Não consigo engravidar: causas e sintomas da infertilidade, como diagnosticar e tratar

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, um a cada cinco casais terá dificuldades para engravidar. Ou seja, 15% da população terá problemas com a infertilidade

Resumo da Notícia

  • Nem sempre engravidar de maneira natural acontece rapidamente
  • Um a cada cinco casais terão dificuldades para engravidar, de acordo com a Organização Mundial da Saúde
  • A infertilidade possui várias causas e não é um problema exclusivo da mulher: homens também podem ser afetados com a condição

Por mais que pareça uma missão simples, engravidar nem sempre pode acontecer de maneira rápida e tranquila. Quando um casal decide começar a tentar ter filhos, muita coisa está envolvida por trás da escolha além da vontade de aumentar a família: é preciso estudar muito para entender o que vai mudar no corpo da mulher e, principalmente, o que é necessário fazer caso o tão esperado positivo no teste de gravidez não dê as caras tão cedo quanto o esperado.

-Publicidade-

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, um a cada cinco casais terá dificuldades para engravidar. Ou seja, 15% da população terá problemas com a infertilidade. Mas, engana-se quem pensa que não conseguir engravidar é culpa da mulher: segundo dados da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, as causas para a questão é divida de maneira igual entre os sexos e homens também podem ser responsáveis pela questão.

O que infertilidade?

Infertilidade é o nome dado à dificuldade de engravidar, mesmo sem o uso de qualquer tipo de método contraceptivo e é considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma “doença” do sistema reprodutivo. No geral, um casal só é considerado infértil após um ano de tentativas frustradas. A partir deste momento, é necessário buscar ajuda de um especialista para realizar exames e saber o que está acontecendo tanto com o corpo da mulher, quanto do homem.

A infertilidade é um problema que atinge cerca de 15% da população do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde
A infertilidade é um problema que atinge cerca de 15% da população do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde

Sintomas de infertilidade na mulher

  • Menstruação irregular
  • Sangramento vaginal intenso
  • Cólicas abdominais muito intensas
  • Sangramento de escape entre as menstruações
  • Ausência de menstruação
  • Distúrbios hormonais (como a Síndrome do Ovário Policístico e problemas na tireóide)

O que é infertilidade masculina?

Assim como a mulher, o homem também pode apresentar questões biológicas que dificultem uma gravidez de acontecer. A infertilidade no homem é caracterizada pela ausência de espermatozoides no sêmen, produção baixa de gametas ou espermatozoides com forma alterada. Quem passa pela cirurgia de vasectomia também pode ser considerado infértil.

Sintomas de infertilidade no homem

  • Dor e sensibilidade nos testículos
  • Dor durante as relações sexuais
  • Inchaço em um ou nos dois testículos
  • Dificuldade para ejacular ou pouco volume durante a ejaculação
  • Disfunção erétil

Quais são as principais causas de infertilidade?

Cerca de 90% dos casais consegue engravidar de forma natural em até 12 meses após começarem a tentar. Mas, atenção: esse tempo de espera somente é válido para casais que não apresentem fatores que podem estar relacionados a um problema que cause dificuldade para engravidar, assim como para mulheres com menos de 35 anos.

Depois dessa idade, há uma diminuição acentuada na fertilidade feminina. Então, caso você tenha 35 anos ou mais e esteja tentando engravidar, vale procurar um especialista em reprodução humana após seis meses de tentativas sem resultados positivos. Após os 40 anos, qualquer atraso na investigação do casal pode diminuir as chances de sucesso nos tratamentos.

Causas de infertilidade na mulher

  • Idade
  • Endometriose
  • Doenças inflamatórias Pélvicas
  • Obstruções tubárias
  • Cervicites (inflamações do colo uterino)
  • SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos)
  • Obesidade
  • Hiperprolactinemia
  • Hipotireoidismo
  • Hábitos como tabagismo, alcoolismo ou uso de drogas
  • Causas genéticas
  • Doenças imunológicas

Causas de infertilidade no homem

  • Varicocele (varizes testiculares)
  • Traumas testicularesHábitos como tabagismo, alcoolismo ou uso de drogas
  • Obesidade
  • Causas genéticas
  • Uso de anabolizantes
  • Malformações do aparelho genital masculino (doença de Peyronie e agenesia do canal deferente)
  • Causas hipotalâmicas
  • Impotência
  • Infecções
Infertilidade é o nome dado à dificuldade de engravidar, mesmo sem o uso de qualquer tipo de método contraceptivo e é considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma "doença" do sistema reprodutivo
Infertilidade é o nome dado à dificuldade de engravidar, mesmo sem o uso de qualquer tipo de método contraceptivo e é considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma “doença” do sistema reprodutivo (Foto: iStock)

Outros fatores que podem prejudicar a fertilidade da mulher

  • Cigarro: conhecido como o vilão da saúde, ele também é prejudicial para quem planeja ter filhos. Segundo estudos, 13% dos casos de infertilidade estão ligados ao fumo. O tabaco deteriora os óvulos e aumenta os riscos de aborto, gravidez ectópica e menopausa precoce.
  • Estresse: manter esse problema distante da sua rotina pode ser difícil, mas é importante para a qualidade de vida, principalmente de quem está tentando engravidar. Mulheres estressadas apresentam 29% menos chance de engravidar, segundo estudo feito pela Ohio State University College of Medicine, em 2014.
  • Medicamentos: Apesar de resolverem alguns problemas, os remédios podem causar outros. É importante ficar atenta e informar ao seu médico, sobre os medicamentos que você está tomando, antes de começar a tentar engravidar, pois existem alguns que reduzem as chances de uma gestação. Remédios para depressão, ansiedade e epilepsia, podem alterar o ciclo menstrual.

O que a endometriose tem a ver com a infertilidade?

A endometriose é o crescimento anormal do endométrio, tecido que reveste o interior do útero, para fora do órgão. O problema é responsável por 50% dos casos de infertilidade feminina e acomete entre 9 a 13% das mulheres no mundo todo, podendo atingir outros órgãos da pelve, como trompas, ovários, intestino e bexiga.

A endometriose pode, sim, causar infertilidade. Mas não necessariamente: tudo depende de quando a doença foi descoberta e de sua gravidade. Vale lembrar que infertilidade não significa esterilidade. Casos mais graves da doença são mais complexos, mas o diagnóstico não significa que a mulher jamais conseguirá engravidar, apenas precisará de um acompanhamento mais atento.

“Mais da metade das mulheres com endometriose vai engravidar espontaneamente, apesar da doença. Mas, comparada com as que não possuem o problema, a chance de ter dificuldades para que uma gravidez aconteça é de 2 a 3 vezes maior”, explica o ginecologista e obstetra Igor Padovesi, colunista da Pais&Filhos e ai de Beatriz, Guilherme e Cecília.

O que é infertilidade imunológica?

A infertilidade imunológica acontece quando o sistema imune materno passa a enxergar o embrião como um transplante semi-alogênico, na qual metade da carga genética embrionária que vem do pai é estranho no corpo da mulher. Com isso, ele rejeita o embrião. Essa é a principal causa de abortos espontâneos precoces.

O que fazer se não consigo engravidar?

O primeiro passo é procurar o seu médico para que vocês, juntos, comecem a investigar o que pode estar por trás da dificuldade para engravidar. A partir do momento que o problema for detectado, será necessário realizar um tratamento. Se for definido que uma gravidez natural possui poucas chances de acontecer, você pode recorrer a outros métodos, como a Fertilização In Vitro ou uma inseminação artificial.