Gravidez

Mariana Ferrão desabafa sobre depressão pós-parto: “Nos sentimos isoladas quando viramos mãe”

A jornalista é mãe de Miguel e João

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: Divulgação/Rede Globo)

(Foto: Divulgação/Rede Globo)

Mãe de Miguel, de 5 anos, e João, de 2, a jornalista Mariana Ferrão se divide entre a carreira e a vida materna. Em entrevista ao portal Gshow, a apresentadora do programa Bem Estar, da Globo, revelou que sofreu de depressão pós-parto em sua primeira gestação, em 2013.


Visualizar esta foto no Instagram.

Vcs podem fazer uma pose fofa? Funcionou!! ????

Uma publicação compartilhada por Mariana Ferrão (@marianaferrao) em

“Foi um momento bem difícil e complicado porque tem toda a questão hormonal da mulher, que não temos ideia da força que tem em nosso organismo. E quando isso entra em um desbalanço, claro que mudamos. Além disso, temos a questão de apoio psicológico mesmo, é uma novidade tremenda quando estamos falando do primeiro filho. Por mais que a gente se prepare durante nove meses, não estamos prontos, de fato não temos ideia do que é a maternidade”, desabafou.


Visualizar esta foto no Instagram.

Não sei como é por aí, mas por aqui às vezes tem paz em cada segundo e o amor que vem do mais profundo. Às vezes, tudo fica de ponta cabeça. Às vezes, a gente se deita, se deixa e se deleita. Às vezes a gente se suja, se lambuza. Às vezes a gente brinca, se arrisca. Às vezes a gente improvisa. Às vezes a gente vira monstro, faz careta. Às vezes a gente se desconhece, às vezes se parece. Às vezes a gente se esconde e se perde.Se perde deles, se perde da gente! É igual por aí? Quer bater um papo sobre tudo isso? Amanhã, eu, @kanaankaka, @danijunco e @mochilinhaeviolao vamos comandar o Unboxingmoms: uma vivência pra se encontrar , se perdoar, corrigir a rota (se preciso for) e (se) amar cada vez mais! Bora? Link para inscrições na bio e nos destaques. Ou vai no sympla.com.br e digita o meu nome! Te espero!! ??

Uma publicação compartilhada por Mariana Ferrão (@marianaferrao) em

A participante da Dança dos Famosos contou também que dois grandes fatores tiveram influência para esse momento de dificuldade: “Para mim, a primeira fase da maternidade foi muito complicada porque revivi muito a morte da minha mãe e o fato de não a ter por perto me fez muita falta. Existia também a questão do afastamento do trabalho, a gente se sentir menos produtivo enquanto estamos apenas trocando fraldas. E, no caso de quem está exposto no vídeo, tem uma questão que é você ver outra pessoa te substituindo na tela, no dia a dia, então você se questiona muito. Quando você já está para baixo acaba achando que o outro é melhor que você, tudo vai corroborando para ficar mais deprimida. Foi uma fase muito complexa”, revelou Mariana.

(Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

Hoje, a jornalista conseguiu superar a depressão após aceitar que a situação estava insustentável. “A superação dessa fase da depressão foi uma espécie de aceitação que estava difícil, ser compassiva comigo, reconhecer a minha fragilidade, buscando uma saída, pedindo mais ajuda, voltando aos poucos a ter minhas atividades independentes do Miguel, voltar a fazer atividade física, ter momentos para sair de casa para encontrar com amigos. Tudo isso vai ajudando você a ter esse senso de pertencimento, porque temos muita essa sensação de isolamento quando viramos mãe”, concluiu.

Leia também:

Depressão pós-parto pode estar ligada à falta de luz natural no fim da gravidez

Depressão pós-parto: “Queria deixá-los em seus berços e fugir, para nunca mais voltar”

1 em cada 4 pais sofre de depressão após o nascimento de seu filho