Mulher dá à luz um dia depois de conseguir emprego

A empresa precisou antecipar a entrevista para que ela consiga participar do processo sem maiores problemas. Ela conseguiu a vaga algumas horas antes de ter a filha

Resumo da Notícia

  • Mulher é contratada um dia antes de dar à luz
  • A empresa adiantou a entrevista para confortá-la
  • Hoje, ela conta com a ajuda do marido para trabalhar e cuidar da filha
  • Veja relato
Mulher é contratada um dia antes de dar à luz (Foto: reprodução Linkedin)

Se você já foi negada em alguma entrevista de emprego por estar grávida, certamente vai entender a felicidade dessa mãe! Joice Flores fez uma entrevista um dia antes de dar à luz. A mãe conseguiu mostrar o valor que tem e foi contratada preencher a vaga de desenvolvedora de software. Em entrevista ao portal Razões para Acreditar, Joice contou que já tinha sido negada por outras empresas por estar gestante e ficou muito agradecida por ter conseguido do emprego.

-Publicidade-

Antes de fazer a entrevista, Joice decidiu falar sobre a gravidez. Ela disse que ficou surpresa com a receptividade da empresa. “Minha entrevista estava marcada para o dia 1º de junho. Era a data prevista para o nascimento da minha filha, mas como seria parto normal, ela poderia nascer a qualquer momento.”, relatou. Sabendo disso, a empresa antecipou a entrevista para o dia 29, o que caiu como uma luva, uma vez que a filha nasceu no dia 30.

Mulher é contratada um dia antes de dar à luz (Foto: reprodução Linkedin)

“Temos que mostrar e valorizar empresas que contratam para que outras empresas comecem a fazer o mesmo, a pensar no lado profissional dessas mulheres, pois hoje o papel de cuidar dos filhos não é só das mães”, ressaltou Joice. Atualmente, ela está na fase do teste técnico e contou que passou por alguns momentos difíceis, principalmente durante os 15 dias em que o marido não estava em casa para ajudá-la com a bebê.

-Publicidade-

Como no momento ela está trabalhando em casa, Joice está conseguindo conciliar os cuidados com a filha e com o trabalho com a ajuda do marido. A família realmente precisava dessa oportunidade no momento, uma vez que o marido, que é barbeiro, não está conseguindo trabalhar devido a pandemia. “Só de saber que existem empresas que respeitam mulher, já fez minha participação valer a pena”, finalizou.

-Publicidade-