Grávida pode tomar refrigerante? Saiba quais são permitidos e a quantidade indicada por dia

Estar grávida pede que você mude alguns hábitos alimentares pela saúde do bebê, mas não significa que você precise abrir mão completamente de algumas coisas (como o refrigerante). O caminho é encontrar qual a quantidade certa indicada pelo seu médico

Resumo da Notícia

  • Depois que uma mulher descobre que está grávida, algumas coisas precisam mudar nos hábitos alimentares dela
  • A quantidade de cafeína ingerida, por exemplo, passa a ser limitada pensando na saúde do bebê
  • Isso não quer dizer que ela está proibida, mas deve ser consumida com moderação
  • Saiba se a grávida pode tomar refrigerante e quais as quantidades indicadas

Depois que os dois risquinhos no teste de gravidez apontam que uma nova vida está se formando dentro do corpo da mulher, muita coisa muda: os exames passam a fazer ainda mais parte da rotina, os exercícios físicos entram em cena de um jeito diferente e, principalmente, a alimentação dessa futura mãe passa a ser vista com maior atenção – afinal, é importante garantir que o bebê receba todos os nutrientes necessários para se desenvolver de maneira saudável.

-Publicidade-

Tirar um alimento dos seus hábitos ou não durante a gestação vai depender muito do que for orientado pelo seu obstetra e de como seus exames estiverem. Mas, uma coisa é certa: algumas coisas que você consome vão diminuir de quantidade ao longo desses 9 meses em que você está carregando seu filho no útero. Uma delas, por exemplo, são as bebidas à base de cafeína.

Para uma gravidez saudável, é importante mudar alguns hábitos alimentares
Para uma gravidez saudável, é importante mudar alguns hábitos alimentares (Foto: Shutterstock)

Quais são as bebidas que possuem cafeína na composição?

Café, refrigerantes à base de cola, energéticos e alguns tipos de chás entram na lista de bebidas que possuem cafeína na composição e que não são terminantemente proibidos, mas pedem uma quantidade certa para serem consumidos pela grávida. Isso porque essa substância é altamente estimulante, e podem até provocar taquicardia no bebê.

“É preciso analisar os sintomas durante a gestação, pois o café pode trazer sensibilidade estomacal. A bebida em excesso não é recomendada, assim como água. Grávidas podem tomar 3 xícaras de café ao longo do dia, em horários espaçados e longe das refeições, pois ele pode afetar a absorção de ferro, nutriente muito importante durante a gestação”, comenta dra. Elaine de Pádua, nutricionista pós-graduada em doenças crônico-degenerativas, mestre pela UNIFESP, autora do livro “O que tem no prato do seu filho”, colunista da Pais&Filhos e mãe de Rafaella e Isabella.

Grávida pode tomar refrigerante?

Sabemos que um almoço de domingo com a casa cheia de pessoas queridas, reuniões de família e até mesmo um lanchinho da tarde pode abrir a vontade de tomar um pouco de refrigerante. A boa notícia é que você não precisa ficar só no desejo: quando consumida com moderação, seguindo protocolos médicos, a cafeína pode trazer benefícios.

Quantidade de refrigerante que a grávida pode tomar

  • Refrigerante de cola: 1 lata (34 miligramas de cafeína)
  • Refrigerante de cola diet: 1 lata (41 miligramas de cafeína)
  • Refrigerante com guaraná: 1 lata (02 miligramas de cafeína)
  • Soda limonada: 1 lata (0 miligramas de cafeína)
Grávida pode tomar refrigerante? Saiba quais são permitidos e a quantidade indicada por dia
(Grávida pode tomar refrigerante? Saiba quais são permitidos e a quantidade indicada por dia (Foto: Shutterstock)

Principais fontes de cafeína

A quantidade de cafeína em cada um desses alimentos pode variar muito. O café, por exempli, pode ter de 29 a 176 miligramas de cafeína por xícara. No chá, esse número vai de 8 a 107mg/xícara; no chocolate, 5 a 10mg; no refrigerante de cola, de 32 a 65mg em 360 ml.

Qual a quantidade de cafeína que a grávida pode tomar?

As recomendações médicas sobre ingestão segura de cafeína variam de 150mg a 300mg por dia. Isso equivale a três xícaras pequenas de café expresso, de 60 ml cada. De acordo com a associação American College of Obstetricians and Gynecologists, 200 miligramas de cafeína é uma quantia que parece não oferecer riscos como perda gestacional ou parto prematuro. Antes de começar a tomar a bebida, converse com seu médico.

Vote na Pais&Filhos para o Troféu Mulher Imprensa!

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, está concorrendo ao prêmio da categoria Pertencimento e Inovação da 16ª edição do Troféu Mulher Imprensa! Para votar, é muito simples: CLIQUE AQUI e aperte o botão ao lado da foto da Andressa para que ele fique azul. Em seguida, preencha o campo com seus dados e vá até seu email: será preciso confirmar o seu voto clicando em um link. Depois disso, sucesso! Seu voto já foi contabilizado. Obrigada!

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa (Foto: Divulgação/Pais&Filhos)

Veja os chás que a grávida não pode tomar

  • Chá de canela
  • Chá de hortelã
  • Chá de boldo
  • Chá preto
  • Chá verde
  • Chá branco
  • Chá mate
  • Banchá
  • Chá sene

Consultoria: dra. Fernanda Pepicelli, ginecologista e obstetra da Clínica MedPrimus e mãe de Rafael; dra. Elaine de Pádua, nutricionista pós-graduada em doenças crônico-degenerativas, mestre pela UNIFESP, autora do livro “O que tem no prato do seu filho”, colunista da Pais&Filhos e mãe de Rafaella e Isabella; dra. Flávia Montanari, nutricionista infantil da Liga da Cozinha Afetiva. 

Para continuar lendo a matéria

Coloque seu e-mail aqui. Boa leitura!