BBB 2020: Youtuber é criticado por ir para programa e deixar esposa grávida

Sammy Lee está no 8º mês de gestação

Pyong Lee é youtuber e tem mais de 6 milhões de inscritos no canal (Foto: reprodução/Instagram)

Um dos reality shows mais conhecidos do Brasil começará nesta terça-feira (21). Enquanto o programa não começa, foi a vez de dar um gostinho para o público e apresentar quem são os participantes que farão parte do BBB 2020.

Neste sábado (18), a lista completa foi divulgada e um nome em especial chamou a atenção do público. Pyong Lee tem um canal no YouTube sobre hipnose com mais de 6 milhões de inscritos. Os números são ótimos, mas o que roubou a cena não foi o youtuber, mas a esposa dele.

Isso porque Sammy Lee está grávida de oito meses e a participação do youtuber foi questionada por muitos seguidores. Entre as críticas, estão: “Já vai perder o filho nascendo? Merece sair”, “A mulher dele vai parir daqui uns dias” e “Ele nem vai ver o filho nascer”.

Mesmo dizendo no discurso da propaganda que participar do BBB sempre foi um sonho, Pyong Lee foi alvo de muitas críticas e teve campanha para eliminá-lo no primeiro paredão do reality show. Diante dos ataques, Sammy deu o seu ponto de vista nos stories do Instagram.

“Por acaso mulher precisa de homem pra parir gente? Eu vejo tanta mulher que cria os filhos até o fim da vida sozinha porque o pai abandonou, não quis assumir, desde quando mulher precisa de homem pra fazer alguma coisa? Nunca vi! O que são 3 meses?”.

Além dele, outros famosos participarão desta edição, como a empresária Bianca Andrade, a cantora Manu Gavassi e a influenciadora Rafa Kalimann. Todos fazem parte do grupo Camarote, que irá enfrentar o grupo Pipoca, composto por pessoas anônimas.

Leia também:

Grávida? Kate Middleton abre o jogo sobre quarto filho em meio à polêmicas na família real

Tudo sobre o terceiro trimestre da gravidez: cuidados, mudanças no corpo e exames

Thammy Miranda faz homenagem para Andressa Ferreira na reta final da gravidez: “Prova de amor e respeito”