Mulher prepara chá revelação da amiga e erra gênero do bebê

Ela disse ter sido difícil de compreender o resultado do exame e acabou confundindo

Resumo da Notícia

  • Mulher confundiu sexo do bebê e organizou errado o chá revelação da amiga
  • Karoline afirmou que o exame era confuso de entender, por isso o motivo da confusão
  • 24 horas depois, a mãe da criança, descobriu o verdadeiro sexo da criança

A jovem, Karoline, decidiu organizar um chá revelação para a amiga, Sabrina. No entanto, ela confundiu o sexo do bebê e em menos de 24 horas descobriram a verdadeira identificação da criança.

-Publicidade-

As duas são melhores amigas há mais de 15 anos e, por isso, Karoline quis preparar a festa para presentear a companheira de longa data. Ao olhar o resultado do exame que revelava o sexo da criança, a jovem entendeu que seria uma menino. Portanto, preparou um balão, que de acordo com a cor que teria dentro, representaria o sexo do bebê. Azul para menino e rosa para menina. Os pais da criança estouraram, e se emocionaram, ao verem a cor azul.

Um vídeo foi registrado no dia da celebração e transmitido ao vivo para os amigos nas redes sociais. No entanto, algumas horas depois, quando a gestante decidiu conferir o exame, viu que havia ocorrido uma confusão, e que o filho, na verdade, era uma menina.

Jovem organiza chá de bebê da amiga e confunde sexo do bebê
Jovem organiza chá de bebê da amiga e confunde sexo do bebê (Foto: Reprodução / R7)

Em entrevista ao portal R7, Karoline explicou: “Quando o exame ficou pronto, ela mandou no e-mail só para eu ver. Só que ficamos muito nervosas, querendo saber o sexo do bebê. Mas quando abri o exame, achei que viria escrito ‘menina ou menino’, mas não. Veio um exame complicado demais e ele era muito grande. Só que eu li tudo e entendi que era menina”, disse. “Estava escrito ‘feminino’, e eu realmente li aquilo. Mas achei que se referia ao sexo dela [da mãe]”, disse, acrescentando que também havia comprado todo o enxoval da criança para menino.

Sabrina explicou que também teve dificuldades para compreender o resultado do exame e que só soube realmente qual era o sexo da criança, quando ligou e perguntou a médica.