Bebê a caminho? Foto de Hulk com a namorada e mão na barriga levanta suspeitas de gravidez

O jogador deixou os seguidores intrigados após publicar uma foto com a namorada, Camila Ângelo, que já foi sua sobrinha

(Foto: reprodução / Instagram @hulkparaiba)

A família vai aumentar? O jogador Hulk Paraíba deixou os seguidores intrigados neste sábado (11) após publicar uma foto com a namorada, Camila Ângelo.

Nas redes sociais, ele surgiu abraçado com a namorada e chamou a atenção dos fãs pela mão posicionada acima da barriga de Camila. “Os olhos que nos protegem não dormem. Eles nos guardam lá de cima o tempo todo”, disse ele na legenda da imagem.

(Foto: reprodução / Instagram @hulkparaiba)

Em seguida, os seguidores começaram a suspeitar de uma possível gestação de Camila. “Vem bebê por aí?”, “Família aumentando?”, “Felicidades!”, escreveram.

Polêmica entre a família

Vale lembrar que o relacionamento do casal começou de forma conturbada. Isso porque Camila é sobrinha de Hulk e da ex-esposa do jogador, Iran Angelo.

Camila ao lado de Hulk, Iran e os filhos do casal, antes do divórcio (Foto: Reprodução/Instagram)

No fim do ano passado, a ex-mulher do jogador desabafou sobre seus sentimentos após mais de 12 anos de união e a falta de cuidado em preservar o interesse dos três filhos do casal, por meio de uma nota por seus advogados: “Lamenta-se profundamente que o Sr. Hulk, não satisfeito em ter dado causa à derrocada de um casamento de mais de 12 anos, não tenha respeitado a dor daquela que sempre lhe devotou amor, carinho, respeito e consideração, bem como dos filhos menores do extinto casal, cujos supremos interesses deveriam ser pelo pai preservados”, diz a nota.

Iran e Camila na época em que eram apenas tia e sobrinha (Foto: Reprodução/Instagram)

Iran Ângelo também criticou o ex-marido por dar detalhes sobre as razões que levaram ao divórcio. Segundo a nota, “Iran jamais poderá compactuar com a exposição midiática dos motivos que culminaram no término do relacionamento e dos termos impostos pelo Sr. Hulk para formalização de uma ‘solução consensual’ das questões correlatas ao divórcio, todas as quais deveriam ter permanecido confinadas no âmbito familiar”. Ela ainda pediu respeito e privacidade à família, especialmente dos filhos “porque a dor, não é da separação, e sim, da devastação de uma família”, diz.