Sexo durante a gravidez: 9 coisas que você precisa saber

O medo de machucar o bebê durante o sexo é grande, mas não se preocupe. A pratica de relações sexuais durante a gravidez é saudável e, em muitos casos, aconselhável.

(Foto: Reproduçao/Getty Images)

Enfim  grávidos! Mas, calma, sua vida Após perguntar ao seu obstetra se tudo está bem, não se acanhe e pergunte: “Doutor, eu ainda posso manter minhas relações sexuais?” 

-Publicidade-

Apesar do assunto ser um tabu entre muitos, a prática é saudável. Em geral, todos os obstetras dirão que sim. Se a sua gestação não apresentar problemas e você estiver afim, pode tudo, mas com cautela. Por isso, trouxemos algumas respostas para as suas possíveis dúvidas. 

As sensações são diferentes durante a gestação?

-Publicidade-

Durante esse período o fluxo sanguíneo aumenta em até 40%. Isso não afeta somente as suas curvas, como também torna mais sensíveis as suas zonas erógenas. E o que isso significa? As suas relações serão mais intensas que o normal.

Enquanto no primeiro trimestre você está mais cansada e enjoada, no segundo os seus níveis hormonais explodem. E por fim, na reta final da gestação despenca mais uma vez. Ou seja, uma verdadeira montanha russa durante os 9 meses.

A gestação diminui a libido?

Uma pesquisa canadense mostrou que 58% das mulheres perdem o desejo sexual durante a gravidez. Sabe aquela sensação de que o bebê está observando vocês? Os pais também podem ser afetados, por sentirem a movimentação do bebê.

“A maioria das causas que provocam a mudança é mental e emocional, às vezes maiores que fisiológicas”, diz Bruce Rosenzweig, diretor de urologia no centro médico universitário Rush em Chicago.

Sexo pode prejudicar o bebê?

É inquestionável que o maior receio é machucar o bebê, diz Wendy Wilcox, professor assistente de obstetrícia e ginecologia do centro médico Montefiore em Nova York. Além disso, pesquisas mostram que entre 50% e 80% tanto pais como mães se preocupam com isso

Então, vamos deixar claro: sexo não causa abortos! Seu parceiro não vai alcançar o bebê. Ele está protegido na sua casinha, dentro do útero e amortecido pelo líquido amniótico. Se caso, ele sinta algo, é possível que sejam os hormônios.

O que é sexo seguro durante a gravidez?

É tudo questão de adaptação. Mas, o uso de lubrificantes e brinquedos estão liberados, diz o doutor Hoffman. Lembre-se de tomar cuidado com a higiene deles, para que evite infecções.

Tome muito cuidado: se o seu parceiro tiver herpes, mesmo que esteja em fase dormente, o sexo oral está completamente fora de questão no terceiro trimestre, mesmo que ele não apresente sintomas, as chances de infectar o seu bebê são grandes. 

Quais posições são melhores?

Quando se trata de relações sexuais, os médicos aconselham as posições de mulher em cima, lado a lado e homem por trás . 

“Quando você está de costas, o útero pode pressionar a aorta e a veia cava (a grande veia que retorna sangue ao coração), o que pode elevar a pressão arterial e diminuir a quantidade de sangue que chega ao coração, diminuindo a quantidade de sangue que vai para o bebê “, Dr. Rosenzweig explica o porquê não aconselhas posições de costas.

E se eu sentir contrações depois do sexo?

Não se desespere! É normal cólicas leves. “Coloque os seus pés para cima e beba três copos grandes de água. E se a cólica piorar, ligue para o seu médico”, aconselha Dr. Hoffman. 

O mesmo acontece quando ocorre o sangue de escape. O aumento da circulação sanguínea torna os vaso do colo do útero mais frágeis, ocasionando, às vezes, pequenos sangramentos. Entretanto, se o sangramento for como se fosse durante o seu período menstrual, ligue imediatamente para o seu obstetra porque a placenta pode ter se deslocado. 

Quando o médico restringe o sexo?

Se você teve parto prematuro em uma gravidez anterior ou se está em risco de parto prematuro com sua gravidez atual, seu médico pode restringir o sexo. Isso porque qualquer coisa que possa levar a contrações uterinas (como estimulações e o orgasmo) aumenta o risco de parto prematuro

Seu médico também proibirá o sexo se você tiver placenta prévia ou seu deslocamento. Vale lembrar que se o seu útero dilatar prematuramente, nada de sexo também, pois eventuais bactérias podem ser expostas ao bebê.

Posso entrar em trabalho de parto?

Por enquanto nenhuma pesquisa comprovou se manter relações sexuais na reta final da gestação aceleraram o trabalho de parto.  No entanto, muitos médicos recomendam o sexo para os pais ansiosos, para que as coisas mudem um pouco.

A teoria é a mesma usada para desencorajar mulheres com gravidez de risco: o orgasmo e a prostaglandina do sêmen podem promover as contrações.

Isso realmente funciona? Bom, se você já está pronta, pode movimentar o processo. Mas, se esse não for o momento, nada acontecerá.  

Quando você pode fazer sexo depois de dar à luz?

É praxe que você viva a quarentena após o trabalho de parto, ou seja, nada de sexo por 40 dias. E se não houver problemas no seu parto, é provável que o ginecologista faça um check-up após seis semanas do pós-parto. É bacana respeitar esse período para prevenir infecções, permitindo que seu útero volte ao normal.

Pesquisas mostram que os casais geralmente retomam as relações entre sete semanas e seis meses após o nascimento do bebê.

Mas outros sugerem que, embora o corpo possa ser persuadido, a libido fica mais lenta. E isso não é surpreendente. Primeiro, há o medo de que o sexo provavelmente doa. E se você sofreu um pouco durante o parto, vai ficar dolorido por um tempo. Além disso, a amamentação reduz o estrogênio, que pode dificultar a lubrificação e tornar o sexo desconfortável.

Ainda assim, se a sua libido parece estar em hiato permanente, comunique seu médico porque o baixo desejo pode ser um sinal de depressão pós-parto. Mas se você está se sentindo bem, não se preocupe muito. Eventualmente, o sexo parecerá atraente novamente. 

Leia também:

4 benefícios do sexo na gravidez que vão fazer você querer qualquer tabu 

Precisando de um tempo? Saiba como resgatar a comunicação com seu parceiro 

Pode ou não pode? 7 mitos sobre o que não é permitido fazer na gravidez 

-Publicidade-