Grávida de nove meses é agredida em lanchonete por estranho e as imagens são revoltantes

A agressão aconteceu em um estabelecimento de Sydney, na Austrália

O crime aconteceu numa lanchonete chamada Bay Vista em Sydney, na Austrália (Foto: reprodução/ The Daily Telegraph)

Uma mulher, grávida de 9 meses, foi agredida em um lanchonete chamada Bay Vista em Sydney, na Austrália. Nas imagens da câmera de segurança do local, divulgadas pelo jornal inglês The Daily Telegraph, é possível ver como tudo aconteceu.

-Publicidade-

A gestante estava comendo com uma amiga, quando um homem se aproxima e de repente começa a bater na mulher até ela cair no chão. Mesmo após a queda, o rapaz não parou de agredir, continuou chutando insistentemente. As amigas que a acompanhavam e os outros clientes da loja foram testemunha e depois de um tempo conseguiram conter o agressor.

Uma das mulheres que estavam com a grávida precisou jogar uma cadeira no rapaz para que ele parasse. Após a confusão os clientes prenderam o homem até que a polícia chegasse ao local.

-Publicidade-
A família da gestante acredita que o crime foi feito por intolerância religiosa, porque a mulher é muçulmana e estava usando o véu quando foi agredida (Foto: reprodução / The Daily Telegraph)

Stipe Lozina, de 43 anos, é o homem que aparece agredindo a gestante nas imagens. Ele foi preso por agressão e será julgado no próximo mês, dezembro. A mulher foi levada às pressas para o hospital, ficou com muitos machucados pelo corpo, mas o bebê passa bem. A gestante já recebeu alta na última quinta-feira, 21 de novembro.

A família comentou o caso. Eles disseram que a moça ficou muito abalada após a confusão e comentaram que o agressor era um total desconhecido. Os familiares também afirmaram que acreditam que o crime se trata de intolerância religiosa, porque a gestante é muçulmana e estava usando o véu no momento da agressão.

Leia também:

Mãe é agredida por adolescente de 13 anos que praticava bullying contra o filho

Vídeo mostra criança autista sendo agredida em clínica e mães pedem justiça: “Mexeu com todos”

Vídeo mostra mãe agredindo filha de 3 anos após forçar a menina a trabalhar como modelo

-Publicidade-