Grávida morre após equipe médica usar fórceps no momento do parto: “A família ficou abalada”

Ana Paula chegou a pedir por uma cesárea, mas o anestesista não chegaria a tempo no hospital

Ana Paula chegou a pedir por uma cesárea, mas o anestesista não chegaria a tempo (Foto: Getty Imagens)

Uma jovem, de apenas 18 anos, gestante há 9 meses morreu em Boituva, São Paulo, em decorrência de uma hemorragia durante o parto.

-Publicidade-

Ana Paula Saqui de Paula deu entrada no Hospital São Luiz na noite de quinta-feira (25) e foi medicada, em seguida recebeu alta até que entrasse em trabalho de parto. Ela e seu companheiro, Igor Aparecido Pereira, decidiram então retornar para casa. Mas não muito depois, na madrugada da sexta (25), os dois voltaram ao hospital.

Segundo informações do boletim de ocorrência registrado pela família da jovem, a equipe de enfermagem a atendeu e, às 12h, uma médica avaliou que Ana Paula já estava com dilatação suficiente para a realização do parto.

-Publicidade-

Após a gestante solicitar que fosse feita uma cesariana, a médica pediu a presença do anestesista do hospital, que informou só conseguir chegar à unidade por volta das 16h. Dando continuidade ao parto normal, a médica então optou pelo uso do fórceps.

Após dar a luz, Ana Paula foi levada para um quarto do hospital, onde chegou a tirar uma foto com Igor e a filha. Contudo, pouco depois ela começou a ter uma hemorragia. Ela chegou a ser transferida para um hospital de Sorocaba, mas morreu a caminho da unidade, na manhã de sábado (27).

Ana Paula ainda conseguiu tirar uma foto com a filha e o namorado (Foto: reprodução/ Pinterest)

O bebê, batizada de Estella, recebeu alta na terça-feira (30) e passa bem. Em entrevista ao G1, Igor diz que:

“A família ficou abalada e eu fiquei muito abalado, mas tem que ser forte por causa da Estella. Já estou com ela em casa e ela está boazinha, graças a Deus. Todo mundo dá assistência. Até os amigos. Todo mundo ficou triste com o que aconteceu”

Os familiares da estudante registraram um boletim de ocorrência contra o hospital, devido às circunstâncias suspeitas da morte. Uma sindicância foi aberta pela Comissão de Ética do Hospital São Luiz para investigar o caso.

O que é o fórceps?

Instrumento cirúrgico que se utiliza para auxiliar o parto e facilitar a passagem da cabeça do bebê pelo canal da vagina. O uso do fórceps vem frequentemente acompanhado de uma episiotomia já feita, para isso se utiliza a anestesia peridural ou local.

A palavra “fórceps” gera muita insegurança nos pais, e, por mais que esse seja um procedimento seguro e que geralmente é mais indicado que a cesária de emergência, cabe ressaltar alguns riscos:

  • Marcas no rosto do bebê que desaparecem em poucos días.
  • Ocasionalmente pode produzir lesões no nervo facial, no entanto, essas lesões são geralmente temporárias e melhoram dias depois do parto sem nenhum tipo de tratamento.
  • Lesões na vagina e/ou bexiga da mãe.

Leia também: 

Fisioterapia na gravidez: os benefícios para antes, durante e depois do parto

Tudo sobre o primeiro trimestre da gravidez: cuidados, exames e mudanças no corpo

Gestantes, o seu calendário de vacinação é tão importante quanto o do seu bebê

-Publicidade-