Carol Dias desabafa após sofrer aborto espontâneo do segundo filho com Kaká

A influenciadora digital estava grávida do segundo filho. Ela usou as redes sociais para desabafar sobre o momento

Resumo da Notícia

  • Carol Dias perdeu o segundo filho com Kaká
  • Ela sofreu um aborto espontâneo
  • A influenciadora usou as redes sociais para desabafar

Carol Dias, esposa do ex- jogador Kaká, usou as redes sociais nesta quarta-feira, 2 de fevereiro, para desabafar após sofrer um aborto espontâneo do segundo filho do casal. A influenciadora digital publicou um vídeo com cenas do chá revelação da filha.

-Publicidade-

“Quando ouvia sobre mulheres que perderam seus bebês ainda no ventre, eu logo tentava imaginar a dor, mas não podia sentir de fato essa dor. Também cheguei a pensar que algumas frases como: “Ah mas pelo menos o bebê não tinha nascido ainda!” pudessem ajudar…”, começou escrevendo na legenda do post. “Mas a verdade é que a nossa filha já estava comigo assim que descobrimos da gravidez, ela já fazia parte da nossa vida, dos nossos planos. Ela foi sonhada, desejada e já era muito amada! (Vamos sempre amá-la!)”, continuou.

“Hoje vim até aqui compartilhar parte dessa história (com muita responsabilidade) porque sei que tudo na nossa vida é um testemunho da vontade de Deus e da sua soberania, e por mais difícil que seja enfrentar essa situação, posso ver o cuidado Dele em cada detalhe. Sei que o meu sentimento de mãe ainda é de poder ter feito algo para impedir essa perda, mesmo sabendo que nada poderia ser feito. Mas o Espírito Santo consolador me nutre, refrigera os meus pensamentos e só através da oração o meu coração tem se acalmado”, disse.

Carol Dias desabafa após sofrer aborto espontâneo e perder o segundo filho com Kaká
Carol Dias desabafa após sofrer aborto espontâneo e perder o segundo filho com Kaká (Foto: Reprodução/Instagram @diasleite)

“Ainda me encontro meio perdida, no modo avião, ainda tenho a sensação de que falta um pedaço de mim, ainda acordo durante a noite, ainda tenho algumas crises, ainda coloco a mão na barriga como se ela estivesse lá, ainda falo o nome dela como se ela estivesse comigo.
Não está tudo bem ainda… Ainda! Mas vai ficar!”, acrescentou.

“Agradeço todos os dias pela oportunidade de gerar essa vida, que em pouco tempo fortaleceu a nossa família e encheu de alegria a nossa casa! Quero direcionar os meus sentimentos, meus pensamentos e minhas orações à todas as mães, pais e pessoas que fazem esse papel na vida de alguém, que possam encontrar uma força inabalável no Senhor para serem fonte inesgotável de amor incondicional.
E aos que perderam os seus filhos, que possam ser consolados e q tenham acesso a paz q excede todo entendimento através do amor de Jesus. “Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.” 1Tessalonicenses 5:18”, concluiu.

Amigos e seguidores da família deixaram diversas mensagens de consolo nos comentários: “Carol, já passei por isso e sei bem como é. Receba meu carinho”, disse uma. “Que Deus acalme o coração de vocês”, escreveu outra. “Meus sentimentos. É realmente uma dor difícil de lidar! Oro para que o Espírito Santo os fortaleça cada dia mais!”, acrescentou outra.