Gravidez pode ser “contagiosa”, diz estudo

Um artigo publicado por pesquisadores da Alemanha e da Holanda mostrou que pessoas que passam muito tempo juntas têm mais chances de engravidar na mesma época

Resumo da Notícia

  • Pesquisadores alemães e holandeses provaram que a gravidez pode ser "contagiosa"
  • Eles explicaram que, quando uma criança nasce, ela gera uma reação em cadeia e faz com que outras famílias queiram ter filhos também
Segundo os cientistas, quando uma mulher engravida aumentam a chance de outras mulheres próximas a ela engravidarem também

Sabe aquela sensação de que, depois que uma amiga engravida, várias pessoas que você conhece começam a ficar grávidas também? Não é por acaso. Tem uma explicação científica para isso: pesquisadores alemães e holandeses fizeram um estudo sobre o assunto e mostraram que sim, você fica com mais chances de ter um filho depois que as pessoas com que convive também se tornam mães.

-Publicidade-

Para chegar a essa conclusão, os autores do artigo analisaram vários bancos de dados holandeses e coletaram informações sobre família e trabalho. A partir disso, eles chegaram à conclusão de que quando um criança nasce ela gera uma reação em cadeia: os pais dela influenciam irmãos a também terem filhos, que podem influenciar amigos, que por sua vez influenciam primos…

Os pesquisadores disseram que essa influência pode ser ainda mais forte entre colegas de trabalho. “Suspeitamos que esse tipo de efeito apareça principalmente no local de trabalho por causa do aprendizado social. Os colegas podem influenciar as decisões de fertilidade um do outro porque podem aprender com eles sobre as consequências de se tornar pai e como a paternidade influencia o trabalho e a vida familiar ”, diz Thomas Leopold, um dos autores do artigo.

-Publicidade-

Se conviver com grávidas aumenta as suas chances de engravidar, o oposto também é verdadeiro. A pesquisa apontou que quem não convive com pais e mães tem menos probabilidade de ter filhos.

-Publicidade-