Gravidez

Mulher só consegue engravidar depois de ficar ‘alérgica’ ao esperma do marido

Antes disso, ela havia sofrido quatro abortos espontâneos

Marina Paschoal

Marina Paschoal ,Filha de Selma e Antônio Jorge

Kathryn sofreu quatro abortos antes de conseguir dar à luz (Foto: Reprodução / BBC)

A britânica Kathryn Berrisford chegou a engravidar quatro vezes – isso não era um problema pra ela. Mas, em todas as gestações, ela acabou tendo abortos espontâneos e nenhum médico conseguia explicar o porquê. “A recomendação era de que eu continuasse tentando”, ela contou em entrevista à BBC.

Aos 33 anos e trabalhando em uma clínica de fertilidade como embriologista, ela resolveu pedir ajuda aos próprios colegas de trabalho que, depois de uma série de exames, descobriram que ela e o marido, Joss, tinham o mesmo tipo de antígeno específico em seus sistemas imunológicos.

Após o método, o casal já tem dois filhos (Foto: Reprodução / BBC)

Ou seja, o corpo dela não entendia o embrião como algo estranho e isso fazia com que a gravidez não vingasse. Por isso, os médicos tiraram o sangue de Joss, isolaram os glóbulos brancos no laboratórios e injetaram em Kathryn. Isso fez com que o corpo dela entendesse que o embrião era um corpo diferente e a gravidez pudesse continuar.

“Eles basicamente me tornaram alérgica ao esperma do meu marido para engravidar”, ela explica em poucas palavras.

Tudo isso aconteceu em agosto de 2004 e, no ano seguinte Mae nasceu com saúde e perfeita. Logo depois, o casal deu à luz ao segundo filho.

O método

Ainda segundo à BBC, esse método que o casal usou é cercado de polêmica. O tratamento é proibido pela FDA – Food and Drug Administration – que é a agência de vigilâncias sanitárias dos Estados Unidos, pela OMS e pelo Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido.

No Brasil, o Conselho Federal de Medicina determina o procedimento como algo experimental, só podendo ser realizado em protocolos de pesquisa.

Leia também

Tipo de cueca pode afetar produção de espermatozoides, revela estudo

Sabia que o óvulo consegue escolher o espermatozoide que irá fecundar?

Fertilidade: 11 dicas para tentar em casa antes de procurar um médico