Número de bebês nascidos em São Paulo cai 17% nos últimos 19 anos, diz pesquisa

De acordo com os dados do Sistema Estadual de Análise de Dados, em 2000 foram registrados 700 mil nascimentos, enquanto no ano passado apenas 580,2 mil

Resumo da Notícia

  • Um levantamento do Seade mostrou que o número de bebês nascidos no estado de São Paulo caiu 17% nos últimos 19 anos
  • De acordo com os dados, em 2000 foram registrados 700 mil nascimentos, enquanto no ano passado apenas 580,2 mil
  • Além disso, a faixa etária das mães paulistas aumentou

Um levantamento do Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) mostrou que o número de bebês nascidos no estado de São Paulo caiu 17% nos últimos 19 anos. De acordo com os dados, em 2000 foram registrados 700 mil nascimentos, enquanto no ano passado apenas 580,2 mil.

-Publicidade-
A faixa etária das mães aumentou (Foto: Getty Images)

Além disso, a faixa etária das mães paulistas aumentou. Enquanto a média do estado ficava em torno dos 26 anos durante o início do século, hoje a maioria das gestantes tem cerca de 28,7 anos. Na capital, o número já atingiu os 29 anos. A quantidade de mães muito jovens (com menos de 20 anos) também apresentou uma drástica redução: de 20% do total foram para apenas 10%.

A redução foi de 17% (Foto: Getty Images)

Os dados também mostraram que a porcentagem de mães entre os 30 e 39 anos aumentou quase 15% no ano passado quando comparado ao ano 2000. Simultaneamente, as mulheres com filhos entre 20 e 29 anos eram 54,5% naquela época, e hoje passaram para 46,3%.

O levantamento da Fundação Seade também apontou para uma redução nos índices de gravidez na adolescência no estado de São Paulo. Em 2000 cerca de 8% das mães tinham menos de 18 anos. Já no ano passado, esse número caiu pela metade: apenas 4% das gestantes eram menores de idade.