Irmãs dão à luz por parto normal com menos de 1 hora de diferença no mesmo hospital

Andrezza Rocha Queiroz, de 18 anos, e Andrielli Rocha Queiroz, de 19, deram à luz com 45 minutos de diferença por parto normal no dia 16 de abril

Resumo da Notícia

  • Andrezza Rocha Queiroz, de 18 anos, e Andrielli Rocha Queiroz, de 19, deram à luz com 45 minutos de diferença
  • Elas não combinaram de engravidar juntas, muito menos a data do parto
  • Alice Vitória, filha de Andrielli, chegou primeiro, logo depois veio o primo, Jhonny Pietro

Coincidência? Andrezza Rocha Queiroz, de 18 anos, e Andrielli Rocha Queiroz, de 19, deram à luz com 45 minutos de diferença por parto normal no dia 16 de abril. Alice Vitória, filha de Andrielli, chegou primeiro, pesando 2.615 kg. O primo dela, Jhonny Pietro, nasceu logo depois com 3.420 kg. “Fico imaginando na felicidade do meu pai, ao ter dois netos que fazem aniversário no mesmo dia”, aponta Andrezza. Com apenas 1 ano de diferença de idade, as irmãs tem uma amizade muito forte.

-Publicidade-
As irmãs deram à luz com apenas 45 minutos de diferença (Foto: Reprodução/ G1)

Apesar delas terem seguido caminhos diferentes após a vida adulta, o amor e o carinho se mantiveram. O fato surpreendeu a equipe de profissionais da Santa Casa de Rondonópolis, que fez uma foto com os bebês. “Não acontece sempre. O caso é inusitado mesmo”, disse a enfermeira obstetra Nêmora Figueiredo. Segundo o G1, as jovens estavam no mesmo hospital, Santa Casa, em Rondonópolis, e não combinaram de engravidar ao mesmo tempo, muito menos a data do parto.

Estou grávida, e agora?

Você descobriu que está grávida, se surpreendeu e contou a notícia pra família toda. Mas, junto com todas as emoções, chegam também as dúvidas: “Será que o meu bebê está bem? E agora? O que devo fazer?”. Além de toda a comemoração e do momento de montar o enxoval e preparar o ninho, é hora de se cuidar também!

Procurar um obstetra para acompanhar a sua gestação de perto é o primeiro passo. Ele será o responsável por identificar qualquer possível complicação e te ajudar com tudo o que vai acontecer dentro da sua barriga até o momento do parto. Essa ação preventiva é a melhor maneira de evitar o desenvolvimento de doenças que possam prejudicar a gravidez. Os exames pré-natais devem precisam ser feitos por todas as gestantes, independente de gravidez de risco ou não.

Os cuidados devem começar antes mesmo de engravidar: a recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde – é que a mulher comece a usar ácido fólico na dose de 5 mg ao dia três meses antes de ficar grávida. Esse procedimento ajuda na formação do tubo neural (parte neurológica do embrião) e evita malformações dessa região. É claro que nem sempre a gravidez é tão planejada, mas, se for o caso, vale considerar este cuidado.

De acordo com Desireé Encinas, ginecologista e obstetra da Casita, espaço de convivência humanizado para gestantes no ABC, em São Paulo, o acompanhamento da gravidez saudável deve ser feito da seguinte forma:

  • Até 32 semanas: consultas mensais.
  • Da 33ª à 37ª semanas: consultas quinzenais.
  • A partir da 37ª semana: visitas semanais para avaliar mais de perto o crescimento do bebê e dar maior atenção aos problemas mais comuns do fim da gravidez, como a pressão alta.