Bianca Andrade abre o jogo sobre gravidez vazada e desabafa: “Deveria ser crime”

A empresária falou sobre o assunto no documentário “Mãe #NaReal”

Resumo da Notícia

  • Bianca falou sobre o vazamento da gravidez do filho Cris
  • Ela comentou sobre o assunto no documentário "Mãe #NaReal"
  • Prestou apoio também à amiga Vivian Amorim, que também teve a gestação vazada

Bianca Andrade relembrou o vazamento da gravidez do primeiro filho, o Cris, no documentário Mãe #NaReal, em que aborda as questões que estiveram na cabeça dela desde o momento da descoberta da gestação até o nascimento do bebê. Ela desabafou sobre a como informação pessoal dela foi compartilhada sem o consentimento e prestou o apoio à amiga Vivian Amorim, que está grávida e teve a gestação vazada por um portal de notícias.

-Publicidade-
Bianca Andrade estreou o documentário “Mãe #NaReal” (Foto: Reprodução / Youtube)

Vivian [Amorim], minha amiga, deu uma entrevista falando que a [gravidez] dela também vazou. O que é um absurdo! Isso me dá um pouco de raiva. Deveria ser crime isso. É a vida de um bebê que tá em risco. Quando a mulher está nessa fase do início, além de ser um momento dela, que ela deveria ter esse direito de contar, é a vida do bebê porque muitas mulheres sofrem aborto nessa fase”, diz Bianca.

A influencer fez um apelo aos fãs e pediu para que eles não dessem engajamento nas notícias de gravidez não autorizadas pelas mães. “Não consumam esse tipo de conteúdo. Isso não é brincadeira, não é notícia. Isso é vida!”, afirma ela, com a voz embargada.

Ela mostra no documentário a reação que teve ao saber que teve a gravidez exposta. “Eu quero muito me posicionar sobre isso. Não acredito que as pessoas não consigam respeitar o único momento da vida de uma mulher em que ela precisa de respeito, sigilo, respeito e empatia. Primeira vez que engravido. Não contei nem pro meu pai. Não tenho nem três meses ainda. É muito absurdo. Descobri semana passada”, dizia ela ao celular com seu assessor de imprensa.