5 dicas para aumentar as chances de gravidez mesmo durante a quarentena

Não deixe que este momento delicado, interrompa seus sonhos de formar uma família! Veja como manter a fertilidade de maneira segura

Resumo da Notícia

  • Momento de pandemia pode assustar família que planejavam ter um bebê
  • Procure por opções acessíveis sem sair de casa
  • É possível se manter em contato com seu médico
  • Não esqueça de ficar em casa e seguir as recomendações de saúde
Com 33 semanas de gravidez (Foto: Getty Images)

A pandemia que estamos vivendo significou o fim de muitos planejamentos, pelo menos por enquanto. No entanto para aqueles que estavam se organizando para aumentar a família nesse momento, pode ser um grande medo seguir com as medidas de fertilização e esperança de ter um bebê saudável. Pensando nisso, inspirado em informações da revista Parents, nós preparamos cinco dicas para você manter seu sonho de gravidez, mesmo de quarentena!

  • Telemedicina: Durante esse momento de quarentena diversas clínicas especializadas em fertilização, continuam atendendo via chamada de vídeo online. Essa é uma ótima alternativa para você manter contato com seu tratamento, sem perder a frequência.
  • Estudar as opções de fertilização:  Se você planeja ainda procurar uma clínica agora é o momento certo de estudar quais são os locais com referência e com histórico de bons resultados. Existem locais que oferecem testes de ovulação para fazer dentro de casa, e assim não ter que se preocupar com restrições.
  • Esteja com os testes e exames em dia: Atualmente existem todos os tipos de exames que você pode adaptar para fazer sem sair de casa. Testes de ovulação, de fertilidade e até mesmo alguns exames de sangue você consegue adaptar. Basta conversar com sua clínica e descobrir as opções. Além disso é bom ter certeza que todas suas vacinas estão em dia, tire esse tempo para olhar sua carteira de vacinação. É importante estar a par da sua saúde, não só hormonal, mas como um todo, pois qualquer fator pode dificultar a gravidez.
  • Se informe sobre seu plano de saúde: Não esqueça que no meio do processo você vai precisar agendar diversas consultas de rotina e cuidados especiais, por isso é essencial ter um seguro de saúde que vai poder cobrir todas as suas necessidades. Aproveite para se programar financeiramente, pois ter um bebê é inevitável não ter gastos. 
  • Não deixe de se manter saudável: A questão é que tantos dias em casa pode significar menos tempo para se preocupar com atividades física e a boa alimentação, fatores necessários para uma gravidez segura. Por isso se você planeja ficar grávida siga as recomendações e tente levar uma rotina de cuidados especiais, mesmo  que seja mais difícil nesse momento.