Mulher com endometriose confunde trabalho de parto com ressaca e dá a luz no banheiro

Carla Macpherson tem 22 anos e teve o primeiro filho, Oscar, após uma noite de diversão com os amigos

Resumo da Notícia

  • Carla Macpherson tem 22 anos e descobriu que estava grávida na hora do parto - e um dia depois de sair com os amigos para beber e dançar
  • A jovem contou ao portal The Sun que possui endometriose e achava que não podia ter filhos
  • Carla é mãe de Oscar, que nasceu saudável e está com 2 anos de idade

Carla Macpherson tem 22 anos e confundiu ressaca com trabalho de parto. Isso porque, diagnosticada com endometriose aos 15 anos de idade, a jovem não acreditava que pudesse ter filhos – e, mesmo assim, seguia com o uso regular de métodos contraceptivos. Contudo, foi depois de uma noite de festa com os amigos que Carla acordou passando mal, e seguiu com o trabalho de parto.

-Publicidade-

Em entrevista ao portal The Sun, a gerente de desenvolvimento declarou que achava estar com uma tremenda ressaca antes de entrar em trabalho de parto – e que inclusive foi auxiliada pelo namorado Jaiden, de 24 anos, com analgésicos e remédios para dor de estômago.

Carla contou que sentiu fortes dores de estômago antes do parto (Foto: Getty Images)

“Minha cabeça estava muito quente e comecei a suar demais. Achei que era só o álcool, então Jaiden me deu alguns comprimidos e tentei dormir – mas passei uma hora em completa agonia na cama”, contou Carla. Mesmo com a surpresa do parto, a mãe de primeira viagem relata que está muito feliz com o filho Oscar, agora com 2 anos, “Naquela noite, saí com jeans e um maiô: bebi, dancei e me diverti muito com os meus amigos. Não esperava ir para uma noitada e voltar com um bebê. Fiquei tão aliviada que ele nasceu saudável!”, declarou por fim.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está chegando! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos vai acontecer no dia 1 de junho, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

É importante prestar atenção nos sintomas!

Em entrevista, o ginecologista e obstetra Marcos Tcherniakovsky, especialista em endometriose e pai de Isabela e Daniel, contou sobre a importância da atenção a possíveis sintomas e cuidados com a endometriose – doença que afeta cerca de 15% das mulheres brasileiras:

“É um fenômeno que ocorre quando o tecido endometrial sai pelas tubas e vai parar dentro da pelve, podendo se alocar no ovário, embaixo do útero ou em outro local da região da pélvis. Quando esse tecido começa a sangrar durante o período menstrual, o corpo reage como se fosse uma inflamação”, declarou Marcos. “O endométrio não deve se expandir para outros órgãos. Quando isso se dá, causa uma reação inflamatória que pode ser discreta ou de forte intensidade. A partir daí, a mulher começa a sentir os sintomas da endometriose”.

É importante se atentar aos sintomas da endometriose (Foto: iStock)

Contudo, o médico ainda ressalta que endometriose não necessariamente causa infertilidade – e que tudo depende de quando for feito o diagnóstico e como prossegue o tratamento, “Os casos mais graves de endometriose têm uma complexidade maior. Mas seu diagnóstico não é uma sentença para esquecer a maternidade, mas outro fator a ser acompanhado com muita atenção na hora de avaliar o melhor tratamento”, declarou o obstetra.