Gravidez

Google escolhe 13 mulheres que marcaram época para homenagear no Dia Internacional da Mulher

Tem brasileira na lista

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Com ilustrações, o Google escolheu frases insipiradoras de 13 mulheres (Foto: reprodução/Google)

No Dia Internacional da Mulher, o Google resolveu homenagear 13 personagens históricas que marcaram época! A página reuniu mulheres de todo o mundo e de diferentes profissões para mostrar a importância delas em diferentes contextos.

Começando pela romancista brasileira, Clarice Lispector, com a frase “Eu sou mais forte do que eu”, seguindo com Frida Kahlo mexicana conhecida por sua força e independência, retratando em suas pinturas a mulher sem seguir padrões. O depoimento escolhido da artista foi “Pés, para que os quero se tenho asas para voar?”.

Dra. Mae Jeminson também foi selecionada. A primeira astronauta de origem africana a ir para o espaço foi lembrada por “Nunca permita que a imaginação limitada dos outros limite você”. A escritora alemã Emma Herwegh teve seu destaque com a frase “Não se deixe prender por nada no mundo, exceto pela sua verdade interior mais pura”.

No continente asiático, a artista Yoko Ono foi escolhida com “Um sonho que se sonha sozinho é só um sonho. Um sonho que se sonha junto é realidade”. A diplomata Beno Zephine é a primeira oficial do Serviço de Relações Exteriores da Índia deficiente visual. A indiana foi homenageada com “Somos preciosos demais para permitir que a desilusão entre em nossas mentes”.

Outra indiana da lista é a Mary Kom. A boxeadora deixou uma mensagem importante: “Não diga que você é fraca, porque você é uma mulher“.

O mais interessante é que nas ilustrações, todos os depoimentos estão escritos na língua original das mulheres representadas. A arquiteta Zaha Hadid também foi lembrada por sua declaração “Eu realmente acredito na ideia do futuro“.

A sufragista britânica, Millicent Fawcett, foi representada por um comentário motivacional “A coragem chama a coragem em todos os lugares”. Na lista, também aparece a russa Marina Tsvetaeva. A poeta fala sobre se desprender de amarras “Asas dão liberdade apenas enquanto estão abertas e voando. Nas costas de alguém, elas são um fardo pesado”.

A romancista Amandine Dupin, que utilizava o pseudônimo George Sand, foi escolhida. A frase de esperança da francesa foi “O futuro pode amanhecer mais bonito que o passado”. A taiwanesa Sanmao falou sobre a importância de sonhar “Uma pessoa que tiver pelo menos um sonho, tem um motivo para ser forte”.

O depoimento da escritora nigeriana Chimamanda Adichie finalizou perfeitamente a mensagem principal do Dia Internacional das Mulheres “A minha vida importa. Importa de igual forma. Sem poréns nem condições. Eu sou importante. Ponto final”.