Mulher sem útero espera primeiro filho graças à irmã que se ofereceu para gerar o bebê

Laura Burton contou que está realizada com o sonho de ser mãe se tornando realidade – principalmente por causa do altruísmo da irmã mais velha, Hayley, de servir como barriga de aluguel

Resumo da Notícia

  • Laura Burton, aos 28 anos de idade, sofre de uma rara condição que a fez nascer sem útero
  • Mesmo assim, a enfermeira não abriu mão do sonho de ser mãe - e está contando com a barriga solidária da irmã para concretizar a família
  • Hayley está grávida de 8 semanas graças ao processo de fertilização in vitro
  • As irmãs estão muito ansiosas com a chegada da criança - e contam que tirarão licença maternidade juntas no mesmo hospital em que trabalham

Laura Burton, aos 28 anos, sofre de rara condição de saúde – que a fez nascer sem útero. Mesmo assim, não abriu mão do sonho de ser mãe, e está contando com a ajuda da irmã Hayley, de 33 anos, no processo. Isso porque a irmã mais velha está se responsabilizando por ser a Barriga Solidária da irmã caçula – em um gesto de puro altruísmo.

-Publicidade-

Laura conta ainda, em entrevista ao portal Birmingham Live, que a irmã sempre soube de sua condição, e também esteve sempre à disposição para ajudar a irmã caçula a realizar os próprios sonhos. “Hayeley é tão altruísta e generosa, que ela sempre – sempre! – deixou muito claro que me ajudaria nessa. Ela só fez questão de ter os próprios filhos primeiro”, declarou. Agora, mãe de dois meninos, Hayley fez questão de relembrar a irmã do prometido.

Laura conta que a irmã sempre se prontificou para ajudá-la no sonho de se tornar mãe (Foto: Reprodução/ BirminghamLive)

“Ela me abordou junto de meu marido David e disse: ‘Quando vocês quiserem conversar sobre o futuro, estarei à disposição'”, relembrou Laura.  “É o pãozinho de Hayley e Laura no forno! Ela está cuidando dele e o mantendo seguro”, acrescentou ainda a mãe de primeira viagem.

O embrião de Laura foi fertilizado com o esperma de David e inserido no útero de Hayley. Assim, com o processo tendo iniciado em maio deste ano – com um pouco de atraso no planejamento da família devido a pandemia – a dona da barriga de aluguel segue muito bem e grávida de oito semanas. Após a confirmação da gravidez em teste, a família não poderia estar mais feliz, “A placenta está crescendo, o bebê está crescendo e tudo está como deveria ser nessa fase!”, comemorou ainda Laura.

Laura, o marido David e Hayley estão muito felizes com a chegada da criança! (Foto: Reprodução/ BirminghamLive)

Sobre a escolha do casal e os preconceitos em torno dessa decisão, Laura abriu o jogo: “Barriga de aluguel não é algo doentio ou estranho, não é como se meu marido tivesse ido dormir com minha irmã. É meu óvulo e seu esperma. Tudo de que depende é da ciência, da sorte e da esperança”, finalizou.