6 truques para engravidar mais rápido

Se você tem planos de aumentar a família, existem algumas coisas que você pode fazer pela sua fertilidade para que a gravidez aconteça de forma mais rápida. Não esqueça de manter o acompanhamento médico sempre

Resumo da Notícia

  • Veja 6 truques que podem te ajudar a engravidar com mais facilidade
  • Não esqueça de manter o acompanhamento médico ao longo de toda a sua jornada antes e durante a gravidez
  • E, caso você esteja com dificuldades para ter uma gravidez, não se culpe

Se você sonha em engravidar e ter filhos, o planejamento é uma parte fundamental para que esse desejo se torne realidade. Isso porque, durante o percurso para uma gravidez acontecer, muitos imprevistos podem aparecer e é sempre importante estar atento aos sinais que o seu corpo dá para você. Uma das coisas que deve fazer parte do seu plano é o acompanhamento médico.

-Publicidade-

“O primeiro passo para aumentar as chances de uma gestação saudável é se atentar ao relógio biológico. Sabemos que a mulher moderna tem adiado a gestação, priorizando a carreira profissional, estabilidade financeira e conjugal. Por outro lado, o envelhecimento dos óvulos e a queda da fertilidade feminina são afetados pela idade”, explica o ginecologista e obstetra especialista em reprodução humana dr. Rodrigo Rosa, pai de Giovanna.

“Embora esses fatores relacionados à idade não possam ser modificados, diversos outros fatores influenciam na gestação e podem ser analisados e tratados, aumentando as chances da chegada do sonhado bebê saudável em casa. É recomendável que o casal esteja com saúde plena, física e mental, tenha uma dieta saudável, faça atividades físicas ponderadas e baixa sobrecarga emocional”, acrescenta o especialista.

O planejamento para engravidar é importante para garantir a saúde da grávida e do bebê
O planejamento para engravidar é importante para garantir a saúde da grávida e do bebê (Foto: Getty Images)

Existem várias coisas que você pode fazer pela sua saúde e fertilidade para que consiga engravidar de uma maneira mais tranquila. Mas, lembre-se: cada corpo e organismo funciona de uma maneira, então o que acontece com uma pessoa não necessariamente é o que acontece com outra. Caso você esteja há mais de um ano tentando engravidar e ainda não conseguiu, ou sofre com perdas gestacionais repetitivamente, procure por um especialista.

Fique de olho na sua alimentação

Como tudo na vida, aqui o equilíbrio também é necessário para que você mantenha a sua saúde em dia.  “A obesidade e a magreza extrema podem ser prejudiciais tanto à fertilidade como à gestação. O excesso de peso pode dificultar a concepção e traz também complicações para a gestação, como favorecer a hipertensão arterial e o diabetes gestacional. Os dois extremos, o peso muito acima e o peso muito abaixo do ideal, podem ser prejudiciais. Sabemos que a obesidade feminina ou masculina diminui a chance de gestação em até 30%”, explica o dr. Rodrigo Rosa.

“A dieta lowcarb é mais recomendada para aumentar as chances de gravidez. Deve-se evitar doces e carboidratos refinados, como farináceos (pão, macarrão, massas, bolos, etc) e aumentar a ingestão de gorduras poli-insaturadas e ricas em ômega 3 ( salmão, atum, abacate, castanhas, amêndoas)”. Abaixo, veja outros alimentos que podem te ajudar a engravidar com mais facilidade quando consumidos:

  • Feijões
  • Leite
  • Folhas verdes
  • Sementes de abóbora
  • Pão integral
  • Azeite
  • Salmão
  • Tomate
  • Nozes
  • Ovos
A alimentação saudável é a chave para manter sua saúde em dia e, como consequência, conseguir engravidar com facilidade
A alimentação saudável é a chave para manter sua saúde em dia e, como consequência, conseguir engravidar com facilidade (Foto: Getty Images)

Pratique exercícios físicos regularmente

Colocar as atividades físicas dentro da sua rotina é algo de extrema importância que você pode fazer pela sua saúde e seu corpo – principalmente para quem está tentando engravidar. Elas ajudam no bem-estar e na regulação de hormônios que controlam a ovulação e produção de espermatozoides. No entanto, o dr. Rodrigo Rosa levanta um alerta: não são todos os tipos de exercícios que podem ser feitos se você está tentando ter um bebê.

“Esforços físicos intensos como maratonas e exercícios com alto catabolismo devem ser evitados. Para os homens, praticar ciclismo por mais de 3h por semana diminui a fertilidade por interferir negativamente na produção de espermatozoides”.

Abra mão da bebida alcoólica e do cigarro

Para com hábitos como consumir bebidas e fumar cigarros pode ser algo difícil para ser feito de uma hora para outra. Então, inclua esse corte dentro do seu planejamento para que você consiga cuidar melhor da sua saúde e esteja bem para engravidar. Segundo o especialista em reprodução humana Márcio Coslovisky, pai de Beatriz, existem evidências de que as bebidas destiladas trazem efeitos colaterais sérios ao fígado e provoquem hipertensão. E, para engravidar, o ideal é que o seu corpo e sua saúde estejam em ordem e livre de toxinas. Mas, muito pior do que a bebida, é o cigarro. “Quem fuma em média 10 cigarros por dia antecipa a menopausa em dois anos”, diz o médico. As toxinas presentes no cigarro destroem a reserva de óvulos.

Dr. Rodrigo Rosa ainda completa a lista: “A fertilidade é reduzida em 25% nas mulheres que fumam até 20 cigarros ao dia, e 43% naquelas que fumam mais de 20 cigarros; ou seja, o declínio da fertilidade tem relação direta com a dose de nicotina. Durante a gestação, o fumo pode aumentar a incidência aborto (em 27%), de placenta baixa, de descolamento prematuro da placenta e parto prematuro. Homens e mulheres fumantes têm chance três vezes maior de sofrer de infertilidade quando comparados àqueles que não fumam”.

Deixe o estresse de lado

Essa talvez seja (para muitas mulheres) o item mais difícil da lista. Vivemos em um mundo que pede atenção constante a todo momento, além de estarmos expostos diariamente a questões que podem nos tirar do sério e nos deixar tristes, nervosos e estressados. E, para outras pessoas, apenas o fato de não estar conseguindo engravidar já é um fator que desencadeia muita frustração e ansiedade – e isso também atrapalha muito.

Praticar yoga é uma boa opção para quem está tentando lidar com o estresse e ansiedade de uma pré-gravidez
Praticar yoga é uma boa opção para quem está tentando lidar com o estresse e ansiedade de uma pré-gravidez (Foto: Getty Images)

“Quando os pacientes sentirem que o seu nível de tolerância às frustrações da vida é pequeno, ou mesmo que o desejo de gravidez é grande demais e o bebê que ainda não veio está causando sofrimento exagerado ou fora do controle, devem procurar técnicas de relaxamento que se adaptem ao seu perfil: ioga, acupuntura, medicina chinesa, distração, lazer, esporte ou apoio psicológico. Seja qual for a escolha, o importante é tentar diminuir essa sobrecarga emocional. Isso facilitará a gestação”, aconselha o dr. Rodrigo Rosa.

Consulte o seu ginecologista

Esse é o momento para realizar aquele check-up que você estava adiando há um tempo (a gente sabe que acontece, não se preocupe). Aproveite e converse com o seu médico sobre o histórico de doenças da sua família, tire dúvidas e pergunte muito. Vale contar também sobre seus receios e expectativas para que você também seja aconselhada.

Aproveite o seu período fértil

Por último, mas não menos importante: aprenda a identificar qual é o momento do seu ciclo que você tem mais chances de engravidar para ser mais assertiva em suas tentativas. O período fértil é o momento do ciclo da mulher em que ela tem mais chances de engravidar. Ele acontece cerca de 14 dias 14 dias antes da menstruação começar e pode durar por até uma semana, mas esse período pode variar – afinal, cada organismo funciona de uma maneira. Quando o histórico é de menstruação irregular, é um pouco mais complicado calcular quando ocorre o período fértil daquela mulher.

Logo no primeiro dia da menstruação se inicia a fase folicular. Ela dura até a próxima etapa do ciclo, que é a ovulação e principal fator para que seja possível acontecer uma gravidez porque é o momento em que o óvulo é liberado e pode ser fertilizado pelo espermatozoide. Depois que isso acontece, começa a fase lútea, quando há uma maior produção de progesterona para que o corpo se prepare para engravidar. Quando a gestação não ocorre, o ciclo se inicia novamente e a mulher menstrua. Veja como calcular o seu período fértil e estimar o momento que ele acontece.

Para continuar lendo a matéria

Coloque seu e-mail aqui. Boa leitura!