Gravidez

Mãe engravida estando grávida e bebês têm 2 semanas de diferença: “Foi um susto!”

Thaiana sempre sonhou em ser mãe de menina e ficou feliz quando engravidou de Íris e Alice

Letícia Vaneli

Letícia Vaneli ,filha de Alcides e Eugênia

Thaiana é mãe de Gabriel, Iris e Alice (Foto: Reprodução/Acervo pessoal)

A influenciadora Thaiana Zimermam ficou muito feliz quando descobriu que a família iria aumentar, mas tomou um susto quando a médica disse que ela engravidou mesmo já estando grávida! Isso mesmo, a sua médica notou que havia um novo saco gestacional se desenvolvendo com apenas 2 semanas a menos que o outro embrião.

Em entrevista para Pais&Filhos, Thaiana contou que seu sonho era ter um casal de filhos, mas queria que que seu primeiro bebê fosse uma menina. Inclusive, ela compra roupas para a sua futura filha desde que tinha 15 anos. “Primeiro engravidei do Gabriel. Em 2016, perdi um bebê que também era um menino. Desisti de engravidar no ano seguinte, mas continuei comprando as roupas. Sempre disse que teria a minha Íris!”, conta. “Na internet, as meninas dos grupos das redes sociais me chamavam de louca e diziam que era para eu me tratar”, revela Thaiana. A mãe já tinha um enxoval completo para a filha que desejava. Ele chegou a comprar peças repetidas por simplesmente achar bonitas.

As gêmeas nasceram em abril (Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)

Foi durante uma consulta de rotina que a família recebeu a noticia que mudaria as suas vidas. “Em 2018 veio a surpresa da gravidez que eu não esperava. A médica saiu da sala e chamou outra menina. Achei que tinha algo de errado com o bebê. Talvez alguma má formação, já que eu estava de 7 semanas. As duas voltaram para sala com os olhos brilhando e sorrindo. Eu perguntei se tinha acontecido alguma coisa e elas me aconselharam a fazer uma transvaginal”, disse.

A médica contou que Thaiana estava grávida de gêmeos. Ao escutar isso, a mãe ficou surpresa, porque em sua família nunca houve uma gestação deste tipo. “Na transvaginal, era um saco que ainda estava se formando e o bebê estava lá. O coração tava bem fraquinho e a médica me explicou que é possível um superfetação. Ela ocorre quando a mulher ovula 2 vezes em um mês. O corpo não reconhece a fecundação, ovula de novo e a mulher engravida de um segundo bebê”, explicou a mãe que viu seu sonho sendo realizado em dobro.

De tanto que Thaiana quis uma menina, ela jamais acreditou que ganharia duas de uma única vez. A mãe relembrou que quando viu o exame de ultrassom percebeu que Alice parecia estar muito mais atrasada no desenvolvimento, comparado com a irmã mais velha, Íris, mesmo com a pequena diferença de semanas. “Íris, que é quase 2 semanas mais velha, estava com os pezinhos se formados, enquanto a Alice começava a se formar, era um grãozinho de arroz.”

Alice e Iris nasceram prematuramente, mas saudáveis (Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)

A gestação não foi um período nada fácil para a família, mas cada segundo valeu a pena. Thaiana sofreu colestase neonatal, a qual é uma condição similar a alergias no sangue e que poderia afetar os bebês. Além disso, ela também enfrentou os enjoos e vômitos excessivos causados pela hiperêmese. “Também tive colestase, que é horrível, coça muito o corpo inteiro. Fiquei com hiperêmese, emagreci 15 kg e vivia a base de remédio.”

A partir da 33° semana da gravidez, teve que ficar internada para monitorar as crianças, que nasceram prematuramente. Os médicos aconselharam marcar as cesáreas até a 36° semana de gestação, para que Alice e Íris não serem afetadas pela colestase.

Mesmo com os obstáculos que viveram durante a gestação, Íris e Alice nasceram em abril e muito saudáveis. “Elas nasceram com mais de 2 kg. Os médicos consideraram como milagre. Não precisaram de UTI e fomos todas para casa.”

Leia também:

Mulher descobre que está grávida e 10 dias depois engravida novamente

Sexo na gravidez: 4 motivos para você não deixar de fazer