Mãe de grávida de 8 meses encontrada morta sem o bebê no ventre será ouvida pela polícia

Thaysa Campos dos Santos foi encontrada morta em um córrego ao lado da linha férrea, em Deodoro, na Zona Norte do Rio. Agora, a polícia ouvirá a mãe da gestante, Jaqueline Campos. O corpo será exumado na sexta

Resumo da Notícia

  • A mãe da mulher gestante encontrada morta e sem o bebê no Rio deve ser ouvida pela Polícia
  • Thaysa Campos dos Santos tinha 23 anos e estava grávida de 8 meses
  • O corpo estava em estado avançado de decomposição, e não foi possível concluir se ela foi assassinada
  • O corpo de Thaysa será exumado nesta sexta-feira, 6 de agosto

A mãe da mulher grávida de 8 meses encontrada sem vida e sem o bebê no ventre deve ser ouvida pela Polícia. Thaysa Campos dos Santos tinha 23 anos, e teve o corpo encontrado em um córrego ao lado da linha férrea, em Deodoro, na Zona Norte do Rio. Jaqueline Campos, a psicopedagoga e mãe da gestante, vai prestar depoimento Delegacia de Homicídios da Capital, na Barra da Tijuca nesta sexta-feira.

-Publicidade-

O bebê que Thaysa estava esperando era fruto de um relacionamento com um homem casado, de acordo com as autoridades. Por causa disso, a investigação quer ouvir o depoimento da mãe: para concluir se ela recebeu alguma ameaça de morte no passado.

Thaysa tinha 23 anos (Foto: Reprodução/ O Globo)

O corpo de Thaysa também será exumado nesta sexta – e o motivo do exame não foi divulgado. A Polícia está em busca de novas provas que resolvam o mistério em torno da morte da mãe, bem como o desaparecimento da criança. Câmeras de segurança puderam registrar Thaysa na linha férrea da Barra da Tijuca sendo abordada por um homem de baixa estatura, levemente calvo e com a perna mancando. Ele ainda não foi identificado.

Relembre o caso

Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, estava grávida de 8 meses e foi encontrada morta em setembro de 2020 em um córrego ao lado da linha férrea, em Deodoro, na Zona Norte do Rio. Além de não identificar o autor do crime, outro mistério ronda o caso: segundo o Extra, documentos mostram que o bebê que ela esperava não estava no ventre da moça.

O fato foi confirmado, segundo o laudo, no exame feito por legistas no Instituto Médico-Legal, no Centro do Rio. Ainda segundo o portal, a perícia feita no corpo da jovem também não encontrou vestígios de placenta, ou cortes na barriga, que pudessem indicar a retirada do feto por ato cirúrgico.

Ela foi encontrada sem o bebê no ventre (Foto: Getty Images)

De qualquer maneira, o documento deixa claro que ela deu à luz, mas não especifica se foi antes ou depois de perder a vida. Esse era o terceiro filho dela, uma menina, fruto de relacionamento com um homem casado, segundo o portal. O casal de filhos mais velhos foram frutos do casamento anterior dela, e que tinha acabado.