Teló (@micheltelo) em

Luciano e Joaquim Huck: cara de um, focinho do outro MESMO!!

Claudia e Davi Leitte são idênticos! Impossível não perceber que são mãe e filho. 

Cristiano Ronaldo e Cristiano Ronaldo Jr além do nome, são muito parecidos! Mas e com a bola no pé, será que o filho tem o mesmo talento?

Parabéns meu querido filho! Estas a ficar um homem!👏🏽8️⃣🎂❤️

Uma publicação compartilhada por Cristiano Ronaldo (@cristiano) em

Leia também

CVem ver as fotos dos nossos leitores com seus filhos

A cara do pai: os filhos de Herchcovitch dão um banho de estilo

Vítima de bullying por causa da aparência, criança adota gato com a “mesma cara”!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/cara-de-um-focinho-do-outro-7-filhos-de-famosos-que-sao-a-cara-dos-pais/feed/ 0
Prepare os lencinhos: menina com paralisia cerebral consegue dar primeiros passos depois de cirurgia https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/prepare-os-lencinhos-garota-com-paralisia-cerebral-consegue-dar-primeiros-passos-depois-de-cirurgia/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/prepare-os-lencinhos-garota-com-paralisia-cerebral-consegue-dar-primeiros-passos-depois-de-cirurgia/#respond Thu, 05 Jul 2018 16:32:24 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99133 (Foto: Reprodução do Facebook/ Mighty Miss Maya - Will to Walk)

(Foto: Reprodução do Facebook/ Mighty Miss Maya – Will to Walk)

Ler uma história de superação é sempre um ótimo jeito de começar o dia, não é? Então prepare-se, porque essa vai fazer você se emocionar! Maya Tisdale tem paralisia cerebral e recentemente passou por uma cirurgia na coluna para conseguir andar de forma independente. Ou seja, a intenção era de que a menina conseguisse caminhar sem o apoio de bengalas.

Depois do procedimento, os médicos previam que ela iria demorar aproximadamente seis meses para se recuperar. Mas, adivinha? Sete semanas depois ela conseguiu dar seus primeiros passos sozinha! Demais!

No vídeo, gravado pela sua família, é possível ver Maya se equilibrando e ouvir ao fundo seus pais dizendo: “Equilibre-se primeiro”. Seu irmão comenta: “Você conseguiu por um minuto!”. E quando finalmente ela dá os primeiros passos, não consegue esconder sua alegria.”Eu estou andando!”, diz, enquanto abre um sorriso daqueles. Em certo momento, ela ainda tenta ir além – e consegue! “Veja, eu até consegui dar um passo maior!”, fala muito animada.

O vídeo foi compartilhado no Facebook pela mãe de Maya, Ann Tisdale, em uma página que ela criou para a filha. Na legenda, ela escreveu: “Primeiros passos: 4 anos e 10 meses. Eu não consigo colocar em palavras como estamos nos sentindo. Nada consegue traduzir a grandiosidade desse momento para nós. Estamos muito mais do que orgulhosos da nossa Garota Poderosa”. Nós aqui ficamos comovidos com a alegria e perseverança de Maya, e você?

Vem ver o vídeo:

 

Leia mais:

Emocionante! Um texto de Suzana Gullo para conscientização do autismo

Mãe escreve texto emocionante sobre filho com autismo

Emocionante! Instituição realiza sonho de crianças ao redor do mundo

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/prepare-os-lencinhos-garota-com-paralisia-cerebral-consegue-dar-primeiros-passos-depois-de-cirurgia/feed/ 0
Alerta! Avança na Câmara projeto que quer impedir a venda de alimentos orgânicos em supermercados https://paisefilhos.uol.com.br/saude/alerta-avanca-na-camara-projeto-que-quer-impedir-a-venda-de-alimentos-organicos-em-supermercados/ https://paisefilhos.uol.com.br/saude/alerta-avanca-na-camara-projeto-que-quer-impedir-a-venda-de-alimentos-organicos-em-supermercados/#respond Thu, 05 Jul 2018 15:51:59 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98969 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Estamos sempre em busca da melhor alimentação para a nossa família. Consultamos médicos, montamos planos alimentares, tentamos fugir dos industrializados, lemos os rótulos dos produtos… Tudo para garantir o consumo dos nutrientes necessários e manter o organismo em dia. Ainda assim, existe algo que não está presente nos rótulos, que não enxergamos e pode fazer muito mal à saúde: os agrotóxicos.

Ingerir esse tipo de produto é muito ruim para o corpo e pode causar diversos danos a longo prazo. Por isso é tão importante o consumo de orgânicos. De acordo com a legislação brasileira, considera-se orgânico aquele alimento que, seja in natura ou processado, produzido sem o uso de agrotóxicos e fertilizantes químicos ou, então, proveniente de extrativismo sustentável, o que não causa prejuízos ao ecossistema.

O cenário do Brasil nos últimos dias, no entanto, nos mostra que estamos cada vez mais longe de poder consumir alimentos sem essas substâncias, dá para acreditar? E isso, porque uma nova regra foi aprovada na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados e vai criar barreiras à comercialização de alimentos orgânicos no Brasil. De acordo com o Projeto de Lei 4576/16, supermercados, mercearias, varejões e sacolões não poderão mais vender produtos orgânicos diretamente ao consumidor.

Caso esse PL seja mais uma vez aprovado, desta vez no plenário da Câmara, apenas pequenos produtores da agricultura familiar e vinculados à organizações de controle social cadastradas nos órgãos fiscalizadores do governo poderão comercializar os orgânicos. Já os agricultores familiares poderão vender a produção própria, de outros produtores certificados ou de produtos com a certificação prevista na Lei da Agricultura Orgânica (Lei 10.831/03), porém, a venda só poderá acontecer em feiras livres, sejam provisórias ou permanentes, ou em propriedade particular.

Atualmente, é possível comprar e vender produtos orgânicos em estabelecimentos grandes como supermercados, mas desde que a mercadoria tenha o selo SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica), obtido por auditoria ou fiscalização.

A proposta de autoria do deputado federal Edinho Bez (MDB – SC) foi aprovada na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara e agora será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de seguir para uma votação definitiva em plenário.

Outro retrocesso

O Projeto de Lei 6299/2002, conhecido como “Pacote do Veneno”, foi aprovado nesta segunda (25/06) pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados. Ele propõe que alguns produtos não passem por avaliação sobre os riscos à saúde. Se for aprovado, vários agrotóxicos com substâncias perigosas ao corpo vão estar presentes em alimentos como morango, arroz, feijão e batata. O assunto é seríssimo.

Para alertar sobre esses riscos, a Anvisa divulgou uma lista com nomes e efeitos de alguns produtos que começarão a ser usados, caso a proposta seja legalizada. Entre os problemas que esses agrotóxicos podem causar, estão desregulação dos hormônios, ativação de mutações e danos ao aparelho reprodutor e até potencial cancerígeno.

Segundo a Anvisa, o PL não contribui com a melhoria de alimentos mais seguros ou novas tecnologias para o agricultor e nem com o sistema regulatório de agrotóxicos. “A Anvisa vai continuar mantendo sua posição de mostrar os prejuízos e riscos que esse PL, caso aprovado, trará para a saúde da população, até a última instância possível”, afirmou o diretor-presidente da agência, Jarbas Barbosa.

O PL determina que só devem ser proibidos agrotóxicos com avaliações de “risco inaceitável”, mas de acordo com a Anvisa, nove substâncias vetadas são consideradas de difícil avaliação. Conheça a lista completa:

1 – Endossulfam

Uso: Cacau, algodão, cana de açúcar, café, soja, etc.

Análise: É tóxica ao sistema neurológico, ao sistema imune, à reprodução e desregula hormônios

2 – Cihexatina

Uso: Maçã, morango, pêssego, café e berinjela

Análise: Toxicidade aguda. Pode desencadear problemas de visão e é tóxica à reprodução e ao desenvolvimento

3 – Tricloform

Uso: Algodão, feijão, abacaxi, alface, abóbora, amendoim, arroz, banana, brócolis, couve-flor, figo, goiaba, maçã, manga melancia, melão, tomate, trigo, pepino, pimentão, repolho, etc.

Análise: Tóxica para genes, para o sistema neurológico e para o sistema imune. Danos neurológicos em humanos maiores do que demonstrado em animais.

 4 – Monocrotofós

Uso: Amendoim, batata, feijão e etc.

Análise:  Não tem um dossiê toxicológico que suporte o registro do produto

5 – Pentaclorofenol

Uso: Tratamento de madeiras recém-cortadas para combater fungos que causam manchas

Análise: Tóxica ao fígado, aos rins, desregula hormônios e fica muito tempo no meio ambiente

6 – Lindano

Uso: Amendoim, batata, feijão e etc.

Análise:  Não tem um dossiê toxicológico que suporte o registro do produto

7 – Metamidofós

Uso: Algodão, amendoim, batata, feijão, soja, tomate para uso industrial e trigo

Análise: Tóxica ao sistema imune, ao sistema neurológico, à reprodução e desregula hormônios

8 – Parationa Metílica

Uso: Algodão, alho, arroz, batata, cebola, feijão, milho, soja e trigo

Análise: Tóxica ao sistema imune, ao sistema neurológico, desregula hormônios, pode levar a mutações e é tóxica à reprodução. Danos neurológicos em humanos maiores do que os demonstrados em animais

9 – Procloraz

Uso: Tomate, cebola, cenoura, melancia, etc.

Análise:  Provoca distúrbios hormonais e danos ao aparelho reprodutor

Leia também:

Aprenda a deixar legumes e verduras livres de agrotóxicos

Estamos de olho! Veja quais são os inseticidas reprovados pelo PROTESTE

Estamos na torcida! Anvisa quer as informações nos rótulos dos alimentos mais claras

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/saude/alerta-avanca-na-camara-projeto-que-quer-impedir-a-venda-de-alimentos-organicos-em-supermercados/feed/ 0
4 livros para incentivar seu filho a ler https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-livros-para-incentivar-seu-filho-a-ler/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-livros-para-incentivar-seu-filho-a-ler/#respond Thu, 05 Jul 2018 15:16:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99086 little-girl-with-glasses-reading-a-book-with-departing-letters-picture-id473466604

(Foto: iStock)

Quem não gosta de ler? Esse hábito, além de ser uma delícia, é muito importante para o desenvolvimento da criança. Incentivar a leitura é uma das principais tarefas dos pais – e essa tarefa não precisa virar algo chato para o seu filho. A gente tem algumas sugestões de livros com todos os tipos de assunto, com certeza você vai encontrar um que ele goste.

livro1

(Foto: Divulgação)

As Cores de Corina

Autora Carmen Lucia Campos

Ilustrações Camila Carrossine

Editora Panda Books

O livro conta a história de uma menina criativa que gostava muito de desenhar. Os adultos não entendiam como ela podia imaginar um menino laranja ou que um peixe podia andar na rua com seu guarda-chuva da cor do mar… Mas ela sabe que inventar é muito mais gostoso que copiar e descobre um dia que não está sozinha nesse mundo maravilhoso da imaginação.

livro3

(Foto: Divulgação)

Leporim: Aventuras e Receitas da Feiticeira Vegana

Autora Eliana Trujillo

Ilustrações Joice Trujillo e Eliana Trujillo

Editora Alaúde

Você encontra aqui várias receitas fáceis e gostosas para as crianças fazerem, todas livres de produtos de origem animal. O mais legal é como as receitas são apresentadas. Cada uma tem uma historinha muito divertida e gostosa de ler, além dos nomes engraçados que a autora dá para cada prato.

livro2

(Foto: Divulgação)

Não Me Toca, Seu Boboca

Autora Andrea Viviana Taubman

Ilustrações Thais Linhares

Editora Aletria

Assunto delicado de falar, mas do qual não podemos fugir: o assédio infantil. Esta fábula toca no tema de forma lúdica e delicada e mostra para a criança como ela deve agir se perceber alguém agindo de forma inadequada Ninguém pode tocá-la, levá-la aonde não quer ir, mesmo sendo gente conhecida. Temos que proteger nossas crianças.

livro4

(Foto: Divulgação)

Um Coelho

Autora Anabella López

Editora Aletria

Num dia de chuva, o coelho fi cou dormindo, enquanto todo mundo cuidava da vida. Mas quem achava que ele estava sem fazer nada, se enganou: ele estava sonhando, e sonhando muito!!! Sonhou com coisas tão incríveis que ninguém acreditou quando ele acordou e contou Acharam que ele estava louco. Mas o coelho nem ligou: continuou na sua vida de sonho. Ou seria de verdade?

Leia também

6 livros infantis para ensinar a importância dos direitos humanos ao seu filho

Crianças refugiadas publicam livros contando suas histórias e sonhos

Conheça os livros do super casal Ana Cardoso e Marcos Piangers

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/4-livros-para-incentivar-seu-filho-a-ler/feed/ 0
Será só gripe mesmo? A gente tem um guia para decifrar cada tosse do seu filho https://paisefilhos.uol.com.br/saude/sera-so-gripe-mesmo-a-gente-tem-um-guia-para-decifrar-cada-tosse-do-seu-filho/ https://paisefilhos.uol.com.br/saude/sera-so-gripe-mesmo-a-gente-tem-um-guia-para-decifrar-cada-tosse-do-seu-filho/#respond Wed, 04 Jul 2018 22:19:45 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99090 cute-newborn-baby-boy-lying-in-bed-with-cold-picture-id860172586

(Foto: iStock)

Bem, sabemos que você provavelmente tem aquela mania de diagnosticar seu filho, então muitas vezes acaba concluindo que a tosse dele é apenas um resfriado. Mas na verdade, pode ser algo mais sério. Por isso, nós separamos sete diferentes tipos de tosses e como você pode lidar com elas:

Tosse “latido” 

Seu filho foi para a cama com o nariz entupido, mas ele está dormindo pacificamente por algumas horas. De repente, você ouve o que soa como um cachorro latindo. Você corre e encontra seu bebê lutando para recuperar o fôlego.

O que provavelmente está causando isso: Garupa, uma doença viral que causa inflamação na laringe e na traqueia. Geralmente afeta crianças de seis meses a três anos. Ela costuma melhorar durante o dia, mas retorna mais tarde e você pode notar a criança tossir durante a noite. Seu filho também pode emitir um som de assobio agudo quando ele inala.

Como ajudar: Quando seu filho acorda “latindo”, empacote-o em um cobertor e vá para fora – o ar frio ajuda a relaxar as vias aéreas. Ou ligue um banho quente e sente-se com seu filho no banheiro fumegante por 15 a 20 minutos, já que o ar quente e úmido também pode ajudá-lo a respirar, diz Jennifer Shu, editora da Academia Americana de Pediatria e Saúde da Criança. Use um umidificador e certifique-se de que ele beba muito líquidos.

Tosse fleuma 

Soa mucosa, seu filho apresenta nariz escorrendo, dor de garganta, olhos lacrimejantes e falta de apetite.

O que provavelmente está causando isso: Um resfriado comum, que pode durar de uma a duas semanas – embora esteja pior nos primeiros dias. Crianças tem uma média de seis a dez resfriados por ano, de acordo com o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas.

Como ajudar: Como os resfriados são causados por vírus, os antibióticos não ajudam, então nem adianta pedir para o pediatra prescrever um. No entanto, chame seu médico se seu filho tiver muco verde persistente e febre, pois pode ter desenvolvido uma infecção bacteriana. Se seu filho for muito novo para assoar o nariz, use soro fisiológico em uma seringa para ajudar limpar o muco. Um umidificador e banho quente também podem ajudar. Além disso, verifique com seu médico antes de dar ao seu filho qualquer medicamento vendido sem receita médica.

Tosse seca e noturna 

Seu filho teve uma tosse irritante durante todo o inverno. Fica pior a cada noite e a qualquer momento que ele corre.

O que provavelmente está causando isso: Asma, uma condição crônica na qual as vias aéreas dos pulmões se tornam inflamadas e estreitadas e elas produzem excesso de muco. Embora os pais frequentemente pensem que o chiado é o principal sinal de asma, uma tosse seca – especialmente à noite – pode ser o único sintoma de uma criança. Outras bandeiras vermelhas: a tosse é desencadeada por exercício, alergias, resfriados ou ar frio. Se seu filho for jovem ou magro, você poderá ver seu peito desabar enquanto ele respira.

Como ajudar: Consulte o seu médico se você suspeitar de asma para fazer um diagnóstico preciso. Crianças com casos leves podem tomar medicação broncodilatadora inalada durante um ataque, enquanto crianças com asma moderada a grave também precisam de um medicamento preventivo diário.

Tosse rouca 

Além de febre alta, dores musculares e fungadas, a tosse fica fraca.

O que provavelmente está causando isso: Influenza, também conhecida como gripe, uma doença viral que ataca o sistema respiratório.

Como ajudar: Dê-lhe bastante líquido, alimentos ou leite para diminuir a febre e aliviar as dores.

Tosse enferrujada 

Tem um som rouco e assobiante. Seu filho irá parecer que está respirando rapidamente e é muito irritável.

O que provavelmente está causando isso: Bronquiolite, uma infecção dos bronquíolos, as menores vias aéreas nos pulmões. Quando eles incham e se enchem de muco, é difícil para uma criança respirar.

Como ajudar: Contate o seu pediatra imediatamente se o seu filho parece ter dificuldade em respirar ou beber. Seu médico pode diagnosticar bronquiolite com um exame físico e um histórico completo. Incentive seu filho a descansar e beber muitos líquidos. Em casos graves, uma criança pode precisar ser hospitalizada para receber oxigênio, fluidos ou medicação.

Tosse convulsa 

Seu filho teve um resfriado por mais de uma semana e agora ele está com tosse – às vezes ele tosse mais de 20 vezes em uma respiração. Entre tosses, ele tem dificuldade para respirar e faz um som estranho quando inala.

O que provavelmente está causando isso: Tosse convulsa, que tem estado recentemente em ascensão. As bactérias chamadas pertussis atacam o revestimento das vias respiratórias, produzindo inflamação severa que estreita e às vezes bloqueia as vias aéreas.

Como ajudar: Ligue para o seu médico imediatamente se você suspeitar de tosse convulsa. Bebês com menos de seis meses precisarão ser hospitalizados. A infecção é tratada com antibióticos e outros adultos e crianças em sua casa podem precisar de antibióticos preventivos e um reforço para evitar ficar doente. Isso porque a tosse convulsa é altamente contagiosa.

Tosse bruta  

Seu filho teve um resfriado por uma semana e está piorando. Sua tosse está molhada e pegajosa e sua respiração parece ser mais rápida que o normal.

O que provavelmente está causando isso: Pneumonia, em que um vírus ou bactéria invade os pulmões, fazendo com que eles se encham de líquido.

Como ajudar: Seu pediatra pode diagnosticar pneumonia com um exame físico, mas pode precisar enviar o seu filho para um raio X. Se o médico determinar, a partir dos resultados do teste, que a pneumonia é bacteriana, ele prescreverá antibióticos. A pneumonia geralmente pode ser tratada em casa, mas se for grave, seu filho pode precisar ficar no hospital por alguns dias.

Leia também:

Seu filho está com tosse? Te ajudamos a decifrar

Calma! Nem sempre a febre é motivo para sair correndo para o hospital

Gripe e resfriado: aprenda a diferenciar

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/saude/sera-so-gripe-mesmo-a-gente-tem-um-guia-para-decifrar-cada-tosse-do-seu-filho/feed/ 0
Vem ver já a reação dos meninos que foram encontrados em caverna tailandesa. Tá preparada? https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/vem-ver-ja-a-reacao-dos-meninos-que-foram-encontrados-em-caverna-tailandesa-ta-preparada/ https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/vem-ver-ja-a-reacao-dos-meninos-que-foram-encontrados-em-caverna-tailandesa-ta-preparada/#respond Wed, 04 Jul 2018 22:06:06 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99049 (Foto: Reprodução do Facebook)

(Foto: Reprodução do Facebook)

No dia 23 de junho, doze adolescentes de um time de futebol, entre 11 e 16 anos de idade, e seu treinador desapareceram na Tailândia. Mas como? Bom, eles saíram para uma excursão pelo complexo de cavernas de Tham Luang, no parque florestal Khun Nam Nang Non, no norte da província de Chiang Rai e ficaram presos depois de uma forte chuva que inundou o local.

Depois de 9 dias de busca e da mobilização de uma equipe com mil socorristas de diversos países – sendo 17 deles experientes em resgate e sobrevivência da Força Aérea dos Estados Unidos e três especialistas de mergulho em cavernas da Grã-Bretanha – os 13 foram encontrados em bom estado de saúde, apesar de terem ficado todo esse tempo sem comer. Ufa!

(Foto: Reprodução Vídeo Youtube)

(Foto: Reprodução Vídeo Youtube)

A equipe que chegou ao time é composta por 10 soldados e um médico militar e ficará com o grupo até que todos sejam resgatados da caverna. Para que isso aconteça, os jovens e o treinador precisam recuperar sua força. Uma das possibilidades de resgate é ensiná-los a mergulhar com cilindros de oxigênio, já que o percurso até a saída tem 3 km, é estreito e está inundado. As outras duas são: drenar a água da caverna e esperar uma trégua das chuvas ou encontrar aberturas naturais.

A alimentação deles por enquanto é a base de suplementos energéticos e vitaminas e as autoridades acreditam que o resgate pode durar de uma semana até alguns meses. Os familiares dos jovens estão acampando ao redor do complexo e a marinha tailandesa cedeu algumas imagens deles bem animados, olha só:

Leia mais:

Parece ficção, mas não é! Para salvar criança, africano escala prédio em menos de 30 segundos

Boa notícia! Pacientes com Alzheimer apresentam melhoras após terapia com bonecas

Boa notícia: exame promete diagnosticar espectro autista em bebês de 3 meses

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/boa-noticia/vem-ver-ja-a-reacao-dos-meninos-que-foram-encontrados-em-caverna-tailandesa-ta-preparada/feed/ 0
Tire suas dúvidas! 6 perguntas e respostas sobre o cuidado bucal das crianças https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/tire-suas-duvidas-6-perguntas-e-respostas-sobre-o-cuidado-bucal-das-criancas/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/tire-suas-duvidas-6-perguntas-e-respostas-sobre-o-cuidado-bucal-das-criancas/#respond Wed, 04 Jul 2018 21:44:36 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99079 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A infância é um dos períodos mais vulneráveis para o surgimento da cárie, época em que a falta de coordenação motora e o desinteresse podem comprometer um trabalho bem feito durante a escovação. Você sabia que o acompanhamento odontológico deve ser feito desde os primeiros meses de vida? Pois é, o hábito deve fazer parte da rotina familiar para prevenir até 99,8% as cáries em qualquer idade.  

Muitos pais, no entanto, ainda não sabem da importância da prevenção e de alguns cuidados básicos no dia a dia. Por isso, a dentista e consultora da GUM, Isabella Mendes, respondeu algumas das principais dúvidas sobre o assunto. Vem ver:

Preciso fazer a higiene bucal mesmo se o bebê ainda não tem dentes?

Se a amamentação for apenas com leite materno, não é preciso realizar a limpeza. Caso contrário, a resposta é sim! A limpeza em bebês sem aleitamento materno exclusivo pode ser feita com gaze ou fralda umedecida, com água filtrada ou soro fisiológico. É essencial que toda a cavidade bucal e gengiva sejam limpas pelo menos duas vezes ao dia, de manhã e à noite.

Os primeiros dentes já exigem o uso da escova dental?

Enquanto os bebês tiverem só os dentes da frente a limpeza pode continuar sendo feita com fralda, gaze ou dedeira – que pode aliviar a coceira provocada pela erupção dos dentes. Quando nascerem os primeiros molares (os dentes do fundo), a higiene com escova dental própria para crianças – com cabeça pequena e cerdas macias – pode ser começada! É importante também levar seu filho a um odontopediatra assim que o primeiro dente despontar.

Preciso fazer o cuidado bucal mesmo no período em que as crianças não fazem grandes refeições?

Sim! Uma boa rotina de limpeza bucal pode evitar as chamadas “cáries de mamadeira”, que chegam pela exposição à líquidos com açúcar, como leite, sucos de frutas ou fórmulas.

Com qual idade as crianças podem escovar os dentes sozinhas?

Até os três anos, os responsáveis devem escovar os dentes das crianças. Depois disso, elas podem começar a escovar sozinhas para criar o hábito, mas sempre com a supervisão de um adulto para garantir que a limpeza seja completa e eficaz. Também é importante checar a quantidade de pasta para ver se as crianças não estão ingerindo a espuma.

O gel dental deve ter flúor?

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o flúor é uma substância superimportante na preservação do esmalte dos dentes e na prevenção da cárie. Ele pode ser usado assim que os dentes molares despontarem, mas é preciso ter cuidado com a quantidade de gel dental colocado na escova. O ideal é usar uma quantidade do tamanho de meio grão de arroz.

Qual idade é melhor para o começar o uso do fio dental?

Não existe uma idade específica, é preciso apenas esperar o nascimento de um dente ao lado de outro. É muito importante incentivar o uso do fio dental nas crianças, para que elas se acostumem e façam isso por vontade própria, já que a falta desse tipo de limpeza deixa o tecido gengival mais exposto à placa bacteriana.

A chupeta pode deixar os dentes tortos?

Há vários motivos que podem levar os dentes das crianças a ficarem tortos. Por isso, é preciso ficar atento não só ao uso da chupeta, mas também à mamadeira, dedo na boca e formação óssea. O ideal é que seu filho pare de usar a chupeta perto dos 18 meses, idade que começam a acontecer transformações ósseas perceptíveis e importantes.

Leia também:

Saúde bucal deve estar na lista de prioridades de uma futura mãe

Você sabe cuidar da saúde bucal do seu filho?

Crianças podem ter mais cáries durante as férias

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/tire-suas-duvidas-6-perguntas-e-respostas-sobre-o-cuidado-bucal-das-criancas/feed/ 0
Cuidado nunca é demais: todo dia é dia de protetor solar https://paisefilhos.uol.com.br/saude/cuidado-nunca-e-demais-use-protetor-solar/ https://paisefilhos.uol.com.br/saude/cuidado-nunca-e-demais-use-protetor-solar/#respond Wed, 04 Jul 2018 21:31:21 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98977 suntan-lotion-at-the-beach-picture-id510633545

(Foto: iStock)

Expor seu filho demais aos raios solares tem várias consequências ruins para a saúde. Os problemas variam de queimaduras simples (muito comuns no verão) a complicações que só vão ser percebidas na vida adulta, como o câncer de pele. Para passar bem longe desses transtornos você deve ter cuidado com a pele das crianças não apenas nos dias de piscina ou mar, mas em todos os dias. Aliás, a prevenção de problemas futuros vem assumindo um lugar importante no dia a dia do consultório pediátrico. Afinal, é fundamental que cresçam com saúde até os 100 anos de idade. Pensando nisso, reunimos algumas dúvidas de nossos leitores para o nosso pediatra, dr. Claudio, responder.

Como calcular o tempo de reaplicação do protetor solar conforme o fator aplicado? (Patrícia Miranda, do blog Maternidade Literária, mãe de Heloísa)

O protetor é eliminado da pele em decorrência do contato com o suor ou com a água. Assim, a cada três horas, em média, e após transpiração ou contato com água da piscina ou do mar você deve repassar o filtro de proteção solar, mesmo que o sol não esteja forte.

Existe diferença de fixação entre protetor aerossol, gel e cremoso? (Diandra Ritton, do blog Minha Mãe Ficou Loka, mãe do Enzo)

Sim. Eles fazem a mesma coisa, mas o resultado varia de acordo com o tipo de pele. O creme é indicado para pele mais ressecada. O gel para a pele mais oleosa, evita deixar a pele pegajosa e com aspecto gorduroso. O spray tem a vantagem de aplicação mais rápida, mas é bom esparramar com a mão para ter uma melhor aplicação.

Quanto tempo devemos esperar para entrar na piscina após aplicar o protetor solar? (Júlia Melnick, do blog Sistersmommies, mãe de Lívia, Laura e Eduardo)

Em média 15 a 30 minutos. A recomendação é passar o protetor em casa antes de sair para a piscina ou praia

Para a minha família, sempre escolho protetores solares sem parabeno. Estou certa? (Flávia Miranda, do blog Mães Brasileiras, mãe de Natália, Arthur e Gustavo)

Sim. Atualmente, o melhor é usar filtro de proteção sem conservantes, como o parabeno. No passado, ele era excelente conservante para cosméticos, além de baixar o custo do produto. No entanto, o parabeno está associado a alterações no metabolismo de glândulas e hormônios, além de provocar alergia.

Em tempos de dengue e zika é seguro usar protetor solar e repelente nas crianças? (Renata Chiarello, do blog @ mamaenow, mãe de Betina)

Sim, podem ser usados em um mesmo momento. O jeito certo é aplicar o protetor e depois o repelente.

As roupas com proteção solar são realmente confiáveis? (Camila Teixeira, do blog Mãe Independente, mãe de Lavínia)

Todas as nossas roupas protegem contra os raios solares e, certamente, aquelas com proteção solar específica oferecem maior proteção. É importante destacar que as áreas do corpo que ficarem expostas devem receber protetor solar, sim!

Leia também 

Protetor solar antes dos 6 meses, nem pensar! Saiba como proteger seu filho

Não deu praia! Cinco marcas de protetor solar não passam em teste

Só 5% das mães passam protetor nos filhos antes da escola; E você?

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/saude/cuidado-nunca-e-demais-use-protetor-solar/feed/ 0
Fique de olho: Ministério da Saúde alerta para risco de volta da paralisia infantil https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/fique-de-olho-ministerio-da-saude-alerta-para-risco-de-volta-da-paralisia-infantil/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/fique-de-olho-ministerio-da-saude-alerta-para-risco-de-volta-da-paralisia-infantil/#respond Wed, 04 Jul 2018 19:37:28 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98981 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, acontece por conta do poliovírus, um vírus que vive no intestino e atinge, principalmente, crianças com menos de quatro anos. Ela se manifesta de forma discreta e com poucos sintomas como febre, dor de garganta, náusea e prisão de ventre.  A doença é transmitida por meio da saliva, fezes ou água e alimentos contaminados.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, os lugares com cobertura de vacina contra a doença abaixo de 95% estão sob ameaça de surto de poliomielite. Isso acontece porque os pais estão um pouco resistentes para vacinar seus filhos contra a doença. E, apesar de estarmos há 28 anos sem registrar casos de paralisia infantil no Brasil, essa falta de imunização aumenta o risco do reaparecimento da doença.

Dados da Agência Brasil mostram que a situação da Bahia e do Maranhão são as mais graves. Mas São Paulo não fica para trás e está na lista de municípios sob alerta. Durante uma reunião com secretários estaduais e municipais de saúde, a coordenadora o Programa de Imunização, Carla Domingues, comentou que esses dados indicam condições de volta da doença no país.

Após casos de poliomielite registrados na Venezuela, o Ministério da Saúde informou a volta da campanha de vacinação que acontece entre os dias 6 a 31 de agosto. Porém, nos anos anteriores, as campanhas não estavam atingindo a meta ideal de crianças vacinadas, por isso, dessa vez a mobilização sobre a imunização será reforçada e haverá possibilidade de readequação de horários.

E você, já vacinou seus filhos?

Leia também:

5 motivos pelos quais a poliomielite pode (e deve) ser erradicada

Vacinação infantil tem menor índice dos últimos 16 anos. Mas você sabe o porquê?

Não sabe como acompanhar o calendário de vacinas?  A gente te ajuda

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/fique-de-olho-ministerio-da-saude-alerta-para-risco-de-volta-da-paralisia-infantil/feed/ 0
Nós amamos! Filha de Phillippe Coutinho bomba na internet com camiseta personalizada da seleção https://paisefilhos.uol.com.br/familia/nos-amamos-filha-de-phillippe-coutinho-bomba-na-internet-com-camiseta-personalizada-da-selecao/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/nos-amamos-filha-de-phillippe-coutinho-bomba-na-internet-com-camiseta-personalizada-da-selecao/#respond Wed, 04 Jul 2018 19:08:06 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=99042 (Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

Artilheiro da nossa seleção na Copa do Mundo de 2018, Philippe Coutinho tem uma família linda. O jogador de 26 anos é casado com Aine Coutinho, sua namorada desde quando ele tinha 15 anos. O casal tem a pequena Maria, de 2 anos, que sempre bomba nas fotos publicadas nas redes sociais.

Philippe não desgruda da mulher e da filha, prova disso é que elas marcam presença desde os treinos até os jogos mais decisivos do craque. Em um post no Instagram do jogador, na última quarta-feira (4), a menina apareceu vestindo uma camisa personalizada com a palavra “papai” estampada nas costas. O clique foi tirado durante um treino da seleção brasileira na Rússia e mundo pirou com a  foto, inclusive nós!

Pra você ter noção, a publicação alcançou mais de 1,5 milhão de curtidas em apenas três horas. “Minha princesinha”, escreveu o jogador na legenda. Olha só: 

💚💛 #minhaprincesinha❤️🎀 #gratidão

Uma publicação compartilhada por Philippe Coutinho (@phil.coutinho) em

Vem ver mais fotos da família:

Passando a tarde com minha princesa 👑👸🏻❤️ #gratoaDEUS🙏🏽

Uma publicação compartilhada por Philippe Coutinho (@phil.coutinho) em

Happy New Year! ❤️ #GRATIDÃO2017 #VEM2018

Uma publicação compartilhada por Philippe Coutinho (@phil.coutinho) em

MERRY CHRISTMAS 🎄🙏🏽🎁

Uma publicação compartilhada por Philippe Coutinho (@phil.coutinho) em

Meus dois grandes Amores ❤️🙏🏽

Uma publicação compartilhada por Philippe Coutinho (@phil.coutinho) em

Leia também:

Melhor torcedor! Filho do Neymar pinta cabelo de verde e manda recado para o pai

Em clima de Copa! Vem ver os filhos de famosos que torceram pela seleção

Gêmeas da Ivete causam na internet com camisetas personalizadas do Brasil

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/nos-amamos-filha-de-phillippe-coutinho-bomba-na-internet-com-camiseta-personalizada-da-selecao/feed/ 0
Atenção amantes da Disney: o Toy Story Land está oficialmente aberto! https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atencao-amantes-da-disney-o-toy-story-land-esta-oficialmente-aberto/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atencao-amantes-da-disney-o-toy-story-land-esta-oficialmente-aberto/#respond Wed, 04 Jul 2018 17:50:35 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98987 (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Já falamos muito sobre a Toy Story Land aqui na Pais&Filhos, mas dessa vez viemos dar a melhor notícia de todas: a atração está oficialmente aberta! Localizada dentro do Disney Hollywood Studios, a Toy Story Land faz com que você se sinta muuuito pequeno como se fosse um dos brinquedos de Andy, além de te apresentar os lugares mais marcantes do filme.

Por lá, você vai poder tirar fotos com os personagens e brincar em muitas atrações temáticas espalhadas pelo parque. O Alien Swirling Saucers vai fazer com que você realmente se sinta como um brinquedo dentro da máquina e disponível para ser escolhido pelo “garra”. Já no Toy Story Mania, você viverá uma experiência 4D com a missão de atirar nos alvos. O Slinky Dog Dash é uma sacada genial: uma montanha-russa feita no nosso cachorro de molas favorito.

Tá demais esse parque! Dá uma olhada nas fotos:

Untitled-1

(Foto: Divulgação)

Untitled-2

(Foto: Divulgação)

Untitled-3

(Foto: Divulgação)

Untitled-4

(Foto: Reprodução/Disney)

Untitled-5

(Foto: Reprodução/Disney)

Leia também:

Mega novidade: saíram as fotos da nova atração do parque da Disney “Toy Story Land”

Disney divulga a primeira imagem do restaurante da Toy Story Land

É magia que você quer? Novo aplicativo da Disney promete deixar sua viagem aos parques ainda mais incrível!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/atencao-amantes-da-disney-o-toy-story-land-esta-oficialmente-aberto/feed/ 0
Ansiedade a mil: você precisa ver o trailer EXCLUSIVO de “Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas” https://paisefilhos.uol.com.br/familia/ansiedade-a-mil-voce-precisa-ver-o-trailer-exclusivo-de-hotel-transilvania-3-ferias-monstruosas/ https://paisefilhos.uol.com.br/familia/ansiedade-a-mil-voce-precisa-ver-o-trailer-exclusivo-de-hotel-transilvania-3-ferias-monstruosas/#respond Tue, 03 Jul 2018 23:13:49 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98957 (Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A terceira parte do filme Hotel Transilvânia, que conquistou o coração de muita gente, estreia no dia 12 de julho e dessa vez os personagens – humanos e vampiros – irão aproveitar as férias em um cruzeiro cheio de aventuras. Mas, o que eles não sabem é que alguns perigos os aguardam.

Para controlar um pouco da ansiedade que estamos sentindo, a Sony Pictures mandou um trecho EXCLUSIVO do filme para Pais&Filhos – demais ou muito legal?

Nele, a Mavis e o Johnatan recebem um “vale night” e surfam de uma forma inovadora. Você precisa ver! Dá o play:

Leia também:

10 filmes para entrar no espírito do Halloween

Oba, férias! Vem ver dicas de passeios para animar os dias de folga da criançada

Férias em família: o que você precisa levar em conta!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/familia/ansiedade-a-mil-voce-precisa-ver-o-trailer-exclusivo-de-hotel-transilvania-3-ferias-monstruosas/feed/ 0
“Tem um bebê bem grande por aqui”, brincou Andressa Suita ao mostrar a barriga em post no Instagram. Vem ver! https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/tem-um-bebe-bem-grande-por-aqui-brincou-andressa-suita-ao-mostrar-a-barriga-em-post-no-instagram-vem-ver/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/tem-um-bebe-bem-grande-por-aqui-brincou-andressa-suita-ao-mostrar-a-barriga-em-post-no-instagram-vem-ver/#respond Tue, 03 Jul 2018 22:59:42 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98988 (Fotos: Reprodução do Instagram)

(Fotos: Reprodução do Instagram)

Nós estamos sempre de olho no Instagram das mães e filhos famosos. Na tarde da última terça-feira (3) a modelo Andressa Suita usou sua página para mostrar aos seus seguidores sua barriga de 8 meses. Na legenda, ela escreveu “Tem um bebê bem grande por aqui”.

A criança que vem por aí é o segundo filho de Andressa com o cantor Gusttavo Lima. O primogênito é Gabriel, que completou 1 ano no dia 28 de junho.

(Foto: Reprodução do Instagram)

(Foto: Reprodução do Instagram)

Andressa e o sertanejo Gusttavo Lima são casados desde 2015 e a família faz questão de sempre mostrar nas redes sociais muito amor e sintonia. No último domingo, por exemplo, a modelo se declarou para o marido em foto com o legenda “My life” (minha vida). A publicação recebeu mais de 550 mil curtidas e 5 mil comentários.

(Foto: Reprodução do Instagram)

(Foto: Reprodução do Instagram)

Nós mal podemos esperar pelo nascimento do próximo integrante dessa família. E você?

Leia mais:

Sandy comemora os 4 anos do filho com festa de super-heróis, vem ver as fotos!

Decoração a gente gosta: Thaís Fersoza faz tour pelo quarto do filho

Mãe de quinta viagem: Brigitte Nielsen dá à Luz a Frida aos 54 anos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/tem-um-bebe-bem-grande-por-aqui-brincou-andressa-suita-ao-mostrar-a-barriga-em-post-no-instagram-vem-ver/feed/ 0
Teste do olhinho: entenda como funciona o primeiro exame oftalmológico do bebê https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/teste-do-olhinho-entenda-como-funciona-o-primeiro-exame-oftalmologico-do-bebe/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/teste-do-olhinho-entenda-como-funciona-o-primeiro-exame-oftalmologico-do-bebe/#respond Tue, 03 Jul 2018 22:54:25 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98984 (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Logo quando nasce, apesar de já conseguir abrir os olhos, o bebê ainda não sabe usar sua visão. Da mesma forma que ele aprende a falar e andar, é só depois de um tempo que um recém-nascido desenvolve o sistema visual e passa a enxergar. Para garantir que os olhos do bebê estejam normais, é feito o primeiro exame de vista, conhecido como Teste do Olhinho. 

Ele deve ser realizado ainda na maternidade, por um pediatra treinado para identificar possíveis problemas de visão logo de cara. “O teste permite a identificação de uma série de distúrbios nos olhos, como catarata, glaucoma congênito, inflamações e tumores intra-oculares e até mesmo o retinoblastoma, um tipo de câncer raro que afeta o olho por dentro e pode ser fatal”, conta o oftalmologista Rubens Belfort Neto, da clínica Belfort.

O Teste do Olhinho leva mais ou menos 5 minutos e deve ser feito numa sala escura, com um auxiliar segurando o bebê, para garantir que o examinador tenha fácil acesso aos olhos do paciente. Se for detectado o reflexo vermelho em ambos os olhos, o resultado do exame é considerado normal. Caso apareça dificuldade em detectar o reflexo vermelho, a criança deve ser examinada pelo oftalmologista com exames mais específicos para verificar eventuais doenças oculares.

Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, desde junho de 2010, os planos de saúde precisam pagar pelo Teste do Olhinho e, antes disso, o exame já era obrigatório em maternidades públicas e privadas. Então, não há desculpas para deixar de realizar o teste nos bebês. “O exame é rápido, indolor e avalia o reflexo da luz que entra no olho do bebê, permitindo identificar partes como cristalino, vítreo e retina, além da comparação entre os olhos. Se for apontada alguma alteração, o recém-nascido é encaminhado para exame oftalmológico especializado e podemos tratar no tempo certo, para que a visão se desenvolva normalmente”, explica o especialista.

Sempre de olho!

Muitas crianças só são levadas ao oftalmologista quando manifestam alguma dificuldade de enxergar a lousa na sala de aula. Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontam que 50 milhões de brasileiros sofrem de algum tipo de distúrbio de visão e que 60% dos casos de cegueira e deficiência visual poderiam ser evitados se o tratamento tivesse sido feito a tempo. Por isso, é fundamental levar seu filho ao oftalmo e fazer o teste!

Mesmo que o resultado do Teste do Olhinho do recém-nascido seja normal, é importante que o pediatra repita o exame nas consultas de rotina. É preciso levar a criança ao oftalmologista com 1 ano de idade e aos 3 anos. Antes do seu filho ingressar na escola e depois de iniciar a vida escolar, podem ser feitos exames de dois em dois anos, caso não haja indicação de frequência maior.

“Os pais e o pediatra devem acompanhar o desenvolvimento ocular das crianças e comparar a visão entre os olhos. Exames periódicos com oftalmologistas também podem ser solicitados pelo pediatra se ele julgar necessário”, completa Rubens.

Leia também:

Chega de óculos? Cientistas desenvolvem colírio que pode curar a miopia

É normal o bebê ficar vesgo às vezes? Descubra quando se trata de estrabismo

Uso de tablets e smartphones pode prejudicar visão de crianças, alerta oftalmologista

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/teste-do-olhinho-entenda-como-funciona-o-primeiro-exame-oftalmologico-do-bebe/feed/ 0
E a hora do desfralde, quando chega? https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/e-a-hora-do-desfralde-quando-chega/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/e-a-hora-do-desfralde-quando-chega/#respond Tue, 03 Jul 2018 22:31:34 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98968 closeup-of-legs-of-little-asian-2-years-old-toddler-baby-boy-child-picture-id981842908

(Foto: iStock)

Seu filho está crescendo e descobrindo seu corpo. Percebendo mãos, pés e também as suas necessidades. No momento do desfralde, a criança passa a entender que aquilo que está na fralda é ela quem faz, é dela. E essa é uma mudança grande na capacidade de autopercepção, diferente de tudo o que a criança já passou antes.

O período natural de acontecer o desfralde do bebê é entre 18 meses e 4 anos, segundo a fase de desenvolvimento anal especificada por Freud. Nesse momento, o sistema nervoso da criança vai se desenvolvendo da parte central até a região mais baixa do tronco, chegando ao assoalho pélvico da criança. Parece complicado, mas significa que os sinais nervosos chegam com mais rapidez ao esfíncter. “Esse processo faz com que o bebê ande com coordenação e tenha controle sobre a bexiga, porque a sensação de estar apertado ele já tem”, explica Fabiana Catanzaro, mestre em Psicologia Escolar e Psicopedagoga, filha de Marlene.

Algumas atitudes podem colaborar nesse momento, dentre elas deixar a porta do banheiro entreaberta para que elas possam ver seus pais indo ao banheiro. Outra ideia é apresentar o penico à criança: deixe que ela explore o objeto, respeite seu tempo. O uso do penico é recomendado por muitos pediatras pela facilidade de usar, o bebê consegue sentar e sair sem problemas e levá-lo aonde quiser. “Os pais devem ter paciência, tolerância, não exagerar para nenhum lado. Por exemplo, parabenizar a criança quando usou o penico na primeira ou segunda vez tudo bem, mas depois, aos poucos, isso deve se tornar natural. E nem o contrário, exagerar no que é ruim, reclamar muito do cheiro, falar olha só o que você fez, quanto cocô, que nojo. Claro que a criança tem que aprender que as fezes são algo que ela descarta, não é porque foi produzida por ela que tem que ficar. Aos poucos ela perceberá que controla suas necessidades, mas que também é uma coisa diferente dela. Portanto é válido se despedir do cocô e xixi e estimular o desejo dela de crescer igual ao pai, à mãe, aos irmãos”, completa a psicóloga.

Ao tirar a fralda, é comum haver escapes e a criança sujar a roupa. “Esses escapes são normais, temos que ter atitude positiva, sem cobrar demais para que ela não tenha traumas e encare esse processo como natural”, diz Teresa. O que acontece no momento do desfralde é que o bebê está começando a ter controle, mas ainda não total. “Falar para a criança que tem que fazer cocô em tal hora, ou perguntar demais se fez cocô hoje quando estava na escola, ou ficar focando demais nesse assunto é ir contra a natureza. É claro que é importante saber, mas esse tema virar o da vida da criança não é legal”, afirma Catanzaro.

Tudo ao seu tempo

Alguns bebês desfraldam mais rápido e outros têm o desenvolvimento mais lento; essa variação de tempo é normal. Para saber o melhor momento de começar o desfralde, você deve ficar atenta aos sinais da criança. “Para abandonar a fralda, o bebê precisa se sentir seguro e tranquilo para perceber as necessidades fisiológicas, dar atenção à elas e calcular o tempo que necessita para chegar ao banheiro. Geralmente a partir de 2 anos e meio, em média, é quando a criança já comanda o esfíncter, que são as estruturas que controlam a abertura e o fechamento da uretra e do ânus. Ela aponta a região das fraldas e fala “xixi” ou “cocô”, e tem capacidade de ficar sentada de 5 a 10 minutos. E a escola e professores devem incentivar o início da retirada da fralda ao perceberem que o pequeno demonstra estar preparado, conversando com os pais a respeito”, diz Teresa Uras, pediatra do Hospital Samaritano de São Paulo, mãe de André e Amanda.

Esse processo é o momento em que seu filho perceberá que não é mais um bebê. Isso pode ser muito angustiante para ele dependendo de como essa fase é entendida. É importante que todos percebam o desfralde como algo bom e mostrem para a criança que é um crescimento, um ganho.

Para ela, o ideal é começar o desfralde diurno e depois fazer o noturno. Isso porque o organismo da criança pode ter dificuldade de segurar o xixi durante as fases do sono profundo. “Depois que ela ficar sem fralda o dia inteiro, os pais podem começar a pensar em tirar durante a noite também”, explica.

Em algumas situações pode ser necessário retroceder o processo de desfralde. “É um período de aprendizado. E quando a criança está muito assustada ou acontecem casos de doenças agudas, devemos interromper o processo”, afirma Uras. E continua: “Se a criança não está reagindo de uma maneira produtiva para aquela relação, começa a fazer cocô em todos os lugares ou a segurar muito as fezes, alguma coisa não está bem. Ela está dizendo que o processo precisa de tempo ou de maturidade. E dar um passo atrás não é um erro. Errado está em percebermos que não era o momento e não voltarmos atrás. Com isso a criança vai se sentir respeitada e saber que tudo bem ela ter o tempo dela. E isso é um ganho”, conclui a psicóloga.

Por: Gelse Montesse, mãe do Martim

Leia também

Desabafo de pai: “Estou ficando cansado de ter que trocar a fralda da minha filha em um chão nojento”

Por que não é legal cobrir o carrinho do bebê com fralda?

Tem noção de quantas fraldas o bebê vai usar? Temos uma ferramenta que te ajuda nisso

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/e-a-hora-do-desfralde-quando-chega/feed/ 0
Hora de engatinhar: você sabe como encorajar seu bebê? https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/hora-de-engatinhar-voce-sabe-como-encorajar-seu-bebe/ https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/hora-de-engatinhar-voce-sabe-como-encorajar-seu-bebe/#respond Tue, 03 Jul 2018 19:04:35 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98944 little-baby-playing-with-his-father-picture-id517515046

(Foto: iStock)

Existem diversas maneiras de trabalhar o equilíbrio do seu filho. Alguns exercícios ativam os músculos da barriga, do pescoço, braço, costas e ombros dos bebês, e isso pode encorajá-lo a engatinhar. Aqui estão algumas dicas para te ajudar nesse processo:

Construa esses músculos 

Comece supervisionado o tempo que ele fica de barriga para baixo durante suas primeiras semanas de vida, isso faz a diferença. Para começar, coloque-o em um cobertor no chão de três a cinco minutos duas ou três vezes por dia. Uma boa ideia é colocar um brinquedo fora de seu alcance para que ele tente ir atrás. Sempre que ele levanta a cabeça, olha para o lado ou mexe as pernas, ele está construindo força na parte superior do corpo e nas pernas.

Preste atenção aos sinais 

Com cerca de um a dois meses, seu bebê só será capaz de levantar a cabeça por alguns segundos. Mas com tempo e o exercício de bruços, ele conseguirá ficar por mais tempo. Em seguida, ele começara a fazer “mini flexões” – primeiro apoiando-se nos cotovelos e, às vezes, os braços. Logo depois disso, ele vai conseguir se levantar em suas mãos e joelhos. Ele provavelmente não vai engatinhar ainda, mas significa que a força muscular está lá, ele só não descobriu como se mover ainda.

Pode parecer engraçado no começo 

Os bebês geralmente começam engatinhando para trás. Eles exploram com os braços e pernas e, se seus braços são mais fortes, eles podem andar na direção errada. Mesmo que seu bebê não esteja “andando” ao contrário, o engatinhar pode parecer um pouco estranho. Mas tá tudo bem, o importante é que ele tem a coordenação e força para ir do ponto A ao ponto B.

Seja paciente

Fale com o pediatra do seu filho se ele ainda não apresentou sinais de mobilidade até o primeiro ano de vida ou se ele engatinha com movimentos assimétricos. Caso contrário, seu estilo de engatinhar – ou a falta dele – provavelmente significa algo bom. Ele pode não estar interessado em engatinhar porque está focado na construção de outras habilidades. Apenas seja paciente. Seu bebê vai encontrar uma maneira de se locomover quando estiver pronto.

Leia também:

Sem neura de limpeza! Deixe seu filho engatinhar sem medo de ser feliz

Vídeo: Bebê tem ajudinha especial para aprender a engatinhar

Conheça três exercícios para ajudar seu bebê a ficar mais forte

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/bebe/hora-de-engatinhar-voce-sabe-como-encorajar-seu-bebe/feed/ 0
Desejo de grávida, quem nunca? Sabrina Sato revela vontade estranha https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/desejo-de-gravida-quem-nunca-sabrina-sato-revela-vontade-estranha/ https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/desejo-de-gravida-quem-nunca-sabrina-sato-revela-vontade-estranha/#respond Tue, 03 Jul 2018 14:32:32 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98934 Foto: Reprodução / Instagram

Foto: Reprodução / Instagram

Que atire a primeira pedra a grávida que nunca teve desejo de comidas ou combinações estranhas! A apresentadora Sabrina Sato, que está no quarto mês de gestação, já havia revelado a vontade de comer laranja com sal e a preferência por alimentos ácidos. Mas, em entrevista à revista Vogue, Sabrina revelou uma nova vontade nada comum: pipoca com vinagre! Na reportagem, ela ainda afirma que continua se exercitando, mas que diminuiu o ritmo.

Recentemente, a apresentadora também revelou cinco possíveis nomes para sua filha com Duda Nagle, seu noivo. Entre eles: Kira, Ava, Chiara, Luiza e Amora. “São nomes que gosto no momento”, contou.

Leia também:

Sabrina Sato está em dúvida entre cinco nomes, qual você escolheria?

Vem ver o vídeo do chá revelação do bebê de Sabrina Sato!

Grávida de dois meses, Sabrina Sato já está com desejos incomuns

Sabe o que é descolamento ovular? Te explicamos

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/desejo-de-gravida-quem-nunca-sabrina-sato-revela-vontade-estranha/feed/ 0
Rapidinha, ela! Kate Middleton estaria grávida do quarto filho https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/rapidinha-ela-kate-middleton-estaria-gravida-do-quarto-filho/ https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/rapidinha-ela-kate-middleton-estaria-gravida-do-quarto-filho/#respond Tue, 03 Jul 2018 14:13:33 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98930 (Foto: Reprodução Instagram / @kensingtonroyal)

(Foto: Reprodução Instagram / @kensingtonroyal)

Pelo jeito a família real não perde tempo mesmo! Segundo informações da revista norte-americana Life & Style, a duquesa Kate Middleton estaria dando sinais de uma nova gravidez. Kate e príncipe Willian, que já são pais de George, Charlotte e Louis, teriam o desejo de ter quatro filhos. Pelo menos é o que afirma uma fonte da revista. “Eles adorariam ter dois meninos e duas meninas”, disse uma pessoa próxima do casal.

E parece que o bebê número 4 já estaria no forno, prestes a ser anunciado. Além de mostrar todos os sinais de gravidez, ela já teria até adotado um look mais folgado. “Ela está vestindo roupas folgadas de novo, evitando bebidas alcoólicas e desejando curry, que é algo que ela faz quando está grávida”, contou a fonte. Kate ainda estaria comendo bolachas de lavanda, o que ajuda no enjoo matinal.

Um dos indícios que de a suposta gravidez possa mesmo ser verdade, é que a duquesa não compareceu ao aniversário de 70 anos de Charles. “Uma das razões para ela não estar presente era que ela estava exausta e se sentiu mal”, explicou. E enjoos matinais não são novidade nas gestações de Kate, já que ela sofreu com isso em todas as vezes.

Em comunicado oficial, o Palácio se manifestou – mas não negou! O documento diz que qualquer anúncio de gravidez só será feito pelo Twitter Kensington Roayl, a conta oficial da família real. Independente de ser verdade ou não, a fonte da Life & Style ainda afirmou que eles estão “confiantes de que ter outro bebê não seria um problema”. Nós concordamos e estamos torcendo para que o 4º bebê real esteja realmente a caminho!

(Foto: Reprodução Life & Style)

(Foto: Reprodução Life & Style)

Leia Mais:

Vem bebê real por aí? Saiba mais sobre os rumores da gravidez de Meghan Markle

Vem ver as fotos oficiais do casamento do Príncipe Harry e Meghan Markle

9 dicas para aumentar as chances de engravidar

 

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/noticias/rapidinha-ela-kate-middleton-estaria-gravida-do-quarto-filho/feed/ 0
Bolsa de maternidade estilosa? Sim, você pode! https://paisefilhos.uol.com.br/mais/bolsa-de-maternidade-estilosa-sim-voce-pode/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/bolsa-de-maternidade-estilosa-sim-voce-pode/#respond Tue, 03 Jul 2018 01:28:42 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98872 pregnancy-pregnant-woman-packing-a-hospital-bag-picture-id626099628

(Foto: iStock)

Claro que dá para carregar fraldas, mamadeira, lencinho umedecido, pomada, brinquedo, papinhas e muuito mais, com estilo! Encontramos algumas bolsas e mochilas que, além de práticas e espaçosas, são um charme. Olha só:

1. Lilica&Tigor – R$299, lilicaetigor.com

bolsa5

(Foto: Divulgação)

2. Prazzi – R$3714, prazzi.com.br 

bolsa3

(Foto: Divulgação)

3. Pettit4you – R$475, petit4you.com.br

bolsa2

(Foto: Divulgação)

4. Lequikids Prada – R$171, turmadacegonha.com.br 

bolsa4

(Foto: Divulgação)

5. Safety 1st – R$299, alobebe.com.br 

bolsa1

(Foto: Divulgação)

Leia também

Você também precisa de uma bolsa de mão para a maternidade; veja nossas sugestões

Dicas práticas para arrumar a bolsa do bebê antes do passeio

Bolsa Dignidade: Governo Federal estuda mudanças no Bolsa Família

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/bolsa-de-maternidade-estilosa-sim-voce-pode/feed/ 0
As Fissuradas: ONG de apoio à crianças com labiopalatina realiza primeira edição de congresso em São Paulo https://paisefilhos.uol.com.br/mais/as-fissuradas-ong-de-apoio-a-criancas-com-labiopalatina-realiza-primeira-edicao-de-congresso-em-sao-paulo/ https://paisefilhos.uol.com.br/mais/as-fissuradas-ong-de-apoio-a-criancas-com-labiopalatina-realiza-primeira-edicao-de-congresso-em-sao-paulo/#respond Tue, 03 Jul 2018 01:17:38 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98896 (Foto: Divulgação / Rede As Fissuradas)

(Foto: Divulgação / Rede As Fissuradas)

A designer de roupas e ilustradora Luiza Pannunzio já era mãe de Clarice quando esperava pelo filho Bento, hoje com 5 anos. Antes do nascimento do menino, ela fez um de seus últimos exames de ultrassom e descobriu que ele nasceria com uma fissura facial que ia do lábio ao olho e labiopalatina, que é a ausência de céu da boca.

Quase dois anos depois, ela começou a ONG As Fissuradas, uma rede de apoio para famílias que tiveram filhos com fissuras e outras anomalias craniofaciais. O foco da instituição é dar auxílio e boa informação, apontando os caminhos de tratamento (sempre que possível dentro dos centros públicos) com atenção especial às famílias de baixa renda do Brasil.

Nos dias 27, 28 e 29 de julho, acontece o Primeiro Congresso As Fissuradas, na Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato e na Fundação Escola de Sociologia e Política (FESPSP), em São Paulo. A ideia do evento surgiu após o lançamento do livro  “As Fissuradas – Guia da Fissura Labiopalatina”, em 2017. Estarão presentes diversos profissionais da área da saúde para conversarem e passarem conhecimento para as famílias.

“Pela primeira vez estabeleceremos uma relação horizontal entre o corpo médico, nós e nossos filhos. É objetivo da rede As Fissuradas compreender esse diálogo, dessa forma. Num lugar de respeito e importância para todos os lados. É quando nos daremos conta de que todos temos informações para trocar e eu, mais do que tudo, sempre acreditei nesta forma de nutrir, cuidar, amparar, amar, empoderar e lutar”, diz Luiza.

E nós estaremos por lá para trazer todas as informações e passá-las da melhor forma para os nossos leitores! Acompanhe em nossas redes sociais e aqui no site.

Leia também:

Crianças com lábios leporinos e fenda palatina recebem tratamento gratuito em Maceió

Elas podem! Em evento, meninas devem ser incentivadas a seguir carreiras de “meninos”

Vamos bater sempre nesta tecla: beijar o recém-nascido, não!

]]>
https://paisefilhos.uol.com.br/mais/as-fissuradas-ong-de-apoio-a-criancas-com-labiopalatina-realiza-primeira-edicao-de-congresso-em-sao-paulo/feed/ 0
Tudo o que rolou: Vem saber mais sobre as marcas que passaram pela Pitanga Curadoria para Crianças https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/tudo-o-que-rolou-vem-saber-mais-sobre-as-marcas-que-passaram-pela-pitanga-curadoria-para-criancas/ https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/tudo-o-que-rolou-vem-saber-mais-sobre-as-marcas-que-passaram-pela-pitanga-curadoria-para-criancas/#respond Tue, 03 Jul 2018 01:07:06 +0000 https://paisefilhos.uol.com.br/?p=98850 Estamos sempre procurando o que tem está rolando no mercado infantil para nossos leitores e, por isso, cobrimos os melhores eventos. Assim, na última sexta-feira, dia 29, fomos até a Casa Panamericana, no bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo, conferir tudo sobre a edição de inverno do Pitanga Curadoria para Crianças que reúne 50 marcas premium.

Esse projeto mapeia tudo o que há de mais interessante no mercado infantil. Muitas marcas foram criadas por mães empreendedoras que perderam seu lugar no mercado de trabalho e que criam em cima de necessidades da própria família, como por exemplo, até coisas que estão em alta lá fora e ainda não encon