Mulher descobre que está grávida de três meninos após gastar quase R$4 mil em roupas para meninas

Mulher comprou roupas femininas após resultados dos exames de gravidez constar que os bebês eram meninas, mas na verdade, eram meninos

Resumo da Notícia

  • Uma gestante gastou quase R$ 4 mil reais em roupas femininas para bebês
  • Tempos depois ela descobriu que estava grávida de meninos
  • O erro dos exames ocorreu porque os bebês se moviam muito na barriga da mãe

A mãe, Gina Dewdney, de 34 anos, gastou £ 500 (aproximadamente R$ 3.831) em roupas femininas e descobriu que, na verdade, estava grávida de três bebês meninos. Ela já havia passado por inúmeros exames que constavam que dois dos filhos seriam meninas.

-Publicidade-

Em abril deste ano, ela deu à luz aos trigêmeos idênticos: Jimmy, Jenson e Jaxson. “No início, tive a sensação de que estava grávida de gêmeos, pois me sentia péssima. Tive enxaquecas e pontos cegos na visão, além de insônia na gravidez”, contou.

Grávida descobre que está grávida de três meninos após comprar roupas para meninas
Grávida descobre que está grávida de três meninos após comprar roupas para meninas (Foto: Reprodução / The Mirror)

“Eu fazia ultrassom todas as semanas, pois trigêmeos é uma gravidez de alto risco”, continuou. “Com 16 semanas, fomos informados de que eram gêmeas idênticas e um menino. Eu estava animada para ter o melhor dos dois mundos”, afirmou alegre.

“Comprei bolsas com roupas e acessórios femininos, como babadores e manequins femininos. Até começamos a procurar nomes femininos”, contou. “Eu entendo perfeitamente o  porquê que o ultrassonografista errou os gêneros por semanas, já que os bebês nunca ficavam parados. Sempre haveria uma perna ou um braço no caminho, então não era fácil para eles verem cada bebê de todos os ângulos”, brincou.

Os bebês nasceram em menos de dois minutos e passaram 42 dias internados no hospital antes de irem para casa. “Estamos muito gratos pela equipe que cuidou de nossos bebês no hospital, porque eles não estariam aqui hoje se não fosse por eles. Não podíamos agradecê-los o suficiente quando finalmente pudemos levá-los para casa”, finalizou a Gina.