Mulher expulsa marido de sala de parto após brincadeira: “Tinha pedido que ele não fizesse”

A mãe de primeira viagem recorreu ao Reddit para desabafar sobre o ocorrido – e contou aos usuários que o marido ficou furioso por ter sido excluído do nascimento do filho

Resumo da Notícia

  • Uma mulher preciso expulsar o marido da sala de parto após brincadeira
  • A situação foi polêmica e, por causa disso, ela decidiu relatar o ocorrido no Reddit
  • A mãe de primeira viagem ainda contou que o homem ficou furioso por ter sido excluído do nascimento do primeiro filho

Uma mulher recorreu ao Reddit para falar sobre situação delicada que viveu com o marido no momento do parto do primeiro filho do casal. Isso porque, por lá, ela admitiu que precisou expulsar o marido após ele fazer uma brincadeira indelicada enquanto ela estava em trabalho de parto.

-Publicidade-

Agora, a mãe de primeira viagem conta que o marido ainda está furioso por ter sido excluído do nascimento do primeiro filho e, por isso, pede opinião dos internautas. Segundo ela, tudo começou quando o companheiro começou a consumir vídeos em que os maridos faziam pegadinhas com as esposas no momento do parto.

“Eu não me importei no começo, mas depois ele começou a brincar casualmente sobre fazer determinadas coisas que ele via nos vídeos, dizendo que seria engraçado. Afirmei claramente minha aversão por eles [os vídeos] e pedi a ele que não fizesse nada parecido com o que assistiu”.

Contudo, mesmo com o alerta, a mãe contou que o companheiro insistia dizendo que queria – e iria – fazer algo do gênero no nascimento do bebê. E, no dia do parto, ela narra que a situação saiu de controle.

A mulher chegou a ficar 4 horas sozinha na sala
A mulher chegou a ficar 4 horas sozinha na sala (Foto: Getty Images)

“O dia do parto chegou e eu já estava em trabalho de parto por cerca de oito horas. Tinha acabado de terminar outra rodada de contrações quando, então, meu marido soltou um peido muito alto, virou-se para mim e disse: ‘o que diabos você tem comido? Tem um cheiro nojento’. Eu imediatamente reconheci isso como uma das pegadinhas dos vídeos. Indignada por ele não ter cumprido o que eu pedi que não fizesse, exigi que ele saísse da sala”.

O pai ainda insistiu em ficar, alegando que tinha feito apenas uma brincadeira. Contudo, as enfermeiras que estavam ajudando no parto respeitaram a vontade da mãe e retiraram o homem do local. A mulher contou que passou quatro horas sozinha na sala por causa do ocorrido.

“Posso ser babaca porque sei o quanto ele estava ansioso para estar lá para o nascimento do nosso primeiro filho e, especialmente, para cortar o cordão umbilical, mas ainda assim eu o expulsei e me recusei a deixá-lo voltar. Me perguntaram algumas vezes se eu o queria de volta, mas todas as vezes eu disse não!”. Ela contou ainda que conversou com o marido sobre a situação, e que ele ainda está chateada com ela.

“Foi uma primeira semana difícil, mas felizmente minha mãe chegou para ajudar. Conversei com meu marido (o melhor que pude, já que ele ainda está chateado e me ignorando) e falei para ele como eu estava me sentindo (tenho me sentido deprimida e ansiosa desde que trouxemos o bebê para casa) e que entendi o motivo de ele estar chateado, mas pedi para que ele também visse o meu lado”. Mesmo assim, completa, “Ele gritou comigo, dizendo que eu não poderia levar nada que ele pagasse (não trabalho desde o início da pandemia)”. A mulher, enfim, contou que saiu de casa depois dessa situação e se mudou com o bebê para a residência dos pais.