Mulher engravida por métodos diferentes duas vezes na mesma semana: “Maior choque da minha vida”

Kimberly Tripp contou que sempre quis ser mãe – mas não imaginava que teria duas crianças em circunstâncias tão inesperadas

Resumo da Notícia

  • Kimberly Tripp sempre quis ser mãe, contudo, ela não imaginava que o faria de um jeito tão inusitado
  • Ela engravidou duas vezes na mesma semana - e teve gêmeas
  • Kimberly e o marido tiveram uma filha por inseminação artificial, e uma concebida naturalmente
  • Ela deu detalhes da sua condição ao portal The Sun

Kimberly Tripp soube que queria ser mãe quando ainda era criança – mas não imaginava que o faria de um jeito tão inusitado anos depois. Isso porque, ao The Sun, ela contou que engravidou por métodos diferentes duas vezes na mesma semana, e que agora é mãe de gêmeas.

-Publicidade-

“Foi o maior choque da minha vida”, desabafou Kimberly. Ela contou que tentou durante muitos anos engravidar do marido por métodos naturais – sem sucesso. Isso porque, aos 15 anos, Kimberly foi diagnosticada com Síndrome do Ovário Policístico, que diminui as chances de mulheres engravidarem.

Kimberly engravidou de gêmeos (Foto: Reprodução/ The Sun)

“Me disseram que eu jamais teria filhos – e, se tivesse, eles precisariam de muita ajuda”, relembrou. “Eu sempre soube que queria uma grande família. Fiquei devastada com a ideia de que não conseguiria, mas parte de mim sabia que eu não desistiria de tentar”.

Assim, o casal decidiu que tentaria a fertilização in vitro para conceber o primeiro filho – e se surpreenderam muito positivamente quando receberam o resultado de que o procedimento havia sido um sucesso. “Foi algo que pensamos que nunca aconteceria!”, disse Kimberly.

“Foi então que, no meu ultrassom de seis semanas, nos informaram que eu estava esperando dois bebês, e não apenas 1!”, conta a mãe. “Eu fiquei em completo choque. Não conseguíamos acreditar. Nunca pensei que algo assim pudesse acontecer”.

O fenômeno que aconteceu com Kimberly é chamado de superfetação, e é raríssimo. “Meus médicos me explicaram que, provavelmente, a quantidade de medicação que ingeri para a fertilização ativou minha própria fertlilidade. Eu e meu marido não usamos proteção alguma durante o procedimento, porque eu não ovulo”.

Agora, o casal celebra muito a chegada de Leo e Patrick. “Ficamos tão felizes com a chegada de gêmeos. Eu não sabia nem se teria um filho – e agora tenho dois! Milagres realmente acontecem, e sinto que meu mundo está completo. Estamos muito animados”, finalizou.