Gravidez

Pós-parto: mãe é confundida com grávida por conta de sua barriga e desabafa

Ela deu uma lição de autoestima para todas as mulheres

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Reprodução Facebook)

(Foto: Reprodução Facebook)

O pós-parto é um momento muito difícil para as mães, já que o corpo precisa se adaptar a essa nova fase. A australiana Laura Mazza, uma mãe de três filhos, do blog Mum on the run, ainda está nesse momento do pós-parto, o que fez com que ela sofresse uma situação constrangedora: uma mulher desconhecida a perguntou quando o bebê nascia, sendo que ele já está com um mês.

Por conta do ocorrido, Laura fez um post desabafando e contou que ao invés de explicar para a moça que já havia dado à luz, ela apenas disse qualquer data aleatória. “Eu não fiquei chateada. Eu tenho filhos e gerei cada um com muito carinho”, explicou na publicação. Na foto, ela aparece segurando uma placa escrita: “Cinco semanas de pós-parto. Grávida de um hambúrguer”.

“Se parece que você está grávida, se confundiram você com uma grávida, se você tem essa barriguinha sensacional que eu tenho, aceite o que tem”, escreveu no final to texto, dando uma lição de autoestima para todas as mulheres.

Veja a publicação original:

7 mitos e verdades sobre o pós parto que você precisa saber

Posso engravida durante a quarentena? 
Verdade!

A chance é pequena, por causa da amamentação e também porque a fertilidade retoma normalmente 45 dias após o parto. Mas não é impossível! Por isso, o indicado nesta fase é a utilização de um método contraceptivo eficaz de uso permitido durante a lactação, como os preservativos ou o diafragma.

Devo evitar ter relações sexuais durante este período? 
Também verdade!

Se você teve um parto normal, a penetração pode doer, machucar e até causar uma infecção. Já no caso de cesária, além do risco de infecção, pode haver ferimentos na incisão abdominal que está sensível e em processo de cicatrização. Por isso, o mais indicado é aguardar o prazo de 40 dias. Contudo, é importante lembrar que sexo não é só penetração e pode ser feito pelo casal de outras formas menos arriscadas.

Não posso lavar a cabeça durante o resguardo? 
Mito!

Acredite se quiser: antigamente havia uma crença de que o sangramento poderia reverter da vagina para a cabeça, deixando a mulher louca. É claro que isso não passa de um mito popular. No resguardo, não há problema nenhum em lavar os cabelos.

Amamentar contribui para a queda das mamas?
Mito!

Muita gente acredita nisso, mas o que contribui ou não para a queda das mamas é a predisposição genética.

É normal sofrer de prisão de ventre no pós-parto? 
Verdade! 

Mas o problema pode ser evitado se você adotar uma alimentação rica em fibras, mamão, laranja, aveia, alimentos integrais e muito líquido.

No resguardo eu não posso praticar atividade física? 
Mito!

Desde que a prática de exercícios seja leve, como caminhada, yoga e atividades de alongamento, elas estão liberadas após 15 dias para os partos normais e 30 para as cesárias.

Após o parto é normal eu não sentir desejo sexual? 
Verdade!

Após a retirada da placenta, há uma queda dos hormônios que reduzem a libido e afetam a lubrificação vaginal. Além disso, a nova rotina, muito mais cansativa, pode fazer com que a mulher queira deixar o sexo em último plano. Porém, com o tempo, tudo tende a se normalizar.

Amamentar queima calorias e ajuda emagrecer? 
Verdade! 

Isso acontece porque seu metabolismo fica mais acelerado devido a produção de leite. Para produzir a substância, as mulheres gastam aproximadamente 400 calorias por dia, o equivalente a 30 minutos de corrida.
Consultoria: Dr. Maurício Sobral, pai de Luiza e Beatriz, especialista em Mastologia, Ginecologia e Obstetrícia. É médico preceptor dos residentes do Hospital Vila Nova Cachoeirinha.

Leia também:

Relato de mãe: “Eu não tinha ideia de que me sentiria assim no pós-parto”

Entenda a diferença entre Baby Blues e depressão pós-parto?

Muito stress durante a gravidez? Cuidado com a ansiedade pós-parto

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não