Romana Novais se irrita ao ser acusada de programar parto do segundo filho

A médica e o DJ Alok anunciaram a nova gestação seis meses após o nascimento de Ravi e chegaram a comentar a possibilidade do bebê nascer no mesmo dia do primogênito

Resumo da Notícia

  • Romana Novais está grávida pela segunda vez
  • A médica foi acusada de "programar" o parto do bebê
  • Ela e Alok são pais de Ravi
  • Com uma série de comentários, Romana se explicou na internet

Após anunciar que está grávida pela segunda vez, Romana Novais falou sobre a possibilidade do bebê nascer no mesmo dia que Ravi, o primeiro filho com o DJ Alok. Atualmente, o primogênito está com seis meses de vida e um internauta fez o comentário sobre a médica ter “programado” a gestação, o que a deixou irritada.

-Publicidade-
Romana e Alok estão esperando pelo segundo filho (Foto: reprodução / Instagram @romananovais @estudio_thalitacastanha)

“Claro que planejou a data. Hoje em dia, não tem como, ainda mais você que diz que planeja absolutamente tudo, é médica… enfim, se for natural, pode nascer em dia diferente, caso contrário será no mesmo dia. Acho fofo, mas vocês forçam um pouco”, escreveu um seguidor. Em seguida, Romana ironizou: “Você consegue planejar seu período fértil? Me conta como você faz isso…”

A discussão entre a médica e o usuário continuou, e ele insistiu em questioná-la sobre a gravidez. “É possível engravidar no período fértil e a criança nascer, sim, próximo da data do irmão ou até na mesma data. Tenho várias amigas que planejaram isso e nenhuma saiu dizendo que foi obra divina. Acho o máximo desde que assumam. Desnecessário omitir”.

-Publicidade-

Em seguida, Romana disse que o mais importante é o fato dela estar grávida e não a coincidência das datas: “Acho que a dificuldade em interpretar é sua… ou você acha mesmo que eu deixaria de tentar março e abril para arriscar somente maio só para nascer no mesmo mês do Ravi? Pelo amor de Deus, né? A data pra mim é o que menos importa. Eu estou grávida! Existe bênção maior do que essa? E você aí grilada com a data…. isso foi só um detalhe pra mim. E que aliás, eu achei demais!”.

O seguidor chegou a criticar Romana por ela forçar o dia do nascimento do bebê: “Não, não existe, mas acompanho vocês assim como uma multidão e acho irresponsável forçar, e vocês forçam, sim. Além do mais, tudo que é natural e real é mais bonito e saudável. Pense nisso antes de dizer muitas coisas que diz. Milhares de mulheres têm realidades bem diferentes”.

Ela foi acusada por um internauta de programar o dia do nascimento do segundo filho (Foto: Reprodução / Instagram @romananovais @estudio_thalitacastanha)

Incomodada com a situação, a médica explicou sobre a importância de pensar antes de comentar algo: “DPP significa data prevista para o parto. O Ravi era para final de janeiro, porém veio antes. Esse bebê de agora também é para final de janeiro mas só Deus sabe quando vai vir. Ter a mesma data prevista para o parto não significa que vão nascer no mesmo dia. É só uma estimativa calculada baseada nas semanas possíveis de gestação. O problema não foi você comentar nesse post, foi você não pensar antes de falar”.

O usuário insistiu mais uma vez de que o casal fez o planejamento e pediu que o mais “justo” seria que eles assumissem em vez de omitir para os seguidores: “Foi o que eu disse, se for normal novamente pode não ser, mas que planejou isso, não há dúvidas. O problema é não assumir e forçar, como vejo muitas vezes”.

Ela comentou sobre o casal ter tentado durante três meses a gestação, que acabou acontecendo apenas em maio: “Vou te esclarecer pra não te deixar com dúvidas, tá? A gravidez foi muito planejada. Queríamos outro bebê. A gente tentou março, abril, maio. Março não rolou, abril também não, maio rolou. E sendo assim, o bebê tem data prevista pra nascer como a do Ravi. Se tivesse acontecido em março, por exemplo, não seria a mesma data. Conseguiu entender? Não achei que fosse complexo assim…”, concluiu.

-Publicidade-