Gravidez

Mulher engravida de gêmeas após laqueadura e desabafa: “Foi difícil, difícil mesmo”

Andréa Barbosa dos Santos já era mãe de quatro filhos quando decidiu fazer o procedimento

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

Família de Andréa e o ultrassom (Foto: Reprodução / G1

Andréa Barbosa dos Santos, de 28 anos, é mãe de quatro meninos, Eduardo, de 13 anos, Maicon, de 9 anos, Micael, 4 anos, e Michel, de 10 meses. A mulher depois das quatro crianças decidiu fazer uma laqueadura de trompas para evitar uma nova gestação. Porém, não foi bem assim que aconteceu! Ela está grávida de gêmeos.

Segundo o G1, a lavradora contou como ficou depois que recebeu a notícia, no mês passado, após ter um mal-estar. “Foi difícil, difícil mesmo. Eu tomei um susto danado. Porque, depois de uma laqueadura, eu aparecer grávida e ainda ser dois, foi mais difícil ainda”, disse.

A família e a mulher estão bem apreensivos com a gravidez, porque a última gestação de Andréa foi de risco. “A minha gravidez é de risco e a última, que eu fiz a laqueadura, foi mais ainda. E agora, depois que eu descobri que é de gêmeos, mais um risco ainda. E eu fiquei mais alegre porque tem tudo para ser duas meninas, porque eu não tenho nenhuma. Fiquei mais alegre e vou entregar tudo na mão de Deus”, contou Andréa ao G1. A previsão da chegada das meninas é para daqui 6 meses.

Andréa chegou a ter uma menina, porém ela nasceu prematura e acabou morrendo. O marido da mulher, Marcelo da Paixão Ramos, que também é lavrador, contou sobre os problemas que a mulher enfrenta e, o sonho que ela tem de ter bebê menina. Andréa chegou a engravidar de uma bebê, porém ela nasceu prematura e acabou morrendo.

“Minha esposa sempre queria ter uma menina. Quando ela teve a menina, veio a falecer. E Deus deu mais duas, mas só que o problema todo é que a vida dela tá correndo risco, tanto a dela como a da criança também, aí é meio complicado, meio difícil. Mas a gente vai superar essa batalha, em nome de Jesus”, explicou o marido.

A família mora na zona rural no distrito de Maria Quitéria, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, em uma casa simples. A geladeira sempre no limite, e o tempo que Andréa tem, é para cuidar dos filhos, por isso, uma preocupação da família é como manter mais duas crianças.

A laqueadura de Andréa

A lavradora fez o procedimento há menos de um ano, no Hospital da Mulher, em Feira de Santana. A gestação das gêmeas foi descoberta em julho de 2019, após sentir dores e procurar por um médico. Quando fez o procedimento, Andréa afirmou que a médica garantiu que não teria mais filhos.