Mães contam como descobriram sobre a gravidez só na hora do parto: “Eu não tinha barriga”

A gestação sem sintomas afeta 1 a cada 450 mães

Vestido justinho e nada de barriga (foto: reprodução/Pinterest)

Esses três casos tem pontos muito semelhantes, mas o principal deles é o fato de todas as mulheres estarem grávidas e só descobrirem no dia que entram em trabalho de parto. Confira as histórias e acompanhe pelas fotos mês a mês como mesmo em vestidos tubinhos não foi possível perceber o crescimento da barriga.

-Publicidade-

Sem ganho de peso, dores nas costas ou desejos por comidas malucas, essas mães foram diagnosticadas pelos médicos como “gravidez enigmática” e afetam 1 em 450 mães.

Mãe Charlotte Thomson

Em seu vestido apertado, Charlotte se arruma para sair com uns amigos… Apenas sete dias depois, ela foi internada no hospital, onde um médico lhe disse que estava em trabalho de parto. Para sua surpresa, a bebê Molly, agora com 14 meses de idade, nasceu três horas depois e saudável.

-Publicidade-

Charlotte diz em entrevista a The Sun: “Eu sempre tive períodos menstruais regulares e uma barriga lisa. Eu estava fora bebendo todo fim de semana e não tinha sintomas de gravidez nenhuma. Eu simplesmente não conseguia acreditar que carreguei um bebê por nove meses completos. Graças a Deus ela estava saudável!”

No dia 28 de novembro de 2015 ela diz que festejou a noite toda até as 4 da manhã e só depois de uma semana teve cólicas estomacais e notou um sangramento, resolveu ir para a Emergência e lá disseram que ela estava em trabalho de parto.

A explicação para a ausência da barriga é que o bebe poderia ter se formado nas costas.

Depois de ser mãe (foto: reprodução/Pinterest)

Mãe Klara Dollan

Klara estava em casa se preparando para seu primeiro dia em um novo emprego, era fevereiro do ano passado quando de repente ela sentiu muita dor no estômago. Onze horas depois as dores ficaram mais intensas e ela deu a luz a uma menina em seu banheiro de casa.

Ela tomava pílula todos os dias e seu corpo havia ficado igual todos esses meses passados, não dando nenhuma pista de estar grávida.

8 meses de gravidez e nada de barriga (foto: reprodução/Pinterest

Klara diz em entrevista ao The Sun: “Eu não consigo imaginar a minha vida sem minha filha. Mas dar à luz foi uma surpresa completa! Eu ainda era capaz de usar as roupas que eu queria, ainda tenho fotos desse período, um vestido bodycon com sete meses de gravidez e nada mudou no meu corpo”.

No hospital foi questionada pela ausência de menstruação durante todos os meses e a desculpa foi as pílulas, ligou pra sua mãe de lá e a vó responde: “Eu vi você esta manhã e você não estava grávida”.

Chegando do trabalho, relembra ter tido muita vontade de usar o banheiro e ai percebeu que estava sangrando muito. Gritou por socorro e um vizinho entrou correndo e foi assim que dei a luz. Meu vizinho ficou tão chocado quanto eu”.

Hoje, mãe em tempo integral, Klara acredita que sua pílula parou de funcionar durante um surto de doença e foi por isso que engravidou mesmo tomando-a.

Depois de virar mãe (foto: reprodução/ Pinterest)

Mãe Hayleigh Getting

Festeira de carteirinha, Hayleigh Getting saia todos os finais de semana do período se sua gestação. Com apenas cinco semanas pós aniversário de 21 anos, e durante uma festa temática, a ginasta deu à luz uma menina saudável chamada Layla.

Mãe antes de saber que estava grávida (foto: reprodução/Pinterest)

Ela lembra em entrevista: “O médico achou que eu havia bloqueado os intestinos, e nessa mesma ideia me fez fazer um teste de gravidez. Ficamos todos apavorados quando o resultado foi positivo e eu vi que eram quase 39 semanas de gravidez – quase no período total – e com seis centímetros de dilatação!”

O pai era seu ex-namorado, Hayleigh ligou e mesmo assustado ele voltou do Exército e chegou a tempo de ver sua filha nascer. “Segurá-la pela primeira vez foi estranho, mas agora ela é o meu mundo”, diz ele.

Depois do nenê nascer (foto: reprodução/Pinterest)

Leia também: 

Relato de mãe: “Descobri que deveria preparar meu filho para a minha ausência”

“Descobri que ganhei um ponto fraco para o resto da vida”, diz Fábio Rabin sobre paternidade

Estou grávida, e agora? Conheça os primeiros passos e exames

-Publicidade-