Gravidez

Consumir peixe na gravidez pode estimular o desenvolvimento do cérebro do bebê

É o que comprova um estudo realizado na Finlândia

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

De acordo com um estudo feito por Kirsi Laitinen, da Universidade de Turku e do Hospital Universitário de Turku, na Finlândia, ao comer peixes durante a gravidez, as mulheres podem melhorar o desenvolvimento da visão e função cerebral dos bebês.

A pesquisa foi publicada na revista Pediatric Research, da Springer Natura e analisou os resultados de 56 mães e filhos. As mães tinham que manter uma dieta alimentar regular durante a gravidez. Foram analisados os níveis de fontes de ácidos graxos polinsaturados de cadeia longa nutricionais na dieta da mãe e no soro sanguíneo e os níveis no sangue dos filhos de um mês.

No segundo mês, os bebês foram testados usando os potenciais evocados visuais de reversão de padrões (pVEP), um método não invasivo, sensível e preciso que é usado para detectar o funcionamento visual e as mudanças que ocorrem no sistema visual de uma criança.

As análises subsequentes dos resultados dos testes visuais revelaram que as crianças cujas mães comiam peixe 3 ou mais vezes por semana durante o último trimestre da gravidez tiveram um desempenho melhor do que aquelas cujas mães não comeram peixe ou então comeram menos que 3 porções por semana.

Leia também:

Grávidas podem ou não comer peixe?

Receitas rápidas para ensinar seu filho a comer peixe

Pode ou não pode? 7 mitos sobre o que não é permitido fazer na gravidez