Grávida induz trabalho de parto em 2 semanas para que esposo em estado terminal conhecesse a filha

Mark faleceu em menos de uma semana após nascimento da filha

(Foto: Reprodução/ABC News)

A descoberta de uma nova gravidez é sempre carregada por um bom sentimento, mas para a família estadunidense Aulger, o que era para ser um dos momento mais felizes de suas vidas se tornou triste, pois o pai da criança tinha apenas 1 semana de vida.

-Publicidade-

Mark descobriu que tinha vencido a batalha contra o câncer quando esperavam pela chegada do quinto filho, porém poucas semanas antes do trabalho de parto de Diane, os médicos descobriram que as sessões de quimioterapias destruiram os pulmões do pai e ele acabou sendo internado às pressas, por insuficiência pulmonar.

Savannah nasceu duas semanas antes do esperado (Foto: Reprodução/ABC News)

Todos estavam esperançosos com a possibilidade de controlar a situação tomando esteroides, mas a equipe médica informou que ele viveria apenas mais alguns dias. Como solução para alguns problemas, os responsáveis pela saúde de Mark aconselharam Diane a induzir o parto em 2 semanas antes do esperado para que Mark pudesse segurar a filha.

-Publicidade-

Savannah nasceu no dia 18 de janeiro e pode dormir nos braços do pai por 45 minutos. “Ele e eu choramos o tempo todo”, relembrou Diane em entrevista para o jornal britânico The Daily Mail. Mark estava muito animado com o nascimento de Savannah, que foi apelidada como “o raio de sol em nossa tristeza”.

Mark com um de seus filhos no colo (Foto: Reprodução/ABC News)

Mark entrou em coma no dia seguinte do nascimento da filha. Diane revelou que apesar da condição, seu esposo sempre reagiu quando aproximava a filha dele. “Eu a aproximei dele quando ele estava em coma e as suas mãos se movia na direção dela.”

Infelizmente, em menos de uma semana, veio a óbito. Mark faleceu com a caçula nos braços e os outros quatros filhos ao redor da cama. “O batimento cardíaco dele começou a diminuir e a respiração começou a cair, então eu a coloquei em seus braços e segurei sua mão até ele morrer”, finalizou.

Leia também:

5 mitos e verdades sobre engravidar que você não sabia

Hospital se recusa a atender jovem grávida e mulher tem o bebê na rua

“Estou grávida?” 6 coisas que você precisa saber sobre as semanas de espera após a ovulação

-Publicidade-