Grávida perde bebê na porta do hospital após ser proibida de entrar sem teste de covid-19

O caso aconteceu na cidade de Xi’an, no norte da China. A mulher sofreu um aborto espontâneo e a situação foi filmada por pessoas que estavam perto do local. O diretor do hospital em questão se pronunciou – e lamentou o ocorrido

Resumo da Notícia

  • Uma mulher sofreu um aborto espontâneo na porta de um hospital
  • Isso aconteceu porque ela foi barrada de entrar no local após não apresentar um teste negativo de covid-19
  • O caso aconteceu na cidade de Xi'an, no norte da China, onde o porta-voz oficial do hospital lamentou o ocorrido em pronunciamento

Uma mulher sofreu um aborto espontâneo na entrada de um hospital na China, após ter sido barrada de entrar no local por não portar um teste negativo de covid-19. O caso aconteceu na cidade de Xi’an, onde o porta-voz oficial da instituição, Liu Shunzhui, lamentou o ocorrido em um pronunciamento.

-Publicidade-

Os profissionais de saúde, no momento em que a gestante chegou no hospital, alegaram que a sua entrada ia contra os rígidos protocolos de saúde adotados pela cidade após o aumento do número de casos de covid-19 no país. A mulher estava no oitavo mês de gestação.

A mulher sofreu um aborto espontâneo na entrada do hospital
A mulher sofreu um aborto espontâneo na entrada do hospital (Foto: Reprodução/ Twitter)

Um vídeo foi registrado por pessoas que estavam próximas a entrada do hospital – e mostra a mulher sentada sob uma poça de sangue na rua. Ela recebeu atendimento médico momentos mais tarde, mas já havia perdido o bebê que estava esperando.

Liu Shunzhui, porta-voz do hospital, disse: “Em nome da Comissão Municipal de Saúde, peço desculpas profundas à paciente e desculpas profundas pelo precário acesso ao tratamento médico e implementação inadequada de atendimento para grupos especiais durante a epidemia”.