6 possíveis motivos de contrações durante o terceiro trimestre da gravidez

Elas não começarão de verdade até o dia do parto do bebê, mas você pode senti-las intermitentemente durante as semanas finais da gestação. Veja o que pode acentuá-las

Resumo da Notícia

  • As contrações não começarão de verdade até o dia do parto do bebê
  • Mas você pode senti-las intermitentemente durante o terceiro trimestre
  • Veja alguns motivos que podem causá-las

As contrações não começarão de verdade até o dia do parto do bebê, mas você pode senti-las intermitentemente durante o terceiro trimestre. “Você pode sentir um aperto ocasional e desconfortável no estômago – é o seu útero se recompondo e se exercitando para o grand finale“, brinca e explica Paul du Treil, M.D., diretor de saúde materno-infantil da Touro Infirmary em Nova Orleans, nos Estados Unidos.

-Publicidade-

Aqui estão seis possíveis causas comuns de contrações nas últimas semanas de gravidez:

6 coisas que podem causar contrações durante o terceiro trimestre (Foto: Getty Images)

1. Trabalho de parto precoce

O trabalho de parto precoce – que ocorre antes de você terminar a 36ª semana de gravidez – pode causar contrações em mulheres grávidas. É caracterizada por um padrão de pontadas ou aperto da parede uterina (não uma dor ocasional) que não desaparece. “Se você está tendo muitas contrações por várias horas consecutivas, procure seu médico”, aconselha Bart Putterman, M.D., obstetra do Pavilhão Infantil para Mulheres do Texas em Houston. O trabalho de parto prematuro pode levar ao nascimento prematuro.

-Publicidade-

2. Esforço excessivo

Você pode não querer diminuir o ritmo durante o terceiro trimestre, mas sobrecarregar seu corpo pode fazer com que seu útero inicie contrações “falsas”. “Se você está fazendo muitas coisas, o estresse pode causar contrações de Braxton Hicks”, diz o Dr. Putterman. Braxton Hicks são contrações práticas que ajudam seu corpo a se preparar para o parto – e muitas vezes desaparecem quando você coloca os pés para cima e relaxa. Eles são geralmente esporádicos, ligeiramente desconfortáveis ​​e duram de 30 segundos a dois minutos. Não há necessidade de ligar para seu médico para contrações ocasionais de Braxton Hicks; a maioria das mulheres os percebe em algum momento após as 20ª semanas de gravidez.

3. Desidratação

A desidratação pode ser uma das causas (Foto: reprodução Pinterest / Parents)

A desidratação também pode dar o pontapé inicial nas falsas contrações de Braxton Hicks, portanto, certifique-se de beber bastante água. “Se uma paciente liga e fala sobre suas contrações, uma das primeiras coisas que dizemos a ela é para beber um copo grande de água”, diz o Dr. Putterman. “Se elas não se sentirem melhor, provavelmente precisam ir ao hospital para serem examinadas”. Por acaso, uma bexiga muito cheia também pode causar contrações de Braxton Hicks, então certifique-se de fazer xixi com frequência.

4. Fazer sexo

Fazer sexo também foi relacionado às contrações de Braxton Hicks. Provavelmente porque o orgasmo e as prostaglandinas no sêmen fazem com que o útero se contraia. Essas falsas contrações devem diminuir logo após começarem. Como sempre, chame seu médico se elas estiverem se tornando mais longas ou mais intensas, ou se elas entrarem em um padrão previsível.

5. Complicações na gravidez

Se você desenvolver contrações dolorosas e sangramento vaginal, é necessário entrar em contato com o médico imediatamente. “Se o aperto durar mais de dois minutos, ligue para seu médico imediatamente”, aconselha Siobhan Kubesh, parteira certificada da OBGYN North em Austin. “Contrações que não vão embora são um sinal de problema”. Mesmo no auge do trabalho de parto, seu corpo lhe dará um breve intervalo entre as contrações; portanto, se as contrações não pararem, isso pode indicar uma complicação perigosa, como a ruptura uterina, por exemplo.

6. Você está em trabalho de parto

A causa das contrações pode ser feliz: finalmente é hora de seu bebê chegar! Embora as contrações possam começar de forma irregular, se você chegou ao dia do parto, logo começarão a desenvolver um ritmo regular. “Se for um trabalho de parto de verdade, as contrações irão gradualmente se aproximar, se tornar mais longas e fortes”, diz o Dr. Putterman.

Na maioria dos casos, os médicos recomendam que você vá para o hospital ou centro de parto assim que suas contrações durarem um minuto e começarem com intervalos de quatro a cinco minutos. Mas seu médico pode sugerir um limite diferente para você, dependendo de seus fatores de risco, sua proximidade com o hospital e outras questões individuais. Siga o conselho do seu médico ou parteira – e prepare-se para a chegada o bebê!

-Publicidade-