Jovem com síndrome rara na gravidez chegava a vomitar 130 vezes por dia; Entenda!

Breanna Schroeder, de 19 anos, passou por 39 semanas com Hiperêmese Gravídica após ser diagnosticada no primeiro trimestre da gestação

Resumo da Notícia

  • Breanna foi diagnosticada com Hiperêmese gravídica
  • Ela chegava a vomitar 130 vezes por dia
  • Também perdeu grande massa corporal

Uma jovem mãe vem sofrendo do uma rara condição chamada Hiperêmese Gravídica, a mesma que Kate Middleton teve durante a gravidez, e vomita até 130 vezes por dia. Breanna Schroeder, de 19 anos, passou por 39 semanas com a condição após ser diagnosticada no primeiro trimestre da gestação.

-Publicidade-
Breanna Schroeder é mãe de Adela (Foto: Reprodução / Mirror)

A moradora de Greeley, Colorado, nos Estados Unidos, desenvolveu os primeiros sintomas nas 3 primeiras semanas de gravidez. Ela relatou ao Nottinghamshire Live que foi ao pronto-socorro com uma dor de estômago que a fazia vomitar algumas vezes ao dia. Depois de fazer vários testes, informaram que ela estava esperando um filho.

De início. disseram que ela estava apenas com enjôos comuns da gravidez e que a melhor coisa a se fazer era ir para casa e descansar bastante. Depois de um tempo, na sétima semana, Breanna vomitava cerca de 80 vezes por dia e podia chegar a até 130 vômitos nos piores períodos da gestação.

O diagnóstico

Breanna, que deu à luz Adela, de cinco meses, no início deste ano, foi então diagnosticada com HG. Ela diz que passava dias inteiros no banheiro, sem conseguir comer ou se mover. “Eu não conseguia compreender o que estava acontecendo com meu corpo. Nos meus piores dias, eu perdia a conta de quantas vezes estive violentamente doente por volta dos 130 anos, quando estava vomitando bile e sangue”, contou.

Disse também que a intensidade dos vômitos era tanta, que afetou outras partes do corpo. “O máximo que eu podia comer era um waffle simples congelado a cada três dias e, eventualmente, comecei a receber injeções de fluidos para substituir minha dieta”. Ela chegou a tomar 14 medicamentos diferentes e os médicos não sabiam como diminuir os sintomas. Breanna então foi forçada a abandonar a faculdade de enfermagem e não pode mais voltar pois está se dedicando aos cuidados da filha.

A adolescente, que tem sido sustentada pelo namorado Adrien, foi internada no hospital mais de 50 vezes durante a gravidez. Ao se aproximar do fim da gestação, Breanna estava tão desidratada e desnutrida que entrou nos estágios iniciais de falência múltipla de órgãos. Ela também foi diagnosticada com anemia devido a uma grave deficiência de ferro no sangue, e seus níveis de potássio estavam extremamente reduzidos, danificando permanentemente o coração.

A comparação do corpo de Breanna durante e depois da gravidez (Foto: Reprodução / Mirror)

O nascimento

Quando deu à luz Adela, ela já havia perdido 36% do peso corporal e pesava cerca de 45 quilos, mas felizmente a filha nasceu completamente saudável. Ela começou a se recuperar após o parto e a sensação de náusea já diminuiu logo após o nascimento de Adela, e 5 meses depois, Breanna estava totalmente recuperada.

Hiperê o que? Entenda o que é a Hiperêmese Gravídica

A complicação, que já esteve presente em gestações de famosas como Tatá Werneck e Kate Middleton, causa vários episódios intensos de vômitos, enjoos ou tonturas que provocam desidratação, perda de peso e carência nutricional. A forma grave da doença é rara e acontece em 0,3% a 2% das gestantes, conforme apontado por uma pesquisa da UFRJ. Em entrevista à Pais&Filhos, obstetra, Dra. Maria Elisa Noriler, explicou que o quadro começa entre a 14° e a 16° semana e existem alguns métodos para diminuir os sintomas.

“É orientado que a grávida tenha uma alimentação mais leve e abuse de alimentos gelados, pois ele irrita menos a parede gástrica. Líquidos como água de coco e isotônicos também são indicados, pois são ricos em eletrólitos que ajudam a controlar a desidratação. Em casos mais severos, às vezes há a necessidade de internação”, explica ela.

Para as mulheres que estão tentando engravidar, existem alguns cuidados que podem tomar para não sofrer com a condição no futuro.  “Aconselhamos a fazer atividade física, tentar se afastar de situações estressantes. Fazer um bom planejamento da gestação. Manter-se sempre hidratada e quando estiver grávida não forçar alimentos que não esteja a fim de comer. Diminuir também o uso de perfumes e hidratantes, que podem estimulam a náusea. Por último, acupuntura, yoga e psicoterapia também ajudam a melhorar o quadro de hiperêmese gravídica”, explica a especialista.